Seleção mexicana divulga convocação para a Copa; Chicharito comanda equipe

mexico

Seleção mexicana enfrentará o Brasil no dia 17 de junho Foto: Agência Reuters

O técnico Miguel Herrera divulgou, nesta sexta-feira (9), a lista dos atletas convocados da seleção mexicana para a Copa do Mundo. Sem grandes novidades, a base da equipe é formada por jogadores que atuam em times locais. Os destaques ficam por conta de Chicarito Hernández, atacante do Manchester United, e o carrasco do Brasil nas Olimpíadas de 2010, Oribe Peralta.

O México também anunciou a programação para a Copa. A equipe faz quatro amistosos (Israel, no dia 28 de maio, Equador, 31 de maio, Bósnia, 3 de junho, e Portugal, 6 de junho), antes de desembarcar no Brasil no dia 7 de junho, para a preparação em Santos/SP. A equipe comandada por Herrera estreia no Mundial dia 13, contra o Camarões, na Arena das Dunas, em Natal.

Em Fortaleza, a seleção mexicana enfrenta o Brasil no dia 17 de junho, em partida válida pela 2ª rodada do Grupo A. O encerramento na primeira fase acontecerá em Pernambuco, quando os mexicanos enfrentam a Croácia, em 23 de junho.

A ausência mais sentida foi a do atacante Carlos Vela, da Real Sociedad/ESP. Já o nome convocado menos cogitado foi o do experiente defensor Carlos Salcido, de 34 anos. Rafa Márquez e Giovani dos Santos, ambos ex-Barcelona, estarão no Mundial.

Confira a lista completa:

Goleiros: Jesús Corona (Cruz Azul), Guillermo Ochoa (Ajaccio) e Alfredo Talavera (Toluca);

Defensores: Rafael Márquez (León), Diego Reyes (Porto), Héctor Moreno (Espanyol), Paul Aguilar (América), Miguel Layún (América), Carlos Salcido (Tigres), Francisco Maza Rodríguez (América), Miguel Layún (América) e Andrés Guardado (Bayer Leverkusen);

Meias: José Juan Vázquez (León), Juan Carlos Medina (América), Héctor Herrera (Porto), Carlos Peña (León), Luis Montes (León), Marco Fabián (Cruz Azul) e Isaac Brizuela (Toluca);

Atacantes: Oribe Peralta (Santos Laguna), Chicharit Hernández (Manchester United), Raúl Jiménez (América), Alan Pulido (Tigres) e Giovani dos Santos (Villarreal);

 

Blog Diário Na Copa – Diário Na Copa – 09/05/2014

México garante vaga na Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014

México confirma vaga com nova goleada

© AFP

O México tinha uma enorme vantagem e precisava de pouco para garantir a vaga na Copa do Mundo da FIFA. Ainda assim, na partida de volta pelo play-off intercontinental contra a Nova Zelândia, a equipe de Miguel Herrera não quis saber de segurar o ritmo e, para espantar de vez a crise que rondou o país durante as eliminatórias, mostrou força novamente, goleando os neozelandeses mais uma vez, agora por 4 a 2, em partida disputada em Wellington.

Somado aos 5 a 1 da ida, o México fecha a série com autoridade e um placar agregado de 9 a 3, que o confirmaram como o 31º país classificado à Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 e, mais ainda, resgataram o moral do grupo liderado por Miguel Herrera. O técnico, aliás, teve o mérito de montar uma equipe baseada em talentos locais, reencontrando o espírito e a garra que andaram em falta na péssima campanha no hexagonal final da CONCACAF.

Nas eliminatórias, o México foi superado por Estados Unidos, Costa Rica e Honduras e só ficou em quarto lugar graças aos americanos, que venceram o Panamá e salvaram o El Tri nos últimos minutos da última rodada. Abalados, os mexicanos promoveram uma série de mudanças para os play-offs e conseguiram se reerguer na hora certa. Já a Nova Zelândia, líder das eliminatórias da Oceania, não repete a África do Sul 2010, quando se classificou e fez história no torneio.

Na partida em Wellington, o México tratou de encerrar qualquer suspense logo no primeiro tempo, quando Oribe Peralta, atacante do Santos Laguna, marcou logo três gols, aos 14, 29 e 33 minutos. O pesadelo neozelandês só não foi maior porque os mexicanos, aí sim, resolveram se acalmar.

No segundo tempo, foi preciso esperar o fim da partida para ver a reação dos anfitriões, com gols deChris James, em cobrança de pênalti, e Rory Fallon. Mas qualquer esperança de empate se encerraram a quatro minutos do fim, quando Carlos Peãn fez o quarto e deixou completa a festa mexicana e salvou um ano complicado para o país.

Satisfeito pelo resultado imediato, Herrera sabe que ainda terá trabalho pela frente para recuperar de vez a estima do país, para, na 15ª participação do país em Mundiais, tentar superar as últimas cinco eliminações seguidas em oitavas de final.

 

FIFA.com