Mogi Mirim 0 x 3 Botafogo

Botafogo vence o Mogi por 3 a 0 no ES e amplia vantagem na Série B

Alvinegro tem atuação discreta, mas vence com apoio do torcedor capixaba. Roger Carvalho, Tomas e Luís Henrique marcam. Resultado afunda ainda mais time paulista

Os tempos de oscilação na Série B, aparentemente, ficaram para trás no Botafogo. Na noite desta sexta, o Alvinegro não teve uma exibição brilhante, mas aproveitou o apoio do torcedor capixaba e venceu o Mogi Mirim por 3 a 0. O mando era da equipe paulista, mas o time carioca sentiu-se em casa, no Estádio Kleber Andrade, em Cariacica, no Espírito Santo, devido à boa presença de público. Roger Carvalho, Tomas Bastos e Luís Henrique marcaram os gols da partida.

O resultado trouxe ainda mais tranquilidade para o Botafogo. Com 48 pontos, o time carioca abriu quatro de vantagem para Paysandu, que empatou nesta sexta com o Paraná. Por outro lado, a situação do Mogi Mirim é cada vez mais desesperadora. Com apenas 22 pontos, o time paulista é penúltimo e pode cair para a lanterna, em caso de vitória do ABC neste sábado.

Botafogo Mogi Mirim (Foto: Richard Pinheiro / GloboEsporte.com)

O início de partida deu a falsa impressão de que o jogo seria movimentado em Cariacica. Logo no primeiro minuto, em cobrança de escanteio, Daniel Carvalho achou Roger Carvalho livre para fazer de cabeça o gol alvinegro. Mas parou por aí. Com três volantes, o Botafogo dependia quase que exclusivamente de seu camisa 10, que não esteve em noite das mais inspiradas. Em sua melhor jogada, Daniel lançou Sassá na área, mas o atacante parou no goleiro Mauro. Do outro lado, o Mogi pouco ameaçava. Apenas o habilidoso Serginho tentava alguma coisa. De volta da seleção brasileira, Jefferson foi praticamente um espectador no primeiro tempo.

Na volta do intervalo, o panorama pouco mudou. Um pouco mais ousado, o Mogi Mirim se arriscou no ataque, mas levou perigo apenas em chute de Luis Fernando defendido por Jefferson. No estádio, a torcida local pediu a entrada de atacante capixaba Luís Henrique e foi atendida. No entanto, quem trouxe tranquilidade foram outros dois jogadores que saíram do banco. Após belo passe de Fernandes, Tomas Bastos driblou o goleiro e marcou o segundo. Antes do apito final, no entanto, o xodó alvinegro deixou sua marca. Derrubado na área, Luís definiu o resultado com uma estilosa cavadinha em cobrança de pênalti.

GLOBO ESPORTE.COM

Bahia 1 x 1 Botafogo

DESTAQUE

OS 90 MINUTOS

Empurrado pela torcida, o Bahia encurralou o Botafogo desde os primeiros minutos. Souza, Maxi e Kieza deram trabalho e susto em Jefferson com finalizações da entrada da área. O goleiro foi bem quando exigido, mas quem salvou mesmo foi Luis Ricardo. As investidas do lateral foram o desafogo do Alvinegro. Em grande jogada individual, ele tabelou com Octávio e deixou Luis Henrique na boa para fazer 1 a 0 com só um toque na bola. O Tricolor e sua defesa desarrumada sentiram o golpe e só não levaram o segundo porque Douglas Pires evitou uma conclusão cara a cara com Octávio. Os baianos, que chegaram a reclamar de um pênalti no primeiro tempo – o cruzamento de Ávine encontraria Alexandro livre na pequena área, mas a bola bateu no braço de Jean -, reagiram na etapa final com Kieza. O artilheiro tricolor em 2015 aproveitou a bola aérea e o vacilo de Renan Fonseca, que sequer saiu do chão, para empatar a partida. A torcida se inflamou, só que Jefferson não permitiu a virada.

 

DESTAQUE

POLÊMICA

Os jogadores e a torcida do Bahia reclamaram de um pênalti ainda no primeiro tempo, quando o placar ainda estava em branco. Ávine cruzou da esquerda e a bola bateu no braço de Jean. Se não houvesse o toque, a bola sobraria limpa para Alexandro na pequena área. Para o árbitro Wagner Reway (MT), jogada normal.

 

DESTAQUE

ARTILHEIRO DESENCANTA

O artilheiro tricolor na temporada, enfim, desencantou na Série B. Kieza, que tinha 15 gols no ano – oito no Campeonato Baiano, cinco na Copa do Nordeste e dois na Copa do Brasil – marcou pela primeira vez na Segunda Divisão. E foi de cabeça, após cruzamento perfeito de Adriano e contando com a falha de marcação de Renan Fonseca, que sequer saiu do chão. O atacante teve a chance de fazer mais, só que parou em Jefferson.

 

DESTAQUE

JOIA BRILHA DE NOVO

Após a estreia brilhante no profissional, com direito a dois gols sobre o Sampaio Corrêa, Luis Henrique voltou a balançar a rede depois de quatro jogos em branco – três pela Série B e um pela Copa do Brasil. O atacante de só 17 anos mostrou oportunismo ao se posicionar bem e escorar de primeira o cruzamento de Luis Ricardo. Ainda deixou Octávio na cara do gol no primeiro tempo, mas o meia desperdiçou.

 

GLOBO ESPORTE.COM

 

 

 

 

Renato Maurício Prado elogia Luis Henrique do Botafogo

Foto: Vitor Silva / SSPress.

 

Joia alvinegra

Disse aqui, na última coluna, que estava curioso para ver a estreia do promissor jovem Luís Henrique, no ataque do Botafogo. E ele não decepcionou. Marcou dois gols e ainda deu o passe para o terceiro (assistência, como costuma dizer o Ancelmo Góis, é o cacete!).

O garoto promete e muito! Ridículo é saber que o Glorioso poderá ficar sem ele em cinco jogos na reta final da Série B, por conta de uma convocação para a seleção sub-17. Já não basta tudo que a CBF faz para prejudicar os clubes?

Em tempo: se é verdade que ele foi dispensado há dois anos, da base do Flamengo, o autor da infeliz decisão deve ser imediatamente expulso e encaminhado ao Instituto Benjamin Constant.

 

Renato Maurício Prado – O GLOBO – 07 de julho de 2015

Botafogo 5 x 0 Sampaio Corrêa

Com show de Luis Henrique e Pimpão, Fogão vence e volta a ser líder da Série B
Atualizado em 03-07-2015, 23h39

Nada como voltar a vencer! Melhor ainda por goleada, diante da torcida, no Estádio Nilton Santos, com uma grande estreia de Luis Henrique (2 gols) e bela atuação de Rodrigo Pimpão (2 gols). O Botafogo derrotou o Sampaio Corrêa por 5 a 0, nesta sexta-feira, chegou a 23 pontos e retornou à liderança do Campeonato Brasileiro da Série B! Thiago Carleto fez o outro gol.

O próximo adversário será o Ceará, terça-feira, fora de casa.

O JOGO

De volta ao Estádio Nilton Santos, o Botafogo precisava da vitória para recuperar a liderança. Com mudanças, o time encaminhou o resultado no primeiro tempo, ao abrir 3 a 0. Destaque para Luis Henrique, autor de dois gols em sua estreia no profissional, com apenas 17 anos.

O Sampaio Corrêa até começou o jogo melhor e abusando da velocidade, principalmente com Pimentinha, que quase abriu o placar com um chute venenoso aos 5. No minuto seguinte, porém, Luis Henrique apareceu. O jovem atacante recebeu cruzamento de Rodrigo Pimpão e cabeceou com estilo para o gol. Botafogo 1 x 0!

A chance para ampliar veio aos 9, quando Tomas esticou para Rodrigo Pimpão, que driblou seu marcador e finalizou rente à trave. Do outro lado, o Sampaio Corrêa ameaçou em chutes de Valber e cabeçada de Rafael Oliveira, ambos para fora. A correria do adversário causada preocupação ao Botafogo, que sofria para conter as investidas.

Embora atacasse bastante, o Sampaio não levava perigo nas finalizações e, quando acertava o alvo, Jefferson mostrava segurança. O time alvinegro aos poucos conseguiu sair e ameaçar, em cobranças de falta de Pimpão e Carleto, em chutes de fora da área de Daniel Carvalho, Diego Giaretta e Tomas.

A grande oportunidade do rival de empatar e equilibrar a partida veio aos 35, quando a defesa cortou mal e Rafael Oliveira, livre na área, mandou por cima. Melhor para o Botafogo, que ampliou pouco depois. Luis Ricardo fez grande jogada pela direita e rolou para Luis Henrique finalizar com precisão e fazer o seu segundo gol, aos 37. Botafogo 2 x 0 Sampaio Corrêa! Na comemoração, os jogadores sentaram no chão e “remaram” no gramado, em homenagem aos 121 anos da fundação do Remo do clube.

Já nas graças da torcida, Luis Henrique arrancou com a bola e quase marcou o terceiro, parando apenas no goleiro Rodrigo Viana. Aos 44, não teve jeito. Rodrigo Pimpão fez bom lance pela direita e rolou para trás, mas a zaga cortou com o braço. Pênalti marcado e convertido pelo próprio Pimpão. Botafogo 3 x 0 Sampaio Corrêa!

No segundo tempo, o ritmo diminuiu. Com uma vantagem confortável, o Botafogo optou por se posicionar e sair apenas na boa. Já o Sampaio Corrêa, que precisava reagir, encontrava dificuldades contra a bem postada defesa alvinegra. Assim, arriscava chutes de longe, sem perigo para um goleiro de Seleção Brasileira, como Jefferson.

Controlando o jogo, o Botafogo aguardava o momento de ampliar, que chegou aos 26. Foi quando Luis Henrique recebeu pela esquerda, deu belo drible no zagueiro e cruzou. Tomas bateu, o goleiro espalmou e Rodrigo Pimpão teve calma para fazer o quarto. Botafogo 4 x 0 Sampaio Corrêa!

E cabia mais! Em campo no lugar de Rodrigo Pimpão, Lulinha invadiu a área e foi derrubado por Willian Simões. Pênalti, que Thiago Carleto bateu bem para colocar 5 a 0 no placar, dando números finais à partida!

Site do Botafogo de Futebol e Regatas

Por “MasterChef”, Rafinha fará “Agora é Tarde” ao vivo

Rafinha vai receber vencedor do reality

Rafinha Bastos vai apresentar o “Agora é Tarde” (Band) da próxima terça-feira (16), ao vivo, para receber o vencedor da primeira temporada do “MasterChef”.

A emissora já abril inscrições para a segunda edição deste reality de culinária.
Helena, Elisa e Luis Henrique disputam o título do reality de culinária.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Tom Barros faz observações sobre jogadores do Fortaleza na derrota por 3 a 1 para o Ceará

 

 

Observações

Marcelinho Paraíba, o melhor do jogo. Show de bola. Nota 10. // O goleiro Luís Henrique fez milagrosa defesa numa cabeçada de Anderson. Há quem diga que falhou no primeiro gol de Bill.Lance foi difícil. // Saída de Robert reduziu demais o poder de finalização tricolor.

 

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 31.03.2014

Tom Barros comenta desempenho do goleiro Luís Henrique no Clássico Rei

 

Goleiro Luís Henrique do Fortaleza pegou duas bolas muito difíceis: no chute de Magno Alves logo no início e numa cabeçada de Sandro.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste-10.03.2014

Vinte jogadores relacionados para o jogo contra o Guarany de Sobral

 

Confira os relacionados:

ADALBERTO, ALAN, AMARAL, CORREA, DANILO RIOS, DIEGO NEVES, EDINHO, EDUARDO LUIZ, EVANDRO, FERNANDINHO, GUTO, LAERTES, LEANDRO, LUIS GUSTAVO, LUIS HENRIQUE, MAGAL, RICARDO, TIAGO CAMETÁ, UILLIAM e WALFRIDO

Assessoria de Imprensa do FEC
Jornalistas: Nodge Nogueira/Raíssa Feijó

Tom Barros comenta chances que alguns jogadores do Ceará poderão ter

Escudo do Ceará Sporting Club

 

O Ceará terá retorno dentro e fora de campo se também continuar proporcionando oportunas chances a Luís Henrique, Epitácio, Gabriel, Everton, Potiguar e Romário. Potiguar requer um pouco mais de atenção. Tem vigor físico e boa estatura. Mas ainda terá de ganhar a necessária serenidade. Pura questão de tempo.

 

Coluna redigida pelo jornalista Tom Barros para o jornal cearense Diário do Nordeste no dia 22 de março de 2013