Rede Globo promove estreias nos rodízios de jornais; Giuliana Morrone fará “Jornal Nacional”

Globo promove estreias nos rodízios de jornais; Giuliana Morrone fará "JN"

Divulgação/TV Globo

O último dia de janeiro está sendo marcado por estreias no comando eventual dos telejornais daGlobo. “Jornal Hoje” e “Jornal Nacional” ganharão novas apresentadoras em seus rodízios. Ambas são figuras que vem se destacando nas manhãs da emissora.

Monalisa Perrone, apresentadora do “Hora Um”, comandou na tarde deste sábado (31) o “JH” pela primeira vez. É uma oportunidade inédita dela ancorar um telejornal em rede além do seu próprio “H1”, que estreou em dezembro.

Ela já participa há anos do esquema de substituição nas folgas do “SPTV” e segue mantida nacionalmente na ancoragem do Carnaval de São Paulo, que divide com Chico Pinheiro. Chico, por sua vez, será o parceiro de bancada de Giuliana Morrone na estreia da ex-correspondente no “Jornal Nacional”.

Ela será a terceira representante de Brasília na atual lista de apresentadores, se juntando a Alexandre Garcia e Heraldo Pereira. Ao lado de Carla Vilhena, eles são os únicos presentes que não comandam uma atração própria.

O revezamento do “JN” conta ainda com as duplas do “Bom Dia Brasil”, “Jornal Hoje” e “Jornal da Globo”.

Giuliana já participa dos rodízios do “Bom Dia” e “JH” e recentemente se destacou ao interromper voluntariamente as férias na Europa para colaborar com a cobertura dos ataques contra a revista francesa Charlie Hebdo.

Mas consta que a definição da entrada de seu nome em nada tem a ver com isso e já estaria acertada desde o final de 2014, após o bom desempenho cobrindo Ana Paula Araújo no “Bom Dia Brasil” ao longo de uma semana.

É a primeira estreia de um novo rosto na bancada do “JN” em dois anos. O último ingressante havia sido Evaristo Costa em janeiro de 2013.

A novidade mostra ainda o atual prestígio que os jornalistas da capital federal possuem com a direção global. Além da própria Giuliana, Fábio William, o apresentador do “DFTV 1” estreou há não muito tempo nas edições de sábado do “JH”.

Poliana Abritta, atualmente no “Fantástico”, estreou no dominical oriunda direto das reportagens em Brasília. E Zileide Silva, que atualmente se trata de problemas de saúde, já participa das apresentações do “JH” há anos, mas passou a acumular também as férias de Christiane Pelajo no “Jornal da Globo” somente no meio do ano passado.

NaTelinha

Jornal Nacional terá bloco extra para estados sem segundo turno para governador

e6d71-rede-globo

 

A partir da próxima semana, o “Jornal Nacional” deverá ter um bloco extra para estados que não contarão com segundo turno para governador.

Como a disputa em segundo turno para presidente é praticamente certa, nos estados em que não houver nova etapa para governador, mais um bloco do noticiário deverá ser exibido.

A informação é confirmada pela assessoria de imprensa da Rede Globo. A Justiça Eleitoral determina que a propaganda de candidatos ao governo estadual tenha 20 minutos na TV aberta, das 13h20 às 13h40 e das 20h50 às 21h10.

Somando-se a de Presidente da República, o horário reservado à propaganda política permanece das 13h às 13h40 e das 20h30 às 21h10 onde ainda houver disputa pelo governo do Estado.

A segunda rodada das eleições acontece no dia 26 de outubro. Desde agosto, o “JN” começa mais cedo, às 20h, e tem apenas trinta minutos de duração.

Sua audiência tem sido prejudicada devido à isso e o telejornal tem marcado médias entre 19 e 21 pontos, os mais baixos de sua história.

 

NaTelinha