Ceará 1 x 1 Maranguape

Autor do gol de empate no 2º tempo, o atacante Bill teve boa participação no jogo

Autor do gol de empate no 2º tempo, o atacante Bill teve boa participação no jogo
(Foto: Christian Alekson / cearasc.com)

A 2ª fase do Campeonato Cearense 2016 começou na tarde deste sábado, 05/03, quando o Vozão foi à Arena Castelão para encarar o Maranguape e empatou. O jogo entre os dois times foi movimentado, mas as duas equipes não tiveram uma tarde inspirada no ataque, com isso a igualdade no marcador ficou cada vez mais evidente. Mandante do jogo, o Alvinegro pressionou mais, no entanto não conseguiu aproveitar as chances e só empatou em 1 x 1, com gol de Bill.

O jogo começou com o Ceará pressionando e buscando o gol. Aos três minutos, Serginho deu bom passe para Rafael Costa cabecear com força e mandar pelo lado direito do gol. A resposta dos visitantes veio com Niel, que chutou da entrada da área e mandou rente à trave direita de Éverson. O Vovô até conseguiu marcar seu gol, no entanto Rafael Costa estava impedido ao receber cruzamento de Richardson e marcar de cabeça, com isso o gol foi anulado.

O Maranguape mostrou eficiência e abriu o placar do jogo aos 15 minutos, quando Nilsinho recebeu cruzamento da direita, dividiu com Éverson e ganhou o lance, ficando livre para mandar a bola para o fundo das redes e fazer 1 x 0. O Ceará sentiu um pouco o gol, mas logo conseguiu retomar o controle da partida, mas atacou com pouca eficiência.

Com 35 minutos, Sanchez deu lindo drible de letra na marcação e chutou cruzado para boa defesa do goleiro. Depois disso, o camisa 6 ainda criou mais duas boas chances em cobranças de falta e viu o goleiro trabalhar bem. Nas últimas chances criadas, Tiago Cametá arriscou de fora da área e obrigou Théo a defender. No fim, Sanchez cruzou para Bill, que ajeitou para Serginho chutar de voleio, no entanto o camisa 1 do Maranguape salvou novamente, assegurando o placar em 1 x 0 para o Maranguape na etapa inicial.

A etapa final começou muito movimentada. Logo aos dois minutos, Niel recebeu lançamento perfeito de Ronaldinho, ficou cara a cara com Éverson e chutou colocado, mas errou o alvo e mandou rente à trave esquerda. No minuto seguinte, Siloé ganhou dividida com a defesa, driblou o goleiro e cruzou para Bill, no entanto a defesa conseguiu fazer o corte.

Com cinco minutos, o camisa 8 arriscou de fora da área e Théo espalmou. A resposta veio com Anderson Paãn, em cobrança de falta colocada, que foi bem defendida por Éverson. O empate só veio aos 14 minutos, quando Richardson roubou a bola e deixou para Serginho. O camisa 10 avançou e deixou Bill na boa para finalizar rasteiro e mandar no canto esquerdo do goleiro: 1 x 1.

O gol animou o time do Vozão, que passou a controlar ainda mais as ações. Alex Amado entrou na vaga de Siloé e o Alvinegro passou a desperdiçar boas chances. Serginho e Rafael Costa tentaram de fora da área, mas erraram o alvo. Aos 30 minutos, Serginho chutou colocado e com muita força, obrigando Théo a fazer defesa espetacular, evitando a virada no Castelão. Depois disso, Emanuel Biancucchi entrou na vaga de Rafael Costa.

Na última mudança, Ademir Fesan, auxiliar técnico de Lisca, mandou a campo o atacante Rafinha, que teve muita movimentação, mas não conseguiu criar jogadas ofensivas, desta forma o placar não sofreu novas alterações e os dois times estrearam nesta 2ª fase do Estadual somando apenas um ponto na tabela.

Agora, o elenco do Mais Querido volta o seu pensamento para encarar o Flamengo/PI, na próxima quarta-feira, 09/03, fora de casa, pela penúltima rodada da 1ª fase da Copa do Nordeste 2016. Amanhã, por volta das 9 horas, todo o grupo já se reapresenta na sede do clube, iniciando os preparativos para o duelo diante dos rubro-negros.

 

Site do Ceará Sporting Club

Tom Barros comenta que o Ceará precisa voltar as suas atenções para o Campeonato Cearense

Ceará Sporting ClubFortaleza Esporte Clube

Novo desafio

Agora a decisão do Campeonato Cearense. Outra história. O Fortaleza, rival quase centenário. Leão tem a vantagem do empate. Um clássico que não é ocasional como Ceará e Bahia. Só este ano já foram cinco clássicos Fortaleza x Ceará. Duas vitórias alvinegras, duas vitórias tricolores e um empate. E ninguém conseguiu ganhar por diferença de dois gols.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 01/05/2015

Tom Barros comenta que o Ceará agora volta as suas atenções para a final do Campeonato Cearense

Ceará Sporting ClubFortaleza Esporte Clube

 

Elucubrações. Encerrada a Copa do Nordestino, agora todas as atenções voltam-se para a decisão do Campeonato Cearense, domingo, também no Castelão. Vale um penta para o Ceará. Vale um título para o Leão. Até que ponto o ritmo e o resultado do jogo de ontem poderão ter reflexos na decisão local? Taí pergunta de difícil resposta. Só mesmo na hora em que a bola rolar para Ceará e Fortaleza será possível correta avaliação. O Fortaleza descansado, à espera. O Ceará desgastado pelo esforço. Incógnita.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 30 de abril de 2015

Tom Barros comenta que Marcelo Chamusca deve ter assistido à vitória do Ceará na final da Copa do Nordeste

Fortaleza Esporte ClubeCeará Sporting Club

Na prancheta

Quem, certamente, fez todas as anotações sobre o comportamento do Ceará no jogo de ontem foi o técnico do Fortaleza, Marcelo Chamusca. Além de ver o desgaste do adversário na decisão do Campeonato Cearense, Chamusca deverá analisar com seu grupo as alternativas usadas por Silas no transcorrer da partida. Disso poderá tirar o melhor proveito.

 

Tom Barros – Jogada – Diário do Nordeste – 30 de abril de 2015

Ceará mantém preço dos ingressos e vendas para Final do Estadual começam hoje

Fortaleza venceu o primeiro jogo da decisão do Estadual por 2 a 1 (Foto: Kid Júnior/Diário do Nordeste)

Se o Fortaleza aumentou o valor dos ingressos para o primeiro jogo da decisão do Campeonato Cearense, o Ceará preferiu não elevar os preços para a segunda partida da final, próximo domingo, às 16h, no Castelão.

De acordo com o diretor administrativo do Ceará, Raimundo Pinheiro, os valores são os mesmos, por exemplo, da partida contra o Vitória, pelas semifinais do Nordestão:

Cadeira superior: R$ 30
Cadeira inferior: R$ 40
Setor especial: R$ 50
Setor premium R$ 100.

Com meia entrada disponível em todos os lugares. Os bilhetes já estarão à venda nesta terça-feira, 28, a partir do meio-dia, em todos os pontos autorizados pelos dois clubes.

No primeiro jogo, o Fortaleza, mandante da partida, aumentou em R$ 10 os valores a superior, inferior e especial. O público pagante foi de pouco mais de 18 mil torcedores.

Por ter ganho a partida, por 2 a 1, o time tricolor joga pelo empate para conquistar o título estadual, enquanto para a equipe alvinegra só a vitória interessa para levar o penta.

 

Diário do Nordeste – 27/04/2015

Veja os gols de Fortaleza 2 x 1 Ceará – primeiro jogo da final do Campeonato Cearense 2015

Fortaleza podia ter colocado a mão na taça, mas jogar pelo empate é excelente

Zagueiro Genilson celebra o primeiro gol do da vitória tricolor sobre o Ceará (Foto: Bruno Gomes/Diário do Nordeste)

 

Não é que foi uma atuação de gala, nem uma partida memorável. Mas o Fortaleza foi melhor do que o Ceará, tanto que venceu por 2 a 1, o primeiro jogo da decisão do Campeonato Cearense.

Agora, o Tricolor joga por qualquer empate para conquistar o título depois de cinco anos. Enquanto para o Alvinegro só a vitória (por qualquer placar) lhe dará o tão sonhado pentacampeonato.

Foi um jogo com dois tempos bem distintos. Não só pelos gols, que só apareceram na etapa inicial, mas também pela intensidade dos dois times. No segundo tempo, caiu muito a produção das duas equipes e só nos 10 minutos finais o Ceará acordou para tentar o empate.

No primeiro tempo, o Fortaleza foi superior. Fez dois a zero em dois vacilos da zaga alvinegra e só não fez o terceiro e o quarto por pura incompetência dos seus atacantes, que perderam chances claras (duas) com Lúcio Maranhão e uma com Pio em um contra-ataque com apenas dois defensores do Vovô e três leoninos do lado.

Só que não dá para os comandados de Marcelo Chamusca lamentarem, pelo contrário, é preciso celebrar por terem conseguido reverter a vantagem do time do técnico Silas. Jogar pelo empate numa decisão é excelente. Principalmente pelo ótimo sistema defensivo tricolor.

Ao Ceará, infelizmente ou felizmente, com a final da Copa do Nordeste na quarta-feira, tem de esperar para saber se o time vai entrar em campo de ressaca por uma conquista inédita ou por uma derrota improvável.

De uma coisa é certa, se jogar como atuou neste domingo, diante do Fortaleza, perde a Copa do Nordeste e perde o Estadual. O time, ainda mais o setor de defesa, não foi nem sombra das atuações contra o Bahia e Vitória.

Ao Fortaleza, não existe receita para segurar um empate. Se inventar de ficar lá atrás esperando o adversário, só tem a perder. Tem de jogar da mesma forma que atuou nos primeiros 45 minutos deste domingo. Aí, sim, tem grandes chances de ser o campeão cearense de 2015.

 

Mário Kempes