Começa agora o programa A Grande Jogada com Wilton Bezerra,Tom Barros e Sebastião Belmino

Wilton Bezerra e Sebastião Belmino

As notícias do esporte apresentadas com o bom humor do cearense: assim é A Grande Jogada. Sebastião Belmino comanda a mesa dos melhores comentaristas esportivos do Estado para analisar o desempenho dos times, o dia a dia dos treinos e a movimentação dos bastidores nos clubes. Além disso, as competições do esporte amador também têm espaço garantido aqui.CLIQUE AQUI para assistir AO VIVO.

Assista agora ao programa A Grande Jogada com Sebastião Belmino , Tom Barros e Wilton Bezerra

Wilton Bezerra e Sebastião Belmino

As notícias do esporte apresentadas com o bom humor do cearense: assim é A Grande Jogada. Sebastião Belmino comanda a mesa dos melhores comentaristas esportivos do Estado para analisar o desempenho dos times, o dia a dia dos treinos e a movimentação dos bastidores nos clubes. Além disso, as competições do esporte amador também têm espaço garantido aqui.

CLIQUE AQUI para assistir AO VIVO

Tom Barros responde pergunta de Sebastião Belmino sobre uma influência do título da Copa do Nordeste no Clássico Rei de amanhã

Ceará Sporting ClubFortaleza Esporte Clube

 

Reflexos

Sebastião Belmino, grande Bel, pergunta que influência poderá ter na decisão de domingo o título ganho pelo Ceará na quarta. Entendo assim: deu moral ao Ceará, que vai no embalo de uma conquista de repercussão nacional, mas, de outra parte, o alvinegro carregará o elevado desgaste do eletrizante jogo com o Bahia, além, claro, do natural desgaste pós-jogo.

 

Tom Barros – Jogada -Diário do Nordeste – 01/05/2015

Coluna Tom Barros 02/02/2015

d

Alívio de tensões

O Fortaleza precisava vencer. Venceu. 5 a 1 no São Benedito. Calmante. Ontem o Leão dominou desde o início. Samuel, Maranhão, Uillian e Everton tiveram boas chances para definir tudo logo no primeiro tempo, mas o bom goleiro Fábio Lima pegou três e, numa delas, a bola foi para fora. O tímido São Benedito criou apenas duas chances com Wescley e França. Os dois primeiros gols do Leão vieram de pênalti que analiso no tópico abaixo. Pio converteu com precisão. Na fase final, com o gol de Everton (3 x 0) aos 40 segundos, o visitante quedou de vez. Samuel e Uillian ampliaram (5 x 0). Virou administração de resultado. França fez o gol de honra do São Benedito. Síntese: Fortaleza senhor absoluto, dono do jogo. Viu melhorar suas chances de classificação. Alívio de tensões. Alívio, apenas.

Recordando

1965. Rara formação do Ceará. A partir da esquerda (em pé): ? , Clóvis, Mangaba, Laudenir, ? , William Pontes. Agachados: Edilson Araújo, Dionir, Américo, Wellington e Gildo. Segundo Elcias Ferreira, o primeiro em pé à esquerda é J. Alves (não o J. Alves chamado de Zé Preguinho) e o goleiro é Jairo. Lembro do Jairo no Usina. Aguardo confirmação dos pesquisadores Eugênio Fonseca, Nirez Filho e Airton Fontenele.

Lances

Na minha interpretação não existiram os dois pênaltis que resultaram nos dois primeiros gols do Leão. O árbitro Carlos Custódio, a meu juízo, errou. E quando Custódio acertou ao marcar um outro pênalti em Uillian, derrubado dentro da área do São Benedito, o auxiliar Marco Aurélio entendeu diferente e sua informação fez Custódio mudar a decisão. Arbitrar é difícil.

Observações

Everton fez sua melhor apresentação desde que chegou. E coroou com belo gol. // O melhor do jogo foi Correa. /// Discreta a estreia de Dudu Cearense. // Pio ensinou como se bate pênalti: uma bomba certeira. // Uillian, o gol, a festa. Podem confiar neste jovem valor. Seu gol abrirá portas. /// Que bela surpresa o Maranguape montado por Mastrillo Veiga.

Sofrimento

De certa época para cá, ver Magno Alves bater pênalti tem sido uma agonia. Ainda bem que logo compensa ao assinalar gols em lances mais complicados. Mas os notáveis jogadores são assim mesmo: costumam alterar a natureza das coisas. Bater pênalti é teoricamente a maneira simples de converter em gol uma cobrança; não para Magno.

Goleiro

Há dias fiz referência a Fábio Lima como o melhor goleiro do Campeonato Cearense até aqui. Mas, depois disso, o goleiro Rafael do Quixadá pegou tudo diante do Fortaleza. E o goleiro Eliardo, apesar de tomar quatro gols do Ceará, deu show ao fazer incontáveis milagrosas defesas. É o campeonato dos goleiros.

É festa!

Belmino aniversaria hoje. Uma data especial porque faz dupla comemoração: 67 anos de idade e 50 anos de televisão. Da extinta TV Ceará – Canal 2 (Rede Tupi de Televisão) à TV Diário (Sistema Verdes Mares), meio século de ininterrupta atividade profissional do querido Bel. E tudo a fazer amigos, a brincar, a sorrir, a fazer sorrir, a amar e ser amado. Parabéns, Bel.

Embalo!

Deslanchou. Decolou. Explodiu. Qualquer uma dessas palavras define muito bem o atual momento de Assisinho, do Ceará. Os seis gols que marcou silenciam as vozes maledicentes. Diziam que, por ter vindo do Fortaleza, Assisinho não daria certo no alvinegro. E o ano de 2014, infeliz para o atleta, reforçou o pensamento dos pessimistas. Mas agora, com início brilhante, Assis ganha confiança, solta-se no ataque e tende a crescer no embalo de sua próprias conclusões.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 02/02/2015

Acompanhando a cobertura da TV Diário no segundo turno

Clique AQUI para acompanhar a cobertura da TV DIÁRIO no segundo turno da eleição para a prefeitura de Fortaleza .