Idoso compra Pampa de 1997 e tem carro roubado no mesmo dia em Roraima

Ladrão disse que iria pagar idoso para transportar uma geladeira no carro.
Vítima foi abandonada às margens da BR-432 após assalto nessa 4ª (25).

Bandeira do estado de Roraima

Pampa foi roubada no mesmo dia em que idoso comprou o veículo (Foto: Antônio Nascimento/Arquivo Pessoal)

Carro Pampa foi roubado no mesmo dia em que
o idoso comprou o veículo em uma oficina
(Foto: Antônio Nascimento/Arquivo pessoal)

O mestre de obras Antônio Estevão Nascimento, de 70 anos, teve o carro modelo Pampa do ano de 1997 furtado nessa quarta-feira (25), logo após comprar o veículo e chegar em casa. O assaltante furtou o carro e deixou o idoso abandonado às margens da BR-432, estrada que liga Boa Vista ao município de Cantá.

Ao G1, Nascimento contou que chegou em casa no bairro Equatorial, na zona Oeste de Boa Vista, por volta das 16h após finalizar a compra do carro em um oficina da cidade. Ele disse ainda que pagou R$ 8,6 mil pelo veículo de quase 20 anos.

Depois que chegou em casa com o veículo, segundo o relato do mestre de obras à polícia, um homem de aproximadamente 40 anos foi a sua casa e disse que o pagaria para transportar uma geladeira. “Saímos de casa em direção ao Bairro 13 de Setembro [Sul da capital]”, contou Nascimento.

Ao chegar no endereço dado pelo homem, o suspeito afirmou que não tinha ninguém em casa e que eles deveriam entregar a geladeira na residência de um parente que ficava em direção ao município de Cantá. “Lá pelas 18h, perto da Vila São Francisco, ele pediu para eu parar o carro e me mandou entregar a chave para ele. Disse que estava armado, mas eu não vi a arma”, detalhou.

O suspeito deixou o idoso às margens da estrada. Nascimento contou ainda que precisou andar por duas horas até à entrada da vila onde pediu ajuda aos moradores. O caso foi registrado no 5º Distrito Policial e será investigado pela Polícia Civil.

 

G1.COM.BR

Servidores do Cantá, em Roraima, cobram salários atrasados há 2 meses

As pastas da Administração e da Educação do município estão sem receber.
Alguns servidores alegam que não receberam o 13º salário.

Bandeira do estado de Roraima

Servidores efetivos lotados na Secretaria de Administração do município do Cantá, região Centro-Leste de Roraima, procuraram o G1 para denunciar que estão há dois meses sem receber os salários. O motivo, conforme eles que preferiram não se identificar, seria a prisão de um secretário do município feita pela Polícia Federal durante a operação ‘Libertatem’.

Além dos salários, os servidores alegam que também não receberam o 13º e passaram o Natal e a virada de ano sem dinheiro.

O Sindicato dos Servidores Municipais do Cantá(Sinsec), por meio da presidente Joelma Maia, afirma que está ciente da situação e vai procurar o Ministério Público do Estado (MPRR) para denunciar o descaso.

“Estamos com dívidas para pagar, tem gente que teve o nome negativado, outros estão devendo pensão. Assim não dá para viver. Se ela [prefeita] não está pagando os concursados, imagina o pessoal que trabalha seletivado”, disse um servidor que trabalha na sede da prefeitura.

De acordo com a presidente do Sinsec, os servidores da Educação também não receberam. “A previsão para o pagamento dos professores é dia 10 de janeiro. No entanto, a situação está assim porque desde que o secretário foi preso, a prefeita não nomeou outra pessoa para assumir o cargo”, disse Joelma.

O G1 tentou contato, por telefone, com a prefeita do município de Cantá, Roseny Cruz (PMDB), e com a secretária de Educação, mas os telefones estavam desligados.

 

G1.COM.BR

Foragido suspeito de homicídio é recapturado na região Sul de Roraima

Homem foi preso neste domingo (15) em São João da Baliza.
Denúncia apontou paradeiro de foragido; ele não resistiu a prisão, diz PM

Bandeira do estado de Roraima

Ednaldo foi levado para a cadeia de São Luiz (Foto: Divulgação/PM)

Ednaldo foi levado para a cadeia de São Luiz
(Foto: Divulgação/PM)

Uma ação conjunta da Polícia Militar (PM) e da Polícia Civil prendeu o foragido da justiça Ednaldo Coelho da Silva neste domingo (15) no município de São João da Baliza, no Sul de Roraima.

Contra Ednaldo existia um mandado de prisão por um homicídio cometido no início de 2015 em uma vicinal do município do Cantá, região Centro-Leste do estado, informou a PM.

A polícia informou que através de uma denúncia souberam o paradeiro do foragido. “Prendemos ele em um bar e ele não resistiu, pois o abordamos de forma surpresa. Quando ele percebeu já não tinha o que fazer”, contou um agente que preferiu não se identificar.

Após o cumprimento do mandado, Ednaldo foi levado para a cadeia de São Luiz onde ficará a disposição da justiça.  encaminhado para os procedimentos padrões e levado para a Penitenciária Agrícola de Monte Cristo onde ficará a disposição da justiça.

 

G1.COM.BR