Autor de “Guerra dos Sexos” identifica rejeição a personagens

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20121130125830.jpg

Silvio de Abreu é o autor de “Guerra dos Sexos”; roteirista interpreta pesquisa de público e detecta rejeição a personagens – Divulgação
Autor de “Guerra dos Sexos”, um dos maiores fracassos da faixa das 19h da Globo dos últimos anos, Silvio de Abreu identificou vários pontos de rejeição em relação aos atores e aos personagens para os quais eles foram selecionados.

As classes C e D, que compõe boa parte do número de telespectadores da faixa das 19h, têm encontrado dificuldades para compreender o humor proposto no folhetim. A maioria desse público não vê graça nas atitudes cômicas dos personagens.

Silvio de Abreu constatou o fato e foi mais além: “Essas pessoas não acham divertido ver o Edson Celulari fazendo um homem atrapalhado; preferem vê-lo como galã. Não entendem o Tony Ramos brigando com a Irene Ravache como comédia; vêem como agressão”.

A rejeição do público a temas como esses foi constatada a partir de uma pesquisa feita pela Globo junto a grupos de telespectadores. Até agora, “Guerra dos Sexos” tem média oscilando na casa dos 22 pontos – desempenho muito abaixo aos 30 de “Cheias de Charme”.

Com informações do jornalista Daniel Castro.

natelinha

Novidades sobre o remake de Guerra dos Sexos

“Guerra dos Sexos” só terá externas gravadas em São Paulo a partir do dia 20. Houve uma mudança nos planos. Antes disso, os trabalhos já acontecem num castelo de Itaipava, Rio de Janeiro, que passa a ser a casa da Irene Ravache e Tony Ramos.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery