Julgamento que podia excluir o Icasa da Série B do Campeonato Brasileiro é adiado

07d89-escudo2bicasa

Faltando apenas quatro rodadas para o término da Série B do Brasileiro, o Icasa ainda corre o risco de ser rebaixado não só dentro de campo. O processo no STJD envolvendo a exclusão do Verdão do Cariri do Campeonato ainda não foi realizado em segunda instância.

O pleno do STJD, que deveria ter julgado o recurso do clube nesta quinta-feira, foi adiado para uma data ainda indefinida. O adiamento foi para atender ao pedido do auditório relator Miguel Angelo Cançado.

Com a indefinição da data do novo julgamento e faltando praticamente duas semanas para o término da Série B, é provável que o STJD aguarde o encerramento do Campeonato para voltar a colocar o processo em pauta.

No entanto, vale lembrar que a próxima reunião do Pleno do Tribunal acontecerá no dia 27 de novembro, dois dias antes do fim da Competição.

Em 16º lugar na Série B, o Icasa luta rodada a rodada para escapar do rebaixamento. O time enfrenta neste sábado, em Natal, o América/RN (18º colocado), em confronto direto contra a degola.

 

Blog do Mário Kempes

Tom Barros comenta que aumentaram as chances do Icasa subir para a Serie A do Brasileiro

 

A vez é do Verdão

O Icasa foi eliminado da Copa Fares Lopes, mas quase no mesmo instante era beneficiado na Série B pelas derrotas do Avaí e América/MG. Sinto assim o destino abrindo campinhos para o Verdão. É hora de aproveitar o embalo. Se ganhar do Boa Esporte, sábado próximo, já dormirá no G-4, pois o Avaí só jogará domingo.

 

Tom Barros-Diário do Nordeste-Jogada-31/10/2013

Icasa 2 x 1 Joinville

Pelo Verdão do Cariri, Adalgísio Pitbull e Alex William marcaram. No Joinville, Lima descontou de pênalti. Cearense se afasta da zona da degola.

 

Após ter CT apedrejado pela torcida, a paz foi selada no Icasa pelo menos até a próxima rodada. Superior, o Verdão do Cariri venceu o Joinville por 2 a 1, no Romeirão, nesta terça-feira (23), com gols de Adalgísio Pitbull e Alex William. Do lado dos visitantes, Lima descontou, de pênalti. Com o resultado, o time do Cariri chega aos 13 pontos, na 10ª posição. O Joinville permanece no G-4, com 17 pontos.

O próximo compromisso do Joinville é contra o Boa Esporte, em casa, na Arena, na próxima terça-feira (30), às 19h30. No mesmo dia, o Icasa visita o Palmeiras, no Estádio Pacaembu. A partida está marcada para 21h50.

Melhor, Icasa pressiona e consegue gol no fim

O Icasa começou pressionando a equipe catarinense. Logo no início, o zagueiro Eduardo recuou a bola, e o outro defensor, Sandro, e o goleiro Ivan não se entenderam, obrigando o arqueiro a chutar para o lado ao se ver pressionado pelo ataque do alviverde. A pressão do Icasa resultou na primeira boa chance com Adalgísio Pitbull. O atacante se esticou todo para chegar ao cruzamento de Carlinhos, mas furou na hora de concluir.

O Icasa seguiu com maior volume de jogo. Aos 30, Juninho Potiguar arriscou de longe e obrigou Ivan a fazer boa defesa. O atacante ainda conseguiu um belo chute, raspando o travessão, logo na sequência.

A recompensa pela pressão veio aos 39 minutos. Após cruzamento de Carlinhos, a bola sobrou nos pés de Chapinha, que só rolou para Radamés, de primeira, abrir o placar no Romeirão. Ainda no fim do primeiro tempo, o Joinville esboçou uma reação com um chute de Ricardinho e uma cabeçada de Ronaldo, mas sem sucesso.

Icasa x Joinville Série B Romeirão (Foto: Normando Sóracles/Agência Miséria de Comunicação)
Icasa vence o Joinville por 2 a 1 no Romeirão (Foto: Normando Sóracles/Agência Miséria de Comunicação)

Visitante empata, mas time da casa leva

O Joinville começou a etapa complementar da maneira que terminou o primeiro tempo: buscando o gol. Aos sete, o insistente Ronaldo recebeu na área e foi derrubado pelo zagueiro Luiz Otávio. Pênalti para o Joinville, convertido pelo atacante Lima, que marcou o oitavo gol na competição, empatando a partida.

As equipes começaram a alternar as oportunidades, mas não conseguiam furar o bloqueio adversário. Até que, aos 31 minutos, Juninho Potiguar avançou pela direita, passou por Dênis, ficou livre e cruzou para a pequena área. Alex William se esticou todo e conseguiu finalizar de esquerda, sem chances para o goleiro Ivan.

Os visitantes ainda tentaram com Edigar Júnior, que havia acabado de entrar. O atacante teve a última boa chance do Joinville, com cruzamento pela esquerda. No entanto, foi travado pela zaga alviverde, que se manteve impenetrável até o fim.

Icasa x Joinville Série B Romeirão (Foto: Normando Sóracles/Agência Miséria de Comunicação)
Com a vitória, Verdão do Cariri faz as pazes com a torcida (Foto: Normando Sóracles/Ag. Miséria de Com.)

América de Natal 1 x 1 Icasa

América-RN e Icasa empataram na noite desta terça-feira, em partida válida pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando no Estádio Barretão, em Ceará-Mirim, a 30 quilômetros de Natal, as duas equipes ficaram no 1 a 1. Júnior Negão abriu o placar para os potiguares logo no segundo minuto de bola rolando, enquanto o zagueiro Luiz Otávio marcou o gol dos cearenses aos 16 da etapa inicial.

Com o resultado, o América segue sem vencer na Segundona, soma o primeiro ponto e permanece na 14ª posição da tabela de classificação. Já o Verdão do Cariri chegou aos quatro pontos e subiu para o quarto lugar, empatado com Figueirense e Avaí.

O América-RN volta a campo na sexta-feira, quando visita o Paysandu na Arena Verde, em Paragominas (PA). No mesmo dia, o Icasa recebe o Avaí no Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte. As duas partidas são válidas pela terceira rodada da Série B, e estão marcadas para as 19h30m (de Brasília).

jogo América-RN e Icasa  (Foto: Frankie Marcone / Ag. Estado)

 América-RN e Icasa empataram por 1 a 1 no Estádio Barretão (Foto: Frankie Marcone / Ag. Estado)

Jogo começa quente e termina morno

O América começou a partida disposto a conquistar a sua primeira vitória no Estádio Barretão. Logo aos dois minutos de jogo, no primeiro ataque da equipe alvirrubra, o placar foi inaugurado. Após cruzamento de Cascata, o centroavante Júnior Negão marcou de cabeça o seu primeiro gol com a camisa do Mecão.

Mas o futebol avassalador do comecinho do jogo ficou morno e sem brilho logo após o gol do camisa 9 americano. Os donos da casa recuaram e passaram a ser pressionados pelo Verdão do Cariri. De tanto tentar, o Icasa conseguiu o empate aos 16 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueirão Luiz Otávio aproveitou a sobra de bola e mandou para o fundo da rede.

Na volta do intervalo, o Icasa pareceu mais disposto a buscar o resultado positivo. O alviverde chegou com perigo ao ataque em diversas oportunidades, e quase virou o placar em uma das falhas do goleiro Rodrigão, que deixou o gramado sob vaias.

O técnico americano, Roberto Fernandes, ainda tentou mudar o cenário da partida promovendo as entradas de três “homens de frente” no time. Mas Tiago Adan, Índio Oliveira e Vaninho, assim como os companheiros que iniciaram a partida, não estavam numa noite muito inspirada. Foi aí que o treinador do Icasa, Francisco Diá, decidiu “fechar” a equipe e segurar o resultado.

Guarany de Sobral 3 x 0 Icasa

Empurrado pela torcida e superior em campo, o Guarany de Sobral goleou o Icasa por 3 a 0 neste domingo, no Junco, na primeira partida das semifinais do Campeonato Cearense. Os gols do Cacique do Vale foram marcados por Júnior Alves (2) e Luiz Carlos.

O segundo confronto das equipes está marcado para o próximo domingo (12), às 16 horas, no Romeirão. Para avançar às semifinais, o Verdão do Cariri precisa vencer por três gols ou mais de diferença.

 

Guarany de Sobral, Icasa (Foto: Kiko Silva/Agência Diário)

Guarany de Sobral faz festa no Junco
(Foto: Kiko Silva/Agência Diário)

Guarany superior

As duas equipes adotaram posturas bem distintas desde os primeiros minutos de jogo. Enquanto o Icasa entrou tímido e só ameaçava em cobranças de falta, o Guarany tinha domínio de bola e era mais ofensivo.

Logo aos quatro minutos, Marciel recebeu dentro da área e chutou, mas mandou por cima do travessão. Em bola parada, o time de Sobral abriu o placar aos 11 minutos. Júnior Cearense cobrou falta, Luiz Carlos tentou de cabeça e André espalmou. Na sobra, Júnior Alves estufou as redes no Junco.

A desvantagem no placar não alertou o Icasa, que continuou apagado na partida. À beira do gramado, o técnico Francisco Diá pedia mais movimentação à equipe, mas não via resultados. Os atacantes Juninho Potiguar e Adalgísio Pitbull sequer pegavam na bola.

Com mais equilíbrio, o Guarany chegou ao segundo também em bola parada. Aos 34, Júnior Cearense cobrou falta, e Júnior Alves anotou de cabeça o segundo dele e da equipe sobralense.

O Cacique do Vale ainda poderia ter marcado o terceiro. Luiz Carlos deu passe para Marciel, que chutou rasteiro. André faz bela defesa com o pé, salvando o Verdão do Cariri.

Jogo morno e pênalti no fim

Na etapa complementar, as duas equipes voltaram se movimentando menos em relação ao primeiro tempo. O Icasa tentava chegar ao ataque, mas era barrado pela zaga adversária. O Guarasol criava poucas chances de gol e só administrava a vantagem.

