TV de sempre: Rodrigo Faro quer arrumar namorado para Fabiola Gadelha

Depois de Marcelo Rezende, agora chegou a vez de Fabiola Gadelha, mais conhecida como “Rabo de Arraia”, procurar um namorado no “Vai Dar Namoro”, quadro do “Hora do Faro” na Record.

A quem interessar possa, as inscrições estão abertas no site do programa.

Em abril passado, Fabiola anunciou o fim do seu casamento.

É a televisão de sempre. A que nunca se interessa em buscar coisas novas.

Não há nenhum exagero quando aqui se diz que os programas da Record são sempre os mesmos. Só mudam os apresentadores.

Essa de buscar namorado ou namorada nem chega a ser falta de criatividade. É preguiça mesmo de trabalhar numa ideia nova.

E vamos combinar que nem a Fabíola deveria se expor a uma coisa dessas.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Fabíola Gadelha vai virar estrela do novo “Cidade Alerta”

Fabíola Gadelha terá participação importante no novo "Cidade Alerta"

Fabíola Gadelha terá participação importante no novo “Cidade Alerta”

 

O novo “Cidade Alerta”, da Record, imediatamente após a volta do Marcelo Rezende, com cara e jeito de “O Povo na TV”, vai rodar o tempo praticamente todo com a participação da Fabíola Gadelha. Será sempre dela, com apoio do apresentador titular, a reportagem principal do programa.

A ideia de otimizar a participação da Fabíola no “Cidade Alerta”, apostar as fichas nela e transformá-la em estrela do programa, partiu do próprio Marcelo Rezende em conversa com o vice de jornalismo Douglas Tavolaro.

Os dois entendem que, com este novo modelo, ela terá agora condições de apresentar o melhor do seu trabalho. Render tudo o que sabe e pode.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Fabíola Gadelha vai participar desse novo formato do Cidade Alerta

 

Fabíola no esquema
Entre outros, que ainda serão definidos na equipe, a jornalista Fabíola Gadelha, escolha do Marcelo, terá uma participação decisiva neste novo formato do “Cidade Alerta”.

E não apenas o de denunciar os problemas que atingem as pessoas, mas revelar o drama de cada uma delas em setores como a saúde, educação e moradia.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

William Travassos, Reinaldo Gottino e Geraldo Luís não querem ver Luiz Bacci pela frente

 

Espalha a rodinha
Dia desses, aqui foi dito que Marcelo Rezende, Fabiola Gadelha e Sabrina Sato não podem nem ver o Luiz Bacci na frente.

Mas existem outros tão importantes quanto que também evitam cruzar com o colega de trabalho: William Travassos, Reinaldo Gottino e Geraldo Luís.

Apagar esse incêndio
Atualmente na Record, todos entendem que apenas uma pessoa será capaz de contornar essa crise nos seus interiores, provocada pelos rompantes de Bacci, o vice de jornalismo Douglas Tavolaro.

Acontece que ele está totalmente envolvido com a produção do filme de Edir Macedo.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Fabíola Gadelha se despede do Balanço Geral no terceiro lugar

Luiz Bacci assume a atração a partir desta quinta, 2.

Fabíola Gadelha fica em terceiro lugar nesta quarta (Foto: Divulgação/TV Record)

Na manhã desta quarta-feira, 1º de abril, Fabíola Gadelha se despediu da apresentação da edição matutina do Balanço Geral em terceiro lugar. O jornalístico perdeu para a Globo (6,4) e para o SBT (3,0), marcando apenas 2,4 pontos de média, de acordo com dados prévios do Ibope.

A partir desta quinta, 2, quem assume a apresentação do Balanço Geral SP é Luiz Bacci, que até o início desta semana pertencia ao elenco da Band, onde comandava o Café com Jornal Edição Nacional. Cada ponto no Ibope equivale a 67 mil domicílios na Grande São Paulo.

O Planeta TV

James Akel comenta que Luiz Bacci pode voltar para a TV Record

Depois da saída de Luiz Bacci da TV Bandeirantes o caminho certo é a TV Record.

O departamento de jornalismo da TV Record já está estudando o que fazer com Bacci em sua volta.

Considerando que Reinaldo Gottino está consolidado e que Fabíola Gadelha foi indicação de Marcelo Rezende, na minha modestíssima opinião, quem pode ir pra banco de reserva é William Travassos.

