Renato Maurício Prado comenta volta de Ricardo Gomes como treinador

Torcida a favor

Ricardo Gomes foi um excelente zagueiro e, desde esses tempos, uma das pessoas mais sérias, trabalhadoras, inteligentes e honestas do futebol, qualidades, infelizmente, cada vez mais raras no mundo atual. Retomando a carreira de treinador, no Botafogo, aposto, até quem não é alvinegro está torcendo pelo seu sucesso — e pela sua saúde.

Renato Maurício Prado – O GLOBO – 24 de julho de 2015

 

Com lista do Cruzeiro em mãos, Vasco avalia possíveis reforços

René Simões passa a Ricardo Gomes e Paulo Autuori ‘seis ou sete nomes’ que podem ser emprestados. Wellington Paulista está descartado

Renê Simões coletiva Vasco (Foto: Ivo Gonzalez / Agencia O Globo)

René Simões: análise de nomes do Cruzeiro
(Foto: Ivo Gonzalez / Agencia O Globo)

René Simões esteve em Belo Horizonte na última sexta-feira. Retornou ao Rio de Janeiro tendo em mãos uma lista com jogadores do Cruzeiro à disposição do Vasco para empréstimo. O acordo fez parte da transferência do zagueiro Dedé de São Januário para a Toca da Raposa. No entanto, segundo o diretor executivo cruz-maltino, os jogadores serão avaliados pelo diretor técnico Ricardo Gomes e o treinador Paulo Autuori.

– Não existe obrigatoriedade de vir jogador algum se o Ricardo e o Paulo não quiserem. A lista foi colocada, e eles verão de acordo com o que pretendem para a montagem do elenco. São seis ou sete nomes no total – explicou René.

O dirigente confirmou que Wellington Paulista era um dos nomes disponibilizados pelo Cruzeiro. No entanto, lembrou que André era o nome preferido pela comissão técnica para a posição. Dessa forma, o atacante atualmente emprestado ao West Ham, da Inglaterra, foi descartado.

René Simões preferiu não comentar o possível acerto com o meia colombiano Santiago Montoya, do All Boys, da Argentina. Além disso, demonstrou que as negociações com o zagueiro Rafael Vaz, do Ceará, esfriaram.

– Isso está demorado. Estamos conversando com o procurador dele, mas também já estamos olhando outras opções. De qualquer maneira, precisamos de zagueiros, isso é determinante. O número que temos atualmente não é o suficiente – disse o diretor vascaíno.

Renato Maurício Prado comenta Vasco 0 x 1 Bangu

Já o Vasco voltou a perder. Após três rodadas perfeitas, o Gigante da Colina foi batido no clássico para o Flamengo e hoje acabou derrotado, em casa, pelo Bangu, por 1 a 0. Desta vez, o time de Gaúcho jogou muito mal. E Dedé voltou a ser facilmente superado por um atacante veloz (no caso, Hugo) e o meio-campo, sem Carlos Alberto, mostrou-se completamente incapaz de criar boas jogadas de ataque. Com nove pontos, os cruz-maltinos ainda estão em segundo lugar em sua chave, mas o próximo adversário é o Fluminense – e uma terceira derrota consecutiva pode acabar criando uma crise em São Januário.

Estará a carruagem do Vasco virando abóbora? A conferir nas próximas rodadas.

 

Coluna redigida pelo jornalista Renato Maurício Prado para o jornal carioca O GLOBO no dia 03 de fevereiro de 2013

Renato Maurício Prado comenta a atual função de Ricardo Gomes no Club de Regatas Vasco Da Gama

“Não vou ficar no campo e não darei treino. Vou chegar cedo e sair tarde. Estarei em todos os jogos. O treinador é o Gaúcho e sou o diretor técnico. A responsabilidade pelo resultado pode colocar na minha conta, mas preciso do Gaúcho pelo seu bom trabalho. Se não der certo, a responsabilidade é minha. Não dá para trabalhar no banco de reservas. Tenho dificuldades para andar e não poderia dar treino. Isso seria ridículo. O Vasco está na frente. Isso é o que interessa”, afirmou.

As palavras de Ricardo Gomes, transcritas em reportagem do UOL, mostram que ele está absolutamente lúcido e continua a ser um dos personagens mais inteligentes e interessantes do nosso futebol.

Até discordo de sua opção por Gaúcho (eterno interino no Vasco), mas a entendo. Ricardo não quer assumir o comando geral do futebol sem lhe dar uma chance. Não aposto muito no sucesso do atual treinador, mas aposto, sim, que Ricardo Gomes será um grande diretor técnico.

Que bom tê-lo de volta, campeão. E no lugar mais adequado atualmente .