Bianca Rinaldi é reservada para novela da Record

Divulgação/Record

Bianca Rinaldi é Tany na minissérie "José - De Escravo a Governador", da Record (7/11/2012)

Bianca Rinaldi é Tany na minissérie “José – De Escravo a Governador”, da Record (7/11/2012)

Bianca Rinaldi, gravando “José – de escravo a governador”, também interessa ao Carlos Lombardi para o elenco da sua primeira novela na Record.

Segundo se comenta, a Bianca está animada com mais essa possibilidade.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Denise Del Vecchio pede para fazer teste em “Dona Xepa”

Divulgação/Record

Denise Del Vecchio é Lia na minissérie "José - De Escravo a Governador", da Record (7/11/2012)

Denise Del Vecchio é Lia na minissérie “José – De Escravo a Governador”, da Record (7/11/2012)

Denise Del Vecchio é uma atriz consagrada. Em sua carreira, que vem desde os tempos da falecida Tupi, constam trabalhos maravilhosos, inclusive no teatro.

Pois bem, como contratada da Record, ela pediu para fazer testes de “Dona Xepa”.

Curioso é que essa humildade, de alguém com tamanho talento, não existe entre outros no início de carreira.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Record volta a enfrentar problemas com gravação de minisséries

https://i2.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20121218131254.jpg
Divulgação

 

Assim como “Rei Davi”, que enfrentou diversos problemas – desde chuvas até fogo no cabelo de uma das atrizes -, “José – De Escravo a Governador” também está lidando com diversas dificuldade em sua produção.

As condições climáticas, por exemplo, têm se apresentado como a maior das dificuldades. No Chile, onde várias cenas estão sendo gravadas no deserto do Atacama, houve uma tempestade que chegou a cancelar uma gravação.

A locação que seria utilizada, localizada a 4.800m de altitude, ficou totalmente coberta de neve e o rio se congelou.

Apesar dos problemas de logística, “José – De Escravo a Governador” tem seus trabalhos bem encaminhados. Houve gravações no Brasil e os stock-shots no Egito estão no acervo desde o começo de outubro.

Com a iminente alteração na estreia, que deve ser remanejada para a metade de 2013, a Record terá mais tempo para concluir a produção.

 

natelinha

José-De Escravo a Governador terá sua exibição adiada para a metade de 2013

https://i2.wp.com/2.bp.blogspot.com/_TRMbApfw1XQ/S9hhhYru4CI/AAAAAAAAK-M/hMIiNV6-LRU/s400/491893-1953-cp.jpg

Maytê Piragibe estará na minissérie José De Escravo a Governador

Agora é oficial: a nova minissérie da Record, “José, de escravo a governador”, só irá estrear na metade do ano.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Record terá que adiar estreia da minissérie bíblica “José, de Escravo a Governador”

Divulgação/Record

Ângelo Paes Leme é José adulto na minissérie "José - De Escravo a Governador"

Ângelo Paes Leme é José adulto na minissérie “José – De Escravo a Governador”

A Record ainda não se manifesta a respeito, mas com a maior segurança é possível antecipar que a exibição da minissérie “José – De Escravo a Governador” não será em janeiro, nem mesmo no primeiro trimestre de 2013.

Não existem condições de finalizar o produto tão rapidamente. Já ficou para o meio do ano.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Record gerou empregos no Chile

C.F. Universidad de Chile logo.png

A Record precisou contratar pessoal no Chile para auxiliar nas gravações da minissérie “José – De Escravo a Governador”. São cerca de 41 profissionais locais, ligados às áreas de produção, operações, arte, efeitos, cenografia e maquiagem.

Os figurantes, de 20 a 90 por dia, também são chilenos – cerca de 20 a 90 por dia. Daqui foram cerca de 70 pessoas.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Confira mais novidades sobre José De Escravo a Governador

No Chile, com direção de Alexandre Avancini, começam hoje e irão até o dia 14, as gravações da minissérie “José – De Escravo a Governador”. Os trabalhos movimentam 29 atores, entre eles Rick Tavares, Guilherme Winter, Samara Felippo, Caio Junqueira, Paulo Nigro, Marcela Barrozo, Mylla Christie, Celso Frateschi, Denise Del Vecchio, Babi Xavier, Vitor Hugo, Carla Regina, Andrea Avancini, Camila Rodrigues, Thelmo Fernandes e Nanda Ziegler. No Recnov, Rio, uma outra frente comanda as gravações em estúdio.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

José – De Escravo a Governador: Thelmo Fernandes é Jetur

Jetur é um negociante de escravos que fará José sofrer as piores humilhações. Crédito: Michel Angelo/ Record

Na minissérie José – De Escravo a Governador, Thelmo Fernandes é Jetur. Ismaelita, negociante de escravos, é mercenário e interesseiro. Vai comprar José (Ricky Tavares) dos irmãos e fazê-lo passar pelas piores humilhações.

Não dá o que comer a José. Homem sem coração e sem escrúpulo. Vai vender José a Potifar (Taumaturgo Ferreira).

“Eu tenho a sorte de fazer mocinhas fortes”, diz Maytê Piragibe, a intérprete de Azenate

Atriz retorna em José após três anos parada e apresenta sacerdotisa polêmica (Foto: Michel Angelo/ Record)

Após três anos de pausa para engravidar, dar à luz Violeta e curtir muito a filhota, Maytê Piragibe está pronta para arregaçar as mangas e voltar ao trabalho. Sua missão agora é encarar a polêmica Azenate, uma sacerdotisa que irá chocar e emocionar em José – De Escravo a Governador, a próxima minissérie da Record.

Em entrevista ao R7, Maytê contou um pouco sobre a história da jovem. A paixão por José surge assim que ele chega ao Egito, mas o amor é proibido, já que ele é apenas um escravo estrangeiro e ela uma sacerdotisa e filha do médico do Faraó.

— Eles vivem anos e anos levando esse amor distante, e nada facilita. São situações econômicas e espirituais completamente diferentes.

Com uma história madura na Record, Maytê relembrou fortes personagens que já viveu na casa. Uma semelhança entre elas é a coragem e a audácia na personalidade, apesar da carinha doce e meiga da atriz que as carrega.

— Eu tenho essa sorte de fazer sempre personagens bons, de caráter de mocinhas, mas sempre fortes. Elas são desafiantes, nunca passivas. Eu acho que pode ser uma questão energética. A gente não escolhe o personagem; o personagem escolhe qual voz quer vir. Pode ser que, dentre todos esses personagens que eu fiz, alguma coisa esteja em sintonia desta palavra. Que seja fisicamente frágil, mas que vai para frente sem medo.

Maytê ainda fez questão de se declarar para o Egito. Como acredita que nada é por acaso, adorou quando recebeu o convite para a egípcia Azenate, porque já nutria uma paixão e curiosidade sobre a cultura.

— Eu tinha muitos livros que estou relendo, coisa que eu tenho em casa há mais de 10 anos. Estou resgatando um atrativo que eu já tinha, acho que nada acontece à toa. É muito rico, lindo, especial.

Escrita por Vivian de Oliveira e dirigida por Alexandre Avancini, José tem estreia prevista para janeiro na Record. Sobre o seu diretor, Maytê foi só elogios pelo papel de destaque.

— Eu confio demais no bom gosto dele. Eu acho que ele tem um senso estético muito legal, muito aguçado

Comunicado da Record sobre sua situação financeira e grade para 2013

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20121109151856.jpg
“O Grupo Record vem a público desmentir as insinuações e boatos sobre o programa de investimentos da emissora.
 
As ilações são falsas e atribuídas a fontes que jamais são identificadas.
 
O exercício, supostamente jornalístico, tenta relacionar a reestruturação da Record News e do R7 com o futuro da Record.
 
A sequência de publicações ignora que em 2012 a Record fez uma inédita e exclusiva cobertura dos Jogos Olímpicos de Londres, que marcou a história da televisão brasileira, e colocou em evidência os patrocinadores que acreditaram em nosso projeto. E ainda deixaram de informar que a Record deve fechar o ano com um crescimento de 15 % do faturamento publicitário, mais do que a média de todo o mercado.
 
Em respeito ao público e ao mercado publicitário, a empresa já definiu o seu cronograma em televisão aberta e gratuita para 2013:
 
– A nova programação vai trazer a maior produção de teledramaturgia já realizada pela Record, “José, de Escravo a Governador”. Também já foram definidas a produção de uma macrosérie baseada no espetáculo teatral “Dona Xepa” e a primeira novela do autor Carlos Lombardi na Record;
   
– Além disso, acabamos de adquirir o direito de produzir um dos maiores sucessos da televisão americana e europeia, o “Show Got Talent”;
 
– As produções completam o pacote de novidades lançado nos últimos meses com o “Programa da Tarde”, “Fazenda de Verão”, a nova edição paulista do “Balanço Geral”, “Câmera em Ação”, a novela “Balacobaco” e a inédita temporada de “Ídolos Kids”;
 
– A Record vai exibir, em dezembro, “Avatar” adquirido da Fox Filmes e uma das maiores bilheterias da história do cinema mundial;
 
– E ainda em cinema renovamos o contrato com a Universal Filmes. Um pacote que inclui entre vários sucessos “Velozes e Furiosos 5”, gravado no Rio de Janeiro, e a produção nacional “Vips”.
 
No caso da Record News, depois de cinco anos, a emissora redirecionou a sua programação para ser estritamente noticiosa. Um formato que deve consolidar o canal com o maior número de telespectadores no segmento. O R7, em apenas três anos, está entre os quatro maiores portais de notícias, entretenimento, vídeos e serviços da internet brasileira.
 
Para restabelecer a verdade, a Record reafirma seu desejo de investir em televisão aberta e gratuita no Brasil. Um projeto sólido que vai seguir oferecendo uma alternativa de qualidade para o telespectador e oportunidades para o mercado publicitário.
 
A Record segue trabalhando para conquistar a preferência dos brasileiros com uma programação recheada de jornalismo, shows, realities, novelas, filmes, séries e seriados. E não pode permitir que boatos prejudiquem o direito do telespectador e do mercado publicitário de optar pela nossa programação”.