TV tem mais mistérios que truque de ilusionista

 

 Escrito por jamesakel@uol.com.br às 14h11 no dia 25/03/2015
<!–[ ] –>
         

James Akel comenta que Fabíola Gadelha dá certo apenas como repórter

38340-record-hd

 

Esta coluna já tinha escrito que Fabíola Gadelha não tinha dado certo apresentando jornal de manhã e tendo ibope baixo.

A TV Record deu férias de 15 dias pra ela e ao invés de colocarem Fabíola na reportagem de novo, colocaram na apresentação.

Em uma semana o jornal perdeu metade de ibope.

O jornalismo da TV Record costuma ter bons ibopes e bom produto pelo volume apresentado e por valores individuais.

No que se esperar de estratégia de programação ou apresentação de produto está longe de dar certo.

 

Escrito por jamesakel@uol.com.br às 08h33 no dia 02/03/2015

James Akel comenta afastamento de Fabíola Gadelha

A apresentadora Fabíola Gadelha da TV Record não pode ser culpada pelo baixo ibope do programa que apresentava às 6 da manhã.

Fabíola Gadelha é uma excelente repórter, que qualquer apresentador teria desejo de ter em seu programa.

O erro foi colocarem uma excelente repórter sendo apresentadora de um programa que é um show da manhã e não apenas uma apresentação de ler notícias.

Agora a direção da emissora fez o correto que foi dar férias pra ela e esperar pra testar outras pessoas no lugar.


Escrito por jamesakel@uol.com.br às 08h04 no dia 12/02/2015

‘Tragédia’ na Record, Fabíola Gadelha derruba programas e é afastada

Fabíola Gadelha no cenário do Balanço Geral Manhã; apresentadora derrubou matinal da Record
Por DANIEL CASTRO e PAULO PACHECO, em 12/02/2015 · Atualizado às 06h27

Promovida a apresentadora com status de estrela pela Record, Fabíola Gadelha não aparece desde segunda-feira (9) em seu programa, o Balanço Geral Manhã. A jornalista, que assumiu o matinal há apenas três meses, foi obrigada a tirar férias para que um possível substituto seja testado.

Executivos da Record avaliam como uma “tragédia” a experiência de Fabíola no Cidade Alerta durante o mês de janeiro, no lugar de Marcelo Rezende. Ela derrubou a audiência do vespertino aos piores índices em dois anos. De volta ao Balanço Geral, chegou a marcar apenas um ponto no Ibope da Grande São Paulo. Reservadamente, diretores já admitem que erraram ao transformar em apresentadora uma repórter que até então era uma personagem de Marcelo Rezende, que a chama de Rabo de Arraia.

Desde que assumiu o Balanço Geral Manhã, em 3 de novembro, a pupila de Rezende fez a audiência do telejornal cair 18%. Nos três meses em que ela esteve no comando, o matinal registrou 2,3 pontos na Grande São Paulo, contra 2,8 no período anterior. No final de janeiro, de volta ao Balanço, chegou a ter um terço do que o programa marcava e ficou atrás do Notícias da Manhã, do SBT, e do Bom Dia São Paulo, da Globo.

Preocupada, a Record afastou a jornalista e a mandou tirar férias enquanto tenta salvar o Balanço Geral Manhã. Desde segunda, o programa é apresentado pelo Fabiano Thibé, titular do Balanço Geral MG para a região de Varginha, no interior mineiro. O jornalista, no entanto, não consegue levantar o que Gadelha derrubou. Na segunda, marcou apenas 1,6 ponto. Terça (10), caiu ainda mais: 1,5, contra 3,2 do SBT e 6 da Globo.

Apresentado por Fabiola Gadelha, o Cidade Alerta, principal audiência da Record, teve média de 7,2 pontos em janeiro, a mais baixa desde dezembro de 2012 (6,9). De volta, Marcelo Rezende está tendo dificuldade para recuperar o ibope do programa (7,9 na segunda e 7,8 ontem).

Com a queda de audiência de seu principal programa diário, a Record se distanciou ainda mais da briga com o SBT pela vice-liderança. Fechou janeiro com média de 4,2 pontos, contra 4,5 da rede de Silvio Santos. O estilo de Fabíola Gadelha no Cidade Alerta e no Balanço Geral Manhã não agradou aos telespectadores. Ela costuma dançar e mandar beijos aos colegas ao invés de informar.

Despencou a audiência do Balanço Geral Manhã com Fabíola Gadelha

Olha o que dá
Despencou a audiência do “Balanço Geral Manhã”, da Fabiola Gadelha, na Record, em São Paulo.

Como virou a moda de agora, muita brincadeira pra pouca notícia dá nisso.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery