Inaugurado há um ano, hospital no Ceará ainda não recebe pacientes

Hospital Regional do Sertão Central custou R$ 87,7 milhões.
Unidade deveria estar funcionando desde o primeiro semestre de 2015.

Bandeira do estado do Ceará

Inaugurado há um ano, o Hospital Regional do Sertão Central do Ceará, na cidade de Quixeramobim, nunca recebeu um paciente sequer. O hospital foi construído para atender os moradores de 21 municípios do Sertão Central. No aniversário de um ano da inauguração, em vez de festa, protesto dos moradores: 365 cruzes simbolizando cada dia sem atendimento.

Localizado a cerca de 200 quilômetros de Fortaleza, a solenidade de inauguração, ocorrida em 28 de dezembro de 2014, foi comandada pelo então governador Cid Gomes que, ao lado do então Secretário de Saúde do Estado, Ciro Gomes, garantiu que o equipamento que custou R$ 87,7 milhões estaria  funcionando no primeiro semestre de 2015.

De acordo com a Secretaria de Saúde do Estado, para que o hospital funcione, é necessário concluir 4% restantes da obra. Além disso, o Governo do Estado ainda está negociando com o Ministério da Saúde para que arque com a metade dos custos do hospital. Ainda segundo a Secretaria, há, ainda, a questão de abastecimento de água, que só será resolvida com a construção de uma adutora que também vai abastecer o município.

Sem o hospital, a funcionária pública Ana Maria da Silva precisou viajar até Fortaleza para fazer uma cirurgia para retirada de pedra nos rins. “É uma cirurgia simples, que poderia ser feita lá. E o gasto foi muito grande durante esse período todo, a procura de um especialista para descobrir realmente o que eu tinha”, lamenta.

O médico Walmir Pontes, que atende pacientes da rede pública de saúde, explica o risco que os pacientes correm neste deslocamento até a capital cearense. “As ambulâncias passam na porta de um monumento como esse pra ser atendido duas horas depois e isso causa sequelas graves, isso quando não causa a morte. E quando chega a Fortaleza, nossos hospitais também estão lotados.”

A amiga da agricultora Autair Inácio da Silva não conseguiu atendimento para fazer o parto, perdeu o filho e o procedimento para a retirada do bebê morto teve de ser realizado em Fortaleza. “Se tivesse esse hospital, a história seria diferente. Tinha salvado a criança e não teria que ir para Fortaleza. Tinha uma incubadora, tinha feito antes”, diz.

O administrador André Rosado também questiona a inauguração do hospital. “Estamos com um hospital pronto, é só abrir as portas, colocar os funcionários que já foram selecionados há quase um ano e tocar o hospital. Por que inaugurou sem o recurso garantido”, pergunta.

G1.COM.BR

Chove em 29 municípios do Ceará na manhã desta quinta-feira

Fortaleza registrou precipitação em um posto de observação.
Previsão da Funceme é de eventos de chuva em todas as regiões.

Bandeira do estado do Ceará

No Ceará, foi registrada chuva em 29 municípios até as 7h desta quinta-feira (17), de acordo com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme).  As maiores foram emPalmácia, com 31,8 milímetros, seguido de Paraipaba (18 mm) e São Gonçalo do Amarante(16,6 mm). Fortaleza também amanheceu com chuva – o posto de precipitação do Pici marcou 7,2 mm.

As precipitações aconteceram nos municípios de Tianguá, Viçosa do Ceará, São Benedito, Ipu, Guaraciaba do Norte, Cariré, Frecheirinha, Icapuí, Jaguaribe, Maracanaú, Fortaleza, Pacajus,Maranguape, Horizonte, Paraipaba, São Gonçalo Do Amarante, Itapajé, Senador Sá,Martinópole, Meruoca, Palmácia, Redenção e Quixeramobim. No fim da manhã, a Funceme acrescentou seis cidades à relação: Alto Santo, Cascavel, Paracuru, Acaraú, Camocim, Sobral.

Em Viçosa do Ceará , na Serra da Ibiapaba, a chuva foi percebida nos três postos do município: Manhoso (14 mm), Lambedouro (13 mm) e Viçosa do Ceará (12,4 mm) ficaram entre as dez maiores precipitações do estado.

Previsão do tempo
Ao longo desta quinta-feira, a Funceme prevê eventos de chuva em todas as regiões do estado. Conforme imagem de satélite das 8h30, há nuvens sobre todo o Ceará. Essa nebulosidade se deve à atuação de um Vórtice Ciclônico de Altos Níveis (VCAN – sistema de circulação horária a aproximadamente 12 km de altura) que atua na região Nordeste do Brasil, sistema típico de pré-estação chuvosa.

Para sexta-feira (18), a previsão é de eventos de chuva em todas as regiões cearenses no decorrer do dia. Já para o sábado (19), ao longo do dia, a previsão é de nebulosidade variável, com possibilidade de chuvas isoladas em todas as regiões.

