Sistema prisional do RN registra nova fuga e mais duas mortes de presos

Em Natal, preso foi levar lixo para fora do CDP de Candelária e não voltou.
Já em Parnamirim e em Caraúbas, detentos foram encontrados mortos.

Bandeira do estado do Rio Grande do Norte

CDP de Candelária, na Zona Sul de Natal (Foto: Eduardo Rodrigues/Inter TV Cabugi)

CDP de Candelária, na Zona Sul de Natal (Foto: Eduardo Rodrigues/Inter TV Cabugi)

A tarde e a noite desta sexta-feira (24) foram movimentadas no sistema prisional potiguar. Segundo a Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape), um detento escapou pela porta da frente do Centro de Detenção Provisória de Candelária, na Zona Sul de Natal, e dois detentos foram encontrados mortos: um no CDP de Parnamirim, que fica na região Metropolitana da capital, e o outro na Cadeia Pública de Caraúbas, na região Oeste. Em ambos os casos, sindicâncias serão instauradas para apurar as eventuais responsabilidades.

Luciano Amaral Bezerra (Foto: Divulgação/Sejuc)
Luciano Amaral Bezerra (Foto: Divulgação/Sejuc)

Diretor da Coape, Zemilton Silva contou ao G1que a fuga no CDP de Candelária aconteceu por volta das 20h30. O detento que escapou foi identificado como Luciano Amaral Bezerra, de 42 anos, mais conhecido como ‘toupeira’. Preso por tráfico de drogas, ele trabalhava na limpeza da unidade. “Após uma faxina, ele foi levar o lixo para fora e não voltou”, relatou.

Quanto a responsabilidades pela fuga, Zemilton ressaltou que a equipe de plantão deverá ser ouvida durante a sindicância, pois mesmo sendo considerado de confiança, “o preso jamais deveria ter deixado a unidade sem supervisão”.

Com a fuga de ‘toupeira’, chega a 250 o número de presos que já escaparam do sistema prisional em 2016. Alguns foram recapturados, mas nem a Secretaria de Justiça (Sejuc) nem a Secretaria de Segurança Pública (Sesed) sabem precisar a quantidade de fugitivos que retornaram aos presídios.

Enforcados
A morte no CDP de Parnamim foi registrada por volta das 12h, momento em que o corpo de Igor Alves da Silva, de 19 anos, foi encontrado dependurado pelo pescoço. Preso por receptação de material roubado, o rapaz havia chegado na unidade dois dias antes. Zemilton explicou que somente a perícia da polícia técnica porderá atestar se o detento tirou a própria vida ou se foi vítima de um homicídio. De acordo com a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o preso tinha marcas de unhas no pescoço.

Diretor do CDP, João Victor fez questão de ressaltar que a unidade não possui histórico de fugas e que passou ilesa pelas rebeliões que aconteceram em março do ano passado.

Já na Cadeia Pública de Caraúbas, a vítima foi Wanderson Bruno Martins de Freitas. “O preso foi encontrado durante uma revista estrutural na unidade. Estava dependurado pelo pescoço dentro de um banheiro”, disse o diretor Sérgio Idelfonso. A polícia trabalha com a possibilidade de assassinato.

15 mortes em 2016
Com as mortes destes dois detentos, chega a 15 o número de presos encontrados mortos dentro de unidades prisionais do Rio Grande do Norte apenas em 2016.

Sistema em calamidade
O sistema penitenciário potiguar não passa por um bom momento. E faz tempo. Em março de 2015, após uma série de rebeliões em várias unidades prisionais, o governo decretou estado de calamidade pública e pediu ajuda à Força Nacional. Para a recuperação de 14 presídios, todos depredados durante os motins, foram gastos mais de R$ 7 milhões. Tudo em vão. As melhorias feitas foram novamente destruídas. Atualmente, em várias unidades, as celas não possuem grades e os presos circulam livremente dentro dos pavilhões.

 

G1.COM.BR

Com celular na mão, preso é fotografado no maior presídio do RN

Flagrante foi feito no pavilhão 4 da Penitenciária Estadual de Alcaçuz.
Detento já foi identificado e será punido, mas celular ainda não foi encontrado.

