Piauí perdeu 7.440 empregos nos quatro primeiros meses do ano

Somente no mês de abril foram perdidos 348 empregos celetistas.
Na área da Construção Civil foram eliminados 580 postos de emprego.

Bandeira do estado do Piauí

Interessados em vagas de emprego fazem fila em avenida de Sorocaba (Foto: Juliana Furio/TV TEM)
De janeiro a abril mais de 7 mil vagas de emprego são perdidas no Piauí
(Foto: Juliana Furio/TV TEM)

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (25), mostram que foram eliminados 7.440 postos de trabalho nos quatro primeiros meses deste ano no Piauí.

Com relação somente ao mês de abril, foram perdidos 348 empregos celetistas, o que equivale a uma redução de 0,12% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior.

O setor da construção civil foi o que teve o maior número de vagas de emprego eliminadas: 580. O comércio teve o segundo pior resultado com a eliminação de 210 postos postos de trabalho. Ainda de acordo com o Caged, nos últimos 12 meses houve uma diminuição de 3,54% no nível de emprego ou 10.753 postos de trabalho eliminados.

As cidades de União, Teresina e José de Freitas foram as três que mais criaram vagas de emprego. Em contrapartida, os municípios deSão Raimundo Nonato, Campo Maior e Parnaíba foram as que tiveram mais demissões de trabalhadores.

 

G1.COM.BR

Pescador fisga a própria orelha ao tentar pescar na Praia Pedra do Sal

Incidente aconteceu no início da tarde deste domingo (27) em Parnaíba.
Homem teve que ser levado ao Pronto-Socorro para fazer retirada do anzol.

Bandeira do estado do Piauí

Anzol ficou cravado na orelha do pescador e teve de ser retirado no hospital (Foto: Thiago Arcanjo/Arquivo Pessoal)
Anzol ficou cravado e teve de ser retirado no hospital (Foto: Thiago Arcanjo/Arquivo Pessoal)

Um pescador identificado como Francisco das Chagas Brabosa da Cruz, 38 anos, não esperava por essa. Ele acabou fisgando a própria orelha ao lançar o anzol enquanto pescava na Praia Pedra do Sal, em Parnaíba, Litoral do Piauí. O incidente aconteceu no início da tarde deste domingo (27).

O homem acabou buscando ajuda no quartel do Corpo de Bombeiros para retirar a peça. De acordo como subtenente Edvan Conrado, o pescador relatou que no momento em que estava pescando ventava muito forte e ao jogar o anzol ele acabou voltando e cravando na sua orelha direita.

“Ele buscou ajuda aqui e mesmo tento material de corte aqui, que usamos em casos em que anéis ficam presos, achamos melhor encaminhá-lo a um hospital para ver a questão de aplicar uma anestesia para retirar a peça”, falou.

Francisco das Chagas teve que ser levado até o Pronto-Socorro Municipal de Parnaíba, onde foi feito o procedimento. O pescador passa bem.

 

G1.COM.BR

Famílias de presos feridos denunciam falha no atendimento do Hospital Universitário de Teresina

A mãe de um deles disse que o filho foi baleado por munição letal.
Direção do hospital afirma que cinco detentos estão feridos.

Bandeira do estado do Piauí

Familiares de presos feridos em rebelião buscam de informação na frente do HUT (Foto: Ellyo Teixeira/G1)
Familiares de presos feridos em rebelião buscam de informação na frente do HUT
(Foto: Ellyo Teixeira/G1)

Familiares dos detentos da Casa de Custódia em rebelião têm se deslocado ao Hospital de Urgência de Teresina (HUT) em busca de informações sobre os feridos que participaram da rebelião desta quarta-feira (16). A mãe de um deles, que não quis se identificar, disse que o filho foi baleado por munição letal e ainda não passou por cirurgia.

“Não retiraram a bala da cabeça do meu filho. Ele falou em poucas palavras que não sabe quem atirou nele. A prisão é o local onde o filho chora e a mãe não ver”, desabafou.

Até o momento, cinco detentos deram entrada HUT. Segundo o diretor do hospital, Gilberto Albuquerque, apenas um dos presos apresenta maior gravidade. Eles estão sendo acompanhados por agentes do sistema prisional. “Todos estão estáveis. Este que foi baleado está em estado mais grave e o seu risco não está descartado”, afirmou o diretor.

Força Nacional é acionada
Equipes da Força Nacional e do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foram acionadas para minimizar os efeitos da rebelião da Casa de Custódia, que acontece desde as primeiras horas da manhã desta quarta-feira (16). Cerca de sete viaturas estiveram na parte interna e externa do presídio.

Sete viaturas da Força Nacional, cada um com quatro homens fortemente armados, se deslocaram até o local para minimizar os efeitos da confusão e conter os ânimos dos detentos e familiares.

Desde às 6h os presos da Casa de Custódia estão em rebelião. O secretário estadual de Justiça, Daniel Oliveira, garante que não haverão fugas, reféns ou mortes.

Greve dos agentes penitenciários
Os conflitos em presídios de Teresina e Parnaíba acontecem na mesma semana em que os agentes penitenciários decidiram entrar em greve. De acordo com Kleiton Holanda, diretor do sindicato que representa a categoria, houve um motim no pavilhão B às 20h da terça-feira (15).

Os agentes cobram melhorias salarias e um acordo que foi firmado com o governo ainda em novembro, mas que segundo eles, não chegou a ser cumprido.

 

G1.COM.BR

Instituto Federal do Piauí abre inscrição de classificatório com 3.420 vagas para cursos técnicos

Candidatos deve preencher o formulário no site da instituição e pagar R$ 25.
As provas do exame classificatório serão aplicadas no dia 31 de janeiro.

Bandeira do estado do Piauí

O Instituto Federal do Piauí (IFPI) inicia nesta terça-feira (24) as inscrições do exame classificatório com 3.420 vagas em 26 cursos técnicos. Para se inscrever, o candidato deve preencher o formulário no site da instituição e pagar a guia de reconhimento de R$ 25 nas agências ou caixas eletrônicos.

Prédio Central do IFPI em Teresina (Foto: Gil Oliveira/G1)
IFPI abre inscrição de exame classificatório
(Foto: Gil Oliveira/G1)

As inscrições seguem até o dia 7 de janeiro de 2016. As oportunidades são para as cidades de Angical do Piauí, Campo Maior, Cocal, Corrente, Floriano, Oeiras, Parnaíba, Paulistana, Pedro II, Picos, Piripiri, São João do Piauí, São Raimundo Nonato, Teresina, Uruçuí e Valença do Piauí.

Nesta edição, os cursos são ofertados em três formas de ensino: integrada (para quem já concluiu ou esteja concluindo, em 2015, o ensino fundamental); concomitante (candidatos que estão cursando, em 2015, a partir do 1º ano do ensino médio); e subsequente (para quem já concluiu ou está concluindo, em 2015, o ensino médio).

As vagas são para os cursos técnicos em administração, informática, alimentos, agricultura, meio ambiente, edificações, eletromecânica, fruticultura, eletrotécnica, agropecuária, informática para internet, mineração, vestuário, restaurante e bar, guia de turismo, cozinha, mecânica, eletrônica, refrigeração, segurança do trabalho, instrumento musical, contabilidade, saneamento, estradas, agroindústria e análises clínicas.

Em cada curso, por turno, 50% das vagas são destinadas aos candidatos egressos de escola pública. Da mesma forma, 5% das vagas serão destinadas aos candidatos com deficiência.

As provas do exame classificatório serão aplicadas no dia 31 de janeiro, das 8h às 12h (horário local). O teste terá 60 questões de múltipla escolha das disciplinas de língua portuguesa e matemática. O gabarito será divulgado no mesmo dia, à tarde, e o resultado final está previsto para 17 de fevereiro.

 

G1.COM.BR

Jovem morre após perder controle de moto e colidir com mureta no Piauí

Acidente aconteceu às 3h30 deste domingo (8), na Av. Pinheiro Machado.
Segundo testemunhas, vítima estava sem capacete e ingeriu bebida alcoólica.

Bandeira do estado do Piauí

Corpo do lavrador foi encaminhado para o IML de Parnaíba (Foto: Patrícia Andrade/G1)

Corpo foi encaminhado para o IML de Parnaíba (Foto: Patrícia Andrade/G1)

Um jovem identificado como Igor Jardel Araújo, de 25 anos, morreu após colidir moto com uma mureta de proteção em Parnaíba, Litoral do Piauí. Segundo o chefe de investigação Robison Castilho, da Delegacia Regional, o acidente aconteceu por volta das 3h30 deste domingo (8) na Avenida Pinheiro Machado.

Jovem estavva sem capacete e teve traumatismo craniano (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Jovem estavva sem capacete e teve traumatismo
craniano (Foto: Divulgação/Polícia Civil)

“A vítima teria perdido o controle numa curva e provavelmente estava em alta velocidade. Igor pilotava a moto sem capacete e teve traumatismo craniano, vindo a óbito no local. Além disso, amigos relataram que ele bebia desde cedo em um bar próximo”, contou.

O agente revelou que a mureta foi construída recentemente pelos próprios comerciantes por causa dos números de acidentes. De acordo com Robison Castilho, era comum os condutores em alta velocidade invadissem a calçada e lojas localizadas próximo a curva.

O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e liberado após exames.

 

G1.COM,BR