Aos 45 do 2º tempo, Esporte Interativo confirma transmissão da Série C do brasileiro

Emissora carioca vai transmitir Icasa x Fortaleza, domingo, no Romeirão (Foto: Kiko Silva/Diário do Nordeste)

Assim como aconteceu ano passado, o canal Esporte Interativo adquiriu os direitos de transmissão da Série C do Campeonato Brasileiro de 2015. O anúncio foi feito nessa quinta-feira, 14.

A emissora carioca, que pertence ao grupo americano Turner, ainda vai divulgar quais partidas irá transmitir ao longo da 1ª Fase do Nacional. Contudo, nesta 1ª Rodada, dois jogos já estão confirmados:

Sábado: Confiança x ASA, 16h, Estádio Lourival Batista, em Aracaju.

Domingo: Icasa x Fortaleza, 19h, Estádio Romeirão, em Juazeiro do Norte.

Vale ressaltar que diferente do ano passado, o Esporte Interativo anunciou que vai transmitir de forma exclusiva a Série C do Brasileiro. Em 2014, o Sportv também transmitiu.

Na TV aberta, a exibição dos jogos segue com a emissora estatal, TV Brasil, que, aliás, também vai mostrar ao vivo Icasa x Fortaleza.

 

Mário Kempes – Diário do Nordeste – 15/05/2015

Tom Barros acreditou que o Icasa teria condições de disputar de igual para igual o título de campeão estadual

ADRC ICASA – Site Oficial do Verdão do Cariri

 

Perto

Outro que imaginei em condições de ganhar o título foi o Icasa, que já chegara a seis decisões. Bem que o técnico Vladimir de Jesus lutou, mas os problemas dentro e fora de campo foram maiores. Ainda assim deu trabalho ao Fortaleza na reta final. O Icasa tem um título estadual, mas fora de campo, no tapetão, em 1992, dividido com Fortaleza, Ceará e Tiradentes.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 20/04/2015

Ceará derrota o Guarani de Juazeiro : 3 – 0

Desde 2009 o Alvinegro Cearense vem chegando às decisões do Estadual

Site do Ceará Sporting Club

Tom Barros comenta expulsão de Lima do Fortaleza e Da Silva do Icasa

Mesmo sob forte marcação o meia Éverton foi um dos destaques do jogo, sendo o responsável pela maioria das jogadas ofensivas do Leão. (Fotos: Nodge Nogueira)

 

Diferenças

Na expulsão de Lima, do Fortaleza, providencial e compreensível a ação do zagueiro leonino para impedir o gol do Verdão. Na expulsão de Da Silva, do Icasa, uma irresponsabilidade do atleta que de forma desnecessária agrediu com um chute o adversário. Da Silva comprometeu todo o projeto que Vladimir organizara para a fase final.

 

Jogada – Tom Barros – Diário – 13/04/2015

Tom Barros comenta luta do Icasa para chegar á final do Campeonato Cearense

Mesmo sob forte marcação o meia Éverton foi um dos destaques do jogo, sendo o responsável pela maioria das jogadas ofensivas do Leão. (Fotos: Nodge Nogueira)

Pressão

Ora, era lógico que o Icasa iria lutar mais para tirar a diferença, mas a torcida tricolor esperava um Leão em tudo superior, até pela ampla vantagem que tinha. Não foi assim. Já na reta final do jogo, Núbio Flávio por pouco não assinalou a vitória do Verdão, que foi bravo, digno. Entretanto, lhe faltou o algo mais de que tanto falou o técnico Vladimir de Jesus.

 

Jogada – Tom Barros -Diário do Nordeste – 13/04/2015

Fortaleza está na final do Campeonato Cearense 2015

Jogando ao lado da torcida e podendo até perder por um gol de diferença, o Fortaleza garantiu a classificação para a final do Campeonato Cearense 2015 com um empate sem gols com o Icasa, ontem, no Castelão.

Apesar das vaias da torcida ao final do jogo, o resultado valeu também a classificação para as copas do Nordeste e do Brasil do próximo ano, como um dos representantes cearenses.

O placar, porém, não define bem a partida. O Tricolor do Pici e o Verdão do Cariri fizeram um jogo movimentado e criaram muitas chances de gol, que pararam nos goleiros ou foram desperdiçadas pelos atacantes, em tarde pouco inspirada.

O Leão foi superior na primeira etapa, mas pecou mais uma vez pela má finalização do seu sistema ofensivo. Cassiano, Tinga e Lúcio Maranhão, que ganhou a vaga de Cássio no ataque, desapontaram diante de Rodolpho. No outro lado, Diego Ceará e Alan tremeram na frente de Deola e não conseguiram empurrar a bola para as redes da equipe anfitriã.

Explorando as costas da defesa tricolor, Núbio Flávio foi lançado e Lima precisou derrubar o artilheiro do campeonato. Cartão vermelho para o zagueiro do Fortaleza, aplicado pelo árbitro Glauco Feitosa, que não titubeou em cima do lance.

Mas o Icasa viu a vantagem numérica desmoronar logo aos nove minutos do segundo tempo. Em um lance despretensioso na lateral do gramado, Da Silva agrediu Everton e foi direto para o chuveiro.

Cansado, sentindo falta da cabeça pensante de Daniel Sobralense – que ficou de fora da partida devido a uma nova lesão – e dependente das arrancadas pela esquerda de Everton, o time de Marcelo Chamusca perdeu campo para os comandados de Vladimir de Jesus, que se jogaram ao ataque. Entretanto, a pontaria imprecisa dos atacantes alviverdes não complicou a partida para o Fortaleza e o placar permaneceu zerado.

Além de Lima, expulso, o time do Pici também perdeu Vinícius Hess para a primeira partida da final do Estadual. O volante recebeu o terceiro cartão amarelo em lance no meio campo, ainda no primeiro tempo.

Final

O Tricolor de Aço espera pelo duelo entre Ceará e Guarani de Juazeiro, que acontece no sábado (18), para conhecer seu adversário na final. No 1º jogo, no Cariri, deu Vovô: 1 a 0. O Vovô pode perder até por um gol de diferença para se classificar.

Se houver Clássico-Rei na decisão, o Ceará terá a vantagem de dois resultados iguais para levantar o troféu. Se o Guarani conquistar a vaga, o Fortaleza é que jogará pelo empate.

As finais do certame estão previstas para acontecer nos dias 26 de abril e 3 de maio.

Chamusca exalta primeiros objetivos

O empate sem gols contra o Icasa foi muito comemorado pelo técnico Marcelo Chamusca. Além do objetivo de chegar à final do Campeonato Cearense, o comandante tricolor destacou as vagas conquistadas para as edições da Copa do Brasil e Copa do Nordeste do ano que vem.

“Estou muito feliz por conseguir a classificação. Conquistar as vagas para a Copa do Nordeste e Copa do Brasil de 2016 foram fundamentais para o Fortaleza. Foi um outro objetivo alcançado”, destaca.

O técnico fez questão de lembrar como encontrou o time no seu retorno ao clube. “Esse resultado me faz recordar quando cheguei ao Fortaleza. Só tínhamos quatro pontos na segunda fase do Estadual. Precisávamos vencer os três jogos seguintes, e conseguimos. No jogo de hoje (ontem), o adversário teve muito mérito pelo que produziu em campo”, comentou ele.

Na avaliação do treinador, a classificação poderia ter sido mais calma. “Cometemos alguns equívocos, o que deixou o Icasa vivo. Poderíamos ter decidido na etapa inicial”, disse.

Página virada

O Leão agora mira o segundo jogo da primeira fase da Copa do Brasil. Na quinta-feira (16), o time enfrenta o River-PI.

“Não espero uma partida fácil. Nosso adversário é um time com características muito parecidas com o Icasa. Chamo de kamikase. Eles se jogam para cima, para matar ou morrer”, brinca.

Sobre poupar atletas para o duelo, Chamusca confirma. “O time titular vai para o jogo. Mas se houver condição de poupar jogadores durante a partida, vou fazer”, concluiu. No jogo de ida, o Fortaleza venceu por 1 a 0.

Messias Borges
Colaborador

Jogada – Diário do Nordeste – 13040215

Tom Barros comenta que o Icasa tem esperança de ser finalista do Campeonato Cearense 2015

Esperança

O Icasa, pela voluntariedade e bons valores, ainda tem alguma condição de sonhar com a vaga na final. Nas três partidas com o Leão, o Icasa ganhou uma por 2 a 0, perdeu uma por 1 a 0 e perdeu esta do mata-mata por 2 x 1. Em nenhuma delas, nada fácil. Placares apertados. E o Leão só conseguiu ganhar com diferença de um gol.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 07/04/2015