Chapa “Fechado Com Vozão” vence com 82,9% dos votos e Robinson de Castro é o novo Presidente do Ceará

Raimundo Pinheiro e Carlos Moraes serão os dois vices

Ceará Sporting Club

Chapa da situação para o Conselho Deliberativo do Fortaleza muda candidato a presidente

17h19 | 25.11.2014

Elpídio Brígido Filho desiste de concorrer à reeleição e dá lugar a Wagner Lopes. Oposição entra com pedido de impugnação da mudança.

2062a-fortaleza_esporte_clube_de_fortaleza-ce

Nesta terça-feira (25), o grupo de situação do Fortaleza seguiu o desejo do presidente Osmar Baquit e retirou as chapas “Responsabilidade Tricolor” para a diretoria executiva e “Austeridade” para o Conselho Fiscal. Entretanto, a chapa “Mozart Gomes”, concorrente ao Conselho Deliberativo, manteve-se na disputa o mudou o candidato a presidente para o pleito do próximo dia 1º de dezembro.

Após anunciar a saída da situação das eleições em entrevista coletiva na última sexta-feira (21), Baquit reafirmou, na última segunda (24), que os candidatos Adaílton Campelo, Elpídio Brígido Filho e Gláuber Carneiro não concorreriam aos cargos. O atual mandatário do Conselho Deliberativo, então, desistiu de concorrer à reeleição e deu lugar aWagner Lopes, que era o segundo tesoureiro da chapa.

Além de Elpídio, Júlio Nogueira Militão Neto também deixou a chapa e deu lugar a Franciso de Assis Vale Sales. A vaga de segundo tesoureiro, vaga com a mudança de cargo de Wagner Lopes, foi preenchida por João Barbosa Pinheiro.

Na eleição da próxima segunda-feira (1), no Pici, a chapa “Mozart Gomes” terá o número 16 na urna. Já a chapa de oposição “Péricles Mulatinho”, encabeçada pelo ex-presidente Flávio Novais, escolheu o número 18.

Oposição pede impugnação

A chapa “Péricles Mulatinho” promete entrar com pedido de impugnação da mudança do candidato a presidente da chapa “Mozart Gomes”. O grupo opositor se baseia na lei eleitoral, que prevê 20 dias de antecedência para a mudança de candidato em caso de renúncia.

Em ata publicada na última segunda, a Comissão Eleitoral do Tricolor disse que “esclareceu aos presentes que é possível a substituição de candidatos até o prazo máximo de quarenta e oito horas, antes da eleição, nos termos da Legislação Eleitoral, aplicada de forma complementar ou subsidiaria ao processo eleitoral do Fortaleza”.

 

Diário do Nordeste – Jogada – 25/11/2014

Leão e Vovô devem assinar contrato de exclusividade com Arena Castelão

Negociações do Fortaleza estão mais adiantadas, mas Ceará deve fechar contrato após o feriado da Páscoa

Castelão vista ampla (Foto: Diego Morais)

Castelão deve ser sede dos próximos jogos de
Fortaleza e Ceará (Foto: Diego Morais)

Ceará e Fortaleza devem fechar contrato de exclusividade com a Arena Castelão. O Tricolor do Pici já havia encaminhado o acerto do contrato. Segundo o presidente do clube, Osmar Baquit, o Conselho Deliberativo já aceitou os termos do contrato e no início da próxima semana já deve ocorrer o acerto final.

– O Fortaleza está satisfeito com a proposta. A executiva do Conselho (Deliberativo) só quer checar para saber se está tudo certo com o contrato. Na terça-feira deve ser assinado – explicou.

A decisão no Pici foi aprovada de forma unânime, pelos 44 conselheiros, e o clube receberá R$ 130 mil mensais, segundo dirigentes, para mandar seus jogos no estádio pelos próximos seis anos. O valor inclui a cota de um patrocínio master, que será estampado na camisa do time.

Já nos lados de Porangabuçu, o Ceará ainda negocia e despista qualquer acerto com a Arena Castelão. Segundo o diretor de futebol do clube, Robinson de Castro, ainda não há nada certo entre o Alvinegro e a Arena.

– Estamos avaliando para que na semana que vem, se tudo correr como planejado, o contrato seja assinado – pontuou.

Estreia estádio Castelão (Foto: Ernesto Rodrigues / Agência Estado)Clubes devem assinar contrato com a Arena Castelão (Foto: Ernesto Rodrigues / Agência Estado)

No entanto, o acerto deve realmente ser firmado após o feriado. O secretário especial da Copa do Mundo de 2014, Ferruccio Feitosa, afirmou que com o tempo, as duas maiores forças da Capital devem assinar o contrato de exclusividade.

– Se Deus quiser, depois da Páscoa, o Ceará também fecha com a Arena Castelão – declarou.

Ferroviário foi o primeiro a fechar contrato de exclusividade com o Estádio. Durante os próximos seis anos, o time coral mandará seus jogos apenas no novo estádio cearense.

 

Globo Esporte Ceará