Classificação do GRUPO E da Liga dos Campeões da UEFA 2014/2015

Equipe Pts J V E D GP GC SG
Alemanha Bayern de Munique 15 6 5 0 1 15 4 +11
Inglaterra Manchester City 8 6 2 2 2 9 8 +1
Itália Roma 5 6 1 2 3 8 14 –6
Rússia CSKA Moscou 5 6 1 2 3 6 12 –6
BAY MCC CSKA ROM
Bayern de Munique 1–0 2–0 2–0
Manchester City 3–2 1–2 1–1
CSKA Moscou 0–1 2–2 1–1
Roma 1–7 0–2 5–1

Em jogaço de bola, Borussia supera Bayern e leva primeiro título de 2013/2014

Dois meses após a decisão da Liga dos Campeões, aurinegros dão show no ‘campeão de tudo’ e vencem por 4 a 2. Pep Guardiola dá tapa em Thiago

A exemplo do que acontecera há dois meses, na grande decisão da Liga dos Campeões,Borussia Dortmund e Bayern de Muniquebrindaram os fãs de futebol com um jogaço. Também valia taça,  o holandês Arjen Robbendeixou a sua marca… Mas as semelhanças com aquele 25 de maio pararam por aí. Com direito a grande atuação do volante Gündogan, os aurinegros venceram por 4 a 2, neste sábado, diante de sua imponente torcida no Signal Iduna Park, e começaram a temporada 2013/2014 já com o título da Supercopa da Alemanha.

Numa abertura oficial do futebol no país digna de toda a fama recente conquistada pelos alemães, 80.645 pessoas assistiram à primeira derrota do espanhol Pep Guardiola no comando do time bávaro. E o Borussia só ganhou o direito de disputar o torneio – em jogo único – por ter sido vice-campeão da Bundesliga para o próprio Bayern… Coisas do futebol.

Borussia Dortmund troféu Supercopa da Alemanha (Foto: AFP)
Time do Borussia Dortmund posa com o troféu da Supercopa da Alemanha (Foto: AFP)

O Bayern volta a jogar já na próxima quarta-feira. Enfrentará o São Paulo, na Allianz Arena, pela Copa Audi – torneio que conta ainda com Manchester City e Milan. Já o Borussia terá uma semana de treinos até o início da Copa da Alemanha, sábado, diante do Wilhelmshaven, da Quarta Divisão.

Gündogan brilha

Atuando mais avançado na ausência de Götze, vendido ao próprio Bayern e ainda lesionado,e de Mkhitaryan, reforço também machucado, Gündogan acabou como o melhor em campo. Foi dele o cruzamento para o gol contra de Van Buyten, exatamente no minuto seguinte de Robben empatar a partida em 1 a 1. Na sequência, driblou Thomas Müller com um corte seco antes de concluir com imensa categoria no canto esquerdo de Tom Starke.

Substituto de Manuel Neuer, o goleiro reserva bávaro ainda falhou no primeiro gol da partida, marcado por Marco Reus, quando não conseguiu segurar a bola em cabeçada fraca. O camisa 11 do Borussia também foi o responsável por fechar o placar, já no finzinho e ligeiramente adiantado, completando passe de Aubameyang. Robben, inspirado nas finalizações, foi o autor do segundo gol do Bayern em parceria afinada com o lateral-direito Philipp Lahm, dono das duas assistências.

Ilkay Gündogan gol Borussia Dortmund x Bayern de Munique (Foto: Getty Images)
Gündogan comemora o seu belíssimo gol, o terceiro do Borussia sobre o Bayern (Foto: Getty Images)

A primeira pedra no caminho de Guardiola

Ao técnico Pep Guardiola, já não há chances de ele conquistar tudo o que tem direito em seu primeiro ano com o time bávaro, como fez com o Barcelona em 2009. Além da Supercopa, o Bayern disputará o Campeonato Alemão, a Liga dos Campeões, a Copa da Alemanha e também o Mundial de Clubes em dezembro, no Marrocos – possivelmente em final contra o Atlético-MG, campeão da Taça Libertadores na última quarta-feira.

Guardiola carrega todo este peso ao chegar ao clube após a Tríplice Coroa sob o comando de Jupp Heynckes. O antigo treinador foi o grande responsável por montar uma máquina, campeã alemã com seis rodadas de antecedência e que eliminou o Barcelona na semifinal da Champions com placar agregado de 7 a 0. A Supercopa de 2012 também terminou com o Bayern, coincidentemente em final contra o Borussia.

Cabe ressaltar, porém, que Guardiola esteve longe de contar com a sua força máxima. Com um elenco recheado – apontado por muitos como o melhor do planeta -, nomes como Neuer, Ribéry e Javi Martínez fizeram falta, enquanto Götze também esteve sem condições físicas. Schweinsteiger e Dante, aquém de suas melhores condições, entraram apenas no decorrer do segundo tempo. Os brasileiros Luiz Gustavo e Rafinha não saíram do banco de reservas.

Pep Guardiola técnico Bayern (Foto: AP)
Pep Guardiola conheceu sua primeira derrota como técnico do Bayern (Foto: AP)
Thiago leva ‘tapinha’ de Pep
Pep Guardiola gives Thiago Alcantara  (Foto: Reprodução / youtube)
Guardiola dá tapa no rosto de Thiago (Foto: Youtube)

Desta forma, o único a estrear de maneira oficial nos atuais campeões europeus foi o brasileiro naturalizado espanhol Thiago Alcântara. Titular no esquema 4-1-4-1 adotado por Guardiola, ele teve como principal função ligar a defesa ao ataque. Nas suas aparições ofensivas, destacou-se pelos passes precisos, um em especial para Thomas Müller chutar no travessão quando o placar ainda estava em 3 a 2.

Outro lance envolvendo o ex-jogador do Barça chamou a atenção. Durante a parada técnica para a hidratação por conta do calor em Munique – cerca de 25ºC, temperatura incomum para os alemães -, Thiago levou um tapinha no rosto de Guardiola. O treinador não estava gostando da postura de sua equipe e provavelmente ficou insatisfeito com o passe errado do camisa 6 que originou o quarto gol do Borussia, aos 41 minutos do segundo tempo. Ambos já se conhecem desde os tempos de Barcelona.

 Robert Lewandowski jogo Dortmund contra o Bayer de Munique (Foto: Reuters)
Ainda no Borussia, Lewandowski disputa a bola com Van Buyten: zagueiro belga sofreu (Foto: Reuters)

Esta será uma semana repleta de bom futebol

27.abr.2013 - Ronaldo mata a bola no peito durante o jogo contra os amigos de Bebeto, que serviu como evento teste na reabertura do Maracanã

27.abr.2013 – Ronaldo mata a bola no peito durante o jogo contra os amigos de Bebeto, que serviu como evento teste na reabertura do Maracanã

Está será uma semana especialmente importante para o futebol na televisão.Volta a “Libertadores”. O canal Fox Sports, que já se colocou como casa dela, é o que maior número de jogos exclusivos irá oferecer, começando amanhã com Tigre, da Argentina, e Olímpia, do Paraguai, no início da noite, e Tijuana e Palmeiras na sequência.

Na quarta, às 19h30, Grêmio e Independiente Santa Fé, da Colômbia, e também, sozinho, São Paulo e Atlético Mineiro, na quinta, 20h15.

Na quarta-feira, Boca Juniors e Corinthians, terá a Globo na aberta, com SporTV e Fox na fechada. Aliás, o SporTV será o único a transmitir Emelec e Fluminense ainda na noite de quarta.

A semana, no futebol internacional, vai se completar com os jogos de volta da Liga dos Campeões da Europa, Barcelona e Bayern, Borussia e Real Madrid, com forte possibilidade de frustrar de forma definitiva os que ainda sonhavam em ver Messi contra Cristiano Ronaldo na grande final do dia 25, em Wembley.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery