Ferroviário e mais 17 clubes são suspensos de competições cearenses por causa de dívidas

Clubes suspensos podem ser derrotados automaticamente, caso esteja marcada partida e a pendência financeira não seja quitada.

Ferroviário

Além do clube, o treinador, William Mardoch Freire Uchoa, também foi suspenso
FOTO: KID JR
Uma portaria publicada no fim da tarde da última sexta-feira (6) suspendeu provisoriamente 18 clubes de futebol, inclusive o Ferroviário Atlético Clube, e 15 pessoas físicas de disputar competições organizadas pela Federação Cearense de Futebol (FCF). A determinação irá vigorar até a quitação das pendências financeiras, segundo o artigo 2º da Portaria n° 003/2015.

Segundo o artigo 3º do documento, “as partidas eventualmente marcadas neste período de suspensão, não serão realizadas, e acarretarão em WO para o adversário. Caso os dois preliantes enquadrarem-se nas listas descritas no artigo 1º, a partida será anulada, e não será realizada posteriormente”.

Assim sendo, o Ferroviário, um dos clubes mais tradicionais do futebol cearense, tem até o dia 1º de março, quando tem um jogo marcado contra o Tiradentes, pela abertura da segunda divisão do Campeonato Cearense, para quitar a dívida com o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol do Ceará (TJDF/CE). O valor das dívidas não foi revelado.

Além do Tubarão da Barra, o próprio Tiradentes, o Crateús, o Crato e o Uniclinic, clubes que figuraram na elite cearense nos últimos anos, também estão provisoriamente suspensos de disputar qualquer competição.

Arsenal de Caridade, Iguatu, Nova Russas, Trairiense, Aliança, Caucaia, Eusébio, Itarema, Maracanã, São Gerardo, Terra e Mar, Uruburetama e Verdes Mares completam a lista de clubes.

Entre as pessoas físicas suspensas, estão o presidente do Sport Club Maguary, Francisco Ernandi Lima, e o técnico do Ferroviário, William Mardoch Freire Uchoa. O pedido de suspensão foi emitido pelo TJDF/CE e aprovado pela Diretoria de Competições da FCF. Confira a lista completa (em arquivo pdf).

Diário do Nordeste – Jogada – 07/02/2015

Tom Barros comenta dificuldades financeiras de alguns times cearenses depois do encerramento do Estadual

71ec5-adidas20brazuca20201420world20cup20ball201

Bravos

Ferroviário, Guarany de Sobral, Guarani de Juazeiro, Quixadá, Tiradentes, Horizonte, Crato e Itapipoca há muito encerram suas participações no certame estadual. Receita zero. Programação oficial só depois da Copa do Mundo. Sim, e como ficam então as obrigações financeiras desses clubes? São bravos.

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 21.05.2014

Tom Barros divulga outros atacantes com bom aproveitamento de conclusão no Campeonato Cearenset

Bola brazuca Copa do Mundo (Foto: Divulgação)

 

Também alcançaram alto índice de aproveitamento nas conclusões: Robert (Fortaleza), Waldison (Fortaleza), Netinho (Guarani/J), Marciel (Horizonte), Cleiton (Quixadá) e Dico (Tiradentes).

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 21/02/2014

Ferroviário 4 x 2 Tiradentes

Ferroviário

Iarley marcou o terceiro dos quatro gols do Tubarão na noite de ontem. O time da Barra do Ceará venceu o Tiradentes por 4 a 2 e decidirá permanência na primeira divisão contra o Quixadá, na última rodada do Estadual
KIKO SILVA

Precisando triunfar, Ferroviário bate o Tiradentes, e leva a decisão do descenso para a última rodada

O céu cinzento no fim da tarde de Fortaleza parecia anunciar que a noite não seria fácil para o Ferroviário. Necessitando exclusivamente da vitória sobre o já rebaixado Tiradentes para continuar sonhando com a permanência na Primeira Divisão do Estadual, o time Coral conquistou os três pontos necessários após uma emocionante virada no Estádio Presidente Vargas. Ao termino da partida, o placar apontava 4 a 2 para os corais.

Após um começo de campeonato animador, o futebol da equipe da Barra do Ceará foi definhando durante a competição e o clube chegou às rodadas finais com uma missão ingrata: vencer as duas últimas partidas restantes para escapar do descenso. Para complicar, o técnico Arnaldo Lira, suspenso, não poderia orientar sua equipe de dentro do campo do PV.

Contudo, como quem não quer nada, Lira se posicionou atrás do banco de reservas, na arquibancada, e de lá esbravejou, orientou, bradou palavras de ordem, xingamentos e, no fim, comemorou.

O resultado deixou o time coral em 7º, com 18 pontos, a dois dos rivais Quixadá (adversário na última rodada) e Itapipoca, que lutam tanto para não cair como para se classificar à próxima fase da competição.

Angústia

Logo no início do jogo, enquanto procurava um lugar para assistir à partida, Lira viu, das cabines de imprensa, seu sistema defensivo bater cabeça e Júnior Pipoca aparecer livre para fazer 1 a 0 com 4 minutos de jogo.

Ainda com o técnico distante, González tentou o empate aos 6, quando cabeceou no travessão. Dez minutos depois, aos 16, Lekão alcançou a igualdade no marcador após encobrir o goleiro Roberto.

A partir dali, Lira resolveu reassumir o comando do time e se posicionou nas primeiras fileiras de cadeiras do estádio para instruir seus atletas. “Vai nele”, gritava o técnico para Thiago Granja no momento em que o jogador foi superado por Manuelzinho, que tabelou com Júnior Pipoca para receber novamente e recolocar o Tiradentes em vantagem: 2 a 1.

Os times foram para o vestiário com a torcida coral hostilizando o técnico e Iarley. Em um dos elevadores do PV, Arnaldo Lira esbravejou e elegeu um culpado: “esse time parece que quer perder! Time ruim! A culpa também é de quem contrata. Ficaram dez jogos sem vencer no ano passado e repetem o mesmo erro mantendo os jogadores”.

Alívio

Na volta do intervalo, os gritos à beira da arquibancada se repetiram, mas dessa vez os jogadores pareciam ouvir melhor o que o treinador dizia. No minuto seguinte Iarley enganou a marcação e tocou para Lekão mandar um petardo de fora da área e empatar o jogo de novo: 2 a 2.

Iarley colocou o Ferrão na frente do placar aos 24, quando só empurrou para o gol após cobrança de escanteio.

Aos 35, Lira parecia orquestrar o ataque do Ferroviário. “Segura, Iarley! Solta para o Mauri! Cruza!”, gritava o técnico até a bola chegar nos pés de Diego, que deu um chutão para o alto e viu o goleiro Roberto aceitar, fechando o duelo em 4 a 2.

Arte 2

 

Diário do Nordeste – Jogada – 20/02/2014

Tom Barros comenta que Tiradentes e Crato não deveria ser televisionado

Ficheiro:Bandeira do Ceará.svg

 

No dia 22 de fevereiro, um sábado, Tiradentes e Crato farão o jogo dos rebaixados. Despedida melancólica. O Tigre planejara G-4, mas viu ruir todos os objetivos. Incrível é que, de acordo com a programação da FCF, haverá transmissão ao vivo pela televisão. Deus meu, será que não dá para tirar da grade? Sim, certamente.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 13/02/2014

Filinto Holanda retorna ao Tiradentes pensando no Estadual de 2014

Sob comando do técnico, Tigre da PM chegou às semifinais do Campeonato Cearense em 2012. Filinto tentará repetir boa campanha

O Tiradentes contratou o treinador Filinto Holanda já pensando no Campeonato Cearense de 2014. O anúncio foi feito pelo próprio treinador por meio de uma rede social. Com Filinto Holanda, o Tigre conseguiu chegar às semifinais do Estadual em 2012, após vinte anos sem conseguir o feito.

Filinto Holanda, técnico do Baraúnas (Foto: Cézar Alves/Cedida)Filinto Holanda retorna ao Tiradentes para Campeonato Cearense 2014 (Foto: Cézar Alves/Cedida)

– Bom retornar ao clube que trabalhamos e fomos muito feliz no ano de 2012, levando o Tigre após 20 anos à semifinal cearense. Espero encontrar todos que fazem essa valorosa agremiação com muita disposição de trabalhar e levar o Tigre cearense a alcançar todos os seus e nossos objetivos – escreveu Filinto Holanda.

Nas semifinais do Campeonato Cearense, o Tiradentes acabou perdendo para Ceará pelos placares de 2 a 0 e 4 a 0. O Tigre também alimentou o sonho do acesso à Série C do Campeonato Brasileiro, mas foi derrotado pelo Botafogo-PB no Estádio Presidente Vargas, sendo eliminado da competição em setembro. Filinto Holanda tem passagens por Horizonte, Ferroviário, Crato e também Tigre da PM.

Tiradentes não resiste pressão do Botafogo-PB e é derrotado em João Pessoa

 

O Tiradentes perdeu para o Botafogo-PB por 2 a 1, no primeiro jogo da quartas de final da Série D. O duelo foi na noite desta segunda-feira (16), no estádio Almeidão.

Tigre sai na frente

Com um time mais recuado e explorando os contra-ataques, o Tiradentes saiu na frente. Aos 17 minutos, Índio recebeu passe, tirou do zagueiro e acertou o canto direito do goleiro Remerson.

Warley, duas vezes, vira para o Botafogo

O empate do Botafogo-PB saiu no início da etapa complementar. Aos 4 minutos, a bola foi cruzada na grande área do Tigre e Warley pegou de primeira. O atleta paraibano mandou no canto esquerdo do goleiro Fábio e deixou tudo igual no estádio Almeidão.

O Botafogo-PB pressionou todo o segundo tempo e aos 32min virou o jogo. Warley aproveitou cruzamento de Pio e marcou o segundo gol de cabeça.

Vitória simples no PV, garante o Tigre na Série C

O jogo de volta acontece no dia 22 de setembro, às 16h, no Presidente Vargas. A partida em Fortaleza vai definir o time classificado para a Série C em 2014, além de garantir vaga na fase da semifinal da competição nacional.

Por ter feito um gol fora de casa, uma vitória por 1 a 0 garante o Tigre na terceirona. Empate classifica o Botafogo-PB e vitória do Tiradentes por 2 a 1, a partida vai para os pênaltis.

Diário do Nordeste-Jogada-16/09/2013

Coluna do Tom Barros – 24/07/2013

 

Hora da superação
O Atlético/MG terá condições de mais uma vez superar as terríveis dificuldades que o esperam? Bem, pelo que vem acontecendo na atual Libertadores, máxime como foi a classificação do time mineiro diante do Tijuana/MEX e do Newell´s Old Boys/ARG, não se pode duvidar da capacidade de superação dos atleticanos. Mas, para que isso aconteça, Ronaldinho Gaúcho terá de mostrar o que não mostrou no Paraguai. Aliás, o Atlético como um todo, acordado, aceso. Muda o cenário, do Independência para o Mineirão. Preferia que fosse no Independência, onde o Atlético aproveitou o jeito de alçapão. Mas, tudo bem, a torcida brasileira espera por mais um milagre.

Nova feição
Ainda não é possível cobrar de Sérgio Guedes um Ceará perfeito. Mas já é possível dele exigir melhor produção. Os jogadores que chegaram em sua gestão (Marcos, Hamilton e Richely) não mostraram qualidade superior aos que já estavam em Porangabuçu. São basicamente do mesmo nível. Pelo menos até agora nada acrescentaram. Taí o desafio que terá o treinador. Se não melhorar no jogo diante do Paraná, a crise estará definitivamente estabelecida.

Escola
Vi as limitações do campo onde o Tiradentes está treinando. Foi mostrado no programa A Grande Jogada (TV Diário). O Belmino até mandou repetir as imagens, visando a dar detalhes das dificuldades dos atletas. Mas nem por isso os entrevistados, como o técnico Danilo Augusto e o meia Ribinha, alegaram algum motivo para justificar senões. Quando o time quer, tem propósito e compromisso, nada o detém. Eis o Tigre líder do A3, com muito mérito.

Poder da palavra
Hélio dos Anjos fala pelos cotovelos. Mas fala. Diz o que pensa, o que quer, o que faz. Se agrada, é outra coisa. Melhor o Hélio que fala e atende os repórteres do que os técnicos bobinhos que parecem estar fazendo um grande favor. Pior ainda: falam emburrados e, não raro, com algumas grosserias. Cabe ao Hélio transformar a retórica em ações positivas em campo. Por enquanto, o poder da palavra do treinador tem ficado à margem. É preciso que seus efeitos sejam sentidos logo. Se assim não for, comprometido ficará o trabalho do próprio autor.

Escolinhas da Vila. Há 36 anos o educador social, Paiva Filho, orienta meninos e meninas, de 7 a 16 anos, revelando atletas e formando cidadãos nas Escolinhas da Vila Manoel Sátiro. Domingo, 28, haverá a festa de encerramento das férias. O trabalho social avança, mas ainda carece de ajuda, especialmente a pública. O vereador Walter Cavalcante estará presente.

Exemplo
O cearense Flávio Araújo, quando estreou no comando técnico do Sampaio Correa, no dia 2 de junho, ganhou de goleada (5 a 1) do Brasiliense em São Luís. No time, Arlindo Maracanã de tantas passagens pelo futebol daqui. Depois em Campina Grande o Sampaio empatou com o Treze (1 x 1), ganhou (0 x 2) do Águia em plena Marabá, goleou em casa o Baraúnas (4 x 1) e hoje em São Luís recebe o Luverdense. É líder com 13 pontos e um jogo a menos que o Fortaleza.

Ascensões
Não sei a razão por que técnicos vitoriosos no Nordeste, assim como Flávio Araújo, não servem para os grandes do futebol cearense. Em 2011, Flávio Araújo já subira o América/RN para a Série B nacional. Ele foi campeão brasileiro pela Série D, no comando do Sampaio Correa em 2012. Sim, há algum tempo treinou o Fortaleza. Como perdeu três jogos, os tricolores não tiveram paciência e logo o demitiram. Paciência com técnico da terra, nem pensar…

“Demissão de treinador faz parte da rotina. Não temo. Já fui demitido na Arábia porque não escalei dois jogadores que o rei de lá queria”.
Hélio dos Anjos
Técnico do Fortaleza

 

Coluna redigida pelo jornalista Renato Maurício Prado para o jornal cearense Diário do Nordeste no dia 24/07/2013

Clubes cearenses aproveitam pausa e intensificam treinos

Ceará, Fortaleza, Icasa, Tiradentes e Guarany de Sobral não dão folgas aos jogadores e seguem com a preparação para os campeonatos

Enquanto três jogos da Copa das Confederações movimentam Fortaleza entre 15 e 30 de junho, os clubes cearenses intensificam a preparação o Campeonato Brasileiro, que está paralisado no período do evento que testa o País para a Copa do Mundo de 2014. Sob comando de Sérgio Guedes, o Ceará se reapresenta nesta quarta-feira (19), às 8 horas, em Porangabuçu.

Figueirense Ceará empate Tinga Mota (Foto: Divulgação/Ceará SC)
Último compromisso do Ceará foi no empate contra o Figueirense (Foto: Divulgação/Ceará SC)

Após empate em 1 a 1 contra o Figueirense, pela sexta rodada da Série B do Brasileiro, os alvinegros foram liberados por uma semana para descanso. O próximo duelo do Vovô será no dia 6 de julho, contra o Icasa, no estádio Romeirão, às 21 horas.

Já os jogadores do Fortaleza só retornam aos treinos na quinta feira (20), às 8h30m, no Pici. Os tricolores receberam folga depois de vencer o time do Rio Branco fora de casa. O Tricolor do Pici volta a campo no dia 6 de julho, contra o CRB, no Junco, às 16 horas.

– Agora é voltar com força para encarar a sequencia de jogos após a Copa das Confederações – declarou o técnico do Fortaleza, Hélio dos Anjos.

Rio Branco e Fortaleza se enfrentam na Arena da Floresta (Foto: João Paulo Maia)
Último jogo do Fortaleza foi contra o Rio Branco
(Foto: João Paulo Maia)

O Icasa retornou às atividades na tarde da última segunda-feira (17), sob o comando do novo técnico, Sidney Moraes. Os atletas que não atuaram na vitória contra o Atlético Goianiense se reapresentaram.

Além do novo técnico, mais dois reforços para a Série B foram apresentados:o zagueiro Bruno Perone e o volante Radamés. Na próxima rodada, o Verdão do Cariri encara o Vovô em casa.

 

Série D

A reapresentação do Guarany de Sobral foi na última quinta-feira. O time se reforçou com seis atletas que chegaram ao clube durante a paralisação da Copa das Confederações, entre eles o zagueiro Lima, o atacante Danilo Pitbull, Alberto, o volante Elilton (ex-Santo André) e Paulo Roberto (ex-Botafogo-SP) e Diego Teles, (Santa Cruz-RS) serão anunciados nos próximos dias.

Oliveira Canindé, Técnico do Campinense, Campinense, Campeonato Paraibano, Paraíba (Foto: Richardson Gray / Globoesporte.com/pb)
Oliveira Canindé é o novo técnico do Guarasol
(Foto: Richardson Gray / Globoesporte.com/pb)

O Guarasol ainda mudou o técnico. Argeu dos Santos saiu para a entrada de Oliveira Canindé. O clube ainda dispensou os atacantes Klinsmann e Kelson, o meia Abel Marinho, e o lateral-esquerdo Rick e Marcinho Guerreiro, que recebeu uma proposta do Moto Club.

– O Guarany não queria atrapalhar a carreira dele para frente – afirmou Helton Borba, gerente de futebol do clube.

Por fim, o Tiradentes se reapresentou nesta segunda-feira (17). O time volta ao trabalho treinando em até dois turnos, estando liberado somente no turno da tarde, no dia dos jogos da Seleção Brasileira. Há ainda um amistoso programado para o domingo (23), em Pindoretama, contra um misto de atletas da cidade, segundo o supervisor do Tigre da PM, Chicão. O clube tenta contratar um zagueiro para a equipe, mas ainda não tem nenhum nome certo para a posição.

O Guarasol enfrenta o Potiguar de Mossoró, enquanto o Tiradentes enfrenta o Ypiranga-PE. As partidas ocorrem no dia 7 de julho, após o término da Copa das Confederações.

Coluna do Tom Barros 25 de abril de 2013

 

O primeiro tempo
Ouvi atentamente declarações de vários jogadores do Ceará a respeito do jogo de hoje diante do Tiradentes. Interessante: a maioria se referiu ao trabalho que o adversário deu aos alvinegros no jogo de ida, mas apenas no primeiro tempo. Na fase final, o Tigre virou gatinho manhoso, inofensivo e padeceu goleada: 0 x 4. Terá sido uma exceção aquele segundo tempo? Pela própria expressão dos atletas, creio que sim. Bom, passou. Todos esperam agora um Tiradentes bravo nos dois tempos. E a boa campanha do Tigre autoriza expectativa assim.

Dois gols
Lulinha vem numa crescente. Já na vitória anterior sobre o Tiradentes, ele marcou dois gols na goleada por 4 a 0 para o Ceará. O Lula tem todos os motivos para repetir suas recentes e boas apresentações.

Zerar cartão
Esta questão de limpar cartão amarelo é justa, embora pareça manobra ilícita. Não raro, a soma dos dois cartões embute um injusto, indevido, aplicado pela arbitragem. O Ceará, que está com a zaga pendurada, tem todo o direito de limpá-la, sim.

Formação
É consenso: no Tigre há gente de qualidade. Fazem parte Fábio Lima, Bambu, João Neto, Manoelzinho, Ribamar, Dico… Mas esse grupo, apesar de bom, vacilou diante dos chamados grandes. Taí mais uma chance para tentar se impor.

“Voltei ao ritmo. E quero ajudar. O Tiradentes tem qualidade. O primeiro tempo no jogo de ida foi difícil. Agora é ter tranquilidade”.
Diego Orlando
Volante do Ceará

Oscilação
Sou fã incondicional do futebol de toques do Barcelona. Bonito, lembra os grandes times brasileiros: Santos de Pelé, Botafogo de Garrincha, Cruzeiro de Tostão… Mas a goleada sofrida diante do Bayern de Munique dá sinais de que a duradoura fase de seis anos de triunfos pode ser o sinal de uma decadência que se aproxima. É a vida.

Notas & notas
Hoje muda de idade meu querido amigo, médico Trajano de Almeida Filho. Exemplo de profissional e de ser humano, no melhor sentido cristão. Parabéns. ///O desportista Vanderley Coelho Viana, torcedor do Leão, comemora 40 anos de Fiec. /// Em Joatama, Gabriela Queiroz, princesa das embaixadas, aniversaria. Seu recorde segue intacto.

Futebol/Ecologia
Não consigo aceitar o nome fuleco dado ao mascote da Copa no Brasil. Vi o Ronaldão divulgando-o na Europa. Acho o nome feio. Disse na época, repito agora: certo teria sido chamá-lo mesmo de tatu-bola. Aí, sim, beleza. Alegam que fuleco é a junção de futebol e ecologia. Tudo bem: mas o resultado parece mais com fuleiragem. Não gostei.

Recordando. Ontem, lembrei a equipe da Ceará Rádio Clube na década de 1970. O chefe da equipe era Halmalo Silva, ótimo narrador que tinha vindo da Rádio Tupi do Rio. Eu fui levado para lá por iniciativa dele e formei ao lado dos Wilson Machado e Chico Gadelha. Anos depois, chegou Guilherme Pinho. Destino: Halmalo mora no Rio de Janeiro. Há alguns anos bati um papo com ele pelo telefone. Está aposentado, mas presta assessorias. Chico Gadelha cresceu na Rede Tupi. Chegou a ser diretor da emissora. Foi vitorioso advogado, promotor em várias comarcas e hoje é procurador de Justiça. Guilherme Pinho lamentavelmente foi vítima de brutal assassinato. No batente, no rádio e TV, somente eu continuo. E com saudades dos velhos amigos.

 

Coluna redigida pelo jornalista Tom Barros para o jornal cearense Diário do Nordeste no dia 25 de abril de 2013