O primeiro lance de perigo veio com Júnior Cearense, em chute de fora da área, mas bola passou ao lado do gol de André. A resposta do Verdão do Cariri veio com 16, quando, após cobrança de escanteio, Adalgísio Pitbull chutou forte por cima do gol de Eliardo.

Fazendo jogo morno, as duas equipes não conseguiam surpreender. Aos 26, Marcinho Guerreiro mandou uma bomba da entrada da área, mas a bola subiu demais. O Verdão do Cariri só chegou novamente aos 44. Juninho Potiguar chutou cruzado, mas Adalgísio Pitbull não chegou para finalizar.

No entanto, a partida ainda guardava uma última emoção. Aos 45, o Guarany de Sobral teve um pênalti marcado. Na cobrança, o goleiro André defendeu. No rebote, Luiz Carlos fechou a goleada de cabeça.

Fortaleza vence fácil o Icasa por 3 a 0, com dois de Assisinho

Tricolor do Pici se manteve na terceira posição e o Verdão do Cariri, na liderança, porque contou com o tropeço do vice-líder, Ceará

Assisinho comemora um dos dois gols marcados contra o Icasa, ex-time do baixinho (Foto: Tuno Vieira/Agência Diário)Assisinho comemora um dos dois gols marcados contra o Icasa, ex-time do baixinho (Foto: Tuno Vieira/Agência Diário)

O Fortaleza venceu com facilidade o Icasa neste domingo (28), no Estádio Alcides Santos, por 3 a 0, e fará Classico-rei com o Ceará nas semifinais do Campeonato Cearense. A vitória sobre o Verdão manteve o tricolor na terceira posição, com 26 pontos, e o Icasa termina a fase classificatória na liderança do campeonato, com 28.

Assisinho, duas vezes, e Nei Carioca, contra, assinaram os gols a favor do Fortaleza, que contou, ainda, com bela atuação do meia-atacante Jussimar. O Icasa, com um time misto, pouco produziu na partida e apenas contou com a derrota do Ceará para não perder a liderança.

Os jogos de ida das semifinais serão dia 5 de maio, e os de volta, dia 12.

Fortaleza superior, com eficiência de Assisinho

Jussimar e Assisinho deram trabalho para a defesa do Icasa de forma fulminante logo no início do jogo. Tanto que o camisa 10 forçou cartão amarelo em dois jogadores do Verdão do Cariri – Elanardo e Nei Carioca. O Icasa, quando chegava, chegava sem objetividade e pouco perigo. João Carlos levou a melhor em todas as tentativas do Juninho Potiguar.

A situação do Icasa ficou mais complicada aos 4 minutos, quando Jussimar fez boa jogada individual, Assisinho recebeu e driblou o goleiro para abrir o placar. Era só o primeiro dele na partida.

As seguintes tentativas de ataque do Fortaleza resultaram numa série de escanteios, sem sucesso. Mas após um cruzamento da direita, Jailson, até então apagado, cabeceou com perigo para o gol de André. Angelim também teve chance e o goleiro icasiano fez boa defesa para evitar o segundo gol dos mandantes. Minutos depois, o zagueiro capitão do tricolor precisou sair, por causa de uma pancada no nariz, em chute acidental do Juninho Potiguar.

O segundo gol do Leão foi construído por Rafinha, que tabelou com Jussimar, e cruzou para Assisinho. O camisa 11 dominou e estufou a rede do Icasa. 2 a 0 para o Fortaleza, aos 43 minutos.

Angelim teve que deixar partida, após pancada no nariz (Foto: Tuno Vieira/Agência Diário)Angelim teve que deixar a partida, após pancada no nariz (Foto: Tuno Vieira/Agência Diário)

Icasa apático e mais gol tricolor

O segundo tempo começou com o mesmo panorama anterior. Apesar da vantagem, o Fortaleza seguiu no campo ofensivo em busca de um placar elástico. A primeira boa oportunidade apareceu mais uma vez com Jussimar. Ele colocou entre as pernas do zagueiro e tentou encobrir o goleiro na sequência, mas a bola foi muito fraca.

Marinho Donizete também aparecia bem pela esquerda e obrigou o goleiro André a impedir mais um gol do Leão com chute forte. O caminho ficou mais fácil quando Elanardo, que já tinha amarelo, foi expulso do jogo. Aos 16, Jussimar avançou e cruzou para a área. Nei Carioca cabeceou contra o próprio gol e aumentou a vantagem do Fortaleza.

O predomínio seguiu até o fim da partida e a goleada só não foi maior porque André parou a forte cabeçada de Leandro Guerreiro e a bomba do Jailson, de fora da área, foi direto no travessão. O Jailson, por sinal, ainda chegou a marcar, mas o gol foi anulado. O jogador estava em posição de impedimento no momento do lançamento de Esley.

O placar terminou mesmo nos 3 a 0, suficiente para o tricolor se manter em terceiro e o Icasa, em primeiro, porque o Ceará perdeu para o Guarany de Sobral por 3 a 2.

 

GLOBO ESPORTE.COM