“Tá na Tela” será extinto, e Luiz Bacci assumirá “Café com Jornal” nacional

"Tá na Tela" estreou no dia 4 de agosto

“Tá na Tela” estreou no dia 4 de agosto

A Bandeirantes vai tirar do ar o programa “Tá na Tela”, do Luiz Bacci, no final deste mês. A emissora anunciou no final da tarde que o apresentador assume em janeiro a edição nacional do “Café com Jornal”, das 8h às 9h30. “Bacci é uma peça chave, que sai da tarde para compor a nossa estratégia de fortalecer o jornalismo logo no inicio do dia”, diz o diretor-geral de conteúdo Diego Guebel no comunicado divulgado pela Band.

A emissora também informou que o comunicador está escalado para comandar dois eventos importantes da casa: o Miss Brasil, em janeiro, ao lado de Renata Fan, e o Band Folia em Salvador, em fevereiro. O próprio Bacci contou à coluna que terá um gameshow aos domingos, às 20h, a partir de março.
O “Tá na Tela” estreou dia 4 de agosto na Bandeirantes, após o apresentador Luiz Bacci deixar o comando do “Balanço Geral” da Record.
Na Band, porém, ele não conseguiu repetir os mesmos resultados de audiência dos tempos de Record, quando aparecia em segundo lugar com certa frequência.
A equipe do programa também sofreu mudanças no período, com troca de diretor e saída de funcionários.
Na última segunda-feira (1º), o seu programa foi tirado do ar, por ordem do dono Johnny Saad, ao insistir com uma reportagem sobre o “Chaves” e a morte de Roberto Bolaños. Mas acredita-se que não foi apenas isso que fez detonar essa crise.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Diretor da Bandeirantes é considerado um feiticeiro

O diretor Diego Guebel

O diretor Diego Guebel

Na Band, o pessoal dos seus bastidores começa a acreditar que o responsável pelo artístico, o argentino Diego Guebel, é dotado de superpoderes.

Quando o Datena entra cuspindo fogo na sala dele, sai de lá assobiando ou cantando um tango.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Diego Guebel parabeniza Luiz Bacci pela porcaria televisiva do Tá Na Tela

O responsável pelo Artístico da Band, Diego Guebel, parabenizou Luiz Bacci e equipe pelo desempenho do “Tá na Tela”…

… Guebel entende que o programa “está ótimo e cumprindo a função”.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Diego Guebel expõe seu argumento sobre a Rede Bandeirantes ter atrações mais voltadas ao homem

14e24-logo_band_p

 

Argumento

Diego Guebel, número 1 do Artístico da Band, rebate críticas de que a grade da emissora pensa mais no homem do que na mulher.
É uma falsa impressão, segundo ele. “CQC”, “A Liga”, “Dia Dia”, “Pânico”, além dos jornais, são todos unissex.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Diego Guebel está prestes a renovar com a Rede Bandeirantes

14e24-logo_band_p

 

A qualquer momento, a Bandeirantes deve vir a público e anunciar a renovação de contrato de Diego Guebel, executivo que hoje toma conta do Artístico e Programação. Já foi tudo conversado e acertado a respeito.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

James Akel comenta que Luiz Bacci entende mais de televisão que Joãozinho Saad, Marcelo Meira e Diego Guebel

No dia de amanhã Luiz Bacci vai se reunir com Joãozinho Saad, Marcelo Meira e Diego Guebel, pra definir a posição de seu programa na grade da emissora.

Seria bom os diretores da TV Band, que tem um ibope baixíssimo pelo que gastam e pela estrtura que tem, deixassem Bacci resolver tudo sozinho.

Bacci entende mais de TV que os diretores da TV Band e pode e sabe o que deve fazer sozinho.

 Escrito por jamesakel@uol.com.br às 09h05 no dia 03.06.2014

É briga: diretor da Band fala em falta de seriedade do SBT

Diego Guebel, diretor de conteúdo TV da Band

Diego Guebel, número 1 do Artístico e Programação da emissora, revelou que nos seus 20 anos de carreira nunca presenciou situações como as de agora, como a saída do Danilo Gentili para o SBT com contrato ainda em vigência, e a cópia descarada do formato do “Sabe ou Não Sabe”, pela mesma emissora.

Segundo ele, “a indústria deveria ser mais séria”. “[TV comercial] não funciona assim”, alfineta.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Band já tem completamente pronto o projeto de unificação

Diego Guebel, diretor de conteúdo TV da Band

 

O processo de unificação do Grupo Bandeirantes, planificado há algum tempo, já está inteiramente definido, como revela a própria emissora de forma oficial. Marcelo Meira será, como sempre foi, o vice-presidente para assuntos de televisão.

Abaixo dele, e também como já vinha acontecendo, Diego Guebel irá responder por todo o conteúdo e grades de programação das emissoras, a aberta e as fechadas, BandNews, BandSports e Terra Viva.

Humberto Candil é o novo diretor-geral de esportes para esses canais, assim como André Luiz Costa também já foi designado para o Jornalismo. Fernando Mitre, segundo a Band, continuará como diretor nacional de toda esta área e responsável pela parte editorial.

O mesmo se aplica a Marcelo Mainardi no comercial. Márcia Saad, peça importante na instalação deste novo projeto, será colaboradora direta de Guebel para assuntos do Artístico. E é isso.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Unificação poderá causar demissões na Band

 

Band, que nesses últimos dias, foi sede de reuniões permanentes dos seus diretores, em especial Marcelo Meira e Diego Guebel…
… O assunto em questão é a unificação dos seus diversos setores, especialmente o jornalismo…
… O medo, internamente, é que isto possa implicar outras demissões.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery