João Marcos luta para ser penta na modernidade: “Sensação maravilhosa”

Volante deve começar entre os titulares e luta para repetir feito de 1919 do goleiro Aldo e dos zagueiros Meton e Gothardo. Vovô e Leão se enfrentam neste domingo.

[09-09] Ceará 5 x 2 América/MG2 - 1  (Foto: Christian Alekson/CearáSC.com)

A João Marcos, não falta mais exibir um título da Copa do Nordeste. Também não falta na lista um acesso no Campeonato Brasileiro: da Série B para a elite. De título estaduais, já são quatro consecutivos. Em 2015, mais precisamente neste domingo (3), o volante pode ser o único atleta profissional do Vovô a comemorar um feito histórico: viver o penta estadual, algo que somente ocorreu com o clube em 1919.

– Sensação maravilhosa. Entrar para a história do Ceará sendo pentacampeão vai ser muito bom. Especialmente porque dificilmente isso ocorre no futebol nos dias de hoje. Se isso acontecer, a felicidade vai ser muito grande. Com certeza, vou entrar de vez para história do Ceará. Mas primeiro vou me concentrar no jogo. Focar para que a gente possa conseguir isso.

Para João Marcos, a partida pode ser ainda mais especial. Durante a atual temporada, ele perdeu espaço no time principal do Vovô. No entento, com a expulsão de Sandro Manoel na primeira partida da final no último domingo, ele deve voltar a figurar entre os 11 que começam o jogo contra o Fortaleza, às 16 horas, na Arena Castelão. O Ceará precisa necessariamente vencer para ficar com a taça, depois da derrota por 2 a 1.

– Isso gera certa ansiedade, não vou negar. Infelizmente, o Sandro fica fora. Um jogador que entrou bem. Caso eu entre, espero corresponder. Fazer o que ele vem fazendo para a gente ganhar e reverter essa vantagem do primeiro jogo.

Ceará campeão cearense (Foto: Divulgação/Cearasc.com)
Desde 2010, o volante disputa o Campeonato Cearense pelo Ceará (Foto: Divulgação/Cearasc.com)

Três em 1919: João Marcos busca repetir 

Aos 33 anos, o volante tem três gols pelo Ceará em mais de 300 jogos, marca que obteve na Série B de 2014. Na história do clube, três jogadores conseguiram o feito na mira de João Marcos: o goleiro Aldo e os zagueiros Meton e Gothardo foram pentacampeões com o Alvinegro de 1915 a 1919. A profissionalização do futebol local somente ocorreu nos anos 40. O volante comenta as mudanças de quando chegou ao clube, em 2009, até 2015.

– Como o Ceará é visto hoje no Ceará nacional: como time grande, como um clube que vai entrar no campeonato e não será mais um. Vai brigar por acesso, vai brigar por título e ocorreu isso na Copa do Nordeste. Na Série B, o ceará briga apara subir. Com essa grande campanha no primeiro semestre, que a gente não perca nenhum grande jogador, que a gente não vai ter dificuldade no segundo semestre.

Por fim, ele compara a sensação de ganhar a Copa do Nordeste e o acesso à Série B do Brasileiro.

– São duas coisas inéditas na minha carreira. Eu nunca havia subido (para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro). Chegando aqui no Ceará, depois de 16 anos e conseguir esse acesso, foi muito bom. Mas você levantando uma taça é totalmente diferente, o gosto é muito especial. A gente vibra e festeja. Mas acredito que essa Copa do Nordeste tem um peso a mais.

 

GLOBO ESPORTE.COM

Tom Barros pede mais empenho de Tiago Cametá, João Marcos, Robinho, Eloir, Marcos Aurélio, William Sales e Wescley

Ceará Sporting Club / 1970 - 2003Ceará Sporting Club / 2003 - hojeBrasão 1969Ceará Sporting Club / 1955 - 1969

 

Mais e mais

É público e notório que Tiago Cametá, João Marcos, Robinho, Eloir, Marcos Aurélio, William Sales e Wescley podem apresentar muito mais qualidade de futebol do que aquela mostrada no jogo com o Confiança. É preciso que haja por parte desses atletas o compromisso de jogar como se no time principal estivessem. Pena não estar sendo assim.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 17/04/2015

De olho no G-4, Ceará embarca para desafio duplo fora de casa

16h25 | 25.09.2014

Quinto colocado, Vovô encara Ponte Preta, sábado, e Vila Nova, terça-feira, para tentar retornar ao grupo de acesso

565dc-ceara

Após reencontrar o caminho das vitórias e permanecer colado no G-4 da Série B, o Ceará terá dois desafios longe de casa para tentar manter vivo o sonho do acesso. No início da tarde desta quinta-feira (25), o Alvinegro embarcou para Campinas, onde enfrenta aPonte Preta, no próximo sábado (27), às 16h10, no estádio Moisés Lucarelli. Na próxima terça-feira (30), o adversário será o Vila Nova, em Goiânia.

No período da manhã, o elenco alvinegro realizou o último treino antes da viagem, em Porangabuçu – os titulares fizeram apenas um trabalho regenerativo. Depois, os 20 jogadores relacionados seguiram rumo a solo paulista. A última atividade antes da partida será na próxima sexta (26).

Para enfrentar a Macaca, o técnico Sérgio Soares não poderá contar com o lateral-direito Samuel Xavier, que recebeu o terceiro cartão amarelo – apesar disso, seguiu com a delegação visando ao jogo diante do Vila Nova. Sem o camisa 2, Marcos ganha chance na lateral direita.

Em contrapartida, o meia Eduardo, que foi poupado na vitória por 2 a 0 sobre o América-RN, na última terça (23), devido ao desgaste físico, fica novamente à disposição e reforça a equipe.Lulinha, então, cede a vaga no meio-campo e retorna para a reserva.

Com as duas mudanças, o Vovô deverá ir a campo com Luís Carlos; Marcos, Sandro, Wellington Carvalho e Vicente; João Marcos, Ricardinho, Eduardo e Nikão; Magno Alves e Bill.

A partida em Campinas, válida pela 26ª rodada, é um confronto direto por vaga no G-4. A Ponte Preta é vice-líder da Série B, com 46 pontos. O Ceará, por sua vez, está na quinta posição, com três pontos a menos.

Jornada dupla

Após o duelo com a equipe paulista, a delegação alvinegra permanece em São Paulo até segunda-feira (29), quando embarcará para Goiânia. No dia seguinte, o Vovô encara o Vila Nova, às 19h30, no Serra Dourada, e a diretoria alvinegra preferiu evitar o “bate-volta” em Fortaleza.

Confira os jogadores relacionados:

Goleiros: Jaílson e Luís Carlos

Laterais: Hélder Santos, Marcos, Samuel Xavier e Vicente

Zagueiros: Alex Lima, Sandro e Wellington Carvalho

Volantes: Amaral, João Marcos, Marcus Vinícius e Ricardinho

Meias: Eduardo, Nikão e Souza

Atacantes: Bill, Felipe Amorim, Lulinha e Magno Alves

 

Diário do Nordeste -Jogada-25.09.2014

Marcos ameniza ausência de João Marcos e Nikão: “Elenco capacitado”

Lateral-direito do Vovô admite que falta da dupla desfavoreceu a criação alvinegra, mas enaltece plantel e afirma: “O importante é pontuar”

Não foi o melhor resultado para o Ceará. O empate contra o Boa Esporte, neste sábado, no Presidente Vargas, conseguido somente aos 39 minutos do segundo tempo após um golaço de Gil, mantém o Vovô na liderança. Mas a folga poderia ser maior. As ausências de João Marcos e Nikão, que cumpriram suspensão, foram sentidas pelo elenco alvinegro.

– Eles são atletas que fazem falta, mas nós temos outros jogadores que podem corresponder à altura. Todo o nosso elenco é capacitado para entrar no jogo a qualquer momento – esclareceu o lateral Marcos.

O jogador, que criou boas oportunidades pela direita para o Alvinegro de Porangabuçu, avaliou a partida de maneira positiva e não lamentou o empate. Pelo contrário. Enalteceu o ponto conquistado no Presidente Vargas.

– No segundo tempo jogamos melhor e tivemos maior posse de bola. Em um campeonato longo como esse, o importante é pontuar – declarou.

O atacante Lima, que entrou no decorrer da partida, acha que o Ceará pode mostrar mais do que apresentou diante do Boa Esporte.

– Dá para mostrar mais. A gente tem que colocar a bola no chão para que ela possa chegar mais redondinha para a gente colocar a bola para dentro – pontuou o atacante.

Na próxima rodada, o Vovô tenta ampliar a liderança fora de casa. O Ceará vai a Goiânia encarar o Atlético-GO, dia 8, às 19h 30m, no Estádio Serra Dourada.

GLOBO ESPORTE .COM

Tom Barros comenta desempenho de João Marcos no meio de mudanças táticas de treinador no Ceará

João Marcos Alves Ferreira

 

Na dele

Observem como no Ceará houve mudanças. Ora Vicente, ora Helder; ora, Marcos Martins, ora Samuel Xavier; ora Bill, ora Tadeu; ora com Magno Alves, ora sem Magno Alves. Enfim, por aí. Mas um permanece firme como rocha: João Marcos (foto). Entra técnico, sai técnico, mas João, pela eficiência, intocável lá está. Que bom! Mérito dele, João.

 

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 26.03.2014

João Marcos e Tadeu não jogarão diante do CRB, fora de casa

Sérgio Soares não vai contar com os dois titulares da equipe

03 de Fevereiro de 2014
O volante João Marcos e o atacante Tadeu receberam cartão amarelo diante do Treze/PB

O volante João Marcos e o atacante Tadeu receberam cartão amarelo diante do Treze/PB
(Foto: Divulgação/CearaSC.com)

Já classificados às quartas de final da Copa do Nordeste 2014, o time do Ceará Sporting Club ainda tem um jogo na primeira fase, que será contra o CRB, fora de casa. Para este compromisso, o técnico Sérgio Soares não vai poder contar com dois atletas do time titular alvinegro.

O volante João Marcos e o atacante Tadeu receberam cartão amarelo diante do Treze/PB, em jogo realizado no último domingo, 02/02, completaram a sequência de três punições e devem cumprir suspensão automática no duelo contra os alagoanos.

Sérgio Soares vai ter dois dias para pensar em quem serão os substitutos dos jogadores, afinal, o jogo entre CRB x Ceará vai acontecer na próxima quarta-feira, 05/02, às 21h15min (horário da capital cearense), no estádio Gerson Amaral, localizado na cidade de Coruripe/AL.

Tom Barros comenta que João Marcos é a imagem do combate

 

Caminho

João Marcos é no Ceará a imagem do combate. No modelo atual, que é mais ofensivo, cabe a ele empregar esforço maior para cumprir a tarefa. Difere do tempo em que tinha a ajuda de Michel e Heleno. No atual time, são remanescentes da memorável ascensão de 2009 apenas João Marcos e Mota. Eles conhecem o caminho.

 

Tom Barros-Jogada-Diário do Nordeste-21/11/2013