Rede Record não paga prêmio, e Russo diz ter sido explorado contra Globo

Geraldo Luís e Russo no Domingo Show; ex-funcionário da Globo ainda não recebeu prêmio da Record

Por PAULO PACHECO, em 23/07/2014 · Atualizado às 05h46

Um mês após participação no Domingo Show, o ex-assistente de palco Russo, 83 anos, ainda não recebeu da Record o prêmio prometido no ar pelo programa de Geraldo Luís: R$ 10 mil em dinheiro e uma máquina de estampar camisetas. Antônio Pedro de Souza e Silva, o Russo, também reclama de ter sido usado pela Record para atacar a Globo, que o afastou do trabalho em abril por causa da idade avançada e de problemas de saúde.

Segundo pessoas próximas, Russo contava com a máquina para aumentar a renda e o cheque de R$ 10 mil para comprar uma casa. Os prêmios foram creditados pela Record à Compacta Print, anunciante do programa. Atualmente, o ex-funcionário da Globo e sua mulher, Adriana Melo, moram em uma propriedade alugada no Rio de Janeiro. Nos bastidores, a Record prometeu quitar o aluguel do imóvel até dezembro e cumpriu. O que foi ao ar como presente, entretanto, ainda não foi entregue.

O ex-assistente de palco confessou a conhecidos ter se sentido usado pela Record para falar mal da Globo, algo que ele não queria fazer por ser grato à casa onde trabalhou durante 46 anos. A emissora paga ao ex-funcionário um auxílio de R$ 2.408,00.

Durante a entrevista, Russo disse que a Globo havia cometido uma “covardia” ao dispensá-lo, e Geraldo Luís concordou, passando a imagem de que a emissora concorrente da Record é cruel.

Russo também reclamou para amigos o pouco caso da Record após a participação dele no Domingo Show, no dia 22 de junho. Antes de acertar a entrega dos prêmios, a produção do programa o embarcou rapidamente em um avião de volta ao Rio, tratamento bem diferente ao dado a ele anteriormente, quando a emissora o hospedou em um confortável hotel fazenda no interior de São Paulo.

Russo confidenciou que depois se arrependeu de conceder entrevista à Record. Cinco dias antes do programa, Geraldo Luís apareceu na casa dele sem aviso prévio, já com câmeras a postos.

Dias antes, Russo tinha recebido uma ligação de Celso Portiolli para combinar uma entrevista para o Domingo Legal, do SBT, porém teve que negar o convite porque a concorrente já apareceu gravando e oferecendo estada em hotel.

Procurada pelo Notícias da TV, a mulher de Russo, Adriana Melo, confirmou todas as informações, mas não quis comentá-las. Limitou-se a dizer que eles preferem não receber mais emissoras de TV em sua casa. Eles iriam participar do Agora É Tarde, da Band, na última semana, mas a gravação foi cancelada.

A Compacta Print nega as informações e diz que entregou os prêmios a Russo uma semana após a gravação do programa, o que Adriana Melo nega. A Record não se manifestou até a conclusão deste texto.

James Akel comenta que seria um bom negócio a Record contratar Russo

 

Palavras de Geraldo Luiz ontem no seu programa entrevistando o Russo, ex-assistente de palco da TV Globo, onde trabalhou com Chacrinha e Luciano.

“Eu não tenho canetada mas se eu tivesse faria a TV Record contratar”.

Pelo custo baixíssimo de seu salário e pelo fator de carisma agregado, seria um bom negócio tal contratação de personagem e acredito que a TV Record até pense em fazer.


 Escrito por jamesakel@uol.com.br às 13h14 no dia 24.06.2014

James Akel comenta que Russo poderá ser convidado para trabalhar na TV Record

 

Dia 4 de junho esta coluna sugeriu que a TV Record convidasse pra trabalhar ali o ex-funcionário da TV Globo, Russo, que trabalhou por 46 anos na TV Globo e foi dispensado em pleno exercício de trabalho competente e agora está passando por crise de depressão por não ter mais seu trabalho.

Neste domingo ele vai participar do programa de Geraldo Luiz.

Já é um começo que seria coroado de êxito se no ar fosse feito um convite pra Russo trabalhar no Domingo Show ali.


 Escrito por jamesakel@uol.com.br às 01h32 no dia 20.06.2014

“Não posso mais ir ao Projac”, reclama Russo após ser desligado da Globo

Antônio Pedro de Souza e Silva, popularmente conhecido como Russo, tem 83 anos e neste ano foi dispensado pela Globo, após 46 anos de serviços prestados.

Há pouco mais de dois meses, Russo foi comunicado da decisão da emissora sobre suas atividades: “Seu Russo, você está dispensado”. De lá para cá, foram apenas duas visitas ao Projac para resolver questões burocráticas.

“Não posso mais ir ao Projac. Agora só com autorização. Não posso mais entrar lá, meu crachá foi cancelado. Passo mal quando chego na portaria e tento passar meu crachá na roleta e não consigo entrar porque me proibiram. Vou para um canto e desabafo comigo mesmo. E me perguntam: ‘Russo, por que você está chorando aí?’. E digo que é porque não posso mais ver meus colegas e os estúdios. Meu coração fica triste. Gosto muito de trabalhar. Não gosto de ficar parado”, lamentou ele em entrevista ao UOL.

Russo foi animador de plateia de Chacrinha, Fausto Silva, Luciano Huck, Xuxa e Angélica e faz questão de frisar que só assiste à Globo. “Quando eu saio não sei o que eles (mulher e filhos) assistem, mas quando estou aqui a televisão só fica na Globo”, revela.

Hoje, Russo sobrevive com o dinheiro da aposentadoria que é de R$ 1,2 mil e mais R$ 2,4 mil que a Globo propôs lhe dar durante cinco anos, além de um plano de saúde. Russo ainda desembolsa quase R$ 1 mil só de aluguel e mais R$ 430 em remédios que toma diariamente.

“Minha vida está boa. O ruim é não ter uma casa. Fico meio nervoso. Meu sonho é ter uma moradia e deixar de pagar aluguel”, diz ele, que ganhava R$ 5 mil quando estava empregado.

Russo também falou bem dos apresentadores da casa, mas confessou ter vergonha de pedir ajuda. “A Globo é uma mãe, mas os apresentadores não me procuram mais. Quem eu sinto mais falta é o Luciano Huck. Ele é legal para caraca. Ele não sabe da minha situação. Se soubesse me ajudaria. Ele é muito amigo, um cara que ajuda muito. A Angélica e a Xuxa também me adoram. Só o Faustão que não gosta muito de carioca. Ele gosta mais dos paulistas”, fala.

O animador de plateia também relembrou seus tempos com o Velho Guerreiro, Chacrinha, diz que sente saudades e fala que hoje vê apenas Huck com condições para substituí-lo. “Dá muita saudade. O Chacrinha foi meu melhor amigo. Um cara muito legal, muito carinhoso com o público. Igual a aquele velho nunca vi. Acho que só o Luciano Huck poderia ficar no lugar dele. Ele é muito bom, faz aquele negócio de carro, de casa… Ajuda muita gente. Quem dera que ele me desse uma casa”, finaliza.

NaTelinha

James Akel critica desleixo da Rede Globo com o Russo

Após 50 anos, assistente de palco Russo deixa Globo

A demissão de Russo, o mais antigo assistente de palco do Brasil, que trabalhou com Chacrinha e estava em plenas condições físicas de trabalho, é mais uma atitude a ser debitada contra o chefão Schroeder da TV Globo.

Russo está com começo de depressão em sua casa, não sai pra nada e fica vendo a TV Globo o dia todo pra ver seus amigos.

Em 2008 um caso parecido aconteceu no SBT.

O então apresentador do tempo de nome Feliz, que participava do Aqui Agora, não teve seu contrato renovado com o fim do programa e ao invés de ser aproveitado no SBT Brasil, foi dispensado mesmo.

E seu salário era bem pequeno, mas sua força de trabalho era imensa e a marca dele no SBT também.

Mas na época o diretor de jornalismo de lá mandou ele embora e não quis aproveitar no jornalismo.

Feliz , que era apaixonado pelo Silvio, teve uma crise de depressão que se transformou em algo pior e ele morreu logo.

Tomara não aconteça o mesmo com Russo e ele consiga achar algo pra fazer.


 Escrito por jamesakel@uol.com.br às 09h09 no dia 04.06.2014

Aos 82 anos, Russo diz: “Vou morrer na Globo”

https://i2.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/a8149d165f9733bd31b432f983e7565e.jpg

 

Em entrevista ao jornal “Extra” deste domingo (14), Russo, 82 anos, contou que deseja voltar a trabalhar com Luciano Huck.

Dois anos atrás ele sofreu um infarto, colocou cinco pontes de safena e ficou dois meses internado.

Ao jornal, ele afirmou que leva duas horas para chegar de ônibus à Globo e ama o que faz. “Acho que Deus gosta de mim. Sou um cara realizado no que faço. Se um dia a Globo me mandar embora, eu morro”, disse.

Russo teve pressão alta recentemente e precisou ser levado às pressas a um hospital próximo à emissora. “Vou morrer na Globo”, acredita Russo.

Na época que trabalha com Xuxa, ele conheceu Adriana, com quem é casado há nove anos. Ela é 50 anos mais jovem que Russo e fã da apresentadora.

Atualmente o casal mora em uma casa alugada de dois andares. “Queria ter uma casa, mas não consigo. Mas nunca pedi ajuda a ninguém para isso”, afirmou Russo ao jornal.

NaTelinha

“Salve Jorge”: Rosângela vê Morena no aeroporto da Turquia e conta para Russo

https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/55cacba9f8f26470b645a6dabe1f1a54.jpg

Divulgação

Morena (Nanda Costa) vai voltar para a Turquia, conforme matéria já publicada pelo NaTelinha. Ela vai ajudar a polícia nas investigações contra o tráfico de pessoas.

Mas a filha de Lucimar (Dira Paes) terá uma surpresa bem ruim ao desembarcar no país.

Ela vai chegar justamente no dia em que Rosângela (Paloma Bernardi) está no aeroporto esperando a chegada de novas vítimas da quadrilha.

Ao ver Morena, a vilã resolve contar tudo para Russo (Adriano Garib).

O segurança informa a Irina (Vera Fischer), que vai até o aeroporto pegar Morena. “Ela vai ter uma surpresa”, diz o vilão.

“Salve Jorge” vai ao ar logo após o “Jornal Nacional”.

NaTelinha

‘Pobre de quem não consegue voar’, diz Gloria Perez sobre críticas a furos em ‘Salve Jorge’

Há alguns dias, no Twitter, um fã de “Salve Jorge” escreveu: “As pessoas vêem novela pra criticar, achar problema e defeito, não por entretenimento! Uma pena, né?” Gloria Perez acrescentou ao comentário: “Pobre de quem não consegue voar!”

A autora tem razão, em parte. Creio que todo mundo assiste novela para se divertir e “voar”. Mas há, entre estes, aqueles que esperam lógica e coerência na fantasia. Diante de uma trama realista, escorada em “fatos reais”, não me parece um desejo despropositado querer se divertir, mas ao mesmo tempo não aceitar ser ludibriado pela falta de sentido de algumas passagens da novela.

Faço esta introdução para dizer que mais uma vez recebo e-mails e mensagens de leitores irritados com cenas de “Salve Jorge” que desafiam a lógica.

No capítulo do dia 21/2, Rosângela foi enviada por Russo ao necrotério para reconhecer o corpo de Morena, desaparecida depois de um atentado em Istambul. Chegando lá, a moça viu o corpo, mas não o reconheceu e informou ao legista que não era o de sua amiga. De volta à boate, mentiu para Russo e Irina, dizendo que, sim, o corpo era de Morena.

Uma semana depois, na quinta-feira, 28, Russo diz a Irina: “A gente conseguiu descobrir onde a Morena foi enterrada.” Em segunda,telefona para Lívia e ouvimos a vilã dizer: “Localizaram? O registro só tem o nome de Morena? Sem sobrenome? Não, claro. Rosangela, quando reconheceu o corpo, só sabia que ela se chamava Morena. Não, mas é o suficiente pra mim. Agora tenho que fazer essa notícia chegar até a imprensa.”

Como Russo pode ter descoberto onde foi enterrada uma “Morena” se Rosângela não reconheceu o corpo diante do legista? Essa é a pergunta que me fazem os leitores Tiago André e Beth Depolli.

Vários leitores também reclamam que no capítulo de quinta-feira, 28, Morena apareceu em uma cena sem barriga e, instantes depois, com barriga. A personagem está grávida. O mesmo tipo de problema de continuidade já havia sido notado em relação ao penteado da personagem, que surgiu diferente num mesmo dia.

A explicação é que Nanda Costa gravou cenas in loco, na Turquia, antes do início da novela, e estas cenas tem sido exibidas em meio a outras, gravadas atualmente, em estúdio.

 

O sumiço de Yuri, gatinho do vilão: drama ou comédia em “Salve Jorge”?

Eu me esforço, mas não consigo levar a sério a quadrilha que explora o tráfico internacional de mulheres em “Salve Jorge”. Com frequência, me pego rindo das situações dramáticas que os vilões enfrentam e das frases que são obrigados a falar.

No capítulo desta terça-feira (26), a heroína Morena foi vista dizendo: “É uma quadrilha muito perigosa”. Referia-se a Russo (e seu gatinho Yuri), a Irina, que raramente se levanta, a Livia, que não mexe o pescoço quando fala, e a Wanda, sempre sorridente.

A fala de Morena soou ainda mais cômica porque foi dita bem no capítulo em que Gloria Perez mostrou uma vingança cometida contra Russo. A ideia foi de Waleska, uma das garotas mantidas presas numa boate em Istambul. Sabe o que ela fez? Waleska escondeu o gatinho de estimação do vilão e outra garota disse que viu um gato persa morto na rua. Russo quase desmaiou, enquanto as meninas morriam de rir.

Foram cenas e cenas dedicadas ao gatinho. Enquanto Russo mobilizava seus capangas para procurar o bicho, e Irina permanecia sentada, Livia e Wanda tinham uma conversa muito séria. “Todos nós somos dispensáveis uns para os outros”, disse a vilã-mor, antes de emendar: “Bom, vou fazer minha unha”. Ah, e Yuri foi encontrado.

 

Maurício Stycer