Bandeira do estado do Rio Grande do Norte

Segundo a direção de Alcaçuz, fotos que mostram preso fazendo uso de um aparelho celular foram feitas do alto de uma das guaritas da unidade (Foto: Divulgação/Tribuna do Norte)

Segundo a direção de Alcaçuz, fotos que mostram preso fazendo uso de um aparelho celular foram feitas do alto de uma das guaritas da unidade (Foto: Divulgação/Tribuna do Norte)

Um preso foi flagrado fazendo uso de um aparelho celular dentro da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do Rio Grande do Norte. Fotos da cena foram cedidas ao jornal Tribuna do Norte, que publicou as imagens. O preso que aparece usando o telefone já foi identificado, mas o celular ainda não foi encontrado.

Diretor de Alcaçuz, Ivo Freire disse ao G1 que dois procedimentos serão adotados com relação ao fato. “As fotos foram tiradas de uma das guaritas, e o flagrante não foi imediatamente comunicado à direção ou aos agentes de plantão. Isso será apurado. E a segunda coisa a fazer nós já fizemos, que foi identificar o preso que aparece nas imagens. Agora vamos encontrar o celular”, explicou.
Segundo a Sejuc, José Janildo Souza Lima vai responder sindicância (Foto: Divulgação/Sejuc)
Segundo a Sejuc, José Janildo Souza Lima vai
responder sindicância (Foto: Divulgação/Sejuc)

O secretário de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, disse que o preso chama-se José Janildo Souza Lima. “Ele foi retirado do pavilhão e responderá sindicância conforme a Lei de Execução Penal. A falta grave”, afirmou.

Segundo o jornal, as fotos foram feitas nesta sexta-feira (10). O diretor, no entanto, não sabe dizer se a informação procede. “Não tenho ideia quando foi feita, mas foi tirada da guarita e passada sem que comunicassem a ninguém. O guarda responsável pela guarita deveria ter comunicado o fato no mesmo instante, o que não aconteceu”, ressaltou.

Marcas de pneus revelam intensa movimentação da guarda após a fuga; à noite, imagens mostram iluminação precária e o buraco por onde os presos passaram (Foto: Divulgação/PM)
Marcas de pneus revelam que houve intensa movimentação da guarda após a fuga ocorrida na quarta-feira à noite; imagens também mostram a iluminação precária e o buraco por onde os presos passaram (Foto: Divulgação/PM)

Fugas históricas
Nesta semana, a Penitenciária Estadual de Alcaçuz registrou mais um fato histórico: a terceira maior fuga desde que foi inaugurada, em 1998. Foi na noite da quarta-feira (8), ocasião em que 33 detentos passaram por um buraco escavado no pé do muro, próximo de uma guarita desativada. A quantidade e os nomes dos fugitivos só foram revelados nesta sexta (10).

A maior fuga de Alcaçuz aconteceu no dia 20 de janeiro de 2012. Ao todo, 41 detentos escaparam das celas, que estavam sem cadeados, e passaram por cima do muro do chamado Pavilhão 5, onde hoje funciona o Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga. A segunda maior fuga da unidade aconteceu no dia 22 de abril de 2015, quando 35 presos escaparam por um túnel escavado a partir do pavilhão 2 da unidade.

Sistema em calamidade
O sistema penitenciário potiguar não passa por um bom momento. E faz tempo. Em março de 2015, após uma série de rebeliões em várias unidades prisionais, o governo decretou estado de calamidade pública e pediu ajuda à Força Nacional. Para a recuperação de 14 presídios, todos depredados durante os motins, foram gastos mais de R$ 7 milhões. Tudo em vão. As melhorias feitas foram novamente destruídas. Atualmente, em várias unidades, as celas não possuem grades e os presos circulam livremente dentro dos pavilhões.

Além das unidades depredadas e da superlotação, a violência e as fugas também se tornaram problemas constantes para o Estado. Somente este ano, 12 detentos morreram dentro dos presídios e 249 já escaparam do sistema. Alguns foram recapturados, mas nem a Secretaria de Justiça (Sejuc) nem a Secretaria de Segurança Pública (Sesed) sabem precisar a quantidade de fugitivos que retornaram aos presídios.

 

G1.COM.BR

Falha em adutora interrompe abastecimento em Ouro Branco, RN

Ouro Branco está sem fornecimento de água desde o fim de semana.
Companhia estabeleceu prazo de 48h para restabelecer abastecimento.

Bandeira do estado do Rio Grande do Norte

Uma falha técnica em uma adutora interrompeu o abastecimento da cidade de Ouro Branco, no Seridó potiguar. De acordo com a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern), a interrupção no abastecimento aconteceu neste fim de semana.

Segundo uma nota divulgada pela Caern, a falha foi identificada na adutora que transporta água da Estação de Tratamento de Águas até o reservatório da cidade.

A companhia estabeleceu um prazo de 48h a partir desta terça-feira (7) para restabelecer o abastecimento na cidade. Equipes já estão trabalhando no reparo do equipamento para que o abastecimento possa ser regularizado.

 

G1.COM.BR

Agentes apreendem celulares, facas e droga na Cadeia Pública de Natal

Intervenção foi realizada na tarde desta segunda-feira (6).
Ao todo, 14 celulares, 25 carregadores e 7 facas artesanais foram apreendidas.

Bandeira do estado do Rio Grande do Norte

Facas, celulares, carregadores e uma pequena quantidade de drogas foram apreendidos na Cadeia Pública de Natal (Foto: Divulgação/ Sejuc)

Facas, celulares, carregadores e uma pequena quantidade de drogas foram apreendidos na Cadeia Pública de Natal (Foto: Divulgação/ Sejuc)

Celulares, carregadores e facas artesanais foram apreendidas durante uma intervenção realizada no Presídio Provisório Professor Raimundo Nonato, também conhecida como Cadeia Pública de Natal, localizada na Zona Norte da capital Potiguar. De acordo com a Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania do estado (Sejuc), a intervenção foi realizada na tarde desta segunda-feira (6).

De acordo com a assessoria de comunicação da Sejuc, a intervenção foi realizada pelos agentes penitenciários da unidade com o auxílio do Grupo de Operações Especiais (GOE).

Ao todo, 14 celulares, 25 carregadores, sete facas artesanais  e uma pequena quantidade de maconha foram apreendidas nas celas

Ainda de acordo com a assessoria, a intervenção já estava agendada para esta segunda-feira e faz parte da nova política de intensificação de revistas às unidades prisionais.

Intervenção foi realizada por agentes penitenciários da unidade com auxílio do GOE (Foto: Divulgação/ Sejuc)
Intervenção foi realizada por agentes penitenciários da unidade com auxílio do GOE
(Foto: Divulgação/ Sejuc)
G1.COM.BR

Natal perde posto de cesta básica mais barata entre capitais, diz Dieese

Levantamento considera valores registrados em maio deste ano.
De acordo com o Dieese, 17 das 27 capitais brasileiras registraram aumentos.

Bandeira do estado do Rio Grande do Norte

Feijão está mais caro nos supermercados de Ribeirão Preto (Foto: Antônio Luiz/EPTV)

Feijão sofreu o maior aumento entre os produtos que
compõem a cesta em Natal (Foto: Antônio Luiz/EPTV)

Natal não tem mais a cesta básica mais barata entre as capitais brasileiras. É o que aponta o levantamento realizado pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) divulgado nesta segunda-feira (6). De acordo com o levantamento do Dieese, que leva em consideração dados colhidos em maio, Natal foi superada por Rio Branco, capital do Acre.

De acordo com o estudo, 17 das 27 capitais brasileiras registraram aumento no preço das cestas básicas no mês de maio. Natal sofreu um pequeno aumento, de 0,90%, fechando o mês com um preço médio de R$ 337,49. Enquanto isso, Rio Branco registrou uma redução de 2,49% no valor da cesta básica, fechando o mês com a cesta básica comercializada a R$ 335,31.

Os produtos que mais contribuíram para o aumento do valor da cesta básica em Natal foram o feijão (10,57%), a farinha (6,08%) e a manteiga (4,40%). Enquanto isso, a queda nos valores do tomate (-7,02) e açúcar (-2,40%) impediram um aumento mais relevante no preço global da cesta na capital potiguar.

Segundo o estudo do Dieese, considerando os valores de maio de 2016, o salário mínimo necessário para a manutenção de uma família de quatro pessoas deveria equivaler a R$ 3.777,93, mais de quatro vezes mais do que o salário mínimo vigente, de R$ 880,00.

