Piauí perdeu 7.440 empregos nos quatro primeiros meses do ano

Somente no mês de abril foram perdidos 348 empregos celetistas.
Na área da Construção Civil foram eliminados 580 postos de emprego.

Bandeira do estado do Piauí

Interessados em vagas de emprego fazem fila em avenida de Sorocaba (Foto: Juliana Furio/TV TEM)
De janeiro a abril mais de 7 mil vagas de emprego são perdidas no Piauí
(Foto: Juliana Furio/TV TEM)

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados nesta quarta-feira (25), mostram que foram eliminados 7.440 postos de trabalho nos quatro primeiros meses deste ano no Piauí.

Com relação somente ao mês de abril, foram perdidos 348 empregos celetistas, o que equivale a uma redução de 0,12% em relação ao estoque de assalariados com carteira assinada do mês anterior.

O setor da construção civil foi o que teve o maior número de vagas de emprego eliminadas: 580. O comércio teve o segundo pior resultado com a eliminação de 210 postos postos de trabalho. Ainda de acordo com o Caged, nos últimos 12 meses houve uma diminuição de 3,54% no nível de emprego ou 10.753 postos de trabalho eliminados.

As cidades de União, Teresina e José de Freitas foram as três que mais criaram vagas de emprego. Em contrapartida, os municípios deSão Raimundo Nonato, Campo Maior e Parnaíba foram as que tiveram mais demissões de trabalhadores.

 

G1.COM.BR

Instituto Federal do Piauí abre inscrição de classificatório com 3.420 vagas para cursos técnicos

Candidatos deve preencher o formulário no site da instituição e pagar R$ 25.
As provas do exame classificatório serão aplicadas no dia 31 de janeiro.

Bandeira do estado do Piauí

O Instituto Federal do Piauí (IFPI) inicia nesta terça-feira (24) as inscrições do exame classificatório com 3.420 vagas em 26 cursos técnicos. Para se inscrever, o candidato deve preencher o formulário no site da instituição e pagar a guia de reconhimento de R$ 25 nas agências ou caixas eletrônicos.

Prédio Central do IFPI em Teresina (Foto: Gil Oliveira/G1)
IFPI abre inscrição de exame classificatório
(Foto: Gil Oliveira/G1)

As inscrições seguem até o dia 7 de janeiro de 2016. As oportunidades são para as cidades de Angical do Piauí, Campo Maior, Cocal, Corrente, Floriano, Oeiras, Parnaíba, Paulistana, Pedro II, Picos, Piripiri, São João do Piauí, São Raimundo Nonato, Teresina, Uruçuí e Valença do Piauí.

Nesta edição, os cursos são ofertados em três formas de ensino: integrada (para quem já concluiu ou esteja concluindo, em 2015, o ensino fundamental); concomitante (candidatos que estão cursando, em 2015, a partir do 1º ano do ensino médio); e subsequente (para quem já concluiu ou está concluindo, em 2015, o ensino médio).

As vagas são para os cursos técnicos em administração, informática, alimentos, agricultura, meio ambiente, edificações, eletromecânica, fruticultura, eletrotécnica, agropecuária, informática para internet, mineração, vestuário, restaurante e bar, guia de turismo, cozinha, mecânica, eletrônica, refrigeração, segurança do trabalho, instrumento musical, contabilidade, saneamento, estradas, agroindústria e análises clínicas.

Em cada curso, por turno, 50% das vagas são destinadas aos candidatos egressos de escola pública. Da mesma forma, 5% das vagas serão destinadas aos candidatos com deficiência.

As provas do exame classificatório serão aplicadas no dia 31 de janeiro, das 8h às 12h (horário local). O teste terá 60 questões de múltipla escolha das disciplinas de língua portuguesa e matemática. O gabarito será divulgado no mesmo dia, à tarde, e o resultado final está previsto para 17 de fevereiro.

 

G1.COM.BR