James Akel comenta o fim da exibição do programa A Fadinha do Brasil

https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/27c60a9e4bb66653e984031127f45c4f.jpg

Reprodução

 

Muito estranho o programa A Fadinha do Brasil ter acabado em menos de um mês.

Era um programa que comprava horário na RedeTV que, vamos combinar, nem tem programa muito melhor que este.

E os jovens não se lembram, mas a Xuxa na TV Manchete nem  era muito diferente.

Escrito por jamesakel@uol.com.br às 08h29 no dia 23/09/2013

James Akel comenta o programa apresentado pela Mulher Pera

 

Já tem 2 semanas que na tarde de domingo da RedeTV aparece um programa chamado Fadinha.
É uma tentativa de se fazer um programa infantil com apresentação da Mulher Pera, a mesma que tentou ser deputada.
A Mulher Pera deixou de ser candidata pra ser artista, ao contrário de alguns que deixam de serem artistas pra tentar ser deputados e alguns até conseguem.
Alguém comprou o horário na RedeTV pra que o programa fosse realizado.
Pelo perfil do programa a gente imagina que tem interesse político atrás do negócio.
Apenas imagina pelo perfil que se marca o conteúdo de meio ambiente.
Eu estimo que tenham gasto 200 mil por mês na compra de horário e mais um pouco pra produzir.
Não tenho a menor dúvida que tudo tenha sido gerado pelo desejo da Mulher Pera em ser apresentadora.
Eu lembro muito do começo da Xuxa na Manchete e não foi muito diferente seu desempenho do que é o da atual Mulher Pera.
Lógico que o conteúdo está equivocado, falta uma direção adequada ao show e a própria apresentadora deveria ter uma postura um pouco mais madura.
Mas ela conseguiu realizar seu desejo de ter seu programa de TV, não importa qual o conteúdo nem mesmo importa quem pague a conta.
Quem conhece os bastidores do ramo sabe o quanto é difícil conseguir o que a Mulher Pera conseguiu e apenas por isto ela já merece desta coluna os maiores elogios de realização.
Proporcionalmente falando o programa do Ratinho no SBT nem é mais bem feito que o dela, considerando as condições que Ratinho tem e o quanto gasta.
O programa da Daniela Albuquerque, Sob Medida, em excelente horário e com grande custo dá um ibope muito perto do que deu o ibope da Mulher Pera.
Então a gente vai neste caso apenas elogiar o trabalho de empreendedora da Mulher Pera e cumprimentar por ter conseguido colocar no ar em TV aberta em bom horário mais um programa de TV que deve abrir mais mercado de trabalho e acreditar que a Mulher Pera daqui a pouco possa amadurecer seu programa pra ter um bom ibope.
 

Escrito por jamesakel@uol.com.br às 05h52 no dia 10/09/2013