Apresentadora do “Domingo Espetacular” diz: “melhor fase da minha carreira”

Thalita Oliveira completou um ano à frente do dominical da Record

Há pouco mais de um ano, a jornalista Thalita Oliveira era anunciada como a nova apresentadora do “Domingo Espetacular“, da Record, para substituir Fabiana Scaranzi.

Na ocasião, Thalita deu sua primeira entrevista nesta condição para o NaTelinha, falou sobre suas expectativas e contou que, finalmente, iria aderir às redes sociais.

Mais de um ano depois, Thalita Oliveira cresceu muito na revista eletrônica: há seis meses, produz reportagens sobre temas do cotidiano, como moda, beleza, dentre outros assuntos, que nada lembram seu começo na emissora, que foi como apresentadora do bloco de esportes do “Fala Brasil”. Hoje, a paulista de 31 anos abre o programa dominical com suas histórias e jeito mais descontraído de apresentar.

Pensando nisso, o NaTelinha convidou Thalita – que diga-se, não dá muitas entrevistas -, desta vez para falar como foi esse primeiro ano à frente do “Domingo Espetacular”, juntamente com Paulo Henrique Amorim e Janine Borba, considerando que ela não é só a caçula entre os apresentadores, mas também mais nova que eles em tempo de carreira e idade.

A loira é direta para definir o que sente: é o melhor momento em toda a sua trajetória como jornalista. “Já me sinto totalmente em casa. O ‘Domingo Espetacular’ é a minha segunda casa. Defino como a melhor fase da minha carreira”, comemora.

Leia a entrevista na íntegra:

Você cobriu o esporte por anos durante o “Fala Brasil” e esteve em Guadalajara no Pan 2011, mas em Toronto foi uma ausência. Existe alguma perspectiva de voltar a se envolver com esse mundo na Olimpíada?

Thalita Oliveira – Eu fiquei cinco anos no “Fala Brasil” apresentando o bloco de esportes. E em 2011, tive o privilégio de cobrir o Pan-Americano, no México. Foi uma experiência enriquecedora. Estou à disposição da Record. Se for escalada para um próximo evento, topo com certeza. Sempre gostei da versatilidade de assuntos e estilos.

O “Domingo Espetacular” ultimamente tem trocado pautas mais policiais por assuntos leves do cotidiano. Você participa da discussão editorial da atração? Como vê essa fase?

Thalita Oliveira – Participo sim. É uma tendência do programa. O “Domingo Espetacular” está cada vez mais leve. É domingo à noite, a família está reunida. Queremos que as pessoas finalizem a semana bem informadas, mas acima de tudo, leves e com assuntos gostosos, que agreguem. Temos muitas reportagens sobre comportamento, moda, beleza, saúde, o universo animal, viagens e claro, os fatos mais relevantes da semana, o que sempre inclui algum assunto policial ou de investigação. Acho esse mix de notícias interessante. Esse formato de revista eletrônica que tem um leque variado me agrada muito. Até para apresentar é mais desafiador, você fala de tudo. É jornalismo e entretenimento juntos.

Hoje você já está há mais de um ano à frente do “Domingo Espetacular” e tem feito cada vez mais reportagens externas também. Como define esse período? O programa já é a sua casa?

Thalita Oliveira – Já me sinto totalmente em casa. O “Domingo Espetacular” é a minha segunda casa. Defino como a melhor fase da minha carreira. Está sendo enriquecedor. Me dou muito bem com toda a equipe, produtores, editores, repórteres e com os apresentadores. Essa sintonia faz com que eu me sinta à vontade. E comecei há seis meses a fazer as reportagens. Um desafio, já que minha praia sempre foi a apresentação. Faço sempre a reportagem que abre o “Domingo Espetacular”. É uma responsabilidade e tanto. Manter ou alavancar a audiência. São matérias leves, de comportamento, saúde, beleza. O que gosto é que consigo brincar nessas matérias, bater papo com os entrevistados. Tento conversar, não entrevistar. Sinto uma diferença. Saio feliz quando tiro boas histórias e risadas.

Cada vez mais jornalistas tem migrado para o entretenimento. Seus projetos futuros incluem algo nessa área?

Thalita Oliveira – Acredito que é uma tendência da nossa profissão, já que o jornalismo está cada vez mais informal, cada vez mais perto do entretenimento. Acho que o “Domingo Espetacular” é o meio do caminho, mesclamos os dois. E adoro apresentar o programa. Não sei do futuro, mas toparia. Versatilidade é importante. Sou nova, acredito que tem muita coisa pela frente.

Na primeira entrevista que você nos concedeu, em maio de 2014, você estava acabando de chegar nas redes sociais. E agora, um ano depois, como tem sido esse retorno do público? Pensa em criar algum outra rede, como o Twitter, por exemplo?

Thalita Oliveira – É verdade, eu tinha um pouco de medo das redes sociais (risos). Comecei quando entrei no “Domingo Espetacular”. Achei que era importante esse contato com o público. E de fato tem sido importantíssimo. É muito legal ler os comentários, ter um feedback imediato de tudo, matérias, roupa, ver a percepção que o telespectador tem do programa. Gosto do Instagram que é muito prático. Sobre o Twitter, eu ainda não pensei. Quem sabe? Mas por enquanto o Instragam é a ferramenta que mais uso. Eu não acompanho muito a rapidez das redes sociais. Sei que agora a moda já é o Snapchat, mas confesso que é muita coisa pra se adaptar (risos). Mas ter o contato com o público pelo Instagram é até um pouco viciante. Tenho vontade de dividir os momentos e ler o que eles pensam.

 

NaTelinha

Luciana Baptista vira atriz e participará de “Dupla Identidade”

Ex-apresentadora do SporTV vira atriz e participará de

Conhecida do grande público que acompanha emissoras esportivas, a jornalista Luciana Baptistaagora tem uma nova profissão, mas ainda trabalhando na TV.

Segundo o jornal carioca Meia Hora, Luciana agora é atriz, e gravou uma participação no seriado “Dupla Identidade”, escrito por Gloria Perez e exibido nas noites de sexta-feira pela Globo.

Baptista, curiosamente, fará o papel de uma repórter que será assediada pelo protagonista Edu, feito por Bruno Gagliasso. Sua participação está prevista para ir ao ar no dia 12 de dezembro.

Luciana fez cursos de atuação durante a adolescência por cinco anos e também atuou em algumas peças de teatro. Como jornalista, ela tem passagens pela TV Brasil, onde apresentou o programa “Stadium”, e pelo SporTV, onde até 2013 apresentava o programa “É Gol”, diariamente, às 11h30.

Com a sua saída, a jornalista e apresentadora Aurora Bello acabou ficando com sua vaga e ganhando destaque na emissora desde então.

É a segunda vez que uma ex-apresentadora jornalística faz uma participação como atriz em “Dupla Identidade”. Nos últimos episódios, Valéria Monteiro, ex-“Fantástico”, também fez uma ponta na série.

NaTelinha

Sabrina Parlatore se lança como cantora e recusa convites para TV

Sabrina Parlatore se lança como cantora e recusa convites para TV

Divulgação

Conhecida por ter sido apresentadora na extinta MTV Brasil, na Band e na TV Cultura, Sabrina Parlatore está se lançando em outra carreira: a de cantora.

Em entrevista para o jornal O Globo, ela explicou sobre o fato de ter deixado o contrato com os canais TNT e Glitz*, da Turner, e ter se aventurado no meio artístico de outra forma: “É tudo muito embrionário. Fui convidada pelo Terraço, montei uma banda, um repertório e lotou. Até agora não recebi críticas ruins. Não tenho grandes pretensões ou estratégias. Como a música é muito preciosa para mim, não quero jogar qualquer coisa coisa por aí, então, se precisar levar dez anos para lançar um disco, assim será”.

Sobre projetos futuros na televisão, ela tem recusado todos, e disse que só vai aceitar algo compatível com sua nova fase mais musical: “Não posso mais ficar com tempo totalmente tomado pela TV. Só pintaram convites para programas ao vivo, diários, de reportagens na rua. É muito gostoso chegar a uma fase em que você pode dizer não”.

Sobre vida pessoal, Sabrina diz que deseja ter filhos: “Estamos planejando um filho a curto prazo. Estou na fase de fazer todos os exames e vamos começar a tentar depois disso”.

