Lauro César Muniz deixa Globo sem estrear

Lauro César Muniz

Lauro César Muniz não irá mais integrar mais o quadro de autores da Rede Globo, algo que chega a ser surpreendente.

Convidado pelo diretor da teledramaturgia Silvio de Abreu em setembro de 2015, ficou tudo acertado para o seu retorno. Aliás, o que seria uma volta à antiga casa depois de quase 10 anos de fora, inclusive trabalhando boa parte deste período na Record.

Na oportunidade até se noticiou que ele, Lauro, já havia entregue a sinopse e os seis primeiros de uma novela, para ser produzida, em momento oportuno, no horário das 9 da noite.

Mas o combinado que existia entre as partes acabou não prevalecendo, algo que o próprio Lauro deixa muito claro:

“recebi a informação, pessoalmente, em reunião no Projac, de que a TV Globo não estava mais contratando ninguém, até segunda ordem”.

E o que também acaba sendo confirmado pela Globo, através de um email enviado ao autor pelo diretor Silvio de Abreu nesta sexta-feira:

“Senti muito não poder contar com você de volta ao quadro de dramaturgia da Globo. Você sabe o quanto respeito o seu trabalho e o seu talento. Mas a vida continua e essas dificuldades financeiras que estamos atravessando agora, hão de passar”.

Enquanto não passa, Lauro César Muniz está negociando com a TV chilena.

 

Flávio Ricco

Flávio Ricco comenta que Lauro César Muniz já vinha escrevendo uma novela sobre política

 

O que se sabe

As informações que chegam da Globo são de que Lauro, nesta sua volta à emissora, já está há algum tempo desenvolvendo uma novela para o horário. Uma história que reflete o atual momento político do país. Thelma e Duca, na mesma linha, tiveram sinopse aprovada.

Já o Aguinaldo, pelo que se sabe, ainda não está mexendo com isso.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Lauro César Muniz trabalha na sua próxima novela para a Globo

Embora não exista uma definição de quando irá ao ar, Lauro César Muniz está trabalhando em tempo integral na sua nova novela…
… Será a sua primeira nesta volta à TV Globo…
… Sabe-se que é uma história de prosperidade e superação, que irá girar em torno de três famílias.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Saiba os próximos desafios profissionais de Lauro César Muniz depois de deixar a TV Record

 

Vamos esclarecer de vez: recentemente contratado, Lauro César Muniz vai escrever a minissérie do compositor Carlos Gomes e depois preparar uma novela…
… Não existe essa história de que irá supervisionar o trabalho de alguém…
… E sobre a novela que irá escrever, como única recomendação recebida do Silvio de Abreu, é que será uma história da atualidade e brasileira. Ponto final.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

De volta à Globo, Lauro César Muniz entregará minissérie sobre Carlos Gomes

Lauro César Muniz está de volta à TV Globo

Lauro César Muniz está de volta à TV Globo

Sobre a volta do respeitado Lauro César Muniz, a Globo já tem todo um esquema de trabalho armado para ele. De acordo com o que foi acertado com Silvio de Abreu, inicialmente, o Lauro vai entregar um projeto de minissérie sobre o compositor Carlos Gomes, e logo depois preparar uma novela para as 21 horas, ainda sem data de exibição fixada.

Este retorno do Lauro César, entre outras razões, tem como objetivo reforçar o outro lado da balança. Assim como houve a necessidade de se lançar uma série de jovens autores, também existe a preocupação de não deixar a experiência de lado. O Lauro vai se juntar ao grupo dos mais rodados, Aguinaldo Silva, Benedito Ruy Barbosa, Glória Perez…

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Flávio Ricco alerta para estreitamento no mercado de trabalho para autores na TV

 

Há um estreitamento bem perigoso no mercado de trabalho também para autores na TV, alguns já conhecidos e bastante consagrados. Lauro César Muniz, Tiago Santiago e Cristianne Fridman são apenas alguns exemplos.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Lauro César Muniz comenta Babilônia e Os Dez Mandamentos

“Meu ponto de vista é que os temas bíblicos anestesiem a capacidade crítica dos telespectadores”, diz o autor,que não pretende mais escrever novelas.

Foto: Divulgação/Rede Record

Depois de oito anos de serviços prestados, Lauro César Muniz deixou a Record em 2013. “Não manter contrato com uma emissora, atualmente, foi opção minha. Passei a vida adiando projetos pessoais importantes no teatro e no cinema para cumprir meus contratos com as redes de TV. Tenho um pouco mais de tempo e liberdade para trabalhar”, explicou o veterano, em entrevista jornalista Daniel Castro, do Portal UOL. Autor de clássicos, como O Salvador da Pátria (1989), Lauro palpitou sobre a razão dos problemas enfrentados por Babilônia: “O processo industrial, em que muitos coautores e colaboradores participam, abafou o ímpeto criativo do Gilberto (Braga). Este talvez seja o mais cruel desse processo industrial que tomou conta das novelas desde meados da década de 1990. Muitas cabeças diluem o estilo do autor principal”.

Lauro, que enfrentou rejeição do público à Máscaras, comentou os bastidores daquela fase. “Durante minha última novela, a emissora teve uma completa reestruturação de comando, não apenas no setor de dramaturgia como no comando geral. Isso pesou muito, não apenas para Máscaras mas para todos os fracassos que seguiram minha novela”, comentou ele, que também falou da atual fase da dramaturgia da Record: “Os Dez Mandamentos é um sucesso. Lamentavelmente sobre um tema bíblico em uma emissora ligada a uma igreja evangélica. Meu temor é que, daqui para a frente, a Record só faça novelas religiosas. Um desvio de nossas preocupações mais cotidianas. Meu ponto de vista é que os temas bíblicos anestesiem a capacidade crítica dos telespectadores”.

Lauro não pretende escrever novelas, mas não vai abandonar a teledramaturgia.  “A televisão é um veículo muito importante para que eu fique de fora, olhando”, disse ele, que quer voltar com uma minissérie. O projeto envolve o diretor Del Rangel e o maestro Júlio Medaglia. No momento, conforme já informou OPTV, o autor trabalha na adaptação para o cinema da história de Chiquinha Gonzaga. A previsão de lançamento é para 2017.

 

O Planeta TV