 

G1.COM.BR

EM CANINDÉ > “Acude inteligente” construído pela Ematerce começa a sangrar

Canindé - Açude Inteligente sangrando 08.03.15

Canindé
Um “açude inteligente” construído pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Ceará (Ematerce) no Interior do Estado começou a sangrar. A informação foi passada pelo ex-presidente da Ematerce, o engenheiro agrônomo José Maria Pimenta através do blog do jornalista Crisanto Teixeira. Segundo ele o reservatório especial fica localizado na localidade de Barra do Bento, na zona rural de Canindé.

Ainda de acordo com o engenheiro agrônomo, idealizador do projeto dos “açudes inteligentes”, o primeiro deles a sangrar, de cerca de 100 construídos no Ceará, tem capacidade para um milhão de metros cúbicos, o suficiente para atender as necessidades da comunidade por até dois anos. Além de Canindé, unidades desse modelo de barragem foram construídas em Madalena, Quixeramobim e Piquet Carneiro.

“O açude inteligente é aquele que construímos nos boqueirões, aproveitando a topografia do Ceará, por demais generosa. Assim, o açude enche rápido e seca devagar, possibilitando, que o precioso liquido esteja disponível para as comunidades nos períodos de maior escassez de água. Trata-se de uma tecnologia genuinamente cearense de convívio com a seca”, explica o idealizador do projeto,  José Maria Pimenta.

 

Foto > Crisanto Teixeira

 

 

Diário Sertão Central – Diário do Nordeste – 09/03/2015

Câmara de Quixeramobim rejeita novamente pedido de impeachment de Cirilo Pimenta

Após a rejeição do pedido, militantes da base aliada comemoraram com carreata e fogos de artifício

Vereadores da Câmara Municipal do município de Quixeramobim rejeitaram, nesta quarta-feira (13), pedido de impeachment, recomendado pelo Ministério Público do Estado (MPE), do prefeito Cirilo Pimenta (PSD), o vice, Tarso Borges (PMDB), e de mais 6 vereadores, entre eles, a irmã do prefeito.

A Polícia Militar precisou ser acionada para controlar a confusão na

Câmara Municipal de Quixeramobim. FOTO: Sistema Maior.

Após a sessão presidida pelo vereador Antônio Filho (PT), correligionários do prefeito e oposicionistas começaram discutir ainda dentro do plenário. Depois do bate-boca, os dois grupos trocaram tapas, socos e empurrões.

Durante a confusão, a bancada dividindo o parlamento do público foi ao chão. Os seguranças agiram e retiraram quem estava brigando, e, logo depois, a polícia controlou a situação. Mesmo assim, a sessão foi encerrada pelo vereador Antônio Filho. Ninguém foi preso.

O pedido de impeachment foi feito pelo MPE no último dia 30 de outubro após a “Operação Tolerância Zero”, que cumpriu mandados de busca na casa de políticos e órgãos públicos da cidade. A operação detectou uma série de atos de improbidade e crimes que envolvem parentes.

Prefeitura já passou por outras operações

Desde o início de 2013, o MPE já realizou 4 operações na Prefeitura de Quixeramobim. A mais recente foi realizada no dia 5 de novembro, em que os promotores constataram a contratação irregular de rádios e profissionais de comunicação no município.

A rejeição do pedido de impeachment contou com 11 votos a favor e 4 contra. Após a sessão, militantes da base aliada comemoraram com carreata e fogos de artifício, na data que coincide com o aniversário do prefeito Cirilo Pimenta.

Com informações do correspondente Alex Pimentel

 

Diário do Nordeste-Política-13/11/2013

Ceará é o estado que mais receberá profissionais pelo Mais Médicos

Segundo o Ministério da Saúde, 91 médicos irão a 43 cidades do Ceará.
Em todo o Brasil, 1ª rodada do Mais Médicos seleciona 938 profissionais.

 

O Ceará é o estado brasileiro que mais vai receber profissionais da 1ª rodada do Mais Médicos. Segundo o Ministério da Saúde, o Ceará receberá 91 médicos, que serão distribuídos em 43 cidades. Fortaleza receberá o maior número, 21. (Confira abaixo as cidades contempladas e o número de médicos que cada uma vai receber.) Bahia receberá 85 médicos; Maranhão, 70; e Pernambuco, 55.

“Essa quantidade de 91, para a demanda que os municípios colocaram, ainda é insuficiente, esperamos que eles possam indicar outros profissionais para virem ao Ceará. Mas já é um começo, nós também interiorizamos médicos do estado”, avalia o secretário da Saúde do Ceará, Arruda Bastos.

Ainda de acordo com Ministério da Saúde, a lista de cidades prioritárias é feita com base na carência de profissionais de cada município. Fortaleza receberá o maior no Ceará devido ao grande número de transferência de pacientes do interior para a capital.

Em todo o Brasil, apenas 938 profissionais brasileiros selecionados para o primeiro ciclo de contratações do Mais Médicos confirmaram interesse em trabalhar em municípios que aderiram ao programa. Isso representa 6% dos 15.460 médicos requisitados pelos municípios inscritos.

Segundo o ministério, os brasileiros selecionados optaram por apenas 404 dos 3.511 municípios do interior do país e de periferias de grandes centros urbanos que demandaram médicos do programa federal. Os 938 selecionados representam apenas 5,6% dos 16.530 brasileiros inicialmente inscritos. Outros 1.920  inscritos, estrangeiros ou brasileiros formados no exterior, só agora poderão ser chamados.

Baixa adesão
Diante da baixa adesão, o Ministério da Saúde decidiu permitir que os profissionais brasileiros que já escolheram um município para trabalhar, mas não haviam homologado a presença ou não foram alocados, possam escolher novos locais para atuar durante o contrato de três anos. Eles terão até a próxima quinta (8) para fazer uma nova escolha.

Simultaneamente a esse prazo, o governo irá selecionar os profissionais do exterior que se inscreveram para o Mais Médicos. Os 1.920 candidatos com registro profissional no exterior também terão até quinta para escolher municípios, habilitando-se às vagas dispensadas por brasileiros. A relação dos estrangeiros que serão contratados será publicada em 13 de agosto.
O ministro Alexandre Padilha informou que os médicos já selecionados começarão a trabalhar a partir do dia 1º de setembro.

Quase metade dos médicos brasileiros que haviam chegado à penúltima etapa do processo seletivo não confirmaram o interesse de participar do Mais Médicos. Na última quinta (1º), o ministério havia selecionado 1.753 profissionais com diploma no Brasil para trabalhar no programa. Para assegurar as vagas, eles tinham apenas de confirmar até sábado (3) se aceitavam a opção apontada pelo governo. Porém, 815 médicos não completaram essa fase.

Padilha disse que o governo irá usar todas as estratégias à disposição para preencher as 15.460 vagas do programa. Segundo Padilha, a partir do dia 15 de agosto, data de abertura da segunda rodada de contratações, o ministério irá investir em uma campanha para esclarecer dúvidas de profissionais brasileiros em relação ao programa e reforçar a divulgação da iniciativa fora do país.

Info Mais Médicos V4 6.8 (Foto: Editoria de Arte/G1)

ABAIARA 1
ANTONINA DO NORTE 2
APUIARÉS 1
ARACOIABA 1
AURORA 1
BARBALHA 2
BARREIRA 1
BEBERIBE 1
CANINDÉ 4
CARNAUBAL 2
CASCAVEL 6
CAUCAIA 1
CHOROZINHO 1
CROATÁ 1
FORTALEZA 21
GENERAL SAMPAIO 1
HORIZONTE 1
JARDIM 4
JUAZEIRO DO NORTE 5
MARACANAU 3
MARANGUAPE 1
MASSAPÊ 2
MAURITI 4
MONSENHOR TABOSA 1
ORÓS 1
PACAJUS 1
PACATUBA 3
PARAMOTI 1
PEDRA BRANCA 1
PENAFORTE 1
PENTECOSTE 1
PINDORETAMA 1
PORTEIRAS 1
POTENGI 1
QUIXELÔ 1
QUIXERAMOBIM 2
REDENÇÃO 1
SANTANA DO CARIRI 1
SÃO GONÇALO DO AMARANTE 1
TRAIRI 2
TURURU 1
UMIRIM 1
VIÇOSA DO CEARÁ 1

 

G1

Chove em mais de 100 municípios; Fortaleza registra 22,6 mm

Em Fortaleza, chuvas causam alagamentos e deixam trânsito lento

A Fundação Cearense de Meteorologia (Funceme) registrou chuva em mais de 100 municípios cearenses nas últimas 24 horas. Em Fortaleza, o posto da Defesa Civil contabilizou chuva de 22,6 mm até 7h da manhã desta terça-feira (30).

Na Avenida Beira-Mar, as chuvas provocaram alagamentos em diversos pontos, deixando o trânsito lento no local. FOTO: WELLINGTON PEREIRA SILVA/VC REPÓRTER

A previsão do tempo para a Capital nas próximas 24 horas é de nebulosidade variável com chuvas.

Semáforos deixam de funcionar

A forte chuva desta terça-feira também causou falhas em alguns semáforos espalhados pelos cruzamentos de Fortaleza. A Autarquia Municipal de Trânsito, Serviços Públicos e Cidadania (AMC) informou que os semáforos instalados nos cruzamentos das Ruas Ildefonso Albano X Padre Valdevino e Ildelfonso Albano X João Brígido, na Aldeota, estão com problemas.

Precipitações no Interior

No interior, o maior índice pluviométrico registrado foi no distrito de Manituba, em Quixeramobim, com 95 milímetros. Em Pedra Branca, na região dos Inhamuns, foi registrada chuva de 46 mm.

Na região da Ibiapaba a maior precipitação aconteceu na localidade de Matriz, em Ipueiras, com 43 mm. Em Russas,na região do Baixo Jaguaribe, choveu 41,2 mm. Já no Maciço de Baturité, a cidade de Aratuba teve índice pluviométrico de 36 mm.

De acordo com a Funceme, a aproximação de ramos da Zona de Convergência Intertropical deixa o céu nublado com possibilidade de chuvas em todas as regiões.

 

Diário do Nordeste – Cidade – 30 de abril de 2013