A nova moda do nome e sobrenome no futebol

b6153-3

Terça-Feira Gorda de Carnaval – e são tantas e diferentes as explicações da sua gordura, que é melhor ficar numa só: Mardi Gras, Terça-Feira Gorda em francês, é o último dia permitido para comer tudo que tem vontade, antes do jejum quaresmal.

Dia que, por ser feriado, permite divagar por outros assuntos, igualmente intrigantes, mas que também devem ter explicações das mais lógicas para todos eles.

Antes, era comum no nosso futebol, se ouvir no rádio as jogadas de Didi, Garrincha, Belini, Mazola, Tostão, Vavá, Pepe, Gilmar, Gerson, Clodoaldo, Dino, Jairzinho, Zito, Tatá, Zico, Zózimo, Dudu, Zagalo, Felix, Rivellino, entre tantos tão simples assim, até chegar ao maior de todos, Pelé, ante outros, mas poucos, chamados Domingos da Guia ou seu filho Ademir da Guia, Nilton Santos, De Sordi, Carlos Alberto.

Hoje, verifica-se, nos gramados, que uma boa maioria resolveu fazer uso do nome e sobrenome, como Felipe Rodrigues, André Castro, Pedro Carmona, Gabriel Leite, Martin Silva, Gustavo Scarpa, Diego Cavalieri, Thiago Neves, Rafael Sóbis, Felipe Melo, Michel Bastos, Marcos Rocha e Everton Souza, além de outros. Até no já aposentado Ronaldo inventaram um questionável “fenômeno”.

Nada que diminua ou aumente o tamanho da bola, mas que só fez crescer o trabalho dos narradores.

O número de palavras usadas em cada jogo, no mínimo, dobrou.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Tom Barros publica em sua coluna foto da seleção brasileira campeã de 1958

Image-1-Artigo-1574258-1

Recordando. Bellini, capitão do Brasil campeão do mundo em 1958, morreu no dia 20 passado. Foto de antes da decisão com a Suécia. Depois do jogo bateram outra foto na mesma posição, mas Bellini já com a taça. A partir da esquerda (em pé): Djalma San tos, Zito, Bellini, Nilton Santos, Orlando e Gilmar. Na mesma ordem: Garrincha, Didi, Pelé, Vavá, Zagalo e Mário Américo.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 25.03.2014

Irmão do cantor Vavá estará em “A Fazenda 6”, diz colunista

https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/8ad19f97f232687bfac6157f4971643f.jpg

Divulgação

Vazou mais um nome de celebridade que poderá estar na nova temporada de “A Fazenda”, que estreia no próximo domingo (23), às 21h30, na Record.

Segundo o jornalista Fernando Oliveira, da coluna “Na TV”, trata-se do cantor Márcio Duarte, irmão de Vavá, que participou da quarta edição do reality.

Quem conhece os dois, afirma que Márcio é bem diferente de Vavá, mais extrovertido. Márcio já posou nu para uma revista gay e, no ano passado, sofreu um grave acidente no palco do programa “Cante Se Puder”, do SBT.

Ele poderá se juntar a Yudi Tamashiro, Aryane Steinkopf, Andressa Urach e Beto Barbosa, entre outros, que devem estar nesta sexta temporada.

Os peões irão para um hotel na próxima sexta (21) e chegarão à sede da fazenda, em Itu (SP), no domingo de manhã de helicóptero.

NaTelinha

Tom Barros comenta investimentos que Roberto Cláudio fará no estádio Presidente Vargas

https://i0.wp.com/blog.opovo.com.br/blogdoeliomar/files/2012/10/roberto.jpg

 

 

O prefeito Roberto Cláudio confirmou que o gramado do PV será substituído e a drenagem modernizada, de acordo com as exigências da FIFA. Exorbitante exigência. Ora, vi no PV os mais famosos jogadores do Brasil: Pelé, Garrincha, Nilton Santos, Bellini, Vavá, Orlando, Zico, Dinamite, Rivelino… Todos jogaram no PV e nada reclamaram, sendo na época o gramado e drenagem semelhantes aos de hoje. Será preciso mesmo gastar tanto dinheiro apenas para alguns treinos da Canarinho e de poucas seleções de fora? Claro que não. Uma despesa elevada e desnecessária. Mas, quando a FIFA quer, não pode ser contrariada. Então vamos gastar entre R$ 500 a R$ 600 mil… Quem pode, pode .

 

Coluna redigida pelo jornalista Tom Barros para o jornal cearense Diário do Nordeste no dia 26 de fevereiro de 2013