“Dona Xepa” termina com média superior a de “Balacobaco” e “Máscaras”

https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/a4fece64ecc205071c32f12422b9c7a3.jpg

Angela Leal é a protagonista de “Dona Xepa”: novela eleva audiência de “Balacobaco” e “Máscaras” – Divulgação/Record

Com o último capítulo exibido nesta terça-feira (24), “Dona Xepa” chegou ao fim com bons resultados.
Ainda que a novela de Gustavo Reiz não tenha feito com que a Record retomasse à casa dos dois dígitos com sua dramaturgia, o folhetim termina com média geral de 6,9 pontos, a qual é superior aos 6,7 da antecessora “Balacobaco” e aos 6,0 de “Máscaras”.
A recuperação, ainda que lenta, chama atenção levando em conta alguns outros fatores. “Dona Xepa” ganhou audiência em seu decorrer e os índices da reta final são o dobro dos registrados nos capítulos iniciais.
A perfomance da trama também se torna positiva levando em conta o orçamento investido pela Record. Com um terço da verba gasta em “Balacobaco”, “Dona Xepa” entregou resultados mais satisfatórios. Além disso, a história protagonizada por Angela Leal movimentou um elenco muito mais enxuto, com menos frentes de gravações e com menos cenários – os quais, em alguns casos, foram reaproveitados de “Rebelde”.
“Dona Xepa” foi a primeira novela do autor Gustavo Reiz e teve direção-geral de Ivan Zettel (“Rebelde” e “Luz do Sol”). Ao todo foram 91 capítulos exibidos, fazendo com que esta fosse a menor novela já produzida no RecNov e uma das menores novelas da dramaturgia brasileira.
Considerando os últimos 15 anos, “Xepa” só foi maior que “Estrela Guia”, que teve 83 capítulos na Globo em 2001 e um pouco menor que “Pícara Sonhadora”, do SBT no mesmo ano e que fechou com 95 capítulos.
A partir desta quarta (25), a Record lança “Pecado Mortal”. Escrita por Carlos Lombardi e de direção-geral de Alexandre Avancini, o folhetim tem como objetivo ampliar ainda mais os índices de audiência do horário.
Diferente de “Dona Xepa”, “Pecado Mortal” deverá ter pelo menos o dobro da quantidade de capítulos.
NaTelinha

Atriz Miriam Freeland deixa a Record após oito anos

https://i1.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/6acf96e6ef8000ed0ca79018ceba58d6.jpg

Uma das primeiras atrizes contratadas pela Record, Miriam Freeland é a mais nova baixa do casting de dramaturgia da emissora.
Miriam, que foi contratada em 2005 e que teve como primeiro trabalho “Essas Mulheres”, não renovou seu contrato com a casa e está de saída. No decorrer de sua passagem, ela acumulou vários papéis de importância, como a vilã Ruth de “Bicho do Mato” (2006) e as protagonistas Lígia, de “Poder Paralelo” (2009), e Maria, de “Máscaras” (2012).
Casada com Roberto Bomtempo, Miriam Freeland não atuava desde o fim da novela de Lauro César Muniz, em outubro do ano passado. Bomtempo, por sua vez, perdeu função após a extinção da oficina de atores da Record, a qual foi responsável por revelar nomes como Bruno Gissoni, destaque em “Avenida Brasil” e que recém finalizou “Flor do Caribe”.
A Record tem perdido vários nomes de peso em sua dramaturgia. Bianca Rinaldi e Vanessa Gerbelli, por exemplo, foram duas das outras grandes perdas destes últimos meses. Ambas estarão no elenco de “Em Família”, a próxima novela das nove da Globo.
Marcelo Serrado, Tuca Andrada, Karen Junqueira, Maria Ribeiro, Gabriel Braga Nunes e Maria Carolina Ribeiro, que contracenaram com Freeland em “Poder Paralelo”, são outros dos exemplos de baixas do fim da trama para cá.
Com informações da coluna Controle Remoto.
NaTelinha

Nilson Xavier comenta BALACOBACO

Juliana Silveira e Bruno Ferrari em “Balacobaco” (Foto: Divulgação/TV Record)

Se a intenção da Record com “Balacobaco” era afastar o fantasma de “Máscaras”, pode-se dizer que a meta foi atingida. “Máscaras” ficou no passado e é um projeto que a Record não faz questão de lembrar. Mas isso não quer dizer que “Balacobaco” teve vida fácil.

