Pedro Bial entrou em férias e volta a gravar o Conversa com Bial dia 31

 

Parada técnica

Pedro Bial também entrou no esquema das férias de julho na Globo. As gravações do “Conversa” serão retomadas a partir do próximo dia 31. Foi tudo adiantado até lá.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Flávio Ricco comenta acertos do Conversa com Bial

E tem mais Na colocação do número musical no “Conversa”, se evitou o uso de luzinhas piscando ou câmeras passeando.  Naquele momento se priorizou destacar quem estava se apresentando.

Houve, sim, como problema, a desatualizada informação de uma possível soltura de José Dirceu, fato naquele instante já decidido, mas não se tratou de algo que pudesse comprometer todo o resto.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Flávio Ricco comenta o cenário do Conversa com Bial

Acolhimento O sucesso de qualquer programa de televisão só vem a acontecer se todo o seu conjunto de valores for convenientemente atendido. O cenário do “Conversa com Bial” é nota 10. O uso da madeira transmite calor e aconchego.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Programa do Gugu tem revelado bons valores para a Globo

 

Em série

Primeiro, bem no comecinho do ano, a Globo tirou a coordenadora de produção do Gugu, para trabalhar na produção do Bial.

Agora, para o mesmo programa, foi a vez do produtor Mairo Fischer. Gugu tem funcionado como um celeiro de bons valores para a concorrência.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

“Conversa com Bial” é, antes de tudo, um programa inteligente

Ramón Vasconcelos/Globo

Estar à frente de um programa de entrevistas na televisão é saber conviver com desafios e imprevistos diários, muitas vezes impossíveis de serem contornados. Entre os principais, o convidado que não rende, outro que cancela em cima da hora e a dificuldade de extrair o que possa haver de novidade, tamanha a concorrência que hoje existe com outros tantos meios de comunicação. O Bial, no seu primeiro dia, antes de mais nada, revelou ao público o seu desejo de colocar no ar um programa inteligente. Foi sábia a iniciativa da sua produção em conseguir a presença da ministra Cármen Lúcia, uma figura que todos conhecíamos muito pouco além das suas atividades no Supremo Tribunal Federal . E uma conversa que, pelo menos no primeiro dia, mostrou o propósito de se colocar na contramão do que hoje existe na televisão – sem qualquer crítica a ninguém, que é o excesso de show e quase nada de conversa. A Globo, mais que qualquer outra emissora, pode se dar a este luxo de realizar um programa de maior qualidade, sem priorizar ou ter como principal finalidade a conquista de audiência. Para a televisão, como um todo, o “Conversa com Bial” pode ser avaliado como um avanço dos mais interessantes.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Conversa com Bial estreia hoje na Rede Globo de Televisão

 

Reserva de estúdio Ao contrário de Jô Soares que gravava seu programa duas vezes por semana (terça e quarta) nos estúdios da Globo em São Paulo, Pedro Bial utilizará o espaço três vezes: terça, quarta e quinta. O “Conversa” estreia 2 .

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Rede Globo vai estrear o talk show de Pedro Bial no dia 02 de maio

 

A Globo optou por driblar o feriado do Dia do Trabalho e vai promover no dia 2, terça-feira, a estreia do “Conversa com Bial”. Chamadas no ar.

Já de algum tempo, Pedro Bial e equipe estão envolvidos num trabalho intenso com o novo programa.

Mas a semana passada, especialmente, foi aquela que todos pegaram mais pesado. Ricardo Waddington, diretor do núcleo, acompanhou tudo de perto.

De acordo com a proposta, Bial irá abrir um canal de diálogo com a sociedade ao abordar temas relevantes próximos ao cotidiano e matérias de comportamento.

O programa terá anônimos, mas também “as melhores cabeças” em áreas como ciência, história, religião, saúde, política, economia, segurança pública e comportamento.

Anuncia-se ainda um cenário modular que se adapta ao tema abordado e muito trabalho em externa, movimentando o próprio Pedro Bial nas reportagens e outros profissionais da emissora.

“Conversa com Bial”, sob a direção de Mônica Almeida, substitui o extinto programa de Jô Soares nas madrugadas da emissora. O jornalista, após anos se dedicando ao “Big Brother”, tem agora este novo desafio.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Rede Globo se inspirou em Oscar Niemeyer para o Conversa com Bial

 

Requintes (1) A Globo foi nos detalhes para construir o cenário do “Conversa com Bial”, que estreia em 1º de maio. Segundo a emissora, um trabalho “com forte inspiração em Oscar Niemeyer”. O mobiliário apresentará várias características do arquiteto e irá aliar elementos de madeira para dar uma sensação mais aconchegante ao espaço.

Requintes (2) A proposta é de um cenário dinâmico, para contemplar todas as necessidades do programa. Foram criados “três universos dentro do palco: o local onde o Bial conversa e faz as entrevistas, outro para o debate de ideias e mais um espaço para a banda”, explica o cenógrafo Milton Di Biasi, com quase 20 anos de casa.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery