Patrícia Abravanel não faz propaganda apenas de produtos do Grupo Silvio Santos

Explicando melhor
Patrícia Abravanel também faz questão que todos seus assuntos profissionais passem pelo pai, Silvio Santos.

E como única objeção, a ela não é permitido fazer merchandising nos breaks, mas está autorizada anunciar produtos outros que não sejam só os da casa.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Silvio Santos escolhe filha caçula para ser sua sucessora nos negócios

https://i2.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/830694456bf447efaa5e3ba45e7055ed.jpg

Renata Abravanel já trabalha no Grupo Silvio Santos

Em entrevista à revista “Claudia”, a autora e mulher de Silvio Santos, Íris Abravanel, revelou que o apresentador de 82 anos já definiu quem será seu substituto no comando do Grupo Silvio Santos, que entre outras empresas tem o SBT.

A caçula da família, Renata, de 27 anos, deverá ser a sucessora. “A caçula, a menorzinha, é um Golias. Já está sendo preparada pelo pai, porque gosta. A luz da sala dela é a última que se apaga. Silvio percebeu que seria Renata quando fomos visitá-la na universidade, nos Estados Unidos. Para ganhar um dinheirinho, ela administrava dois andares da moradia estudantil. Levava tudo aquilo na ponta do lápis, com técnica, mão de ferro e não perdeu a amizade dos colegas”, disse Iris sobre a filha, que já atua na direção do Grupo ao lado de Guilherme Stoliar, seu tio.

A autora de “Chiquititas” contou ainda que todas as sete filhas já sabem das vontades do pai: “Mostrei ao Silvio a necessidade disso, e ele tem visão do futuro. Não gostávamos de tocar nesse assunto. Mas não somos só nós e as filhas. Silvio, com habilidade, foi falando. As meninas choravam, demoraram a aceitar a realidade. Apesar da clareza das leis, seria inconsequência não deixar tudo acertado”.

NaTelinha

James Akel comenta atitudes estranhas do SBT

 

O caso do SBT é muito estranho.
O SBT tirou do ar 8 programas de uma vez.
Se alguém pensa que isto é estratégia de programação, equivoca-se.
Estratégia se faz com princípio de planejamento.
E não se manda um apresentador de programa gravar chamadas de seu programa para decidir tirar do ar o programa depois do apresentador ter gravado as chamadas.
Isto aconteceu com o Astros quando mandaram o André Vasco gravar chamadas e no mesmo dia decidiram tirar o programa do ar.
Isto não é estratégia, mas sim arremedo de planejamento.
Quando você reduz os dias de um programa de 5 pra 1 está tentando reduzir brutalmente o custo do programa.
A produção do programa vai ter seu custo reduzido em muito dinheiro e a apresentadora do programa que ganhava 5 dias de merchandising vai ganhar apenas 1.
Este tipo de estratégia não é estratégia de combate mas sim estratégia de recuo na guerra.
Na quarta o SBT perdeu na média de ibope da TV Record de 9 a 6.
Ao par disto o que mais assusta é que ainda correm no mercado duas ações contra o Grupo Silvio Santos.
Em uma delas a Caixa Econômica está pedindo uma indenização do Grupo Silvio Santos junto à Bolsa de Valores.
Em outra ação que o GSS já perdeu no Brasil e está com recurso na Câmara Arbitral de Paris contra o Banco BTG, o Grupo Silvio Santos está sendo obrigado a assumir uma empresa ligada ao Banco Panamericano que tem um passivo muito grande.
Não existe gente dentro do Grupo Silvio Santos com perfil de enfrentamento de mercado que saiba resolver a equação das perdas ainda relativas ao banco e a estratégia necessária ao desenvolvimento do SBT na disputa do mercado publicitário e ao ibope frente aos adversários nos dias atuais.

Escrito por jamesakel@uol.com.br às 07h36 no dia 16/08/2013

Guilherme Stoliar fixa prazo para deixar presidência do Grupo SS

O empresário e apresentador Silvio Santos (à esq.) abraça seu sobrinho Guilherme Stoliar

O empresário e apresentador Silvio Santos (à esq.) abraça seu sobrinho Guilherme Stoliar

Segundo algumas fontes, Guilherme Stoliar ficará como presidente do Grupo Silvio Santos apenas até o fim deste ano.

Os planos dele, morar nos Estados Unidos com toda a família, continuam os mesmos.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

SBT comemora finanças equilibradas e agrada Silvio Santos

https://i1.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/eac90f345e9fca056abab4d425941d0a.jpg

Além de estar em uma boa fase na audiência, o SBT também vai bem em suas finanças, o que agrada Silvio Santos.

Nesta terça-feira (04), a emissora divulgou seu balanço sobre o faturamento de 2012 e apresentou crescimento.

Segundo a revista “Exame”, o lucro líquido da emissora cresceu 60% em relação a 2011, somando 52,5 milhões de reais.

Já a receita líquida, ou seja, tudo o que foi investido pelo mercado publicitário durante o ano no canal, foi de R$ 870 milhões, um aumento de 7%.

Os bons desempenhos nos número foram puxados por medidas feitas pela direção do SBT, entre elas o controle de gastos. Se a receita cresceu 7%, os custos de operação

subiram 4,8%, elevando o lucro bruto para 276,744 milhões de reais. Com isso, a dívida da emissora caiu em relação aos anos anteriores.

A dívida líquida do SBT agora é de R$ 35 milhões contra 59 milhões do ano retrasado e 108 milhões em 2009, por exemplo.

NaTelinha

James Akel comenta que o SBT poderia um excelente presidente

 

O Grupo Silvio Santos está em busca de um presidente executivo para o lugar de Guilherme Stoliar, que quer se dedicar apenas pra TV.
Mas até agora não conversaram com a pessoa que seria ideal pra tal cargo que é Érico Magalhães, ex vice-presidente de administração da TV Globo.
Érico tem todo perfil para o cargo, tem uma rara experiência em administração geral e administração de crises corporativas e tem visão generalista de grupo.
Seria o primeiro passo para evitar erros maiores no Grupo Silvio Santos que nem está lá estas coisas em administração de empresa.

Escrito por jamesakel@uol.com.br às 07h16 no dia 14 de maio de 2013

James Akel volta a ironizar Patrícia Abravanel

 

A filha de Silvio Santos, Patrícia Abravanel, que até agora não disse a que veio apresentando programa de tv na emissora do pai dela, poderia caminhar pela política.
Patrícia já está tendo sua carreira cuidada pelo marqueteiro Edson Giusti, que é consultor de comunicação do Grupo Silvio Santos.
Giusti é especialista em marketing político e teve muita atuação na área em passado recente no tempo do prefeito Kassab.
Então nada mais do que natural que Giusti prepare Patrícia Abravanel para ser política.
Giusti chegou a atender ao mesmo tempo com sua consultoria o Banco Rural e o Banco Panamericano.
Pode perfeitamente criar um perfil político pra Patrícia Abravanel.
Silvio Santos pode muito bem eleger Patrícia no cargo eleitoral que desejar.
Afinal, Lula até elegeu Dilma pra presidente.

Escrito por jamesakel@uol.com.br às 07h36 no dia 22 de abril de 2013

James Akel comenta briga entre André Esteves e Silvio Santos

 

Comentários de bastidores na semana passada que davam conta de um suposto encontro entre o banqueiro André Esteves do BTG e Silvio Santos, não têm o menor fundamento.
A chance de ter existido este encontro é zero.
A briga entre o BTG e o Grupo Silvio Santos por conta da devolução de uma empresa que pertencia ao Grupo Silvio Santos na área de banco e que tem um passivo milionário é uma briga que só vai ter final na Justiça de Paris, para onde o Grupo Silvio Santos recorreu depois de perder na Justiça daqui.
Quando o BTG de André assumiu o Banco Panamericano, ele teria o direito de devolver algumas empresas de uma lista existente, caso estas empresas não lhe interessassem depois de um certo tempo.
E devolveram uma empresa que tinha um passivo de cerca de 300 milhões.
E a discussão pela devolução desta empresa foi parar na Justiça e está lá.
Sabe-se lá até quando.

Escrito por jamesakel@uol.com.br às 02h46 no dia 27 de março de 2013

James Akel comenta os comentários recentes de Rachel Sheherazade

Rachel Sheherazade precisa entender que seus comentários devem ter o limite da gratidão a quem salvou seus salários.
Primeiro não pode ficar criticando Carnaval que por dois anos difíceis do SBT foi responsável pelas boas vendas do departamento comercial e garantiu a folha de pagamento do SBT por alguns meses.
Depois não pode ficar fazendo críticas a certos políticos de Brasília que foram a base da salvação do SBT.
Foram certos políticos de Brasília que foram contatados por Guilherme Stoliar, sobrinho de Silvio, para garantir que no pior momento do Banco Panamericano estes políticos tão criticados fossem os ajudantes para que a Caixa Econômica Federal entrasse de sócia do Banco Panamericano e pagasse inímeras dívidas bancárias do Grupo Silvio Santos e do próprio Silvio em todos os seus negócios.
Não fossem certos políticos tão criticados por dona Rachel Sheherazade e SBT nem seria mais de Silvio e ela nem teria mais onde trabalhar pois nenhuma emissora grande a contrataria exatamente pelo que ela fala contra políticos.
Engraçado é ver a dona Rachel Sheherazade na bancada do SBT Brasil e a Anelise de Oliveira apresentando quadro do tempo.
É a mesma coisa que ver o Pelé no banco e o Neymar jogando no seu lugar
.

Escrito por jamesakel@uol.com.br às 01h26 no dia 19 de março de 2013