A novela causou estranhamento quando estreou. Era uma proposta completamente diferente da de sua antecessora. Colorida, espalhafatosa, num tom farsesco, metida a engraçada, com trilha popularíssima e personagens caricatos. Ficou claro que a inspiração da autora, Gisele Joras, foram dois sucessos recentes da Globo: a também colorida e alegre “Cheias de Charme” com a pegada “nova classe C” de “Avenida Brasil”. Pode-se dizer que foi uma aposta corajosa jogar às 22h30 uma novela com forte apelo de comédia e características comuns às novelas do horário das sete da Globo.

Alguns ajustes na trama foram feitos logo no início, mas, passados sete meses da estreia, percebe-se que a sua proposta permaneceu fiel até o fim, o que é bastante louvável. Outro ponto positivo foi a Record ter mantido “Balacobaco” em seu horário original desde o começo – diferente de “Máscaras”, que correu ao caminho dos ventos da audiência e das prioridades da grade da emissora, o que muito a prejudicou.

Infelizmente, a Record ainda não conseguiu recuperar os áureos dois dígitos na audiência que suas novelas tinham antes de “Máscaras”. “Vidas em Jogo” fechou com uma média final de 12 pontos no Ibope da Grande São Paulo. “Máscaras” derrubou para a metade (6 pontos), e “Balacobaco” fecha com 7 pontos. Pelo visto, “Dona Xepa” terá bastante trabalho pela frente.

Não foi a melhor novela de Gisele Joras. Prefiro “Amor e Intrigas”, de 2008. Mas o vilão Norberto foi o melhor papel de Bruno Ferrari na TV – um jovem ator que já havia chamado a atenção em trabalhos anteriores e que cresce a passos largos a cada papel.

 

Nilson Xavier – UOL

Novela “Balacobaco” será esticada mais uma vez na Record

https://i2.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20130327161144.jpg

Divulgação/TV Record
Com audiência estabilizada na casa dos 7 a 8 pontos, a qual representa cerca de 30% a mais que a antecessora “Máscaras”, “Balacobaco” deverá ser esticada mais uma vez pela Record.
A novela de Gisele Joras, que já teve seu término anunciado para março, foi prorrogada para abril e agora se fala no mês de maio. A decisão não é tão recente, visto que o folhetim ainda não apresenta aspectos de estar em reta final.
Desta forma, “Dona Xepa” deverá estrear no dia 15 de maio, na faixa das 22h. Já a sua substituta “Pecado Mortal” pode acabar ficando para o mês de setembro, ganhando assim uma folga maior para a sua produção.
Parte da equipe da trama de Lombardi estava envolvida em “José do Egito” e apenas a partir de agora poderão se concentrar de forma integral no novo projeto.
Com informações da coluna Controle Remoto.
natelinha

“Balacobaco” ultrapassa “Máscaras” na média, mas segue longe da meta

https://i1.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20130315182132.jpg

Foto: Munir Chatack/TV Record
“Balacobaco” já alcançou um de seus objetivos dentro da Record. Apesar de ainda estar longe da meta de dois dígitos, a novela de Gisele Joras já conseguiu ultrapassar na média-geral sua antecessora, “Máscaras”.
A trama atual acumula 6,5 pontos na média dos 115 capítulos exibidos. “Máscaras”, na mesma época, ficou com 5,9. Mas ainda está bem distante das demais novelas da emissora.
Por exemplo: “Vidas em Jogo” ficou com 11,1 pontos nesse período, enquanto “Ribeirão do Tempo” marcou 10,4 e “Poder Paralelo” 10,5. “Chamas da Vida” conseguiu 13,7 pontos.
Cada ponto representa 62 mil domicílios e esses dados são referentes à Grande São Paulo.
natelinha

Jeito diferente de Amar

Esses novos tempos são mesmo cheios de surpresas. Algumas, até curiosas. Um jovem casal de atores da Record – ele no ar e ela de férias – resolveu radicalizar nos dizeres das suas alianças – parte interna, claro. Na dele, em vez do nome dela, está escrito vaquinha. E na dela, cachorro.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Neryb

OS MELHORES (E O MICO) DE 2012!

Amadinhos, quede meu cheiro? Allah Allah (meu Deus)! Chegamos ao fim de um ano de altos e baixos para a TV Brasileira. Depois das maravilhosas “Fina Estampa”, “Avenida Brasil”, “Cheias de Charme” e “Vidas em Jogo”, nos deparamos com “Guerra dos Sexos”, “Lado a Lado” e “Máscaras”. Essas últimas decepcionaram em todos os sentidos. Enfim, termino o ano de 2012 frustrado. 

Dedicarei esse tópico aos “Melhores do Ano”, incluindo o “mico”. A escolha deste último quesito foi a mais complicada. São várias as opções. Mas fiquei na dúvida entre “Máscaras” e “Encontro com Fátima Bernardes”. Poderia escolher a novela, mas optei pelo programa de variedades da Globo. A jornalista Fátima Bernardes ao anunciar a sua saída do “Jornal Nacional” disse que comandaria um programa dos “sonhos” e que nunca havia sido produzido nada semelhante na TV. Longe disto. Não apresentou nada de novo. O “Encontro” nasceu com um formato engessado e desgastado. Com o programa, a Globo não perdeu audiência e nem o prestígio da publicidade, mas, certamente, deixou de respirar novos ares. Poderia ter escolhido a fracassada e decepcionante “Máscaras”, mas não. Fracasso por fracasso, por se tratar da Globo, o do “Encontro” é maior. 

Por fim, no quesito melhor atriz, acabei optando por Adriana Esteves. Uma pena ter que indicar só um nome, já que Claudia Abreu e Débora Falabella também brilharam.

Vamos ao que interessa:

Melhor Novela: Cheias de Charme
Melhor Ator: Murilo Benício (não brilhou, mas foi o melhor entre as opções)
Melhor Atriz: Adriana Esteves, a Carminha de “Avenida Brasil”
Melhor Ator Coadjuvante: Marcello Novaes, o Max de “Avenida Brasil”
Melhor Atriz Coadjuvante: Laura Cardoso, a Doroteia de “Gabriela”
Melhor Revelação Masculina: José Loreto, o Darkson de “Avenida Brasil”
Melhor Revelação Feminina: Titina Medeiros, a divertida Socorro de “Cheias de Charme”
Melhor ator/atriz Mirim: Mel Maia, a Rita de “Avenida Brasil”
Melhor Apresentador(a): Silvio Santos, o melhor de todos
Melhor Programa de Auditório: Programa Silvio Santos
Melhor Reality Show: The Voice Brasil
Melhor Seriado: Tapas & Beijos
Melhor Telejornal: Jornal da Record
Melhor Programa de Entretenimento: “Agora é Tarde”, da Band
Melhor Programa Esportivo: Globo Esporte
Melhor Par Romântico de Novelas: Edgar (Thiago Fragoso) e Laura (Marjorie Estiano), da novela “Lado a Lado”
Melhor cena de novela: Nina (Débora Falabella) sendo enterrada viva em “Avenida Brasil”. Uma cena memorável!!!
O Mico do Ano: Encontro com Fátima Bernardes 

Nos próximos dias, entre 22/12 e 02/01, a atualização no site será reduzida. É o período de recessos. Peço a compreensão de todos. Um feliz natal e um próspero ano novo. E que o ano de 2013 nos brinde com ótimas novelas, estamos precisando.