Esporte tomou conta da TV no fim de semana

Guga Kuerten entrega o troféu de Roland Garros para Wawrinka

No fim de semana que passou, tivemos uma boa demonstração da importância do esporte na grade das emissoras de televisão.

Começou no sábado, com a transmissão da final feminina de Roland Garros e o vôlei masculino de Brasil e Austrália, em São Bernardo do Campo, além da grande decisão da Liga dos Campeões da Europa, Barcelona e Juventus, em Berlim, por TVs da aberta e fechadas.
No domingo também foi assim, com Band e BandSports transmitindo Wawrinka e Djokovic da França, o Grande Prêmio do Canadá de Fórmula 1 e o amistoso das seleções do Brasil e México em São Paulo, além dos jogos do Brasileiro, séries A e B.
Teve para todos os gostos, com quatro modalidades diferentes e registros de audiência bem interessantes, demonstrando que o telespectador sabe avalizar o que é bom.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Renato Maurício Prado comenta o Grande Prêmio de Fórmula 1 da Austrália de 2015

Esperança

O GP da Austrália, prova de abertura da temporada de F-1, foi um tédio só. Pior: confirma o que já se suspeitava. A disputa do título ficará, uma vez mais, apenas entre os dois pilotos da Mercedes: Lewis Hamilton e Nico Rosberg. Para os brasileiros, entretanto, um alento: foi excelente a estreia de Felipe Nsar, na Sauber! Seu quinto lugar tornou-se o melhor primeiro resultado de um brasuca nas pistas — aí incluídos Fittipaldi, Piquet e Senna! A continuar assim, certamente, despertará o interesse das equipes maiores e, quem sabe, no futuro, tenhamos novamente a possibilidade de torcer por mais um título mundial.

 

Renato Maurício Prado – O GLOBO – 17/03/2015

Florianópolis negocia sediar etapa da F1

O prefeito de Florianópolis, Cesar Souza Júnior, afirmou, ontem, que a capital catarinense pode receber uma etapa da Fórmula 1. O mandatário da cidade declarou que a prova faria parte da temporada 2016 do calendário da categoria, sendo sede do Grande Prêmio do Mercosul.

 

Diário do Nordeste – Jogada – 24/12/2014

Globo renova quatro cotas de patrocínio para a Fórmula 1 em 2015

Globo renova quatro cotas de patrocínio para a Fórmula 1 em 2015

Divulgação

Com o seu campeonato sendo decidido daqui há duas semanas, a Globo já está pensando comercialmente na próxima temporada da Fórmula 1.

Segundo o jornal Meio e Mensagem, quatro das seis empresas que patrocinam atualmente as transmissões do canal carioca, renovaram seus vínculos para propagandas em 2015: Petrobras, Renault, Santander e TIM. Mastercard e Nova Schin, que patrocinavam a competição esportiva há algumas temporadas, não renovaram o contrato com a Globo.

No lugar de um dos anunciantes entrou a Zap Móveis, que irá estrear no patrocínio da Fórmula 1. A outra cota ainda está em negociação. O pacote comercial da emissora oferecido ao mercado para a temporada 2015 contempla seis cotas de patrocínio com valor de tabela de R$ 75 milhões cada, mais o top de cinco segundos.

O preço é 21% maior do que o cobrado no plano da temporada 2014, que foi vendida por cerca de 60 milhões de reais.

A Fórmula 1 tem, atualmente, marcado cada vez menos audiência para a Globo. Recentemente, apenas a última parte do treino oficial tem sido exibido aos sábados.

NaTelinha

Renato Maurício Prado comenta a reta final da temporada 2014 da Fórmula 1

Pode ser até que Lewis Hamilton ainda perca o título da Fórmula-1 deste ano. Mas isso só acontecerá se a sua Mercedes quebrar em alguma das duas últimas provas do ano. A corrida que ele fez em Austin foi de um autêntico campeão. Largando em segundo, ultrapassou o companheiro Nico Rosberg, com autoridade, na metade da corrida, e foi-se embora. Psicologicamente, o alemão está batido pelo inglês, que para chegar ao bi só precisa de dois segundos lugares. O espanhol Fernando Alonso, que sonha abertamente com a Mercedes, deve estar se roendo de inveja…

 

Renato Maurício Prado – O GLOBO – 04/11/2014