#Retrospectiva2019 Cuiabá campeão da Copa Verde de 2019

JOGO DA IDA

Paysandu é cirúrgico e vence o Cuiabá no jogo de ida da final da Copa Verde

Papão se defende, demonstra cansaço, mas Nicolas marca de cabeça e dá vantagem para time paraense. Dourado precisa vencer no Mangueirão para ser campeão

Papão sai na frente

Paysandu venceu Cuiabá na ida da final da Copa Verde

Paysandu venceu Cuiabá na ida da final da Copa Verde (Foto: AssCom Dourado)

Mesmo com menos posse de bola e com menos chances de gol, o Paysandu venceu o Cuiabá por 1 a 0 e saiu na frente na disputa da final da Copa Verde. O jogo de ida foi realizado na Arena Pantanal e mostrou o poder de superação do time paraense, que chegou na capital mato-grossense horas antes da partida. Dourado precisará vencer no Mangueirão para ser campeão. Gol do jogo foi marcado por Nicolas.

O que precisam?!

Com a vitória, o Paysandu joga pelo empate em casa, na volta, para ser campeão. O Cuiabá precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para levantar a taça. Vitória Auriverde por um gol de diferença, leva a decisão para os pênaltis.

Próximos compromissos

O Cuiabá volta a campo no domingo diante do Figueirense, pela Série B do Campeonato Brasileiro. O jogo será no Orlando Scarpelli, às 17h30 (de MT). O Paysandu joga somente na próxima quarta-feira a volta da final da Copa Verde diante do Cuiabá, no Mangueirão, às 21h (de Brasília).

Primeiro tempo

O Cuiabá, jogando em casa e com mais ritmo de jogo, dominou as ações no primeiro tempo. Teve ampla vantagem na posse de bola, mas falhou nas finalizações. Felipe Marques foi quem mais arriscou chutes. O Paysandu chegou poucas vezes em contra-ataque e nas bolas paradas.

Felipe Marques foi o principal finalizador na partida

Felipe Marques foi o principal finalizador na partida (Foto: Ascom Cuiabá)

Segundo tempo

A etapa final foi um pouco diferente. O Paysandu se mostrou mais equilibrado e conseguiu aparecer mais no ataque. Tanto que marcou o gol com Nicolas, depois da cobrança de falta. O Cuiabá seguiu com jogadas de velocidade pelos lados do campo e com cruzamentos na área, que facilitaram o corte pela defesa Bicolor. O jogo foi mais aberto no segundo tempo.

Cuiabá x Paysandu, final Copa Verde

Cuiabá x Paysandu, final Copa Verde (Foto: AssCom Dourado)

Público e renda

Público total: 11.973

Renda bruta: R$ 150.695,00

Bicampeão!

NOS PÊNALTIS, CUIABÁ VENCE O PAYSANDU E GARANTE TÍTULO DA COPA VERDE 2019

No Mangueirão, Dourado devolveu o 1 a 0 do jogo de ida e levou a melhor nos pênaltis: 5 a 4. É o segundo título da equipe mato-grossense

A Copa Verde é dourada! Nesta quarta-feira (20), o Cuiabá devolveu o placar de 1 a 0 do jogo de ida ao Paysandu, no Mangueirão, e levou a decisão da competição para os pênaltis. Da marca da cal, o time mato-grossense venceu por 5 a 4 e garantiu seu bicampeonato no torneio regional.

O Dourado também foi campeão da edição de 2015, na histórica virada diante do Remo (derrota por 4 a 1 na ida, e vitória por 5 a 1 na volta). Nesta temporada, a campanha do título soma quatro vitórias, três derrotas e um empate.

O jogo

Como não poderia ser diferente, a grande decisão começou bastante disputada e com muita intensidade. O Paysandu, apesar da vantagem construída no jogo de ida, pressionou logo nos primeiros minutos, mas sem criar chances real de gol. A primeira boa oportunidade mesmo só saiu aos 22 minutos, quando Tomas Bastos recebeu na entrada da área e chutou colocado, vendo a bola passar tirando tinta da trave. Depois, aos 30, Nicolas desviou de cabeça e acertou o travessão. O Cuiabá também teve boas chegadas, mas sem sucesso na pontaria. Djavan quase marcou aos 28, mas mandou para fora. E, aos 37, Paulinho cruzou, e Jefinho apareceu bem na área, mas foi parado em boa defesa de Giovanni.

Na volta do intervalo, o jogo seguiu equilibrado. No entanto, o Dourado foi quem criou mais chances para tentar o gol e levar a decisão para os pênaltis. Em uma das chegadas, Gutiérrez cruzou da direita, e Felipe Marques desviou de cabeça por cima do gol. Depois, Jefinho recebeu de costas para o gol, girou rápido e finalizou rente ao travessão. Com a vantagem, o Paysandu foi segurando a pressão do Cuiabá e ainda ficou perto de marcar aos 39 minutos, com Nicolas, que viu a bola explodir na trave. A equipe mato-grossense não desistiu de buscar o gol e, já aos 49, Escudero lançou na área, Paulinho desviou de cabeça ainda da entrada da área e encobriu Giovanni para empatar o jogo: 1 a 1.

Sem mais tempo para viradas, a decisão foi para os pênaltis, com o Dourado levando a melhor: 5 a 4. Logo na primeira, Ednei viu Giovanni defender. Depois, o Cuiabá converteu com Gutiérrez, Escudero, Alex Ruan, Paulinho e Felipe Marques (já nas alternadas). O Paysandu marcou com Leandro Lima, Thiago Primão, Tony e Micael – enquanto Caíque Oliveira e Nicolas desperdiçaram.

Informações do Globo Esporte e CBF

Servidores rejeitam nova proposta do governo de MT de pagar 6% de RGA

Nova proposta foi feita durante reunião realizada nesta quinta-feira (2).
Estado estuda pedir na Justiça a ilegalidade da greve dos servidores.

Bandeira do estado deMato Grosso

Os servidores públicos estaduais rejeitaram a nova proposta feita pelo governo do estado, nesta quinta-feira (2), de pagar 6% dos 11,28% da recomposição salarial da inflação de 2015. Durante a reunião entre o Fórum Sindical, que representa 32 categorias, e o Poder Executivo estadual, o governo propôs pagar 2% em setembro, 2% em janeiro de 2017 e os outros 2% em março, mas os servidores alegam que não irão abrir mão do pagamento do reajuste integral, ainda que parcelado, durante este ano.

Os servidores entraram em greve na última terça-feira (31). Nesta quinta-feira, eles chegaram a bloquear duas rodovias federais no estado por quatro horas, causando congestionamentos de até 10 km. A paralisação afeta, entre outros, setores essenciais como Educação, Saúde e Segurança, sendo que esses dois últimos estão mantendo os trabalhos em situações emergenciais.

Com a rejeição da nova proposta do governo, a greve dos servidores continua por tempo indeterminado, segundo o Fórum Sindical, e há possibilidade de que novos atos na capital, bem como bloqueios de rodovias, sejam feitos nos próximos dias.

O estado, por sua vez, afirmou que essa foi a última tentativa de acordo com as categorias e que estuda, a partir da próxima semana, pedir na Justiça pela ilegalidade da greve e o corte de ponto dos servidores que não voltarem aos postos de trabalho.

Pagamento do RGA
O movimento grevista ganhou força nas duas últimas semanas, mas protestos vêm sendo realizados pelo funcionalismo público do estado desde que o governo anunciou oficialmente, no dia 6 de maio, que não iria pagar a reposição da inflação.

O governo afirma que a proposta feita aos servidores considera o atual cenário da economia nacional e alega que a União deve ao estado parcelas finais referentes ao FEX de 2015 e que ainda não recebeu nenhuma parcela de 2016.

Conforme o Poder Executivo estadual, o pagamento da RGA poderia atrasar os próximos salários dos servidores – a recomposição teria impacto de R$ 628 milhões na folha salarial de 2016.

 

G1.COM.BR

Filho de ex-governador de MT, médico paga R$ 528 mil de fiança e é solto

Rodrigo Barbosa estava preso suspeito de integrar esquema do pai.
Ele passará a usar tornozeleira eletrônica e deve seguir algumas regras.

Bandeira do estado deMato Grosso

Rodrigo da Cunha Barbosa foi preso durante operação policial em Cuiabá (Foto: Reprodução/TVCA)
Rodrigo da Cunha Barbosa foi preso em abril durante
operação (Foto: Reprodução/TVCA)

O médico Rodrigo Barbosa, filho do ex-governador de Mato Grosso Silval Barbosa (PMDB), pagou fiança no valor de R$ 528 mil e deixou o Centro de Custódia de Cuiabá (CCC), nesta quarta-feira (1º). O pai dele também está preso desde setembro do ano passado. Rodrigo estava há mais de um mês preso por suspeita de participação em um esquema de fraudes fiscais, supostamente liderado pelo pai dele. Ele passará a ser monitorado por tornozeleira eletrônica e deve ter o passaporte recolhido em no máximo 24 horas após ser solto.

Ele é apontado pelo Ministério Público Estadual (MPE) como suposto arrecadador das propinas obtidas junto aos empresários envolvidos na quadrilha. O valor da fiança foi estabelecido pela juíza Selma Rosane dos Santos, da 7ª Vara Criminal de Cuiabá, e o comprovante de depósito da quantia foi apresentada à Justiça nesta quarta-feira (1º).

No entanto, foram estabelecidas algumas regras. Ele deve, por exemplo, comparecer mensalmente à Justiça para informar e justificar as atividades. Está proibido de frequentar os órgãos públicos, de manter contato com os demais acusados e com as testemunhas arroladas pelo MPE; de se ausentar do estado de Mato Grosso sem autorização da Justiça.

O MPE havia se manifestado contra a liberdade e o pagamento de fiança, mas a juíza analisou e fixou fiança.

No próximo dia 6, às 13h, ele deverá comparecer no Fórum de Cuiabá para audiência e colocação da tornozeleira eletrônica.

Rodrigo tinha sido preso na mesma operação, batizada de Sodoma, que prendeu o pai dele e dois ex-secretários de estado, Pedro Nadaf e Marcel de Cursi, em setembro do ano passado.

Segundo o MPE, o médico era usado pelo pai para arrecadar propinas e lavar o dinheiro em benefício do ex-governador. Tinha a tarefa de “identificar aliados e ‘fonte de receita’ para o grupo criminoso e arrecadar a parte da vantagem indevida que cabia a Silval Barbosa” nos casos em que a quadrilha cobrava propina em função de benefícios fiscais ou para autorizar adesões a pregões e contratos da Secretaria estadual de Administração (SAD).

A operação Sodoma, da Delegacia Fazendária (Defaz), investiga supostas fraudes cometidas na concessão de incentivos fiscais em troca de propina em Mato Grosso. Durante a primeira fase da operação, foram presos Silval Barbosa, apontado como chefe do esquema, e os ex-secretários de Fazenda e de Comércio, Minas e Energia do estado, Marcel de Cursi e Pedro Nadaf, respectivamente. Os três se encontram presos até hoje.

Rodrigo é filho de Silval com a ex-secretária de Assistência Social do estado, Roseli Barbosa, que também já foi presa, no ano passado, acusada de desviar R$ 8 milhões da pasta por meio de contratos superfaturados e fraudes em convênios com instituições sem fins lucrativos de fachada.Depois de uma semana, ela foi solta.

 

G1.COM.BR

Dez casarões devem ser demolidos em Cuiabá para obra do VLT e praça

Ao todo, 15 imóveis devem ser derrubados, mas 5 ainda estão ocupados.
Demolições estão previstas em projeto de implantação do VLT, na capital.

Bandeira do estado deMato Grosso

Casarões antigos e desapropriados devem ser demolidos (Foto: Carlos Palmeira/ G1)
Casarões antigos e desapropriados devem ser demolidos (Foto: Carlos Palmeira/ G1)

A demolição dos imóveis e casarões antigos da ‘Ilha da Banana’, no Centro de Cuiabá, perto da Igreja do Rosário e São Benedito, deve começar na próxima semana. A derrubada desses prédios faz parte do projeto de implantação do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT), cuja obra está parada desde dezembro de 2014. Também deve ser construída uma praça no local.

Ao todo, 15 casarões devem ser demolidos, sendo que 10, já desocupados e desapropriados, na próxima semana. Outros cinco ainda não tem data. O processo de desapropriação ainda tramita na Justiça.

 

Os trabalhos realizados entre a Prefeitura de Cuiabá e o governo do estado, por meio da Secretaria Estadual de Cidades (Secid), tiveram início em 2013.

 

A desapropriação dos imóveis no local começaram oficialmente em março deste ano após autorização do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que também acompanha as questões relativas ao conjunto habitacional.

De acordo com a assessoria da prefeitura, o previsão é que a demolição comece na próxima semana. O processo deverá ter ajuda da Polícia Militar e da Defesa Civil.

Também fará parte dos trabalhos a Secretaria Municipal de Assistência Social, que deverá atuar em relação aos ambulantes e moradores de rua que usam o local como abrigo. A prefeitura deve fazem uma triagem e encaminhar essas pessoas para abrigos da capital.

Além da demolição, o município ficará responsável pela retirada dos entulhos e pela limpeza da área da Ilha das Bananas. A previsão é que o processo seja finalizado de 45 a 60 dias.

Segundo a Secid, as desapropriações estão sendo discutidas na Justiça e todos os donos estão sendo indenizados. Cinco casas ainda estão em litígio e o processo de demolição acontecerá nas propriedades sem impedimentos jurídicos.

Em relação à praça que deve ser construída no local, a pasta informou que o projeto está em fase de elaboração e que o planejamento deve ser concluído somente após a demolição dos casarões.

Embroglio jurídico
A demolição do espaço foi travada em 2013 após uma decisão judicial que impediu a desapropriação de um dos imóveis. À época, o juiz Roberto Teixeira Seror, da 5ª Vara Especializada da Fazenda Pública, argumentou que a propriedade era tombada pelo governo federal e não poderia ser destruída.

O magistrado havia afirmado que se o governo federal realmente tombou o imóvel, o governo do estado não poderia editar um decreto autorizando adesapropriação, pois isso implicaria em invasão à competência da União.

Após a decisão, a superintendente do Iphan à época, Marina Lacerda, negou o tombamento da casa dizendo que o Centro Histórico de Cuiabá não abrangia a região da Ilha da Banana. De acordo com ela, o imóvel, apesar de ser antigo e estar em uma área de ocupação tradicional, não se enquadrava nos parâmetros de tombamento e que, por isso, o local poderia ser demolido.

 

G1.COM.BR

Estudante de enfermagem morre após acidente de moto em Cuiabá

Maria Aparecida Braatz da Silva, de 25 anos, estava sozinha na motocicleta.
Acidente ocorreu na Avenida Jornalista Arquimedes Pereira Lima.

Estudante de enfermagem morreu após acidente de moto na antiga Estrada do Moinho, em Cuiabá (Foto: Deletran de Cuiabá)
Estudante de enfermagem morreu após acidente de moto na antiga Estrada do Moinho, em Cuiabá (Foto: Deletran de Cuiabá)

Uma estudante de enfermagem morreu na manhã desta domingo (29) depois de sofrer um acidente de trânsito na Avenida Jornalista Arquimedes Pereira Lima (conhecida como antiga Estrada do Moinho), no Bairro Jardim América, em Cuiabá. De acordo com a Delegacia Especializada de Delitos de Trânsito (Deletran), Maria Aparecida Braatz da Silva, de 25 anos, pilotava uma motocicleta que atingiu uma placa de sinalização e o meio-fio da avenida.

