Equipes do SporTV iniciam embarque para Rússia para cobrir a Copa das Confederações

A Austrália vai representar a Ásia no torneio como campeã da Copa da Ásia de 2015.

 

Chamada de embarque A propósito de tudo, hoje começa o embarque do pessoal de vídeo dos canais Globosat, com destino a Rússia, para a cobertura da Copa das Confederações.

Serão duas equipes completas de transmissão, sob o comando de Milton Leite e Luiz Carlos Jr. A bola rola a partir deste próximo sábado.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

SporTV mandará duas equipes com narrador e comentaristas à Copa das Confederações

Resultado de imagem para Chile v Australia 2014 TVN

 

Milton Leite, voltando das férias, praticamente já irá embarcar para a cobertura da Copa das Confederações pelo SporTV…

… Aliás, em se tratando desta competição, serão enviadas duas equipes completas, com narrador e comentaristas, para a Rússia.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Muricy Ramalho viajará à Rússia para comentar a Copa das Confederações

 

Muricy Ramalho está confirmado na equipe que vai  fazer a Copa das Confederações pelo SporTV…

… E também vai passar a participar, com maior frequência, do “Troca de Passes”…

… Em transmissões, por enquanto, só jogos de seleções .

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Rede Bandeirantes expressa vontade de transmitir a Copa das Confederações em 2017

Resultado de imagem para Chile vs Australia teams announcement

 

Tem interesse
A direção da Bandeirantes está trabalhando para transmitir a “Copa das Confederações”, torneio que reunirá as maiores seleções de futebol do mundo – Brasil fora, na Rússia, entre junho e julho.

Assunto que passa a depender da Globo e de quem irá assinar o cheque.

 

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

 

Pela primeira vez na história, Brasil fica fora da Copa das Confederações

Criada em 1997, competição não contará com o Brasil em 2017, na Rússia. Equipe é a maior vencedora do torneio, com quatro canecos (1997, 2005, 2009 e 2013)

Neymar BRasil copa das confederações 01/07/2013 (Foto: Agência Reuters)

Neymar ergue o troféu da Copa das Confederações 2013. Brasil derrotou a Espanha na decisão do torneio (Foto: Agência Reuters)

Pela primeira vez desde que a Copa das Confederações foi criada pela Fifa, em 1997, a seleção brasileira não participará do torneio em 2017, na Rússia. A derrota para o Paraguai, nas quartas de final da Copa América, consumou mais um recorde negativo na história da equipe nacional. Desde que o torneio começou a ser disputado, o Brasil havia conquistado quatro edições (1997, 2005, 2009 e 2013).

Na última conquista, o Brasil derrotou a Espanha por 3 a 0, no Maracanã, e ficou com o caneco. Nas outras edições da Copa das Confederações, as seguintes equipes ficaram com o título: México (1999) e França (2001 e 2003).

Para a edição de 2017, na Rússia, além do país sede, a Alemanha, como campeã da Copa de 2014, e a Austrália, vencedora da Copa da Ásia, estão confirmadas no torneio. Os outros participantes são os campeões dos respectivos torneios continentais (Oceania, América do Norte, América do Sul, Europa e África).

Após a eliminação, o técnico Dunga fez uma avaliação do que será feito no futuro.

– Acredito que a gente vai continuar no trabalho, na nossa forma de pensar no que tinha programado, perdemos cinco jogadores para o torneio, dificulta o trabalho, principalmente quando se fala de experiência, renovação, mas nunca deixar de lado o quanto é importante a experiência dos jogadores dentro de uma competição como é difícil a Copa América e a Libertadores – explicou o comandante.

Os próximos compromissos da seleção brasileira serão em setembro, nos Estados Unidos. Um dos amistosos será contra a Argentina, pelo Desafio das Américas.

 

GLOBO ESPORTE.COM

Renato Maurício Prado chama a Copa das Confederações de ilusão

Me engana que eu gosto II

Com sinceridade, não estou nem aí para o título da Copa América. Prefiro até que o Brasil não dispute a próxima Copa das Confederações, um tremendo “me engana que eu gosto”! Nenhum de seus campeões emplacou no Mundial seguinte. O que eu gostaria de ver era a seleção ganhando corpo e encontrando sua melhor formação — se possível com outros jogadores se firmando para poder ajudar Neymar. Até agora, está difícil…

 

Renato Maurício Prado – O GLOBO – 19/06/2015

Renato Maurício Prado torce para o Brasil não ganhar a Copa das Confederações de 2017

71ec5-adidas20brazuca20201420world20cup20ball201

Por falar nos três últimos treinadores, todos eles ganharam a Copa das Confederações e se encheram de moral. Tomara que o Brasil nem a dispute em 2017. Basta não vencer a próxima Copa América, em 2015, no Chile…

 

Renato Maurício Prado – O GLOBO – 15.07.2014