Tribunal de Justiça nega pedido do Cruzeiro por ingressos a R$ 1.000

cfdd7-cem

Clube aguarda posição do departamento jurídico e não se manifesta após
a decisão divulgada no início da tarde desta terça-feira

 

O Cruzeiro teve negado pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) o pedido para que os ingressos destinados à torcida do Atlético-MG pudessem ser comercializados por R$1.000. O clube havia entrado com um recurso de agravo de instrumento na 29ª Vara Civil de Belo Horizonte, contestando a determinação do Tribunal que obrigava o clube a vender os ingressos pela metade do preço determinado pela diretoria celeste. O clube entrou com o recurso na última segunda-feira, mas o desembargador Pedro Bernardes decidiu manter a decisão da primeira liminar. A negativa foi divulgada no início da tarde desta terça-feira.

O pedido de liminar foi ajuizado pelo Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), que considerou abusivos os preços praticados pelo Cruzeiro e, por isso, deferiu a decisão. O clube pode ser multado em R$ 10.000 para cada ingresso vendido a R$ 1.000 para o setor oeste superior, destinado à torcida atleticana.

O departamento de comunicação do Cruzeiro informou que aguarda uma posição do jurídico do clube para se manifestar. A decisão entre Cruzeiro e Atlético-MG acontece nesta quarta-feira, às 22h (de Brasília), no Mineirão.

GLOBO ESPORTE.COM