NaTelinha

Solteira, Eliana diz que não quer novo namorado agora: “Não penso nisso”

4364011985_bcb9ee4bd4_zSolteira desde que se separou do produtor musical e filho de Maria Rita, João Marcelo Boscoli, a apresentadora Eliana falou sobre sua vida pessoal e disse que não quer um novo companheiro por enquanto.

Em entrevista para a revista Contigo!, Eliana disse que não pensa nisso em seu dia a dia e que não tem como uma prioridade na sua vida, deixando que o destino se encarregue de trazer um amor: “Estou solteira, naturalmente nem penso nisso no meu dia a dia. O destino pode me preparar alguém, mas não é algo que pense agora”.

Recentemente, Eliana foi aos Estados Unidos e ficou longe de seu filho, Arthur, de 2 anos. Para se aproximar do menino, a loira dividiu, via internet, vários momentos como o passeio de balão que fez: “É uma maneira que eu tenho de ele participar”.

Recentemente, Eliana foi vista em um jantar a dois com o cantor sertanejo Lucas Lucco, e começou um boato de que eles estariam tendo um caso, o que foi desmentido pela assessoria de imprensa do cantor prontamente: “não houve nenhum clima e muito menos jantar. Estão fantasiando as coisas. Ele ficou realizado de ter ido ao Programa Eliana, pois foi fã de ir aos shows dela quando era criança”.

Atualmente, Eliana apresenta o seu programa aos domingos no SBT, e tem brigado pela vice-liderança de audiência na Grande São Paulo com a Record, que exibe a atração apresentada por Rodrigo Faro, o “Hora do Faro”.

NaTelinha

Apresentadora Mariana Leão fala sobre o Dia das Mães; confira

Apresentadora Mariana Leão fala sobre o Dia das Mães; confira

Neste Dia das Mães, o NaTelinha bateu um papo com a jornalista e apresentadora Mariana Leão, atualmente contratada da Record, que falou como passará essa data, contou quais as dificuldadesde conciliar a carreira com a maternindade, mostrou todo seu amor às filhas, deu dicas e rasgou elogios à sua mãe.

Confira o bate-papo:

NaTelinha – Quais são as maiores dificuldades de conciliar a carreira com o lado mãe?

Mariana Leão – É ter que se dividir. O corpo vai para o trabalho, o coração fica com elas. Só não chega a ser um sacrifício porque adoro o que faço. Além disso, é preciso trabalhar e dar o bom exemplo.

Estudo com a Laura, de dez anos, e incentivo a dedicação dela ao vôlei e às aulas de teatro.

Adoro brincar com a Luisa, de um ano e meio! Cuidar dela é tão gostoso! Conto com a ajuda de três funcionárias maravilhosas. Mas o papel de mãe é todo meu. Procuro estar presente nos principais momentos.


NaTelinha – Quais são as dicas para as novas mães em conciliar a carreira com a maternidade.

Mariana Leão – É possível sim ser uma super mãe e trabalhar. O importante é ter alguém de confiança para ajudar na sua ausência. Mas não transfira a responsabilidade de ser mãe para quem quer que seja. 

NaTelinha – O que mudou em você depois da maternidade?

Mariana Leão – Tudo! Não tenho motivos para tristeza. Qualquer problema se torna insignificante quando olho para elas. Minhas filhas são maravilhosas! Só agradeço a Deus pelo presente.


NaTelinha – Como vão passar o domingo de Dia das Mães?

Mariana Leão – De uma forma bem tradicional: um almoço em família feito pelo pai. Quero ficar “lambendo” a cria. Reconheço que mimo demais. Fazer o que, elas são a minha vida!

Sei que a Laura está preparando várias surpresas, como sempre faz. As duas são muito agarradas comigo. A Laura é minha melhor amiga, a Luisa é a nossa bebê – a alegria da casa!
 

NaTelinha – Como sua mãe foram importantes para entrarem na carreira de jornalista?

Mariana Leão – Minha mãe sempre me apoiou, porque amo o que faço. Mas ela não gosta quando eu faço coberturas policiais.

Minha mãe, Ana, é uma mulher de ouro!

NaTelinha