Arbitral da Ferj reduz cota de TV para quem disputar Carioca sem time principal

Eurico Miranda

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, confirmou ao deixar o arbitral de clubes realizado nesta quinta-feira, na sede da Federação de Futebol do Rio (Ferj), que haverá uma redução dos valores da cota de transmissão de jogos para os clubes que decidirem disputar a competição sem a equipe principal. De acordo com o dirigente, a cota da equipe que escalar uma equipe de reservas ou juniores será igual à menor cota destinada a clubes na competição. A diferença entre o valor que inicialmente seria recebido e o valor após o corte será repartida entre os demais clubes.

– A coisa é da seguinte forma. As equipes que não disputarem o campeonato, não recebem cota de televisão. E as equipes que disputarem com equipes diferentes da equipe principal, recebem uma cota igual à menor cota que tem na competição – disse Eurico.

Questionado sobre quem determina qual é a equipe principal, o dirigente respondeu:

– É fácil de ver qual o time principal. Time de júnior, time de Sub-23, não é time principal.

A medida é uma resposta às ações de Flamengo e Fluminense, que estão em racha com a Ferj e fazem parte da Liga Sul-Minas-Rio, que será votada em assembleia na CBF no próximo dia 27. Rubens Lopes, presidente da Ferj, é radicalmente contra a liga e tenta impedir a realização da competição em 2016. Flamengo e Fluminense já sinalizaram que disputarão o Carioca com uma equipe alternativa. Nenhum dos dois enviou representantes ao arbitral. Dos quatro grandes, além de Eurico, somente o presidente do Botafogo, Carlos Eduardo Pereira, esteve presente.

* Com Raphael Zarko

 

GLOBO ESPORTE.COM

URGENTE: Vasco afunda ainda mais e acaba encontrando petróleo

Eurico deixa barba crescer para se proteger do frio da Sibéria (FOTO: Roberto TNT)

Eurico deixa barba crescer para se proteger do frio da Sibéria
(FOTO: Roberto TNT)

O dinheiro traz felicidade? Sim, mas talvez não livre um clube do rebaixamento.

O Vasco afundou tanto no Brasileirão que acabou encontrando petróleo. Inclusive, a Petrobrás já se animou e deseja contratar o Vasco para tirar a empresa da crise, fato que anima os dirigentes vascaínos.

“É como dizem: tudo na vida tem um lado bom. O lado bom de estarmos no buraco e afundando a cada rodada é que acabamos encontrando petróleo. Vamos estar na Série B em 2016? Sim, mas estaremos esbanjando dinheiro pelo menos”, disse o dirigente vascaíno, Frejá Caí.

O Vasco afundou tanto que só será possível ver os lances do time na Deep Web.

 

Para acabar com jejum de vitórias, Vasco quer enfrentar reservas do Vasco no Brasileirao

Jorginho a espera de um milagre (FOTO: Dagoberto)

Jorginho a espera de um milagre
(FOTO: Dagoberto)

O Vasco não vence no Brasileirão há 14 rodadas e está cada vez mais próximo da série B. Após perder para o Figueirense em pleno Maracanã, visando melhorar o ânimo dos jogadores, o clube decidiu montar uma estratégia para finalmente conseguir uma vitória na competição:

“Conversei com o Eurico Miranda e nós tivemos uma brilhante ideia. Vamos protocolar um pedido na CBF para enfrentar nossos próprios reservas no Brasileirão. Assim vamos conseguir vencer e os jogadores vão se animar, quem sabe assim embalar nos demais jogos”, explicou o técnico Jorginho.

Questionado como chegou a ter essa brilhante ideia, Jorginho explicou: “Eu sonhei com isso, pois estava dormindo durante o jogo. Acordei quando o Marcão fez o gol. Olhei para o banco e pensei, pior que nossos titulares, só nossos reservas”.

A CBF está analisando o pedido e pretender marcar o jogo na Sibéria.

 

Vasco tenta convencer Respeito a atuar contra todos os times, não só contra o Flamengo

"Respeito, quanto você quer?"  (FOTO: Sheik)

“Respeito, quanto você quer?”
(FOTO: Sheik)

O Respeito garantiu a vitória do Vasco sobre o Flamengo e fez o Vascão começar a se movimentar para resolver todos os problemas do clube.

A equipe cruz-maltina tenta convencer o craque Respeito a atuar contra todos os times, não apenas contra o Flamengo, como tem ocorrido no Brasileirão e na Copa do Brasil. Se conseguir, o Vasco certamente deixará a zona de rebaixamento.

“Eu disse que o Respeito voltou. E voltou mesmo, está provado. Só falta ele voltar com mais frequência, não apenas contra o Flamengo e outros rivais cariocas. O Respeito quer entrar em campo e jogar bola, mas não quer fazer todas as outras coisas que um jogador precisa fazer, que é se preparar, dormir cedo e tudo mais. Se fizer, poderá atuar diante de outros clubes, não apenas contra o Flamengo”, disse o presidente do clube.

Na noite de quarta-feira, tivemos dois retornos importantes: do caô e do respeito.

 

Vasco perde para o Coritiba e Eurico Miranda já procura apartamento na Sibéria

Eurico deixa barba crescer para se proteger do frio (FOTO: Dinamite)

Eurico deixa barba crescer para se proteger do frio
(FOTO: Dinamite)

Acabou o sonho de permanecer na Série A. O Vasco da Gama perdeu em casa para o Coritiba e está rebaixado para a Série B 2016. O rebaixamento antecipado fez com que Eurico Miranda, que prometeu se mudar para a Sibéria, já iniciasse uma busca por um apartamentos no local.

“Andei conversando com o meu amigo Hyoga de Cisne e ele já me indicou alguns apartamentos e bons locais para morar lá. Acho que vou me adaptar rapidamente ao local, porque pelo menos lá não tem jogo do Vasco para me deixar irritado”, disse. Questionado se está arrependido de ter feito a promessa, Eurico foi enfático: “Estou arrependido de ter reassumido o Vasco. Ponto.”

O Vasco segue na liderança isolada da Série B, com 13 pontos.

 

Brasil deve sofrer rebaixamento do grau de investimentos e Dilma cogita Eurico Miranda para ministério

Rio – A Agência Standard & Poor’s mudou a perspectiva de nota do Brasil para negativa, ultimo passo para o rebaixamento do ‘grau de investimento’.
Imediatamente a Presidente Dilma Roussef se reuniu com assessores para avaliar nomes para gerenciar a crise e deve anunciar em breve o Presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda.

“Precisamos de alguém que possa ser um reforço na equipe, traga o respeito e experiência com uma situação pré-rebaixamento”, afirmou o Secretário de Assuntos Especiais Mauro Nëuer.

Os assessores de Eurico negam que ele tenha sido convidado oficialmente, mas informam que dificilmente ele aceitará a proposta de primeira, esperando apenas a segunda oportunidade para acolher o convite, como de costume.

Amigos e pessoas próximas ao dirigente deixaram escapar que logo após assumir, Eurico pretende substituir a tartaruga pela efígie de Vasco da Gama nas notas de dois reais, um “sonho antigo” segundo eles.

 

Sensacionalista

Eurico Miranda anuncia renovação de Rodrigo e provoca o Fluminense: ”Entraram borrados”

Presidente do Vasco critica declarações de Fred e Enderson Moreira, volta a dizer que não tem relação com o Maracanã e não perdoa o rival: ”Coisas do destino”

Mesmo sem ainda ser suficiente para tirar o Vasco da zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro, a vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense trouxe otimismo a São Januário. E o presidente Eurico Miranda não perdeu a oportunidade de provocar o rival nesta segunda-feira. Um dia após o clássico, o mandatário falou por cerca de 15 minutos com a imprensa. Entre criticas a Fred, Enderson Moreira e o Consórcio Maracanã, anunciou a renovação de contrato do zagueiro Rodrigo por mais duas temporadas .

