Sonia Braga e Ana Paula Arósio fazem falta na televisão

Será que ainda poderemos contar com a participação de Sonia Braga em alguma produção da Globo? A atriz, sempre em alta no cinema, parece estar cada dia mais distante de lá e se tornou uma crítica ferrenha da emissora.

Manuela Scarpa/Photo Rio News
Ana Paula esteve recentemente no cinema, em “A Floresta Que Se Move”, mas segue longe da TVimagem: Manuela Scarpa/Photo Rio News

E Ana Paula Arósio? Principalmente ano passado, ela alimentou o sonho de vários autores e diretores de novelas, e chegou-se inclusive a cogitar sua participação em “Velho Chico”. Só que não.

A atriz permanece afastada do vídeo, dando a entender que não quer saber mais da rotina de frequentar estúdios de TV. Muita gente, evidentemente, torce para que mude de ideia.

Em comum, o fato de tanto Sonia quanto Ana Paula serem muito talentosas e estarem fazendo falta nas novelas, séries…, na Globo ou em qualquer outra emissora.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Conversa entre Rede Globo e Ana Paula Arósio poderá terminar em acerto

 

Está das mais animadas a conversa da Globo com a Ana Paula Arósio…
… Tudo caminha para um final feliz entre as partes…
… Algo que poderá acontecer imediatamente ou um pouco mais a frente.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Em rara aparição, Ana Paula Arósio confirma convite para “Velho Chico”

Presença aguardada no lançamento do filme “A Floresta que se Move” no Festival do Rio neste sábado (10), Ana Paula Arósio confirmou que recebeu um convite para a próxima novela das 21h, “Velho Chico”, como adiantou o colunista do UOL Flávio Ricco. A trama rural, escrita por Edmara e Bruno Barbosa, com supervisão de Benedito Ruy Barbosa, é a substituta de “A Regra do Jogo” no horário nobre. A atriz, que raramente faz aparições em público, não quis entrar em detalhes sobre as negociações por enquanto.

“A gente ainda não começou a conversar”, afirmou ela, que preferiu desconversar sobre uma possível volta à TV. “Ai, gente. Nunca se sabe. Eu não sei. Ainda é cedo, porque a gente está lançando o filme, e dessa vez eu vou dar um passo de cada vez”, declarou ela, que também vai divulgar o novo trabalho na Mostra de São Paulo no dia 27.

A atriz chegou ao evento, no Cinépolis Lagoon, acompanhada do marido, o cavaleiro Henrique Pinheiro Plombon, e foi bastante assediada. Simpática e brincalhona, ela não se recusou a dar entrevistas nem a posar para fotos ao lado da equipe do filme, mas foi bastante blindada por assessores na entrada do cinema. Ao deixar o local, o esportista comentou: “Se ela quiser voltar à TV, eu apoio”.

Longe dos holofotes

Arósio está afastada dos holofotes desde 2013, quando atuou no filme “Anita & Garibaldi”, também contracenando com Gabriel Braga Nunes. Seu último trabalho na televisão aconteceu em 2010, na minissérie “Na Forma da Lei”.

No mesmo ano, ela desistiu de ser a protagonista da novela “Insensato Coração” ese “isolou”‘ em um sítio na cidade de Santa Rita do Passa Quatro, no interior de São Paulo. No Festival do Rio, ela declarou que o pior lado da fama é “a perda da privacidade”.

Felipe Assumpção / AgNews

10.out.2015 – Ana Paula Arósio no lançamento do filme “A Floresta que se Move”, no Festival do Rio

Sobre o longa apresentado no festival, que tem direção de Vinícius Coimbra, a atriz afirmou que o papel foi fundamental para seu retorno ao cinema. Na história, uma adaptação contemporânea da peça “Macbeth”, de William Shakespeare, ela interpreta a poderosa Clara, mulher do personagem principal, Elias (Gabriel Braga Nunes), executivo de um grande banco.

“O que me fez aceitar foi essa personagem. Ela mostra que as pessoas estão mais preocupadas em ter do que ser”, analisou ela, que rodou suas cenas no Uruguai. “Teve algumas dificuldades: fazer um personagem de Shakespeare, ficar um tempo longe de casa. Mas foi bom porque deu uma concentração. Foi difícil, mas bem prazeroso”, disse.

Sobre a nova parceria com Gabriel Braga Nunes, ela comentou: “Foi uma delícia. A gente trabalha muito bem juntos. Nós temos uma química muito boa”.

 

Ana Cora Lima
Do UOL, no Rio

10/10/201520h42

Nome de Ana Paula Arósio aparece em lista da novela do Benedito Ruy Barbosa

Ana Paula Arósio no filme "A Floresta que Se Move", que estreia dia 5 de novembro

Ana Paula Arósio no filme “A Floresta que Se Move”, que estreia dia 5 de novembro

Durante esses próximos dias, Benedito Ruy Barbosa e família estarão reunidos com o diretor Luiz Fernando Carvalho para definir o elenco de “Velho Chico” – próxima das 21 horas.

Não chega a ser informação ainda, mas o nome da Ana Paula Arósio, desaparecida das novelas há algum tempo, consta em uma dessas listas que circula na Globo. Contar com ela seria mais uma forma de chamar atenção para a novela.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Ana Paula Arósio se irrita com exposição no Brasil e volta para a Europa

A atriz Ana Paula Arósio já retornou à Europa com o marido, Henrique Pinheiro. Ela foi notícia no começo do mês por conta de sua participação no filme “A Floresta Que Se Move”.

De acordo com a produção do longa, Ana já voltou à reclusão pois não tem mais cenas para gravar. O jornal Extra desta sexta-feira (31) afirma que Ana Paula Arósio ficou assustada com a repercussão e irritada com o cabeleireiro que divulgou fotos suas nas redes sociais. Além disso, a atriz recusou todos os pedidos de entrevista.

O longa está previsto para estrear no segundo semestre de 2015 e marca o retorno de Arósio ao trabalho. Ela passou um longo período afastada da mídia e um dos responsáveis pela sua volta foi a produtora Elisa Tolomelli.

Ao jornal, ela contou como foi a negociação para trazer a atriz de volta: “Foi um processo normal de contratação. Fizemos o convite, ela leu o roteiro, gostou, começou a conversar com o Vinícius (Coimbra, diretor) e aceitou”.

Em depoimento no Fantástico, Ana Paula Arósio não fala sobre sumiço

Em depoimento para a produção do filme “A Floresta Que se Move”, Arósio falou sobre o trabalho. “O que me encantou foi que eu achei o roteiro muito bem amarrado. É uma adaptação crível dessa história. Então, eu fiquei muito encantada com a Clara justamente por causa disso”.

Sobre as cenas que estão sendo gravadas, Ana Paula contou que não houve nenhuma fácil, e que todas estão tendo uma carga emocional muito grande: “Não teve nenhuma cena fácil. Só pedreira”.

Afastamento causou irritação em diretores

Depois, após algumas cenas gravadas, abandonou a novela “Insensato Coração” e foi afastada pela Globo, que colocou Paolla Oliveira em seu lugar.

A atitude de Ana Paula Arósio deixou muitos diretores da emissora irritados por sua falta de profissionalismo na época.

Convites não faltaram para retornar. A atriz teria recebido uma proposta irrecusável da Record para estrelar “Vitória”, que está no ar atualmente. Além do gordo salário de R$ 1 milhão por mês, a emissora teria se oferecido a levar todos os cenários e equipamentos necessários para o sítio onde ela estava desde que abandonou a carreira, em 2010. Assim, ela não precisaria sair do local.

O salário da atriz seria o maior do setor dramatúrgico de todos os tempos. Porém, ela rejeitou e o papel ficou com Thaís Melchior.

 

NaTelinha

Rede Globo não tem pressa para ter Ana Paula Arósio de volta às suas produções

 

A Globo se limitou a informar, em reportagem do “Fantástico”, domingo, que Ana Paula Arosio está afastada da televisão desde 2010 e retomou carreira, agora, em projeto do cinema – “A floresta que se move”, de Vinícius Coimbra.

Não entrou na questão da sua saída, algo visto ou entendido como uma reaproximação. Tempo ao tempo.
Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Em depoimento no “Fantástico”, Ana Paula Arósio não fala sobre sumiço

Atriz falou nos bastidores sobre filme que marca sua volta às telas

Em depoimento para a produção do filme “A Floresta Que se Move”, que marca a retomada de sua carreira com atriz, Ana Paula Arósio falou sobre o trabalho.

O vídeo, que foi exibido pelo “Fantástico” neste domingo (12), mostra Ana com o seu novo visual e explicando o porquê de ter aceitado o convite do diretor Vinícius Coimbra: “O que me encantou foi que eu achei o roteiro muito bem amarrado. É uma adaptação crível dessa história. Então, eu fiquei muito encantada com a Clara justamente por causa disso”.

Sobre as cenas que estão sendo gravadas, Ana Paula contou que não houve nenhuma fácil, e que todas estão tendo uma carga emocional muito grande: “Não teve nenhuma cena fácil. Só pedreira”.

Em nenhum momento foi perguntada sobre uma possível volta à televisão, de onde está afastada desde 2010. A última produção que participou na TV foi a série “Na Forma da Lei”, recentemente reprisada pelo canal Viva.

Depois, após algumas cenas gravadas, abandonou a novela “Insensato Coração” e foi afastada pela Globo, que colocou Paolla Oliveira em seu lugar.

A atitude de Ana Paula Arósio deixou muitos diretores da emissora irritados por sua falta de profissionalismo na época.

Convites não faltaram para retornar. A atriz teria recebido uma proposta irrecusável da Record para estrelar “Vitória”, que está no ar atualmente. Além do gordo salário de R$ 1 milhão por mês, a emissora teria se oferecido a levar todos os cenários e equipamentos necessários para o sítio onde ela estava desde que abandonou a carreira, em 2010. Assim, ela não precisaria sair do local.

O salário da atriz seria o maior do setor dramatúrgico de todos os tempos. Porém, ela rejeitou e o papel ficou com Thaís Melchior.

NaTelinha

James Akel comenta fuga de Ana Paula Arósio de si mesma

Depois de colocar a sua fazenda a venda por apenas 6 milhões de reais, Ana Paula Arósio foi embora pra Europa com seu companheiro e as pessoas acreditam que ela nem volte.

Esta atitude de Ana Paula é uma bobagem porque ela não está fugindo do Brasil mas sim de si mesma.

Ninguém foge de si mesmo e Ana apenas está adiando algo que já deveria ter resolvido mas parece que nem resolveu.

Enquanto isto o Brasil deixa de ter uma grande atriz e a Europa ganha uma grande mulher.

Escrito por jamesakel@uol.com.br às 07h37 no dia 13/08/2014         

Rede Globo continua assédio à Ana Paula Arósio

O ano do cinquentenário da Globo promete ser movimentado, principalmente no setor de dramaturgia.

Um dos objetivos é recontratar a atriz Ana Paula Arósio, desligada da emissora desde que deixou as gravações de Insensato Coração.

direção da casa e alguns autores, em especial Glória Perez, não escondem o desejo de recontratar Arósio para que a atriz participe de alguma produção do ano que vem.

Com informações da jornalista Keila Jimenez, da Folha de São Paulo.

O Planeta TV

Canal Viva coloca Ana Paula Arósio no ar

Afastada desde a confusão em “Insensato Coração” na Globo, Ana Paula Arósio será uma das atrações da TV paga a partir do dia 22.

O canal Viva, da Globo, já anuncia a reprise da série “Na Forma da Lei”, de 2010, protagonizada por ela. O papel é o de uma promotora de Justiça, Ana Beatriz, que luta para botar o assassino do namorado na cadeia.

No ano passado, o Viva exibiu “Hilda Furacão”, que traz Arósio como a prostituta Hilda, que se apaixona pelo frei Malthus (Rodrigo Santoro), mas é vista pelo religioso como uma tentação do demônio.

Em entrevista ao programa “Reviva”, no ano passado, o diretor Wolf Maia contou que Arósio não é mais atriz. “A Ana agora não é mais atriz, uma pena, a arte dramática perdeu uma atriz espetacular. Ela agora é criadora de cavalos, tem uma fazenda linda no interior de São Paulo. Ela está casada e muito feliz. Nos falamos de vez em quando”

Fora da TV
Pelo visto, Ana Paula não tem mais interesse em voltar a atuar. De acordo com o colunista Ricardo Feltrin, a Record ofereceu salário de R$ 1 milhão para Ana Paula Arósio estrelar “Vitória”, mas a proposta foi recusada por ela, que vive atualmente com o marido, o arquiteto Henrique Pinheiro, em Santa Rita do Passa Quatro, interior de São Paulo.

Em março deste ano, o cabeleireiro Duda Molinos publicou em seu Instagram uma foto da atriz, sem maquiagem, que apareceu em seu salão em São Paulo, para cortar os cabelos.

Em 2013, a atriz colocou sua casa no Rio, no Recreio dos Bandeirantes, à venda porR$ 1,8 milhão.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery