Brecada da Simba no desligamento de novas praças é sinal de enfraquecimento

A leitura que se faz do procedimento da Simba em não desligar o fornecimento dos sinais de SBT, Record e Rede TV! em Goiânia e de outras tantas cidades de Goiás, é que a briga estabelecida a partir do apagão analógico, em São Paulo, no final de março passado, tem grandes chances de não se estender para as demais regiões do país.

Nada mais lógico, sensato e até natural, se avaliarmos o estrago causado a partir de uma decisão que, além de estapafúrdia e inconsequente, acabou surpreendendo por ter à frente cabeças como Silvio Santos e Edir Macedo, figuras historicamente cuidadosas no trato dos seus negócios.

Em vez de buscar o diálogo e usar de outros meios para reivindicar aquilo que julgam ter direito, foram para o tudo ou nada, muito provavelmente sem avaliar os riscos que estavam correndo.

Lá se vão quase dois meses, que serão completados na segunda-feira, e até agora nenhuma solução. Que a decisão tomada para Goiânia e região, mais que uma luz no fim do túnel, sirva para reabrir o canal de negociação. E em nada será humilhante, para nenhum dos dois lados, um passo atrás, para se chegar a um acordo que será melhor para os dois.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.