James Akel como o comunismo está sendo implantado gradativamente no Brasil

RETRATO DA ECONOMIA PETISTA

Casas Bahia e Ponto Frio tem redução de 20% nas vendas e fecham dezenas de lojas.
Microsoft, cujo principal acionista sofreu grande perda com ações da Petrobras em sua fundação, fechou a fábrica da Zona Franca desempregando 1200 trabalhadores.

Uma pesquisa feita por grande jornal mostra que 20% da população está desempregada.

Mais da metade das empresas no Brasil está inadimplente.

Lula, que tem ao menos dois apartamentos milionários e só anda de jato executivo, diz que as elites são contra os pobres.

Em todo sistema comunista, a elite comunista vive nababescamente, acaba com a classe média pra manter o povo na miséria e controla o povo distribuindo comida.

Em todo sistema comunista o Exército é controlado pra oprimir o povo a favor do regime comunista.

Em todo sistema comunista, depois que a elite comunista se estabelece, acaba mandando matar a todos que os apoiaram na escalada pra não ter concorrência.

Banqueiros e donos de mega empresas deveriam se preocupar com o futuro de suas famílias.

Hoje os banqueiros tem o maior lucro de sua história.

Amanhã a elite comunista não precisará mais dos nobres banqueiros quando assumir os bancos.

Hoje os mega empresários tem medo do governo tentando preservar suas empresas.

Amanhã a elite comunista não precisará mais dos mega empresários que serão descartados e suas mega empresas estatizadas.

Ao Exército é oferecida uma parte de privilégios na elite comunista pra manter a ordem na força bruta.

O Judiciário é aparelhado no comunismo pra manter as execuções.

No Judiciário comunista só se julga o que já está decidido.

Isto aconteceu com todas as nações comunistas.

O Brasil está no mesmo caminho.

Todas as nações onde o comunismo se instalou tinham povos imbecis e covardes.

 

James Akel no dia 16 de outubro de 2015

James Akel divulga quantas pessoas os grupo de Dilma Rousseff matou na época do regime militar

GRUPOS DE DILMA E OUTROS COMPANHEIROS MATARAM 119 PESSOAS

Os grupos de Dilma, José Dirceu, Rui Falcão, Carlos Eugênio, Lamarca e Marighella mataram 119 pessoas, entre militares e civis que nada tinham a ver com luta armada.

 

Escrito por James Akel às 20h56 no dia 14 de setembro de 2015

James Akel comenta erro do decreto golpista de Dilma Rousseff contra os militares

GOVERNO ERRA NO DECRETO E NÃO CORRIGE DE VERDADE

Bandeira da União Soviética

O decreto de Dilma que tira o poder dos militares sobre as próprias Forças Armadas estava daquele mesmo jeito parado na gaveta da Casa Civil, o que demonstra que se esperava o momento certo de dar uma tacada contra os militares.

Esperaram por um feriado pra fazer.

Mas isto causou tantos comentários que decidiram de público dizer que foi um equívoco e preparam uma portaria pra mudar uma parte do texto.

Uma portaria não tem o poder do decreto.

O decreto está claro.

Tira todo poder dos militares.

A portaria é apenas algo temporário que pode ser revogado pela comunista petista Eva Maria, mulher do guerrilheiro subcomandante do MST.

Ou seja, se os militares não forem submissos a dona Eva tira o modesto poder que eles tem.

Modesto sim porque nenhum deles participa da política de defesa do Brasil.

A política de defesa do Brasil está nas mãos dos comunistas e guerrilheiros.

O mínimo a fazer seria revogar o decreto.

A própria existência do Ministério da Defesa anula toda função da chefia do Estado Maior das Forças Armadas, hoje ocupada por um general, Sergio Etchegoyen.

O Estado Maior nada pode mesmo congregando as três armas.

O Ministério da Defesa tudo pode nas mãos da guerrilha.

 

Escrito por James Akel às 09h12 no dia 10/09/2015