STJ suspende tramitação na ALMG de pedido de abertura de processo contra Pimentel

Resultado de imagem para STJ

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) adiou por cinco dias a tramitação da votação do pedido de abertura de ação contra o governador Fernando Pimentel (PT), investigado no âmbito da Operação Acrônimo.

O pedido foi feito pela oposição que alega não ter tido acesso integral aos documentos da investigação contra o governador.

Foi concedido um prazo de cinco dias para que a oposição receba as informações solicitadas. A decisão de pedir autorização da Assembleia para processar o governador foi tomada pelo próprio STJ em 5 de outubro. O prazo final para a votação do processo estava marcado para o dia 23.

 

Site Minas de Verdade