Copa do Brasil pode impedir o Ceará de disputar a Copa Sul-Americana

Ceará eliminou o Confiança na 1ª Fase da Copa do Brasil (Foto: Bruno Gomes/Diário do Nordeste)

Campeão da Copa do Nordeste, o Ceará tem o direito de disputar a Copa Sul-Americana em 2015. Porém, para participar pela terceira vez de uma competição continental, o clube alvinegro vai precisar jogar para perder em outro torneio.

Pelo critério adotado pela CBF, o time que avançar até as oitavas de final da Copa do Brasil não pode disputar a competição internacional. Está no regulamento específico da Série A do Brasileiro do ano passado:

Art. 6º-A – Para a Copa Sul-americana/2015 classificar-se-ão os seis primeiros colocados do Campeonato Brasileiro da Série A de 2014, excluídos os clubes classificados para a 4ª Fase da Copa do Brasil de 2015.

O Ceará está na 2ª Fase da Copa do Brasil. A equipe alvinegra enfrenta o América/MG. Se passar pelo time mineiro e depois eliminar Atlético/PR ou Tupi na 3ª Fase, o Vovô não poderá disputar a Copa Sul-Americana.

Lembrando que a Copa Sul-Americana só começa em agosto. A disputa da 1ª Fase (com apenas clubes brasileiros) rende mais de R$ 400 mil (a premiação é em dólar deve superar 150 mil).

Já a cota de participação na 3ª Fase da Copa do Brasil é de R$ 560 mil. Enquanto na quarta fase, o clube participante leva para casa R$ 690 mil.

Diário do Nordeste – 06/05/2015

Artilheiro do Ano: Léo Gamalho e Fred fazem dois ; Magno Alves

Goleador do Santa Cruz se isola na vice-liderança, e Fred segue subindo no ranking; Magno Alves fecha ano em jejum, mas só perde troféu se Barcos viver “dia iluminado”

Magno Alves de Araújo

[15-11] Ceará 2 x 0 Vasco - 02 - 10

O Troféu Artilheiro do Ano, aparentemente, já tem dono. Magno Alves, do Ceará, deve arrebatar seu prêmio na próxima semana, agora que só tem a concorrência dos adversários da Série A, a uma jornada do fim. Sua participação na Segundona, como a de Léo Gamalho, do Santa Cruz, terminou no último fim de semana – com jejum de 41 dias, ampliado diante do Luverdense.

Com 37 gols, o Magnata até viu o cabeludo do Santinha se isolar na vice-liderança, com 32, graças aos dois gols marcados sobre o Atlético-GO, mas só perde a disputa se Barcos, maior artilheiro da elite, fizer chover contra o Flamengo. Chover, no caso, significa fazer pelo menos oito gols. Ou seja, tarefa bastante improvável.

Segundo entre os homens-gol da Série A, Fred fez dois para o Fluminense nos 5 a 2 sobre o Corinthians e se desgarrou de outros três que o acompanhavam na quinta posição. O camisa 9 tricolor chegou a 26 gols. Já Júnior Viçosa aproveitou a rodada derradeira da Série B para entrar no Top 10. Contra o time de Léo Gamalho, marcou um gol e cravou 22 na temporada, junto a Marcelo Moreno, do Cruzeiro, em décimo lugar.

Vale ressaltar que somente competições oficiais envolvendo clubes brasileiros fazem parte da disputa do Prêmio Artilheiro do Ano: a primeira divisão de todos os estaduais do país, as Séries de A a D do Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil, a Copa do Nordeste, a Copa Verde, a Taça Libertadores da América, a Copa Sul-Americana, a Recopa Sul-Americana e o Mundial de Clubes.

INFO - Artilheiro do Ano 01/12 (Foto: Editoria de arte)

O PRÊMIO
O troféu do Prêmio Friedenreich é uma iniciativa do programa “Globo Esporte”, da TV Globo, em parceria com o GLOBOESPORTE.COM. E a disputa pelo troféu é bastante democrática – e, com isso, acirradíssima. Todos os que disputam as Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro estão na briga. Além dos gols marcados nas quatro divisões da competição, serão contabilizados os feitos nos Estaduais (apenas da primeira divisão), Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Taça Libertadores, Copa Sul-Americana, Recopa Sul-Americana e Mundial de Clubes da Fifa.

O HOMENAGEADO
Se Charles Miller trouxe a bola para o país e deu, com isso, o pontapé inicial para aquela que se tornou a grande paixão nacional, Artur Friedenreich foi um dos pioneiros do talento “made in Brazil”. Ainda que existam controvérsias sobre o número de gols marcados pelo atacante – uma estatística aponta 1.329, apesar de outras assegurarem pouco mais de 500 -, a história, seja pelos recortes de jornais ou pelos testemunhos dos já saudosos bisavós, confirma que Fried foi um jogador extraordinário. Conquistou sete títulos paulistas (seis pelo Paulistano e um pelo São Paulo da Floresta, que deu origem ao atual São Paulo Futebol Clube), uma Copa Rocca (1914) e dois Sul-Americanos (1919 e 1922) pela seleção brasileira. Ainda no Campeonato Paulista se consagrou como artilheiro em oito edições.

OS VENCEDORES
2008 – Keirrison (Coritiba), com 41 gols
2009 – Diego Tardelli (Atlético-MG), com 39 gols
2010 – Jonas (Grêmio) e Neymar (Santos), com 42 gols cada
2011 – Leandro Damião (Internacional), com 38 gols
2012 – Neymar (Santos), com 43 gols
2013 – Hernane (Flamengo), com 36 gols

montagem Artilheiros anos (Foto: Editoria de Arte)
GLOBO ESPORTE.COM

Consolidados GRANDE SP 26/11/2014

Luiz Bacci apresenta o Tá na Tela, que bateu SBT e Record durante 25 minutos nesta quarta (26)
RESUMO: O Tá na Tela, da Band, registrou nesta quarta-feira (26) a maior audiência desde a estreia, em agosto: 4,8 pontos na Grande São Paulo e pico de 8,1. Derrotou SBT e Record e ficou em segundo lugar durante 18 minutos. Na média, a Record marcou 5,1 e o SBT, 8,1. Na Globo, a eliminação do São Paulo na Copa Sul-Americana cravou 22 pontos, a segunda maior audiência do futebol às quartas

Por REDAÇÃO, em 27/11/2014 · Atualizado às 12h32 26 NOVEMBRO 2014

 

Média do dia (6h/5h59): 11,3

 

Globo Rural: 3,7

Bom Dia São Paulo: 7,2

Bom Dia Brasil: 7,5

Mais Você: 6,2

Bem Estar: 5,9

Encontro: 6,9

SP TV 1a Edição: 11,3

Globo Esporte: 10,3

Jornal Hoje: 11,3

Vídeo Show: 9,0

Sessão da Tarde: 9,7

Cobras & Lagartos: 11,2

Malhação: 14,4

Boogie Oogie: 17,7

SP TV 2a Edição: 19,8

Alto Astral: 23,6

Jornal Nacional: 25,8

Império: 33,0

Copa Sul-Americana: 22,0

Jornal da Globo: 9,7

Programa do Jô: 5,0

Média do dia (6h/5h59): 6,2

 

Balanço Geral: 2,8

SP no Ar: 6,4

Fala Brasil: 6,6

Hoje em Dia: 5,5

Balanço Geral SP: 8,0

Programa da Tarde: 5,8

Cidade Alerta: 11,8

Jornal da Record: 8,2

Vitória: 8,7

A Fazenda: 11,0

Câmera Record: 7,6

A Nova Supermáquina: 3,9

Igreja Universal do Reino de Deus: 1,2

 

Média do dia (6h/5h59): 6,0

 

Notícias da Manhã: 3,6

Bom Dia e Cia.: 5,8

Um Maluco no Pedaço: 6,9

Eu, a Patroa e as Crianças: 7,4

Casos de Família: 6,2

Esmeralda: 8,7

Sortilégio: 7,3

A Feia Mais Bela: 6,3

Chaves: 7,5

SBT Brasil: 8,1

Chiquititas: 13,8

Rebelde: 6,9

Roda a Roda: 8,7

Programa do Ratinho: 8,4

Conexão Repórter: 6,7

The Noite: 5,6

Jornal do SBT: 3,5

Okay Pessoal: 3,0

 

Média do dia (6h/5h59): 2,3

 

Café com Jornal: 0,7

Dia Dia: 1,1

Band Kids: 1,2

Jogo Aberto: 2,7

Os Donos da Bola: 2,3

Sabe ou Não Sabe: 3,1

Tá na Tela: 4,8

Liga dos Campeões da Europa: 5,6

Jornal da Band: 4,1

Show da Fé: 1,0

Os Simpsons: 2,8

Sessão Especial: 2,5

Agora É Tarde: 1,5

Jornal da Noite: 1,2

 

Média do dia (6h/5h59): 0,8

 

Te Peguei: 0,4

Você na TV: 1,1

Bola Dividida: 0,5

A Tarde É Sua: 1,4

Te Peguei: 0,6

Muito Show: 0,6

TV Fama: 1,4

Rede TV! News: 1,9

Superpop: 1,5

Leitura Dinâmica: 1,2

Amaury Jr.: 0,9

 

Rede Globo transmitiu Ponte Preta e Lanus

mensagens subliminares globo logo

 

Última forma: a Globo vai mostrar Ponte Preta e Lanús para São Paulo, com Cleber Machado, Caio e Leonardo Gaciba, pela final da Sul-Americana…

… Todas as suas demais emissoras irão exibir o filme “Encontro Explosivo”, com Cameron Diaz e Tom Cruise.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Renato Maurício Prado comenta o sofrimento futuro da torcida do Botafogo

 

Além de torcer pelo próprio time, o botafoguense agora precisa secar o São Paulo, na Sul-Americana e o Flamengo, na Copa do Brasil.

 

Renato Maurício Prado – O GLOBO-05/11/2013

Nacional de Manaus 1 x o Ponte Preta

Uma classificação inédita para o Nacional-AM. Uma eliminação bem-vinda para a Ponte Preta. Assim pode ser definido o desfecho do duelo entre os times pela terceira fase da Copa do Brasil. Com uma vitória por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, em Manaus, o Naça ratificou a vaga para as oitavas de final e fez história ao se tornar a primeira equipe do estado a chegar a essa etapa da competição. Mas a Macaca também comemorou o resultado, já que garantiu presença na Sul-Americana para disputar um torneio internacional pela primeira vez em 113 anos.

Depois de fazer 1 a 0 em Campinas, o Nacional repetiu o placar sem muitas dificuldades, já que a Ponte deixou a Copa do Brasil em segundo plano, devido ao confuso regulamento da CBF, e viajou apenas com reservas para ‘diminuir’ a chance de avançar e ficar fora da Sul-Americana. Era o terceiro time da Ponte em campo. Alheio ao impasse dos paulistas, o Nacional aproveitou o apoio da torcida, que lotou os seis mil lugares do Sesi, e ampliou a vantagem com o gol de Leonardo, ainda no primeiro tempo.

Agora, o Nacional espera o sorteio da CBF para conhecer seu próximo adversário. A única certeza é que vem pedreira pela frente, uma vez o rival sairá do pote que conta com Atlético-MG, Corinthians, Fluminense, Grêmio, Palmeiras, Vasco, Flamengo e Internacional. A Macaca aguarda a definição das situações de Botafogo e Santos na Copa do Brasil para saber se pegará Bahia ou Criciúma na fase regional da Sul-Americana para tentar alcançar o estágio continental.

Nacional e Ponte voltam as atenções para o Campeonato Brasileiro. Pela Série D, o time amazonense folga no fim de semana. O próximo desafio está marcado para 4 de agosto, contra o Paragominas, fora de casa. A Macaca, por sua vez, entra em campo no sábado, quando recebe o Santos, às 21h, no Majestoso. Com uma vitória (Náutico) e um empate (Bahia) sob o comando do técnico Paulo César Carpegiani na Série A, a Ponte tem a chance de consolidar a reação e deixar a zona de rebaixamento.

Leandro gol Nacional-AM x Ponte Preta (Foto: Arlesson Sicsu / Ag. Estado)
Leonardo comemora o gol do Nacional contra a Ponte Preta (Foto: Arlesson Sicsu / Ag. Estado)

O jogo

Uma Ponte Preta sem inspiração, e um Nacional mais preocupado em segurar a vantagem conquistada em Campinas. A postura dos dois times não poderia resultar em outra coisa do que um primeiro tempo morno, com mais erros do que acertos. Os donos da casa tomaram mais a iniciativa e foram premiados com o gol de Leonardo, aos 18 minutos.

Depois de uma boa jogada do meia Danilo Rios, que acertou o travessão, o atacante, bem posicionado, aproveitou o rebote e mandou de cabeça para as redes. A Ponte não alterou seu estilo, mesmo precisando virar para seguir na competição. Um contra-ataque puxado por Rafinha que parou nas mãos de Jonathan foi a principal jogada da Macaca antes do intervalo.

O segundo tempo foi mais movimentado. As duas equipes tiveram boas chances para marcar. A primeira foi em uma linda bicicleta de Leonardo que Daniel buscou no ângulo. A resposta da Ponte saiu dos pés de Adrianinho, que acertou a trave. Jonathan ainda tocou na bola.

Com a Ponte aberta, o Nacional teve espaços para criar. Felipe tentou ampliar ao driblar a marcação e bater firme, mas Daniel apareceu bem mais uma vez. A Ponte voltou a carimbar a trave em jogada individual de Rafinha. Após os sustos, o Nacional passou a tocar a bola para administrar o tempo. A Ponte já também não mostrava sinais de reação. A vaga era do Nacional. A festa era dos dois times.

Artilheiro do Ano: Neymar brilha e sobe na lista; Careca encosta no líder

Craque do Santos marca quatro vezes e já aparece na sexta posição do ranking. Atacante do Cene chega ao 17º gol no ano e se aproxima da ponta.

Neymar comemora, União Barbarense x Santos (Foto: Denny Cesare/Agência Estado)

Neymar fez quatro gols e foi o destaque da rodada
(Foto: Denny Cesare/Agência Estado)

Na véspera do aniversário do Santos – que comemorou 101 anos neste domingo – Neymar encheu os olhos dos amantes do futebol e presenteou os santistas com uma atuação de gala na goleada por 4 a 0 sobre o União Barbarense, no sábado, pelo Paulistão. Inspirado, o craque marcou quatro gols, dois em cada tempo, e subiu para a sexta posição do Prêmio Artilheiro do Ano com 12 gols na temporada. Além de ganhar posições no ranking, o camisa 11 do Peixe assumiu a artilharia do Paulista com um tento a mais do que William da Ponte Preta, que não atuou na rodada do fim de semana.

Vencedor do prêmio em 2010 e 2012, Neymar ainda está distante do topo da lista dos principais goleadores deste ano. Quem se aproxima da ponta é Careca, do Cene. Na vitória do Furacão Amarelo sobre o Ivinhema, por 1 a 0, o artilheiro do Sul-Mato-Grossense fez o seu 17º gol na temporada, e já ameaça o reinado do líder Giancarlo, do Ferroviário, que passou em branco no empate com o Tiradentes, por 1 a 1, pelo Campeonato Cearense. Mesmo assim, o atacante do Ferrão permanece na liderança isolada do ranking com 19 tentos.

Outros quatro integrantes do top 6 marcaram neste fim de semana. David Dener, da Desportiva Ferroviária, balançou a rede uma vez no empate com o Estrela do Norte, pelo Capixabão e está em terceiro com 15 gols, um a mais do que Elton, do Náutico. O meia Alexfez dois na vitória elástica do Coritiba sobre o Rio Branco-PR, por 6 a 0, no Paranaense, e agora soma 12 gols no ano, dividindo a sexta colocação com mais sete jogadores. Dentre eles, Neilson, do Londrina, e Rômulo, do Bahia de Feira. O primeiro deixou o seu em três oportunidades na goleada de 4 a 0 sobre o Paranavaí, também pelo Paranaense. Já o goleador do Tremendão marcou duas vezes e sua equipe venceu o Juazeiro por 3 a 0, neste domingo, pelo Baiano.

Vale ressaltar que somente competições oficiais envolvendo clubes brasileiros fazem parte da disputa do Prêmio Artilheiro do Ano: a primeira divisão de todos os estaduais do país, as Séries de A a D do Campeonato Brasileiro, a Copa do Brasil, a Copa do Nordeste, a Taça Libertadores da América, a Copa Sul-Americana, a Recopa Sul-Americana e o Mundial de Clubes.

Confira a lista de artilheiros do ano:

Prêmio Friedenreich (Foto: Editoria de Arte)

 

O PRÊMIO

O troféu do Prêmio Friedenreich é uma iniciativa do programa “Globo Esporte”, da TV Globo, em parceria com o GLOBOESPORTE.COM. E a disputa para ganhar o troféu é bastante democrática – e, com isso, acirradíssima. Todos os que disputam as Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro estão na briga. Além dos gols marcados nas quatro divisões da competição, serão contabilizados os feitos nos Estaduais (apenas da primeira divisão), Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Taça Libertadores, Copa Sul-Americana, Recopa Sul-Americana e Mundial de Clubes da Fifa.

O HOMENAGEADO

Se Charles Miller trouxe a bola para o país e deu, com isso, o pontapé inicial para aquela que se tornou a grande paixão nacional, Artur Friedenreich foi um dos pioneiros do talento “made in Brazil”. Ainda que existam controvérsias sobre o número de gols marcados pelo atacante – uma estatística aponta 1.329, apesar de outras assegurarem pouco mais de 500 -, a história, seja pelos recortes de jornais ou pelos testemunhos dos já saudosos bisavós, confirma que Fried foi um jogador extraordinário. Conquistou sete títulos paulistas (seis pelo Paulistano e um pelo São Paulo da Floresta, que deu origem ao atual São Paulo Futebol Clube), uma Copa Rocca (1914) e dois Sul-Americanos (1919 e 1922) pela seleção brasileira. Ainda no Campeonato Paulista se consagrou como artilheiro em oito edições.

OS VENCEDORES

2008 – Keirrison (Coritiba), com 41 gols
2009 – Diego Tardelli (Atlético-MG), com 39 gols
2010 – Jonas (Grêmio) e Neymar (Santos), com 42 gols cada
2011 – Leandro Damião (Internacional), com 38 gols
2012 – Neymar (Santos), com 43 gols

montagem Leandro Damião Neymar Jonas Tardelli Keirrison artilheiros (Foto: Editoria de Arte / GLOBOESPORTE.COM)
GLOBO ESPORTE .COM

Diretor geral diz que Fox Sports 2 será lançado no segundo semestre de 2013

Em entrevista exclusiva, Gustavo Leme falou sobre o primeiro ano do Fox Sports e adiantou novidades

https://i1.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20130228124344.jpg

Fotos: Divulgação
No início de fevereiro, o Fox Sports completou um ano de Brasil.
Em entrevista exclusiva ao NaTelinha, o VP Sênior e Diretor Geral da FOX International Channels Brasil, Gustavo Leme, fez um balanço sobre esse período e comemorou o crescimento do canal esportivo.
A emissora estreou em 2012 com o desafio de entrar nas principais operadoras de TV paga do país. No começo foi difícil, mas acabou bem. “Conseguimos garantir a presença em tempo recorde na história da TV por assinatura brasileira”, gaba-se Gustavo.
O diretor classifica o primeiro ano do Fox Sports como sucesso e garante que o canal se consolidou como um dos maiores players do mercado esportivo.
Na entrevista, Gustavo Leme confirmou a existência de negociações com o Band Sports e revelou que o Fox Sports 2 deve ser lançado no segundo semestre deste ano.
Ele ainda falou sobre o acerto com o Sportv na troca de direitos, envolvendo a Copa Libertadores da América e o Brasileirão.
Confira a entrevista na íntegra:
 
NaTelinha – Qual sua avaliação sobre o primeiro ano do Fox Sports Brasil completado em fevereiro? Como está a audiência?
 
Gustavo Leme – Nosso primeiro ano de operações no Brasil foi um grande sucesso. Consolidamos nossa posição entre os maiores players do mercado esportivo e conquistamos índices de audiência muito satisfatórios, além do incremento significativo no faturamento publicitário da FOX International Channels Brasil.
Acreditamos que os próximos anos serão tão, ou mais, importantes no crescimento do canal no país, que vive um momento positivo no setor que atuamos.
NaTelinha – A pressão da Globosat nas operadoras para que elas não carregassem o sinal do Fox Sports foi muito comentado pela imprensa na época. Esse foi o maior desafio na implantação do canal?
 
GL – Nosso maior desafio na implantação do canal foi a entrada no line up das operadoras, mas o canal conseguiu garantir a presença em tempo recorde na história da TV por assinatura brasileira.
NaTelinha – Houve rumores no mercado de que o grupo que controla o Fox Sports tivesse comprado o BandSports, depois a informação foi negada pelo canal. O que de fato aconteceu?
 
GL – O canal está sempre aberto a novas oportunidades de conteúdo no mercado e houve uma conversa inicial, que não teve continuidade.
NaTelinha – Existe o projeto de lançar o Fox Sports 2 e 3, no mesmo exemplo que faz o Sportv? Se houver, qual a previsão de lançamento?
 
GL – Nosso desafio para este ano é a implantação do FOX Sports 2, prevista para o segundo semestre de 2013.
NaTelinha – Neste ano, diferentemente de 2012, a Copa Libertadores da América também está sendo transmitida pelo Sportv. Em contrapartida, o Fox Sports vai transmitir o Campeonato Brasileiro de 2013. Tudo devido ao acordo firmado no ano passado entre Fox e Globosat. Acha que abrir mão de uma competição exclusiva para ter outra de grande importância é válido? Qual exatamente foi a ideia do Fox Sports nesse negócio?
 
GL – A prática de compartilhamento de direitos é natural no caso de grandes eventos como Copa do Mundo e Olimpíadas, e em outros casos, como Copa do Brasil e campeonatos internacionais de futebol, como a Libertadores e a Sul-Americana, e outras modalidades como o Tênis.
A premissa por trás destes acordos é a crença comum, das duas empresas, de que a concorrência principal é a da qualidade, da criatividade das equipes no uso dos direitos disponíveis.
Aliás, compartilhamos Libertadores e Sul-Americana durante muito tempo, e agora apenas retomamos uma prática consolidada durante muitos anos.

Na foto, Gustavo Leme e Eduardo Zebini, VP do Fox Sports Brasil
NaTelinha – O Fox Sports tem o direito de transmitir o campeonato de Fórmula 1 para toda a América Latina, menos para o Brasil. Este ano, o canal passou a exibir boletins sobre a categoria. Existe uma negociação para transmitir a F1 no país?
 
GL – No momento estamos satisfeitos com nosso portfolio dos direitos de transmissão de eventos esportivos, mas o canal está sempre atento a novas oportunidades no mercado.
NaTelinha – Quais serão os investimentos para 2013? E as novidades que o canal prepara para a cobertura da Copa de 2014?
 
GL – O canal tem como política não divulgar dados relativos a investimentos e faturamento. Em momento oportuno comunicaremos as novidades de programação e produção para o próximo ano.
NaTelinha – Está satisfeito com o time de narradores, comentaristas, apresentadores e repórteres do Fox Sports? Haverá novas contratações em breve?
 
GL – Sim, estamos muito satisfeitos com nossa equipe, que mescla a experiência de profissionais consagrados com a inovação dos novos talentos. O canal está sempre atento a novas oportunidades de contratações.
NaTelinha – Obrigado pela entrevista. Deixe um recado para todos os assinantes do Fox Sports Brasil.
 
GL – Obrigado pelo sucesso e continue acompanhando o melhor do esporte no FOX Sports, a Casa da Libertadores!
natelinha