Segundo o delegado Jefferson Dias Chaves, da Deletran, Maria Aparecida estava sozinha em uma motocicleta modelo Honda Biz.

A moto da vítima seguia pela avenida e bateu em uma placa de sinalização que indicava que o local estava em obras. A placa estava fixada no canteiro central, perto do local onde os motoristas fazem o contorno para o outro lado da avenida.

A motociclista não resistiu e morreu no local do acidente. O delegado informou que vai solicitar as imagens das câmeras de monitoramento e segurança da região para ajudar nas investigações do acidente. Maria trabalhava como decoradora em um buffet de decoração para festas.

 

G1.COM.BR

PF encontra 12 kg de droga em caixa de ar-condicionado de veículo em MT

Dois homens foram presos e encaminhados para um presídio em Cuiabá.
Suspeitos devem responder por tráfico de drogas, segundo a polícia.

Bandeira do estado deMato Grosso

Polícia encontrou droga escondida no painel do veículo (Foto: Reprodução/TVCA)
Polícia encontrou droga escondida no painel do veículo (Foto: Reprodução/TVCA)

A Polícia Federal apreendeu, nesta sexta-feira (27), cerca de 12 kg de cocaína que estavam escondidos na caixa do ar-condicionado de um veículo de passeio, durante uma abordagem realizada na BR-070, no entroncamento que dá acesso a Poconé, município a 104 km de Cuiabá. Dois homens que estavam no veículo foram presos.

Segundo a Polícia Federal, os policiais montaram barreira na rodovia após receberem denúncias anônimas de que um veículo passaria pelo local com um carregamento de drogas.

Conforme os policiais, ao serem abordados, os dois suspeitos se mostraram nervosos e davam informações desconexas, o que motivou os policiais conduzirem os homens e o veículo para a sede da PF, em Cuiabá.

Durante a revista ao veículo, os policiais encontraram o entorpecente no painel, enrolado em fita adesiva, em formato de tijolo e repleto de graxa para disfarçar o forte cheiro.

Presos em flagrante, os dois homens foram encaminhados à autoridade policial para interrogatório. Após serem ouvidos, os suspeitos foram indiciados pelo crime de tráfico de drogas e foram encaminhados para a Penitenciária Central do Estado, onde ficarão à disposição da Justiça.

 

G1.COM.BR

Polícia apreende meia tonelada de maconha dentro de casa em Cuiabá

Um homem de 29 anos foi preso em flagrante por tráfico de drogas.
Maconha estava dividida em tabletes e guardadas dentro de sacos de lixo.

Bandeira do estado deMato Grosso

Maconha foi apreendida dentro de uma casa em Cuiabá (Foto: Divulgação/Polícia Civil-MT)
Maconha foi apreendida dentro de uma casa em Cuiabá (Foto: Divulgação/Polícia Civil-MT)

A Polícia Civil apreendeu, na madrugada desta quinta-feira (26), meia tonelada de maconha dentro de uma casa no bairro Serra Dourada, em Cuiabá. A droga, segundo a polícia era de Welber dos Santos Borges, de 29 anos, que foi preso em flagrante por tráfico de drogas. A droga estava dividida em 497 tabletes que estavam em sacos de lixo num dos quartos da residência. Um outro suspeito, que é monitorado com tornozeleira eletrônica, que estava no local conseguiu fugir.

A ação foi da Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos de Veículos (Derrfva). Segundo a polícia, os dois eram investigados por suspeita de fazerem parte de uma quadrilha envolvida em roubos de veículo que eram levados para a Bolívia e para o Paraguai para serem trocados por drogas.

A investigação começou após um investigador da Derrfva ter sido vítima de um assalto no qual teve a pistola roubada. Conforme a apuração avançou, foi descoberta a ligação do roubo com os suspeitos de tráfico.

Conforme a polícia, foi recebida a informação da chegada da droga em Cuiabá. Os policiais identificaram um suspeito portador de tornozeleira eletrônica na região do assalto e chegaram até a casa na qual a droga foi apreendida.

 

G1.COM.BR

Juiz aceita denúncia contra acusados de integrar grupo de extermínio em MT

Denúncia foi feita contra 16 pessoas, entre elas seis policiais militares.
Acusados ainda tiveram a prisão preventiva decretada pela Justiça.

Bandeira do estado deMato Grosso

O juiz Otávio Peixoto, da 1ª Vara Criminal de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá, acatou a denúncia oferecida pelo Ministério Público estadual (MPE) contra 16 pessoas acusadas de integrarem uma organização criminosa que matava pessoas por encomenda e mediante pagamento em Várzea Grande. A decisão foi assinada nesta quarta-feira (25) e, além de aceitar a denúncia, o juiz ainda decretou a prisão preventiva de todos os acusados.

As investigações da Polícia Civil, que resultaram na operação Mercenários, deflagrada em abril deste ano, apontam que a organização criminosa matava pessoas por encomenda e mediante pagamento em Várzea Grande. O grupo seria responsável por 40% dos homicídios registrados no município desde o ano de 2013, ano em que 147 homicídios foram registrados na cidade, conforme dados estatísticos da Polícia Civil. Desde então – e até o dia 30 de abril deste ano –, mais 439 homicídios ocorreram em Várzea Grande.

Entre os denunciados por participação no chamado “grupo de extermínio” estão seis policiais militares e seis vigilantes, além de dois suspeitos de serem os mandantes dos crimes. Na decisão, o juiz alega que os réus devem permanecer presos porque “em liberdade, comprometem a instrução criminal”.

“Ressalto, ainda, que o fato deixou abalada a ordem pública em razão de sua natureza hedionda, em razão de sua natureza hedionda, em especial pelo fato de os réus, em tese, agirem previamente ajustados e com divisão de tarefas”, afirmou o juiz, na decisão.

Ao citar um dos casos de homicídio pelo qual o grupo é apontado como autor, o juiz alega que os acusados agiam “com características típicas de grupo de extermínio (veículo, arma longa, homens encapuzados)”.

Ao aceitar a denúncia e decretar a prisão preventiva, o juiz Otávio Peixoto afirma, ainda, ter levado em conta a ficha criminal de alguns dos acusados, que já respondem ou foram condenados por crimes como tortura e homicídio, e aponta que, quando da decretação da prisão temporária dos denunciados, foi ressaltado que alguns são “agentes públicos, isto é, pessoas que conhecem as técnicas policiais” e que havia informações de que eles “causam temor nas possíveis testemunhas”.

Crimes
Entre os crimes cometidos pela quadrilha, está a morte do gerente de vendas Eduardo Rodrigo Beckert, de 35 anos, assassinado a tiros no dia 5 de abril, perto do Aeroporto Marechal Rondon, em Várzea Grande. Segundo as investigações, ele foi executado com mais de 10 tiros de pistola, dentro de uma caminhonete.

No crime, dois homens armados e encapuzados se aproximaram do carro em que a vítima estava e dispararam contra ele. Na sequência, eles fugiram em um Fiesta preto, sem nada levar. O crime ocorreu em frente a uma casa, próximo à residência da vítima. A polícia descobriu que Eduardo teria se relacionado com uma mulher casada. O marido soube da traição e contratou a organização criminosa para matar Eduardo.

 

G1.COM.BR

Homem é preso após ameaçar, agredir e tentar estuprar a esposa em Cuiabá

Vítima disse que se recusou a fazer sexo porque havia passado por cirurgia.
Suspeito tentou esganar a esposa e ainda resistiu à prisão, segundo a PM.

Bandeira do estado deMato Grosso

Um homem de 28 anos foi preso, neste domingo (22), acusado de tentar estuprar e agredir a esposa, de 39 anos. Segundo informações do boletim de ocorrência, registrado pela base da Polícia Militar do Bairro Sao João Del Rey, o caso ocorreu nesta madrugada, após a esposa se negar a ter relações sexuais com suspeito, por ordens médicas.

De acordo com o relato da vítima, ela passou por uma cirurgia recentemente e o médico ordenou que ela se mantivesse em repouso e de resguardo por pelo menos 60 dias, o que não foi aceito pelo marido.

Segundo ela, o suspeito ficou nervoso após ela se negar a fazer sexo com ele e teria tentado estuprá-la. Ao ver que a esposa resistia, o homem ainda teria lhe agredido e apertado seu pescoço com as mãos.

A mulher, então, teria conseguido fugir da casa e pediu ajuda a uma outra mulher, que passava de carro pela rua. Ela recebeu ajuda e foi levada até à base comunitária da PM, onde denunciou o marido. Ao chegar na residência, a PM localizou o suspeito, que ainda tentou resistir à prisão.

Encaminhado para a Central de Flagrantes de Cuiabá, no Bairro Planalto, o suspeito foi autuado pelos crimes de ameaça, tentativa de estupro, agressão física e resistência à prisão.

 

G1.COM.BR

Mecânico morre após cair de moto e ser atropelado por carreta em Mato Grosso

Moto atingiu traseira de picape e motociclista caiu na pista contrária.
Corpo do motociclista foi arrastado por aproximadamente cem metros.

Bandeira do estado deMato Grosso

Mecânico morreu após cair de moto e ser atropelado por carreta na Rodovia dos Imigrantes (Foto: Reprodução/TVCA)
Mecânico morreu após cair de moto e ser atropelado por carreta na Rodovia dos Imigrantes
(Foto: Reprodução/TVCA)

Um mecânico de 28 anos morreu na manhã deste sábado (21) depois de ser atropelado por uma carreta, no km 503 da Rodovia dos Imigrantes (BR-070), em Cuiabá. De acordo com o delegado Romildo Grota Júnior, da Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), o mecânico, identificado como Robson Pereira da Cruz, pilotava uma motocicleta e seguia pela rodovia atrás de uma picape. Ele atingiu a traseira da picape, caiu na pista contrária e acabou atropelado por uma carreta.

Motociclista atingiu a traseira da picape, caiu na pista e foi atropelado (Foto: Reprodução/TVCA)
Motociclista atingiu a traseira da picape, caiu na pista e foi atropelado (Foto: Reprodução/TVCA)

Segundo a Deletran, o motociclista foi arrastado por aproximadamente cem metros e morreu no local do acidente. Robson e o motorista da picape seguiam pelo mesmo sentido, com direção ao município de Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. A picape estava carregada de pneus de carros.

“O motorista da picape informou que reduziu a velocidade e o motociclista colidiu na traseira. O corpo da vítima, infelizmente, caiu do outro lado da pista e a carreta o atingiu”, comentou o delegado.

O motorista da carreta disse à polícia que trafegava em uma velocidade regular, por conta do tamanho do veículo –usado para transporte de cargas – e viu o momento em que o motociclista caiu na pista. Apesar de frear, a carreta ainda arrastou a vítima pela rodovia.

Corpo do motociclista foi arrastado pela carreta por 100 metros (Foto: Reprodução/TVCA)
Corpo do motociclista foi arrastado pela carreta por 100 metros (Foto: Reprodução/TVCA)

Tanto o motorista da carreta quanto o motorista da picape foram submetidos ao teste de alcoolemia. Os exames não apontaram nenhum vestígio de álcool. “O fato é que a estrada, uma motocicleta no meio de tantas carretas, é bem movimentada. De repente faltou um pouco de distância dos veículos envolvidos”, argumentou Grota.

Por conta do acidente a rodovia ficou com o trânsito congestionado, até que os veículos envolvidos fossem retirados da pista. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Cuiabá.

 

G1.COM.BR