Audiência da entrega do Oscar em 2013 na TV Globo

A transmissão da Cerimônia do Oscar na noite deste domingo, 24/02, rendeu baixa audiência Globo. A emissora carioca, que exibe o evento com exclusividade na TV aberta, marcou uma média de 9 pontos. O “BBB 13”, que antecedeu a cerimônia, entregou com 17 pontos de média.

Segundo levantamento do jornalista Fernando Oliveira, do Portal IG, o número é menor do que o registrado nos últimos dois anos. Em 2011, a média foi de 11 pontos. Já em 2012, foram 10 pontos acumulados


Olhar TV: Oscar 2013 e uma noite onde todos tiveram chances de brilhar

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20130225222554.jpg

“Argo” ganha o Oscar como melhor filme – Fotos: Divulgação
Anunciada a 85ª edição do Oscar, parei para refletir sobre os candidatos e, embora a lista comprovasse o contrário, em momento algum acreditei que esta seria uma daquelas edições em que nos deparamos com overdoses de prêmios para determinada produção.
Tivemos produções belíssimas e com atuações maravilhosas. Pela primeira vez na história do Oscar, uma atriz de apenas nove anos concorreu ao prêmio de melhor atriz. Quvenzhane Wallis, de “Indomável Sonhadora”, pequena, graciosa e com nome difícil de ser pronunciado, competiu de igual para igual com a mais velha da lista, Emmanuelle Riva, de 86 anos, que atuou em “Amour”.
No entanto, venceu Jennifer Lawrence, de “O Lado Bom da Vida”. Esta, se não bastasse ser a favorita nas pesquisas, acabou sendo responsável pelo mico da noite, ao cair momentos antes de receber o prêmio. Coitada! Dificilmente alguém irá se lembrar do título que ela levou, mas do tombo…

Anne Hathaway é a melhor atriz-coadjuvante por “Os Miseráveis
Se você ainda não havia se encantado por Anne Hathaway, que sofreu bastante em “O Diabo Veste Prada” e “Sexo & Outras Drogas”, agora não teve escapatória. Após provar que pode cantar e atuar ao mesmo tempo, a queridinha da nova geração hollywoodiana faturou a estatueta de melhor atriz-coadjuvante por seu trabalho em “Os Miseráveis”. E alguém ainda duvidava que o prêmio seria dela?
Os homens também não fizeram feio. Para ator-coadjuvante tínhamos os veteranos Robert De Niro (“O Lado Bom da Vida”) e Tommy Lee Jones (“Lincoln”), mas quem se deu bem mesmo foi o austríaco Christoph Waltz (“Django Livre”) que repetiu o feito de 2010, comprovando que seria uma noite de muitas surpresas.
Ator tinha que ser ele: Daniel Day-Lewis, o britânico que deu vida a Lincoln, no filme homônimo, e que ficou mais parecido com ele do que, talvez, o próprio ex-presidente. Se é que isso é possível!
Pegadinhas da Academia   
             
Alguém aí, além de mim, percebeu que a Academia pregou algumas peças durante a noite do Oscar? A 85ª cerimônia homenageou os musicais, em especial “Chicago”, filme que há exatos dez anos faturava o prêmio de melhor do ano, calando a boca de quem não leva fé em produções do gênero para faturar a estatueta.
Levando em consideração que tínhamos “Os Miseráveis”, que além de se tratar de um clássico do gênero, era um dos candidatos para levar o principal prêmio da noite com maior chance de faturá-lo, a homenagem aos musicais poderia ser vista como uma dica do que viria pela frente.

Michelle Obama anuncia o prêmio de melhor filme
A segunda pegadinha eles deixaram para o grande final: Michelle Obama anunciando o grande vencedor da noite. Peraí! Quando, durante toda a nossa vida, vimos a primeira-dama dos EUA em uma cerimônia do Oscar, mesmo que em vídeo conferência, entregar um prêmio?
Não sei você, mas naquela hora pensei que as apostas estavam certas: a Academia iria eleger Lincoln como o melhor filme de 2012, mas me enganei, em partes, pois venceu aquele que imaginei ser o único capaz de tirar a estatueta dourada das mãos de “Os Miseráveis”.
É isso mesmo! “Argo”, do talentoso Bem Affleck, correu pelas beiradas e acabou se tornando o grande nome da noite. E Michelle? Ah, acredito que ela não tenha ficado tão desapontada assim. Afinal, Hollywood não presenteou um ex-presidente e sua luta pelos negros, mas “o sistema adotado pelo país do Tio San” não chegou a ser desvalorizado. Se é que vocês me entendem.
Palmas para eles     
Ang Lee e sua maravilhosa adaptação para “As Aventuras de Pi” foram os nomes da noite, levando quatro das oito indicações: melhor direção, roteiro adaptado, fotografia e efeitos especiais.
Não sei se os fãs de Quentim Tarantino se frustraram, mas não tinha como o diretor competir com Ang Lee. A ele, restou o prêmio de roteiro original por “Django Livre”, que assim como a maioria dos seus trabalhos, salvo “Bastardos Inglórios”, não é muito “a cara da Academia”.

“As Aventuras de Pi” levou quatro estatuetas
A diva Adele levou mesmo a estatueta na categoria cnção original com a música “Skyfall”, que embalou a mais recente aventura de “007”. Aliás, acredito que a apresentação da cantora arrepiou o auditório tanto quanto os telespectadores.
Por fim, tivemos “Valente” como melhor filme de animação; Anna Karenina com figurino, “Os Miseráveis” com melhor maquiagem e um empate: “A Hora Mais Escura” e “007 – Operação Skyfall” dividindo o prêmio de melhor som. É, definitivamente essa edição do Oscar deu o que falar.
Tatiana Bruzzi é colunista do NaTelinha e editora dos blogs:
 
 

Globo transmite o “Oscar 2013” neste domingo (24)

Neste domingo (24) acontece a cerimônia do “Oscar 2013”, e a Rede Globo transmitirá o evento direto de Los Angeles, nos Estados Unidos. Pelo oitavo ano a emissora carioca marca presença na entrega do “Oscar”, e desta vez terá espaço exclusivo para reportagens no tapete vermelho, que ficarão a cargo do repórter Hélter Duarte.

Estão escalados para cobertura, a jornalista Maria Beltrão e José Wilker, que apresentarão o evento em estúdio aqui Brasil. A tradução fica novamente por conta da Anna Vianna.

O PLANETA TV!

“Oscar 2013”: Confira os favoritos na maior premiação do cinema mundial

Confira a lista completa de indicados: 
 
Melhor Filme
“A Hora Mais Escura”
“Amour”
“Argo”
“As Aventuras de Pi”
“Django Livre”
“Indomável Sonhadora”
“Lincoln”
“O Lado Bom da Vida”
“Os Miseráveis”
Melhor Direção
Ang Lee por “As Aventuras de Pi”
Ben “Indomável Sonhadora”
David O. Russell por “O Lado Bom da Vida”
Michael Haneke por “Amour”
Steven Spielberg por “Lincoln”
Melhor Ator
Bradley Cooper por “O Lado Bom da Vida”
Daniel Day-Lewis por “Lincoln”
Denzel Washington por “Flight”
Hugh Jackman por “Os Miseráveis”
Joaquin Phoenix por “The Master”
 
Melhor Atriz
Emmanuelle Riva por “Amour”
Jennifer Lawrence por “O Lado Bom da Vida”
Jessica Chastain por “A Hora Mais Escura”
Naomi Watts por “O Impossível”
Quvenzhane Wallis por “Indomável Sonhadora”
Melhor Ator Coadjuvante
Alan Arkin por “Argo”
Christoph Waltz por “Django Livre”
Tommy Lee Jones por “Lincoln”
Phillip Seymour Hoffman por “The Master”
Robert DeNiro por “O Lado Bom da Vida”
Melhor Atriz Coadjuvante
Amy Adams por “The Master”
Anne Hathaway por “Os Miseráveis”
Helen Hunt por “The Sessions”
Jacki Weaver por “O Lado Bom da Vida”
Sally Field por “Lincoln”
Melhor Roteiro Original
“Amour”
“A Hora Mais Escura”
“Django Livre”
“Flight”
“Moonrise Kingdom”
Melhor Roteiro Adaptado
“Argo”
“As Aventuras de Pi”
“Indomável Sonhadora”
“Lincoln”
“O Lado Bom da Vida”
Melhor Filme Estrangeiro
“Amour” (Áustria)
“Kon-Tiki” (Noruega)
“No” (Chile)
“Rebelle” (Canadá)
“O Amante da Rainha” (Dinamarca)
Melhor Documentário
“5 Broken Cameras”
“How To Survive a Plague”
“The Gatekeepers”
“The Invisible War”
“Searching for Sugar Man”
Melhor Animação
“Detona Ralph”
“Frankenweenie”
“ParaNorman”
“Piratas Pirados!”
“Valente”
Melhor Trilha Sonora
“007 – Operação Skyfall”
“Anna Karenina”
“Argo”
“As Aventuras de Pi”
“Lincoln”
Melhor Canção Original
“Before My Time” de “Chasing Ice”
“Everybody Needs a Best Friend” de “Ted”
“Pi’s Lullaby” de “A Vida de Pi”
“Skyfall” de “007 – Operação Skyfall”
“Suddenly” de “Os Miseráveis”
Melhor Edição
“A Hora Mais Escura”
“Argo”
“As Aventuras de Pi”
“Lincoln”
“O Lado Bom da Vida”
Melhor Figurino
“Anna Karenina”
“Branca de Neve e o Caçador”
“Espelho, Espelho Meu”
“Lincoln”
“Os Miseráveis”
Melhor Fotografia
“007 – Operação Skyfall”
“Anna Karenina”
“As Aventuras de Pi”
“Django Livre”
“Lincoln”
Melhor Maquiagem
“Hitchcock”
“O Hobbit: Uma Jornada Inesperada”
“Os Miseráveis”
Melhores Efeitos Especiais
“As Aventuras de Pi”
“Branca de Neve e o Caçador”
“Prometheus”
“O Hobbit: Uma Jornada Inesperada”
“Os Vingadores”
Melhor Direção de Arte
“Anna Karenina”
“As Aventuras de Pi”
“Lincoln”
“O Hobbit: Uma Viagem Inesperada”
“Os Miseráveis”
Melhor Edição de Som
“007 – Operação Skyfall”
“A Hora Mais Escura”
“As Aventuras de Pi”
“Argo”
“Django Livre”
Melhor Mixagem de Som
“007 – Operação Skyfall”
“Argo”
“As Aventuras de Pi”
“Lincoln”
“Os Miseráveis”
 
Melhor Curta-Metragem
“Asad”
“Buzkashi Boys”
“Curfew”
“Dood van een Schaduw”
“Henry”
Melhor Curta de Animação
“Adam and Dog”
“Fresh Guacamole”
“Head over Heels”
“Maggie Simpson in ’The Longest Daycare’”
“Paperman”
Melhor Curta Documentário
“Inocente”
“Kings Point”
“Mondays at Racine”
“Open Heart”
“Redemption”

Rede Globo mudará sua grade para transmissão da entrega do Oscar

A Academia de Hollywood anunciou que a cerimônia de premiação do “Oscar 2013”, com uma homenagem à série de filmes do agente James Bond, vai acontecer no dia 24 de fevereiro. Daí, já se pode esperar pela tradicional mudança de grade na Globo, com o “BBB” no ar mais cedo e edição reduzida do “Fantástico”. O Brasil, uma vez mais, está fora da festa do “Oscar”.

Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery