Alvarás em risco

Resultado de imagem para nota de 20 reais

Apesar de os depositantes mineiros estarem conseguindo, desde o fim de maio, resgatar seus alvarás judiciais, o Banco do Brasil (BB) emitiu um alerta ao Supremo Tribunal Federal (STF) afirmando que, já em meados de julho, o fundo de reservas que contém os valores deverá ficar novamente sem os recursos necessários para garantir os pagamentos. Em petição protocolada nessa terça-feira (6) no STF, o banco alega que, graças à decisão do ministro Alexandre de Moraes, devolveu ao fundo um montante de R$ 1,1 bilhão. O valor, porém, não teria sido suficiente para regularizar o saldo mínimo do fundo. “Dessa forma, a necessidade de recomposição pelo Estado ainda permanece”, diz trecho do documento. Segundo o BB, o saldo de R$ 716 milhões (em 31 de maio) “será integralmente consumido pelos novos resgates”, considerando-se a média diária de R$ 22 milhões. Caso o governo de Minas não recomponha os valores, “estima-se que, já em meados do próximo mês, o fundo de reserva esteja novamente sem recursos para honrar os alvarás”, diz a petição.

 

Site Minas de Verdade

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s