Coritiba 0 x 0 Corinthians – Serie A 2017

O JOGO

PLACAR ZERADO

Coritiba e Corinthians empataram por 0 a 0 na manhã deste domingo, no Couto Pereira, na capital paranaense, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. A equipe da casa teve as melhores chances da partida, mas não conseguiu superar a defesa alvinegra. O Timão ainda chegou a marcar no final do duelo, com Jô, mas o árbitro anulou o gol de maneira equiovacada. A liderança paulista está ameaçada.

DESTAQUE

COMO FICA?

O empate mantém o Corinthians na primeira colocação, agora com 20 pontos. Mas o vice-líder Grêmio, que joga na segunda-feira, contra o Cruzeiro, pode tomar a ponta do Timão em caso de Vitória. O Coritiba, por sua vez, foi a 15 pontos e se manteve na terceira posição

DESTAQUE

90 MINUTOS

O Coritiba tomou a iniciativa da partida e foi para cima do Corinthians. Teve dificuldade, é verdade, para superar a sólida defesa alvinegra. Mas não desistiu. As melhores chances criadas pelo Coxa, no entanto, foram em impedimento. Até que Jonas chutou forte de fora da área, e Henrique Almeida arremantou da grande área. Nos dois lances, Cássio salvou o Timão de levar um gol.

 

No segundo tempo, o Corinthians voltou melhor, errou menos passes e criou mais chances em relação à etapa inicial. O Coxa, porém, continuou perigoso. Mas sem conseguir superar a defesa do rival. Quando a partida já se encaminhava para a confirmação do 0 a 0, Jô apareceu para marcar. Mas o árbitro se equivocou e anulou o gol corintiano. Houve reclamação dos alvinegros.

DESTAQUE

AGENDA

Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, Coritiba e Corinthians jogam na quinta-feira, dia 22. O Timão recebe o Bahia, às 19h30, em Itaquera. E o Coxa visita o Grêmio, em Porto Alegre, às 21h.

DESTAQUE

BARBÁRIE

O torcedor do Corinthians Jonatan José Gomes Souza da Silva está em estado grave depois de uma briga de torcidas antes da partida entre Coritiba e Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro, na manhã deste domingo. O delegado Clovis Galvão, da Delegacia Móvel de Atendimento a Futebol e Eventos, chegou a confirmar a morte do rapaz, mas depois voltou atrás, alegando desencontro de informações. Segundo a Guarda Municipal, pelo menos outras seis pessoas ficaram feridas.

DESTAQUE

HINO PARA UM TIME SÓ

Por conta da briga de torcidas antes da partida, nos arredores do Couto Pereira, a Polícia Militar atrasou a saída da delegação do Corinthians do hotel em 25 minutos. Isso fez com que o time atrasasse a entrada em campo para o jogo. A execução do hino nacional, por sinal, foi apenas com o Coritiba perfilado no gramado.

DESTAQUE

PÚBLICO E RENDA

25.182 presentes / R$ 1.072.545,00

GLOBO ESPORTE.COM

Nivaldo Prieto vai apresentar amanhã no Fox Sports um especial sobre o Corinthians

https://i1.wp.com/prodis.net.br/images/esportes/2012/corinthians/corinthians_campeao_libertadores_2012_04.jpg

 

Neste sábado, às 23 horas, no Fox Sports, Nivaldo Prieto vai apresentar o especial do Corinthians, “O Segredo de um Grande Campeão”.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Patrocinador faz homenagem e Timão terá o hexa estampado em sua camisa

Caixa abre espaço para que clube faça referência ao sexto título nacional em seu uniforme durante o primeiro tempo do jogo contra o Avaí, domingo, na Arena

O Corinthians enfrentará o Avaí, domingo, em sua arena, com o hexa estampado na camisa. A Caixa, principal patrocinadora do uniforme alvinegro, ofereceu o espaço que ocupa no peito dos jogadores para a homenagem ao sexto título brasileiro do clube.

A palavra “Hexa” utilizará a mesma tipologia do logotipo do banco estatal, apenas durante o primeiro tempo da partida. Na etapa final, a marca da instituição volta ao local.

Corinthians usará a palava Hexa em seu uniforme no jogo contra o Avaí (Foto: Divulgação)
Corinthians usará a palava Hexa em seu uniforme no jogo contra o Avaí (Foto: Divulgação)

O clube ainda negocia uma extensão do contrato com a Caixa, que rende R$ 30 milhões por ano. O atual vínculo vence em 26 de fevereiro.

GLOBO ESPORTE.COM

CBF joga contra os interesses do futebol brasileiro

Vagner Love comemora gol do Corinthians

Vagner Love comemora gol do Corinthians

 

O Corinthians já é o virtual campeão brasileiro. Falta apenas atender a questão aritmética.

E aqui, devemos entender assim, o futebol é profissional e corre pelos seus interiores a necessidade de atender os mais diferentes interesses. Quanto maior for a boa exposição, melhor será para os que investem, torcem e dependem dele.

Há alguma maneira diferente de definir, sem ser como outra enorme estupidez, a atitude da CBF em manter o jogo do Corinthians com o Coritiba na noite de sábado, em vez de transferi-lo para o domingo?

Isto fosse feito, e só bastava um mínimo de lucidez, teríamos a coincidência com Figueirense e Atlético, seu principal perseguidor, para tornar ainda maior a emoção. Não seria mais fácil mexer no jogo do Palmeiras para evitar encontro de torcidas nos metrôs de São Paulo? Mas não.

Em matéria de maltratar e jogar contra os interesses do futebol brasileiro, a CBF, efetivamente, se coloca como primeira e única. É insuperável.
E não há aqui o desejo de defender os interesses de televisão nenhuma, mas do próprio torcedor. Quantos corintianos, de tantas partes do Brasil, não estavam torcendo por esta mudança. Uma pena que o futebol do Brasil tenha a CBF, com os “marcos polos” da vida, “cuidando” dele.

O Corinthians poderá ser campeão brasileiro, domingo, por volta das 7 da noite, quase 24 horas depois de encerrado o seu jogo contra o Coritiba e com os seus jogadores, em casa ou em qualquer outro lugar, sem ser um campo de futebol, impedidos de dar a volta olímpica.

É ou não é uma estupidez? Falta de seriedade e honestidade no futebol brasileiro há muito deixaram de ser alguma novidade, mas na escala da burrice, uma vez mais se comprova, também não tem pra ninguém. Conseguem nos surpreender a cada dia.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Com 55 segundos, Corinthians recebe ajuda da arbitragem mais rápida da história do Brasileirão

Tite corre para abraçar o 4° árbitro (FOTO: Uendel)

Tite corre para abraçar o 4° árbitro
(FOTO: Uendel)

Existe o gol mais rápido, o atleta mais rápido, o transante mais rápido (isso é ruim) e, a partir de hoje, graças ao Corinthians, foi criada uma nova categoria: o erro da arbitragem mais rápido da história do Brasileirão e do mundo!

Aos 55 segundos – isso mesmo, SEGUNDOS -, o Corinthians escapou de ter um pênalti marcado a favor do Inter, após a bola bater claramente na mão do defensor do Timão. O erro da arbitragem acabou batendo o recorde do Brasileirão e mundial, já que nenhum clube do mundo foi beneficiado por um erro de arbitragem tão rapidamente.

O livro do recordes já possui um feito do Corinthians. O Timão se tornou o primeiro clube a conquistar o mundo antes do continente.

Como o árbitro não marcou um pênalti muito parecido para o Inter no mesmo jogo, o Colorado já cancelou a produção do DVD volume 12242312.