O defensor foi um dos personagens do confronto no Maracanã. Em campo, levou a melhor sobre Fred e se desentendeu com o camisa 9 tricolor algumas vezes. pós a partida, provocou o rival com uma música e declarações. Chamado de aposentado por Fred e criticado também por Enderson, seu treinador no Goiás, Rodrigo foi defendido por Eurico.

– Só quero me manifestar em relação ao episódio envolvendo o Rodrigo. Achei deselegante o que jogador (Fred) e treinador (Enderson) falaram. Mas não vou entrar nesse mérito. A posição do Vasco sobre esse assunto é comunicar a todos que o aposentado Rodrigo renovou contrato por mais dois anos. Já havia a decisão de renovar, já estava acordado. Mas eu apressei porque disseram que ele estava aposentado. Gosto de renovar com aposentados – disse.

Confirmando que pretende levar o clássico do segundo turno para São Januário com apenas 10% dos ingressos para a torcida tricolor, Eurico provocou o rival diversas vezes. Lembrou o episódio do bicho em 1999 (”Contra time da Série C é obrigação ganhar de três gols. Caso contrário não tem bicho”), a atual invencibilidade de dez partidas, disse que o Fluminense entrou com medo em campo e ainda brincou com o gol de Andrezinho.

– Eu disse que o Ronaldinho ia fazer uma boa companhia ao Andrezinho. E, no dia em que ele foi apresentado, o Andrezinho fez o gol. Deve ser alguma força que faz isso. Outra que eu disse e repito: o Vasco ganha do Fluminense no asfalto, em qualquer lugar. O Fluminense é um freguês que paga em dia, nem precisa correr atrás (…) Entraram dois times de 11 jogadores, em principio para jogar de igual para igual, mas um deles estava todo cheio de medo. Entraram borrados. O cara não pode jogar dez vezes contra o Vasco e não conseguir ganhar uma.

Eurico Miranda, presidente do Vasco (Foto: Edgard Maciel de Sá)
Eurico Miranda soltou o verbo contra Flu, Fred, Enderson e Consórcio Maracanã nesta segunda (Foto: Edgard Maciel de Sá)

Confira mais trechos da entrevista:

Estado de saúde

Falaram que eu estava mal de saúde, que têm me visto com fisionomia cansada. Vim para mostrar que não pedi licença, nem vou pedir. Não estou mal de saúde. Os que torcem contra, ficam satisfeitos. Os que torcem a favor, também. Estou tranquilo.

Jogo contra o Fluminense

Não queria falar, mas acho o seguinte: todo mundo viu a nota que dei a respeito do que aconteceu no jogo. Só quero dizer o seguinte: ontem foi mais uma demonstração para muitos de que as coisas não são como a maioria pensa.

Freguesia

O futebol não é uma ciência exata em algumas coisas. Eu disse que o Ronaldinho ia fazer uma boa companhia ao Andrezinho. E, no dia em que ele foi apresentado, o Andrezinho fez o gol no Fluminense. Deve ser alguma força que faz isso. Outra que eu disse e repito: o Vasco ganha do Fluminense no asfalto, em qualquer lugar. O Fluminense é um freguês que paga em dia, nem precisa correr atrás. Está ficando cada vez mais claro. Toda campanha que se possa fazer no sentido de não se respeitar direitos… E isso não é birrinha. É um direito do Vasco de mais de 60 anos e que eu tenho a obrigação de defender. As pessoas não querem entender assim. Tem pessoas e entidades estranhas ao futebol que querem mudar as coisas, emitir suas opiniões, influir nas decisões, que é o caso desse Consórcio Maracanã.

