Direito de resposta

Ficheiro:Band Marca.png

A respeito de nota publicada na coluna de sexta-feira, sobre demissões na Bandeirantes – Rio, insatisfação e prováveis mudanças na sua direção, o vice presidente Frederico Nogueira procura a coluna e informa que a operação engloba, além da TV e duas emissoras de rádio, empresas de outros setores de comunicação. Os negócios se expandiram muito nos últimos tempos, com a aquisição de outra emissora de rádio, uma empresa de mídia digital, além de gráfica e um jornal.

Todas as atividades, prossegue ele, estão dentro das metas estabelecidas. E, por último, informa que número de funcionários, que em 2009 era de 220, pulou para 460 em 2012. Taí.

A nota de sexta, vale repetir, falou de demissões, insatisfação e prováveis mudanças.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Mudanças na direção do Muito Mais

Rodrigo Branco não é mais o diretor do “Muito Mais”, da Adriane Galisteu, na Band. Ricardo Perez assumiu em seu lugar.

Na quinta-feira, disposto a encarar novos desafios, ele pediu afastamento do programa e da própria emissora. Tudo na mais perfeita paz e harmonia.

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Band Rio extingue jornal e demite funcionários

A Band mais uma vez está atravessando um momento complicado em sua filial do Rio de Janeiro.

A emissora decidiu extinguir o “RJ Acontece”, matinal que ia ao ar na faixa das 7h30 da manhã, e desmontou toda a equipe. Cerca de 12 funcionários foram dispensados no começo desta semana.

Segundo a coluna Canal 1, as demissões ainda não cessaram e acredita-se que o número de dispensas chegue a até 20. Outras emissoras da rede também podem ser afetadas. Rodrigo Schneider, que responde pela direção de jornalismo, preferiu não se manifestar acerca dos cortes.

Em tempo:

Este foi o segundo evento de demissões em massa promovido pela Band Rio. No dia 31 de janeiro, o programa “Cidinha Livre” também teve seu fim decretado. A notícia pegou todos os profissionais envolvidos e até mesmo a apresentadora e deputada federal Cidinha Campos de surpresa.

Cerca de 20 profissionais, entre repórteres, produtores, editores e estagiários foram demitidos. Na época foi divulgado que apenas três cinegrafistas seriam reaproveitados em outros programas da casa.

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120705020218.jpg