Tom Barros comenta jogo decisivio que o Ceará Sporting Club terá diante do Atlético Clube de Goiânia

 

Mais uma “final”

Nunca o Ceará jogou tantas “finais” seguidas como está enfrentando agora. Lamentavelmente, nas anteriores, não se deu bem. Deixou sumir a aproximação do G-4 e ficou pendurado diante das subidas dos concorrentes. Não consigo analisar a produção alvinegra. Entender o que aconteceu com o time é impossível. Vi o Ceará dando show de troca de passes, num ritmo crescente. Aí entusiasmou até os mais exigentes cronistas. Depois, numa guinada negativa, o time desonerou de vez. Hoje, diante do Atlético/GO, a desesperada tentativa de manter aceso o sonho de chegar G-4.

Explicação. Magno Alves, numa entrevista à TV Diário, disse que essa “final” é igual às outras, mas com uma diferença: os erros cometidos não mais poderão ser repetidos. Resta esperar que na prática o discurso funcione .

 

Tom Barros-Diário do Nordeste-01/11/2013