 

G1.COM.BR

Justiça Federal do RN condena médico a ressarcir R$ 111 mil no RN

Médico foi condenado por não cumprir cargas horárias definidas em contratos.
Profissional deveria cumprir 40h semanais em 2 municípios e só cumpria 24h.

Bandeira do estado do Rio Grande do Norte

A Justiça Federal do Rio Grande do Norte condenou um médico que prestava serviços no Programa Saúde da Família (PSF) no estado por enriquecimento ilícito. O médico foi condenado a ressarcir R$ 111 mil aos cofres públicos e pagar multa de R$ 5 mil por descumprir a carga horária prevista em contrato nos dois municípios em que trabalhava. A decisão ainda cabe recurso.

De acordo com a ação do Ministério Público Federal que resultou na condenação, o médico possuía dois contratos com prefeituras de municípios do alto Oeste potiguar. No entanto, nos dois casos, o médico só cumpria uma jornada de trabalho de 24h semanais, enquanto, por contrato, deveria cumprir 40h.

Ainda segundo o MPF, o profissional assinou o primeiro contrato com a prefeitura de São Francisco do Oeste, em agosto de 2012. Entre o início e o término do contrato, o médico recebeu uma quantia mensal de R$ 12 mil. O segundo contrato foi firmado com a cidade de São Miguel em janeiro de 2013, enquanto o médico ainda prestava serviço em São Francisco de Oeste. Por este contrato, o médico recebeu mensalmente, até dezembro de 2013, R$ 10.400.

A ação do MPF apontou que “o réu jamais prestou a jornada do programa federal em qualquer das unidades de saúde. Em São Francisco do Oeste somente atendia às quintas e sextas-feiras, das 7h às 17h; e no PSF de São Miguel, comparecia apenas às terças e quartas-feiras, das 7h às 17h, conforme depoimento do próprio réu”.

Ao todo, o MP calculou que o prejuízo total gerado pelo médico é de R$ 111.227,60. Apenas em São Francisco do Oeste o prejuízo foi de R$ 60.384,08, uma vez que das 160 horas mensais previstas no contrato, o médico cumpria somente 96. Já em São Miguel, por prestar também somente 96 horas mensais, o prejuízo acumulado foi de R$ 50.843,52.

Em seu depoimento à Justiça, o médico admitiu que trabalhava apenas 24h por semana, mas alegou que desconhecia a jornada prevista nos contratos. “Acerca da acusação, o réu afirmou que prestava serviços dois dias por semana em cada Município e que essa carga horária tinha sido acordada com a Secretária de Saúde do Município de São Francisco do Oeste e com o Prefeito de São Miguel”, relata a sentença, de autoria da juíza federal Moniky Mayara Dantas.

G1.COM.BR

Criminosos postam fotos em rede social com fuzil AK-47 e espingardas

Fotos circulam no Whatsapp; em uma aparece escrito ‘Natal’ com munições.
Sesed informou que está apurando os fatos.

Bandeira do estado do Rio Grande do Norte

Fotos com criminosos armados circulam nas redes sociais (Foto: Reprodução)

Fotos com criminosos armados circulam nas redes sociais (Foto: Reprodução)

Criminosos de Natal já não fazem questão de esconder o rosto e até posam para fotos com armas e drogas. Imagens postadas em redes sociais e que circulam no Whatsapp mostram cinco homens armados – um deles com um fuzil AK-47. Em uma das fotos há a sigla de uma facção criminosa e a palavra “Natal” escrita com munição.

Fotos circulam nas redes sociais (Foto: Reprodução)
Fotos circulam nas redes sociais
(Foto: Reprodução)

A Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) informou que tomou conhecimento do fato e que o serviço de Inteligência já está apurando a veracidade das informações. “A Sesed comunicou ainda que a Polícia Militar também está com operações em andamento intensificando o policiamento nas possíveis áreas onde as imagens foram captadas”.

Por fim, a secretaria comunicou que em 2016 foram apreendidas cerca de 500 armas de fogo no Rio Grande do Norte.

O fuzil de assalto AK-47 surgiu nna União Soviética em 1947 e é fuzil mais fabricado do mundo. É conhecido pela facilidade de produção em massa, operação e manutenção, além de estabilidade em baixas e altas temperaturas. De acordo com especialistas, o AK-47 tem a fabricação de baixo custo e pode disparar 600 tiros por minuto.

 

G1.COM.BR

Motorista de veículo que colidiu com carro da PM morre em Guamaré, RN

Tilson Baltazar da Costa, 72, foi socorrido, mas morreu no hospital.
Acidente aconteceu na BR-406, em Guamaré, nesta quarta-feira (1º).

Bandeira do estado do Rio Grande do Norte

Veículos colidiram na BR-406, próximo a cidade de Guamaré, no Oeste potiguar (Foto: Josivan Dantas)
Veículos colidiram na BR-406, próximo a cidade de Guamaré, no Oeste potiguar (Foto: Josivan Dantas)

O motorista do carro que bateu em um veículo da Polícia Militar na BR-406, em Guamaré, no Oeste potiguar, morreu na tarde desta quarta-feira (1º). O homem chegou a ser socorrido até o Hospital Regional de Guamaré, mas não resistiu aos ferimentos.

De acordo com informações do hospital, a vítima foi identificada como Tilson Baltazar da Costa, de 72 anos. Segundo o hospital, ele sofreu fratura no fêmur e traumatismos craniano e torácico.

Segundo a PM, o acidente aconteceu por volta das 11h desta quarta, no distrito de Baixa do Meio, em Guamaré. O condutor do carro de passeio teria entrado na pista oposta e batido de frente no carro da PM.

No momento da colisão, dois policiais militares estavam no outro carro. Eles também foram socorridos para o Hospital Regional de Guamaré e, segundo o próprio hospital, foram transferidos para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal. Um dos PMs teria fraturado um dedo e tido uma luxação, enquanto o outro sofreu escoriações leves e se queixou de dores torácicas.

Segundo a PM, carro de passeio entrou na contramão e acerto a viatura (Foto: Josivan Dantas)
Segundo a PM, carro de passeio entrou na contramão e acerto a viatura
(Foto: Josivan Dantas)
G1.COM.BR

Governador em exercício sanciona estatuto do Itep/RN

Governador em exercício, Fábio Dantas sancionou o estatuto nesta terça (31).
Categoria cobrava aprovação do ato há 9 anos; não haverá aumento salarial.

Bandeira do estado do Rio Grande do Norte

Governador em exercício sancionoi estatuto do Itep (Foto: Sinpol)
Governador em exercício sancionou estatuto do Itep (Foto: Sinpol/RN)

O Governador em exercício do Rio Grande do Norte, Fábio Dantas, sancionou na tarde desta terça-feira (31) a Lei Orgânica do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep). O estatuto da categoria foi aprovado pela Assembleia Legislativa na manhã desta terça e já está em vigor. O órgão, inclusive, passará a ser denominado de Instituto Técnico de Perícia.

Para o Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública (Sinpol), a aprovação é uma vitória para a categoria, que esperava pelo ato há 9 anos. Além de regulamentar e moralizar o órgão, o estatuto possibilita a realização de um concurso público em caráter de urgência.

“Com o estatuto em vigor, se regulamentam os cargos existentes e se abre a necessidade de criação de novas funções dentro do órgão, atividades que até então vem sendo exercidas de forma improvisada”, ressaltou Renata Pimenta, diretora do Sinpol.

Contudo, segundo ela, não haverá qualquer reajuste salarial. “Não haverá aumento nem serão criadas novas gratificações. A Lei de Responsabilidade Fiscal não permite neste momento qualquer ônus a mais ao Estado. Isso tudo já foi discutido durante a elaboração do estatuto”, ressaltou.

Atualmente, o Itep possui 450 servidores. Aqueles que estão lá há mais de 3 anos e que não se encontram em desvio de função serão incorporados, ou seja, relotados.”O Itep é um órgão pericial que existe há mais de 80 anos e que apenas agora possui uma legislação própria e que certamente trará moralidade e legalidade ao órgão. Ganha a sociedade e os servidores do Itep”, ressalta Paulo César, presidente do Sinpol.

Sede do Itep do Rio Grande do Norte, em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Sede do Itep do Rio Grande do Norte, em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
G1.COM.BR