Zé Carlos Machado e Vera Zimmermann vão participar da novela O Rico e o Lázaro

ae509-rederecord2012

 

Zé Carlos Machado, após “Além do Tempo” na Globo, está de volta à Record e vai fazer “O Rico e o Lázaro”…
… Vera Zimmermann também fechou para esta próxima novela bíblica da emissora.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Confira, abaixo, a chamada elaborada pela Record para promover Os Dez Mandamentos

Rede Record promove Os Dez Mandamentos com afirmação falsa

A Record começou a veicular em sua programação as primeiras chamadas de Os Dez Mandamentos, primeira novela bíblica da emissora a ser exibida a partir de março, num novo horário de novelas: às 20h30. Escrita por Vivian de Oliveira e dirigida por Alexandre Avancini, a trama substituirá Vitória na Record.

Com o novo horário na grade, contratações de atores que foram “esquecidos” pela Globo e muita verba por parte da emissora para as gravações no exterior e para a pós-produção em Hollywood, a Record espera tirar a estabilidade do SBT que, nesse horário, exibe Chiquititas; além disso, a emissora irá estrear uma nova programação, ainda a ser confirmada por completo. No entanto, a Record erra ao afirmar que Os Dez Mandamentos é a primeira novela bíblica do mundo. Em 1968, na extina TV Tupi, foi exibida O Rouxinol da Galiléia, a primeira novela bíblica brasileira, com Wanda Cosmo na autoria e na direção-geral. Trata-se, portanto, de uma falsa afirmação por parte da Record a fim de exaltar o produto que tem em mãos.

No elenco, estão nomes como Paulo Gorgulho, Samara Felippo, Petrônio Gontijo, Denise Del Vecchio, Zé Carlos Machado, Angelina Muniz, Mel Lisboa, Vera Zimmermann, Juliana Didone, Heitor Martinez, Tammy di Calafiori, Giselle Itié, Eduardo Lago, Adriana Garambone, Giuseppe Oristânio, Camila Rodrigues, Milhem Cortaz, Sidney Sampaio, Lisandra Souto, Luciano Szafir, Sérgio Marone, Floriano Peixoto, Gabriela Durlo, Roger Gobeth, Larissa Maciel e Guilherme Winter, que dará vida ao protagonista Moisés.

O PLANETA TV

TV a Cabo investe mais em dramaturgia do que a TV Aberta

 

Heitor Martinez e Paloma Duarte protagonizarão a série

Heitor Martinez e Paloma Duarte protagonizarão a série

 

Com a nova lei da TV paga, a qual determina que a TV fechada deve investir em produtos nacionais em sua programação no horário nobre, há um novo investimento em dramaturgia nunca antes visto neste setor.

A TV paga, inclusive, deve estar com mais porcentagem dramatúrgica do que a TV aberta com toda certeza. Com exceção da Globo, as outras emissoras não investem neste setor, já que é um segmento caro, que precisa de instalações, externas, produção apurada, textos bem escritos e diretores competentes.

Atualmente a Record possui, apenas, uma novela no ar – “Balacobaco”, que será substituída por “Dona Xepa” – e uma série nacional, “José do Egito”, exibida uma vez por semana, às quartas-feiras. No SBT, “Carrossel” e, posteriormente, “Chiquititas”.
Caso se analise canais como Multishow e GNT, a quantidade de seriados nacionais exibidos é infinitamente maior. Sem contar que canais como Fox estão buscando aliados na TV aberta para produzirem seriados. É o caso da série “Se eu Fosse Você”, que será realizada com Heitor Martinez e Paloma Duarte nos papeis principais.

Além disso, a migração de um elenco de qualidade para o segmento da TV fechada está  se tornando cada vez mais habitual. Não valorizados pela TV aberta, que insiste em manter a programação sem modificações expressivas e com o mesmo elenco de sempre, os novos seriados da TV paga estão com elencos de prestígio e sendo feitos com qualidade invejável.

“3 Teresas”, “Sessão de Terapia”, “Copa Hotel” e muitos outros são a prova disso. Em seu elenco, nomes conhecidos como Denise Fraga, Fernanda Young, Zé Carlos Machado, Selton Mello, Mariana Lima, Maria Fernanda Cândido, Mônica Martelli, Zezeh Barbosa, Miguel Thiré, Maria Ribeiro, Maria Luísa Mendonça e muitos outros.

Se a dramaturgia era a arma secreta da TV aberta, já não o é mais. Houve uma inversão de papeis, em que o jornalismo está disseminado nos canais abertos, junto a seriados “enlatados” comprados do exterior, enquanto os canais fechados exibem o nacional de qualidade. Mudança dos tempos. Como proceder?

O Planeta TV