Apresentador da Record Bahia faz comentário infeliz e revolta Grupo Gay

“Quem não é homofóbico tem vontade de dar”, disse Raimundo Varela

Apresentador da Record Bahia faz comentário infeliz e revolta Grupo Gay

Divulgação

O apresentador da Record e da Rádio Sociedade da Bahia, Raimundo Varela, se envolveu em uma grande polêmica por conta de um comentário feito em seu programa de rádio, que vai ao ar das 8h às 9h.

Em dado momento da edição desta terça-feira (16), o co-apresentador Adelson Carvalho leu uma mensagem de um ouvinte, que convidou Varela para ir à próxima Parada Gay de Salvador, que acontecerá no próximo domingo (21).

Em um tom meio revoltado, Raimundo falou uma frase muito forte e considerada infeliz: “Quem mandou o convite mande para sua mãe. Quem não é homofóbico tem vontade de dar”.

A declaração irritou o Grupo Gay da Bahia, que já mandou o áudio da gravação para a Defensoria Pública, e divulgou o momento. Em conversa com o site Bahia Notícias, o presidente da entidade disse que não é o primeiro caso de possível homofobia de Varela: “O que ele quis dizer é que quem defende gay quer dar e quem não é, é homofóbico. Ele quer dizer que se você é contra homofobia quer dar o c*”.

Uma reunião aconteceu ainda na tarde desta terça para que possíveis ações contra Raimundo Varela possam ser tomadas.

O NaTelinha tentou contato com o apresentador, mas não conseguiu retorno. Porém, para o jornal A Tarde de Salvador, ele negou que tenha sido homofóbico em tal comentário e afirma que tudo não passou de uma brincadeira mal interpretada: “O Adelson Carvalho, meu colega de Sociedade e da Record também, apareceu com esse convite e eu disse para dar o convite para mãe, só isso, não teve preconceito nenhum”.

Atualmente, Raimundo Varela apresenta o “Balanço Geral – Manhã” na Record Bahia. Criador do programa em 1982, ele é considerado o maior comunicador do estado.NaTelinha

Após apresentar “Encontro”, Dan Stulbach não descarta investir na carreira

https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/201dcedf2c23cf2f5bbafd0a9f2e2dd9.jpg

Divulgação/TV Globo

 

Durante as férias da apresentadora Fátima Bernardes, em janeiro, Dan Stulbach, Ana Furtado e Lair Rennó assumiram o “Encontro” na Globo.

O ator gostou tanto da experiência que não descarta entrar de vez na carreira de apresentador na TV.

“Eu adoraria fazer uma coisa que você tem a sua opinião, que dá para mostrar o que está acontecendo, fazer uma entrevista, porque o público precisa de uma televisão de qualidade”, disse Dan Stulbach para a imprensa presente no lançamento de um novo celular na última quarta-feira (26), em SP.

Ele ainda contou que após participar do “Encontro”, até mesmo a sua relação com os fãs mudou. “As pessoas me tratam de maneira mais próxima. Me dedico muito aos personagens e passava a imagem de mais sério, mas não sou assim pessoalmente. Como apresentador sou mais eu, sem máscara”, finalizou.

 

Créditos : Na Telinha

Nas ruas de SP, mulher surta com Marcos Mion e diz que ele tentou matá-la

https://i2.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/a12e199908c6cf16b94bc058bdcea6a9.jpg

Divulgação/TV Record

 

Na tarde desta quinta-feira (05), Marcos Mion passou por um estresse no trânsito de São Paulo.

O apresentador do “Legendários”, da Record, contou que uma mulher fez um escândalo no meio da rua porque não conseguiu passar de bicicleta entre dois carros.

“Meu Deus…acabei de ser vitima do mau humor urbano! Uma maluca de bike tentando se enfiar entre meu carro e o outro surtou! Socou meu carro”, disse Mion em seu perfil no Twitter.

Marcos Mion disse que a mulher gritou que ele havia tentado matá-la. E continuou: “Desci do carro: ‘para c isso!’ Quando ela viu q era eu…fud**. Ai q comecou a gritar Pra todo mundo! Chamar gente na rua! Gritar meu nome, sacou o celular p gravar!Tudo isso pq ela nao cabia entre carros”.

Rapidamente, a polícia chegou no local e, segundo o apresentador, viu que a mulher “era desequilibrada”.

E concluiu: “A reacao dela quando viu q era eu foi muito escrota. Pensou, fato, que vai ganhar os 15 min de fama…e eu tava quieto no meu carro! Crazy”.

NaTelinha

Protesto na Record Belém pede reposição salarial e saída de apresentador

https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/f377400ca5b205d47d5744f4adf1d922.jpg

A situação na Record Belém, emissora própria da rede no Pará, não tem sido das mais amistosas nos últimos dias.

Na tarde desta sexta-feira (13), um grande grupo de jornalistas do movimento #JornalistaValeMais fez um protesto na porta do canal. Eles pedem salários dignos para os profissionais do meio, não só na cidade, mas na Record também.

Segundo informações apuradas, o salário de um jornalista na cidade, dependendo do veículo, é de apenas 700 reais. Outra reivindicação do grupo é que a Record demita Renê Marcelo, apresentador do “Balanço Geral Pará”, que teria discutido com um profissional na redação e teria dito: “Sindicato é coisa de baderneiro! Vocês já sabiam quanto iam ganhar quando vieram trabalhar aqui, não entendo porque agora querem fazer confusão e paralisação… Isso não vai dar em nada, jornalista é pobre mesmo”.

Revoltado, um funcionário teria respondido em tom ríspido: “É muito fácil falar quando se ganha R$ 50 mil no dia 15 e mais R$ 50 mil no dia 30 de cada mês. Você não sabe o que é colocar cinco jornais no ar, afinal você chega e já está tudo pronto”.

O grupo que protesta gritou palavras de ordem como “Vaza, Renê!” e “Sai fora, mercenário!”.


Fotos: Reprodução

Pouco depois, já ao vivo no ar, Renê Marcelo falou sobre os protestos. Incomodado, ele mandou um beijo para o povo paraense, que segundo ele o recebeu muito bem, e deu uma banana para os “invejosos”, que desejam seu mal.

O âncora começou a carreira na Rede Família, emissora pertencente ao Grupo Record, e está no Pará desde 2010. O seu “Balanço Geral” é campeão de audiência, chegando, não raramente, aos 20 pontos.

Porém, essa versão do noticiário é bastante criticada na região, por passar dos limites em relação aos casos policiais, chegando a mostrar corpos ensanguentados sem qualquer tipo de disfarce.

 

NaTelinha

Britto Jr. dispara: “Essa campanha contra a Record é ridícula”

Britto também contou que dispensou o seu assessor de imprensa.

https://i0.wp.com/natelinha.ne10.uol.com.br/imagem/noticia/4f94b68a0d83e8b9d03e563be5230d03.jpg

O apresentador Britto Jr., que comanda o “Programa da Tarde” e o reality “A Fazenda 6” na Record, desabafou sobre o que ele acredita ser uma perseguição dos jornalistas contra a emissora.

“Está rolando um preconceito com a Record. A Record é a que demite, a Record isso, a Record aquilo. Sinto pena desse jornalismo de ficar só falando mal. Essa campanha contra a Record é ridícula. O ‘Programa da Tarde’ está completando um ano e o povo falando mal”, disse ele em conversa com o jornal “Diário de S.Paulo”.

E emendou: “Às vezes, tenho sentido vergonha de dizer que sou jornalista, nesse mercado de hoje. Por isso, um monte de gente está desempregada”.

Britto também contou que dispensou o seu assessor de imprensa, pois não gosta de trabalhar a sua imagem: “Sempre estou disponível para entrevistas, mas não quero mais saber dessa coisa de me autopromover. Não quero ficar trabalhando minha imagem. Se me procurarem para uma entrevista, ok!”.

O apresentador ainda falou sobre a polêmica entrada ao vivo de uma agenciadora de modelos no “Programa da Tarde” da última segunda (22), que disse que a Record é um lixo no ar: “Ela que se mostrou deselegante. Não a gente. Daí tem gente que pega isso também contra a Record. Não estou falando só por mim, mas por todos os meus colegas. Desculpe-me pelo desabafo!”.

Atualmente, o “Programa da Tarde” marca médias em torno dos 5 pontos na Grande São Paulo, perdendo para as novelas mexicanas do SBT.

Logotipo Na Telinha