O jornalista José Trajano deixa o canal ESPN

O jornalista esportivo José Trajano

O jornalista esportivo José Trajano

O canal ESPN decidiu na manhã desta sexta-feira (30) rescindir contrato do jornalista José Trajano, um dos principais comentaristas casa e que durante muitos anos foi o seu diretor de jornalismo, responsável até por muitas das conquistadas no campo esportivo.

João Palomino, diretor de jornalismo da ESPN Brasil, consultado sobre o assunto, revela que a saída do Trajano, embora dolorosa para todos que lá trabalham, deve ser vista como um fato natural na vida das grandes corporações.:

“O Trajano é um profissional fora da curva, genial em tudo que faz e um dos maiores nomes do jornalismo esportivo brasileiro. Uma referência de muitos anos na vida da ESPN. Competente, é responsável por tudo que a emissora construiu desde ao longo de todo esse tempo. É um profissional que vai fazer muito falta ao nosso trabalho.”

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

José Trajano vai lançar o livro Tijucamérica amanhã

Trajano lamenta perda da Champions pela ESPN: "esse mercado é muito cruel"
Livro do Trajano 
Na quinta-feira agora (23), teremos o lançamento do “Tijucamérica”, livro do jornalista esportivo José Trajano.
A sessão de autógrafos vai das 19h às 21h30, na Livraria da Vila, da Fradique Coutinho, em São Paulo.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Linha de Passe vai ser exibido nos dias de jogos da Seleção Brasileira

Linha especial 
O “Linha de Passe”, mesa redonda da ESPN Brasil, terá exibições extras durante a Copa América, indo ao ar também nos dias de jogos da Seleção Brasileira.
O programa, com mediação do Paulo Andrade, conta com as participações fixas de José Trajano, Juca Kfouri, Arnaldo Ribeiro e Mauro Cezar Pereira.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

afg afgafgafg afg

José Trajano lamenta perda da Champions pela ESPN: “esse mercado é muito cruel”

Trajano lamenta perda da Champions pela ESPN: "esse mercado é muito cruel"

 

Diretor de jornalismo da ESPN Brasil entre 1995 e 2012, quando preferiu reduzir o ritmo e ficar como comentarista titular do programa “Linha de Passse”, José Trajano falou sobre a perda dos direitos de transmissão da UEFA Champions League, que pertencia à emissora desde 1995.

Na abertura da edição desta sexta (05) do “Linha de Passe”, Trajano lamentou que o canal esportivo da Disney tenha perdido os direitos da principal competição interclubes do mundo, e disse que a transmissão da final deste sábado (06) é especial para todos os profissionais envolvidos: “Eu vou fazer um convite ao fã de esporte e o fã de esporte vai me entender. É meio óbvio, mas não é tão óbvio como você pensa. É que é a última transmissão desse contrato, que se renovava a cada três anos. Tenho certeza que daqui a três anos os canais ESPN vão se empenhar ao máximo para retomar a cobertura e a transmissão dos jogos da Champions League”.

Trajano também lamentou que a negociadora dos direitos de transmissão da Champions League não tenha considerado o passado e a tradição de 20 anos de transmissões da ESPN: “Esse mercado é muito cruel, não se leva em jogo, não se leva em consideração o que você fez de carinho, de tratamento, essa coisa toda”.

A partir da próxima temporada, o Esporte Interativo transmitirá a Champions League com exclusividade na TV fechada

 

NaTelinha

A saída de PVC dos canais ESPN para a Fox Sports

pvc

Quando o jornalista Maurício Stycer anunciou, na noite passada, no twitter, a saída de Paulo Vinícius Coelho da ESPN Brasil, causou o mesmo impacto (numa comparação com o mercado do futebol) como se fosse o Messi deixando o Barcelona.

PVC apesar de ter chegado à ESPN em 1999 (canal foi fundado em 1995), é a cara da emissora, assim como um dos fundadores José Trajano.

Aos que gostam de transmissões e programas sobre futebol e principalmente aos que curtem jornalismo esportivo, PVC é uma referência. É o exemplo a ser seguido por aqueles que desejam e sonham com a carreira no meio.

E PVC, diferentemente de muitos por aí, nunca escondeu sua preferência pelo Palmeiras, e nem por isso diminuiu sua credibilidade, competência e talento ao analisar os jogos, principalmente, do Palmeiras e dos rivais do Verdão.

O livro sobre jornalismo esportivo assim como a bíblia para os cristãos, é essencial para aqueles que passaram pela faculdade de comunicação. Inspirador.

Quando trabalhava para o Lance! o encontrei em São Paulo num jogo da Seleção Brasileira pelas eliminatórias. Ao pedir para tirar uma foto, simpático e atencioso, perguntou onde eu trabalhava. Respondi e ele foi direto. “Ah, então somos colegas”. Na época, PVC era colunista do jornal.

PVC deixa os canais ESPN para a não menos concorrente Fox Sports. Ele, apesar de não ter confirmado, deixou um depoimento sobre a saída, sem confirmar o motivo.

Depois da perda dos direitos da Liga dos Campeões da Europa e agora do seu principal comentarista, a ESPN sofre outro grande duro golpe. Porém, isso mexe pesado no mercado, o que deve fortalecer e provocar outras mudanças pela frente tanto na ESPN, como em outras emissoras.

Creio que a Fox deve ter feito uma pomposa oferta e também ter apresentado um grande projeto para 2015. Com Libertadores, Sul-Americana, Copa do Brasil, Premier League, Campeonato Italiano e algo mais que tenha convencido PVC a deixar sua “eterna casa” como ele mesmo diz.

Num meio tão difícil de lidar, Paulo Vinícius Coelho é um dos exemplos de que jornalista e jornalismo podem ser feitos com decência, honestidade, credibilidade e respeito ao público.

Confira abaixo, na íntegra, o depoimento de PVC no Facebook:

“José Trajano me telefonou em novembro de 1999 e mudou minha vida. O convite era para comentar a Copa da África de 2000. “Depois a gente vê como a coisa anda, negão!” Na época, eu assinava com o Lédio Carmona uma coluna sobre futebol internacional no LANCE! O Trajano lia e gostava.

Já tinha feito participações em 1999 no Futebol no Mundo e no Bola da Vez. Comecei a fazer transmissões e depois programas. “Prorrogação”, com o Amigão após as rodadas do Brasileirão. O Sportscenter Meio Dia, com a Soninha e o Paulo César Vasconcellos… Linha de Passe com o Milton Leite, depois com o Palomino, com o Paulo Andrade.Putz! Quanta gente legal.

Aprendi com o Plihal, o Cledi, o André Kfouri, Palomino, Renata Netto, João Simões, Mauro Cezar, amigo desde a redação de Placar. Aprendi com quem você conhece do vídeo e com quem me conhece na tela. Aprendi que há uma coisa que distingue a ESPN de todos os outros lugares: o fã de esportes.

Aprendi tanto e até hoje não sou um cara de TV, mas um jornalista de revista que põe conteúdo em todas as mídias.

Se as pessoas ainda acham estranho quando eu digo isto é porque minha cara virou a ESPN. Minha cara, não. Minha casa!

“Se lembra quando a gente chegou um dia a acreditar…” Nem o Renato Russo nem a Cássia Eller são para sempre. Nem eu na ESPN. Cobri três finais de Copas do Mundo, nove decisões de Champions League, é hora de ir. A decisão é minha. Impossível dizer o que será de mim. Possível apenas saber que sigo minha vida de colunista na Folha de S. Paulo aos domingos e segundas-feiras. E que vou sentir uma falta desgraçada de vocês todos.

Darei notícias.

 

Blog do Mário Kempes – Diário do Nordeste – 09/12/2014

José Trajano cansou do futebol

 

A revista Sexy, nas bancas, traz uma entrevista com José Trajano…

… Na seção “Filosofia de Boteco”, ele fala do livro que acaba de lançar, da Copa do Mundo, da maconha e…

… Revelou que está com o saco cheio do futebol.

 

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Lula almoçou com o pessoal da Espn Brasil

Ao lado de jovens, o ex-presidente Lula participa do 3° Fórum Global do Trabalho Infantil

 

Na última sexta-feira (11), Lula almoçou com os integrantes da equipe de esportes da Espn. Uma iniciativa dele por conhecer e acompanhar o trabalho de todos

Neste encontro com João Palomino, Juca Kfouri, José Trajano e os demais, o ex-presidente se preocupou em buscar informações com o pessoal especializado, tendo em vista a Copa do Mundo e a Olimpíada que teremos pela frente.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Copa das Confederações é o assunto de agora

José Trajano, jornalista da ESPN Brasil

É natural que, por ser um canal direcionado e com compromissos de grade mais flexíveis, o SporTV leve uma certa vantagem, com informações e cobertura mais rápidas, em relação às demais.

O que também poderá acontecer com a Espn Brasil, que mesmo não mostrando as partidas, pretende usar como diferencial a cobertura jornalística e a análise dos seus comentaristas, como Juca Kfouri, José Trajano e Antero Greco, entre tantos outros.

Este, por mais que isto possa desagradar a alguém, será um dos principais assuntos no decorrer das próximas duas semanas.
 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

 

Nota do blog : A Rádio Verdes Mares vai transmitir a Copa das Confederações ao vivo !

ESPN já se mobiliza para a cobertura das Copa das Confederações mesmo sem poder transmitir os jogos

 

Sem direito de transmissão da Copa das Confederações, no Brasil, a ESPN já tem o esquema montado para a cobertura jornalística. André Plihal, Paulo Vinícius Coelho, Juca Kfouri, Cícero Melo e José Trajano vão rodar o país em todos os jogos da seleção.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Nota do blog : A Rádio Verdes Mares vai transmitir a Copa das Confederações ao vivo ! Não perca !