Equipes do SporTV iniciam embarque para Rússia para cobrir a Copa das Confederações

A Austrália vai representar a Ásia no torneio como campeã da Copa da Ásia de 2015.

 

Chamada de embarque A propósito de tudo, hoje começa o embarque do pessoal de vídeo dos canais Globosat, com destino a Rússia, para a cobertura da Copa das Confederações.

Serão duas equipes completas de transmissão, sob o comando de Milton Leite e Luiz Carlos Jr. A bola rola a partir deste próximo sábado.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

SporTV mandará duas equipes com narrador e comentaristas à Copa das Confederações

Resultado de imagem para Chile v Australia 2014 TVN

 

Milton Leite, voltando das férias, praticamente já irá embarcar para a cobertura da Copa das Confederações pelo SporTV…

… Aliás, em se tratando desta competição, serão enviadas duas equipes completas, com narrador e comentaristas, para a Rússia.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Muricy Ramalho viajará à Rússia para comentar a Copa das Confederações

 

Muricy Ramalho está confirmado na equipe que vai  fazer a Copa das Confederações pelo SporTV…

… E também vai passar a participar, com maior frequência, do “Troca de Passes”…

… Em transmissões, por enquanto, só jogos de seleções .

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Rede Bandeirantes expressa vontade de transmitir a Copa das Confederações em 2017

Resultado de imagem para Chile vs Australia teams announcement

 

Tem interesse
A direção da Bandeirantes está trabalhando para transmitir a “Copa das Confederações”, torneio que reunirá as maiores seleções de futebol do mundo – Brasil fora, na Rússia, entre junho e julho.

Assunto que passa a depender da Globo e de quem irá assinar o cheque.

 

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

 

Pela primeira vez na história, Brasil fica fora da Copa das Confederações

Criada em 1997, competição não contará com o Brasil em 2017, na Rússia. Equipe é a maior vencedora do torneio, com quatro canecos (1997, 2005, 2009 e 2013)

Neymar BRasil copa das confederações 01/07/2013 (Foto: Agência Reuters)

Neymar ergue o troféu da Copa das Confederações 2013. Brasil derrotou a Espanha na decisão do torneio (Foto: Agência Reuters)

Pela primeira vez desde que a Copa das Confederações foi criada pela Fifa, em 1997, a seleção brasileira não participará do torneio em 2017, na Rússia. A derrota para o Paraguai, nas quartas de final da Copa América, consumou mais um recorde negativo na história da equipe nacional. Desde que o torneio começou a ser disputado, o Brasil havia conquistado quatro edições (1997, 2005, 2009 e 2013).

Na última conquista, o Brasil derrotou a Espanha por 3 a 0, no Maracanã, e ficou com o caneco. Nas outras edições da Copa das Confederações, as seguintes equipes ficaram com o título: México (1999) e França (2001 e 2003).

Para a edição de 2017, na Rússia, além do país sede, a Alemanha, como campeã da Copa de 2014, e a Austrália, vencedora da Copa da Ásia, estão confirmadas no torneio. Os outros participantes são os campeões dos respectivos torneios continentais (Oceania, América do Norte, América do Sul, Europa e África).

Após a eliminação, o técnico Dunga fez uma avaliação do que será feito no futuro.

– Acredito que a gente vai continuar no trabalho, na nossa forma de pensar no que tinha programado, perdemos cinco jogadores para o torneio, dificulta o trabalho, principalmente quando se fala de experiência, renovação, mas nunca deixar de lado o quanto é importante a experiência dos jogadores dentro de uma competição como é difícil a Copa América e a Libertadores – explicou o comandante.

Os próximos compromissos da seleção brasileira serão em setembro, nos Estados Unidos. Um dos amistosos será contra a Argentina, pelo Desafio das Américas.

 

GLOBO ESPORTE.COM

Renato Maurício Prado chama a Copa das Confederações de ilusão

Me engana que eu gosto II

Com sinceridade, não estou nem aí para o título da Copa América. Prefiro até que o Brasil não dispute a próxima Copa das Confederações, um tremendo “me engana que eu gosto”! Nenhum de seus campeões emplacou no Mundial seguinte. O que eu gostaria de ver era a seleção ganhando corpo e encontrando sua melhor formação — se possível com outros jogadores se firmando para poder ajudar Neymar. Até agora, está difícil…

 

Renato Maurício Prado – O GLOBO – 19/06/2015

Renato Maurício Prado torce para o Brasil não ganhar a Copa das Confederações de 2017

71ec5-adidas20brazuca20201420world20cup20ball201

Por falar nos três últimos treinadores, todos eles ganharam a Copa das Confederações e se encheram de moral. Tomara que o Brasil nem a dispute em 2017. Basta não vencer a próxima Copa América, em 2015, no Chile…

 

Renato Maurício Prado – O GLOBO – 15.07.2014

Fortaleza teve o 2º maior número de ingressos vendidos na Copa das Confederações

Fortaleza recebeu três jogos da Copa das Confederações, incluindo Brasil x México FOTO: KID JÚNIOR

Fortaleza recebeu três jogos da Copa das Confederações, incluindo Brasil x México FOTO: KID JÚNIOR

O total de ingressos comercializados nos três jogos realizados na Arena Castelão levou Fortaleza a ser a segunda cidade-sede com maior o número de entradas vendidas por pessoa.De acordo com os dados extraídos das súmulas de cada partida, 165.150 pessoasforam ao jogos na Capital.

Os dados divulgados pela Federação Internacional de Futebol (Fifa) mostrou que Fortaleza ficou atrás somente do Rio de Janeiro, com 218.460 pessoas que foram ao Maracanã. A lista é completa por Belo Horizonte (130.360), Salvador (119.025), Recife (104.241) e Brasília (67.423).

Balanço da Copa das Confederações

O secretário especial da Copa no Ceará, Ferruccio Feitosa, afirmou que a realização da Copa das Confederações em Fortaleza está de parabéns e revelou não enxergar nenhum problema nos setores de responsabilidade do Governo do Estado e da Prefeitura de Fortaleza.

“O público de Fortaleza contagiou todo o País ao cantar o hino. O gramado do Castelão foi eleito como o melhor, também tivemos a melhor acolhida, não tivemos problemas no Aeroporto e todo o sistema de transporte pensado pelo secretário Domingos Neto funcionou bem”, ressaltou Ferruccio.

Secretário critica serviço de telefonia móvel no Castelão

Ao ser questionado sobre o que Fortaleza precisa melhorar para 2014, Ferruccio pontuou duas falhas de responsabilidade do setor privado.

“O serviço nas lanchonetes do Castelão ainda é precário. A Anatel e as operadoras de telefonia móvel também precisam resolver o problema do sinal do celular. Ainda é impossível fazer ligação e usar a internet 3G”, completa o secretário.

 

Diário do Nordeste

Renato Maurício Prado comenta Brasil 3 x 0 Espanha

BRAESP

3:0 (2:0)

Quem poderia imaginar que o Brasil não somente venceria os cinco jogos como fecharia a competição com um sonoro 3 a 0 sobre os campeões mundiais?

Nem o mais otimista dos torcedores. Nem Felipão, o primeiro a admitir isso, imediatamente após o final do jogo.

Mais importante do que a merecedíssima conquista da Copa das Confederações, entretanto, foi a certeza de que a seleção brasileira passou a ter uma cara. Um time definido, um esquema tático claro e eficiente e, principalmente, um cracaço capaz de desequilibrar: Neymar.

Estamos prontos para a Copa do ano que vem? Não. Mas o caminho está traçado. E se o time continuar repetindo, daqui até lá, atuações como a que teve na incontestável vitória sobre a Espanha, é possível, sim, sonhar.

É preciso, porém, continuar trabalhando sério e firme. Além dos espanhóis, alemães e argentinos chegarão fortissimos aqui. E ainda deve-se lembrar da Itália, da Holanda etc.

O melhor nesta quarta conquista do titulo da Copa das Confederações foi o reencontro da seleção com a torcida – que voltou a apoiá-la e a acreditar nela.

Uma atuação como essa contra a Espanha é de encher de orgulho e esperança qualquer torcedor.

Ela só não pode levar ao oba-oba e ao otimismo exagerado.

O Brasil deu um salto de qualidade colossal. Mas é preciso continuar evoluindo para chegar ao  hexa.

 

Coluna redigida pelo jornalista Renato Maurício Prado para o jornal carioca O GLOBO no dia 01 de julho de 2013