Vão levar uma semaninha comemorando essa vitória e a festa, como disse bem um jogador. Quem comeu o bolo da festa fomos nós.
Eurico Miranda

Vasco não joga no Maracanã

O Vasco não joga mais no Consórcio Maracanã. Pode jogar obrigado, como aconteceu, sem ter o mando de campo. Mas vai ser em um estádio estranho, não queremos nada dele. No Maracanã, o Vasco não joga com quem quer que seja, porque o consórcio não tem procedido com a entidade Vasco da forma que deveria proceder. Não tem tido respeito. Como disseram, que Deus escreve certo por linhas tortas, o resultado está aí. Vão levar uma semaninha comemorando essa vitória e a festa, como disse bem um jogador. Quem comeu o bolo da festa fomos nós.

Segundo turno

Devemos jogar em São Januário dentro do que determina o regulamento da competição, divisão de 90% e 10% de ingressos. Quero ver quem vai me tirar do regulamento. Teve um promotor ai que disse que estava com medo de tomar uma surra. Quem levou a surra foi ele.

Conversa com o elenco antes da partida

Não fui ao jogo, nem diretor meu nenhum foi ao jogo. Foi uma delegação apenas para representar o Vasco. Estavam todos conscientes do que esse jogo representava. Esse jogo não precisa ser analisado. Temos que analisar em campo. Entraram dois times de 11 jogadores, em principio para jogar de igual para igual, mas um deles estava todo cheio de medo, eu diria borrado. O cara não pode jogar dez vezes contra o Vasco e não conseguir ganhar uma. O que acontece em relação ao Fluminense, e eles ficam nervosos com isso, é que até 86 o Fluminense tinha uma superioridade no número de vitórias em cima do Vasco. De 86 para cá, nessas coisas do destino, se inverteu. Mas eles tinham um número de vitória muito grande em cima do Vasco. Hoje é ao contrário. Teve um jogo que eu reuni o time e disse para eles… Naquela época eu pagava bicho. Eu falei, se não ganhar de três gols, eu não pago bicho. Contra time da Série C a obrigação é ganhar de três pelo menos. Eram 90 mil pessoas no Maracanã. O resultado foi 3 a 0 para o Vasco, tive que pagar o bicho. Paguei satisfeito. Mande eles pensarem nisso.

 

GLOBO ESPORTE.COM

Comentarista da Globo, Juninho Pernambucano gera polêmica com o Vasco

“Qual o curso que ele fez para ser comentarista?”, brada Eurico Miranda

Comentarista da Globo, Juninho Pernambucano gera polêmica com o Vasco

O presidente do Vasco da Gama, Eurico Miranda, soltou mais uma de suas frases ácidas. E desta vez, diretamente a Juninho Pernambucano, ex-jogador do clube que preside e atual comentarista da Globo.
Tudo começou na semana passada quando Juninho criticou uma atitude do zagueiro Rodrigo, do Vasco, quando ele teria ironizado os torcedores durante protesto no desembarque da delegação após a derrota por 2 a 0 para o Grêmio.
“Fiquei sabendo que o Rodrigo ironizou a torcida do ônibus. O Rodrigo precisa se desculpar com a torcida do Vasco. O capitão não ironiza a torcida. Esse poder que ele tem sobre o time me chama a atenção. É um poder exagerado. O Rodrigo bate falta, tiro de meta, manda o goleiro cair, enfim, tem algo por trás disso. Não é legal”, disse.
Juninho ainda prosseguiu com as críticas contra o mandatário alvinegro, Eurico Miranda, em relação a não contratação de Ronaldinho Gaúcho, que assinou acordo com o Fluminense.
“É uma das campanhas mais vergonhosas da história do Vasco. Sempre acham uma desculpa para encobrir os erros e a fraqueza do time. Mais uma vez, o presidente anuncia que Ronaldinho é 90% do Vasco, aí agora ele será apresentado pelo Fluminense justamente contra o Vasco. O clube está colhendo tudo o que plantou há anos. O Eurico é o responsável, montou um time para ganhar o Carioca”, disparou.
Ao final da partida deste domingo (19), entre Fluminense e Vasco, com vitória do alvinegro por 2 a 1, Rodrigo, na saída do gramado, mandou um recado à Juninho: “uma pessoa como você deveria saber mais das coisas aqui. Cobrei tiro de meta no último jogo porque nosso goleiro não aguentava, cobrei falta porque o treinador pediu. É o que eu tenho que fazer”.
Juninho rebateu ao vivo, mas depois que Rodrigo saiu para o vestiário: “Continuo achando que ele tem excesso de poder. Respeito, mas sou comentarista e vou falar o que eu achar que tiver de analisar”.
Polêmico como sempre, Eurico Miranda, na entrevista coletiva depois do jogo, detonou o comentarista e lembrou de quando ele saiu do time em meio a uma briga de rebaixamento rumo aos Estados Unidos.
“Vi o Rodrigo dar uma resposta ao Juninho Pernambucano. Ele se intitula comentarista. Qual o curso que ele fez para ser comentarista? Ele sempre manterá posição contra o Vasco. O Rodrigo deu uma grande resposta. Temos de lembrar que quando o Vasco foi para a segunda divisão, o Rodrigo jogou a Série B. Já o Juninho foi para Miami ver o Pato Donald”, disse em tom de deboche à Rádio Tupi.
NaTelinha

Eurico Miranda tira sarro do Flamengo após vitória do Vasco

‘Vencer o Flamengo é ganhar um campeonato. E ganhei mais um. O segundo esse ano’, disse o dirigente

POR O GLOBO

 

Eurico Miranda disse que ganhou o segundo campeonato sobre o Flamengo neste ano 
Cezar Loureiro / O Globo

Eurico Miranda não perdeu a oportunidade de tripudiar do rival após a vitória do Vasco sobre o Flamengo por 1 a 0, em Cuiabá. O dirigente comemorou o que considerou um “bicampeonato” sobre o time rubro-negro na temporada e aproveitou para alfinetar a imprensa, que criticou o nível técnico do clássico disputado na Arena Pantanal.

– Pouco me importam as declarações desses comentaristas sobre o jogo em que vencemos o Flamengo. Na verdade, para eles, o jogo foi péssimo por causa da vitória do Vasco. Queria conhecer a opinião deles se o nosso adversário tivesse vencido. O que importa e todos sabem é que vencer o Flamengo é ganhar um campeonato. E ganhei mais um. O segundo esse ano – disse o presidente do Vasco.

Flamengo e Vasco já se enfrentaram cinco vezes neste ano. Os vascaínos levaram a melhor em duas oportunidades. Além da vitória na Arena Pantanal, o time venceu o segundo jogo da semifinal do Campeonato Estadual por 1 a 0, que garantiu a equipe na decisão do torneio. O Vasco acabaria campeão ao derrotar o Botafogo na final.

 

Os rubro-negros venceram outros dois jogos. O primeiro foi por 1 a 0 em um amistoso em janeiro, na Arena Amazônia. O segundo foi na primeira fase do Estadual: 2 a 1 no Maracanã. Houve ainda um empate em 0 a 0 no primeiro jogo da semifinal do Estadual.

Mesmo com a vitória, o Vasco permanece na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro com seis pontos. O time pelo menos saiu da lanterna, ultrapassando o Joinville, que tem quatro pontos.

A equipe catarinense, aliás, será a próxima adversária do Flamengo, na quarta-feira, na Arena Joinville. Os rubro-negros também estão na zona de rebaixamento e acumulam duas derrotas seguidas. O Fla tem sete pontos e está na 17ª colocação.

Já o Vasco receberá na quarta-feira o Avaí, em São Januário. Se vencer, o time pode até deixar a zona de rebaixamento. Mas ele dependerá de outros resultados das equipes que estão na parte de baixo da tabela.

© 1996 – 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

Fonte : O GLOBO