Vasco 2 x 1 Bahia

DESTAQUE

VITÓRIA E ALÍVIO

O Vasco se recuperou da derrota sofrida na estreia do Campeonato Brasileiro e, com autoridade, venceu o Bahia por 2 a 1 na manhã deste domingo, em São Januário. Mesmo com Nenê no banco de reservas, barrado por Milton Mendes, o Cruz-Maltino dominou a equipe baiana e venceu a partida com gols de Yago Pikachu e Luis Fabiano para festa da torcida vascaína que encheu as arquibancadas da Colina Histórica. Gustavo descontou para o Bahia. A partida deste domingo também marcou as estreias de Paulão e Breno com a camisa do Vasco.

DESTAQUE

DIA FABULOSO

Foi um domingo especial para Luis Fabiano. Além de ser o primeiro gol de Fabuloso em São Januário com a camisa do Vasco, foi também o 400º dele na carreira. Além disso, foi dele o passe para Yago Pikachu abrir o placar. O atacante quase balançou a rede em outras três ocasiões no primeiro tempo em bons cabeceios. Dois deles foram defendidos por um inspirado goleiro Jean – o outro foi para fora.

DESTAQUE

PANORAMA

Com o resultado, o Vasco conquistou os seus três primeiros pontos no Campeonato Brasileiro e subiu para a 11ª posição. A equipe carioca aguarda o desfecho da rodada para saber em que posição vai terminar. Do outro lado, com a derrota, o Bahia caiu para a quarta posição, com três pontos conquistados.

DESTAQUE

PRÓXIMOS JOGOS

O Vasco volta a jogar no próximo sábado, novamente em São Januária. O jogo será contra o Fluminense, às 19h (horário de Brasília). Um dia depois, o Bahia vai ao Engenhão, onde vai enfrentar o Botafogo, também às 19h.

DESTAQUE

PÚBLICO E RENDA

Público pagante: 17.770
Público presente: 19.030
Renda: R$649.110,00

DESTAQUE

PRIMEIRO TEMPO

O Vasco teve domínio do jogo no primeiro tempo e as principais chances de gols. Com uma escalação diferente, sem Nenê e apostando na velocidade de Kelvin, o Gigante da Colina conseguiu chegar com perigo logo aos sete minutos. Em cobrança de falta, Luis Fabiano apareceu para cabecear e exigir boa defesa do goleiro Jean. Cinco minutos depois, Jean fez milagre em finalização de Fabuloso na pequena área. No embalo da torcida, equipe carioca ainda teve mais oportunidades com Gilberto e Mateus Vital.

 

Com o Vasco em cima, o Bahia, que teve seis dos seus titulares poupados, não conseguiu colocar em prática a sua estratégia de sair em contra-ataque e só chegou em perigo nas bolas altas. A melhor chance aconteceu aos 34 minutos, quando Juninho cobrou escanteio e a bola passou por todo mundo.

DESTAQUE

SEGUNDO TEMPO

Depois do amplo domínio do Vasco no primeiro tempo, o técnico Guto Ferreira decidiu mandar dois seus titulares poupados para o segundo tempo. Zé Rafael e Allione entraram no início da etapa final e melhoraram a produção ofensiva da equipe baiana. Contudo, não demorou muito e o Bahia tomou um banho de água fria. Aos sete minutos, Martín Silva cobrou tiro de meta, Luís Fabiano ganhou no alto e enfiou para Yago Pikachu, que só teve o trabalho de tirar do goleiro Jean.

 

Com o Bahia em busca do gol, o Vasco encontrou espaços para jogar no contra-ataque e tentar ampliar o placar. Se Gustavo, em finalização de cabeça, perdeu dois gols incríveis para o Bahia, Luís Fabiano não desperdiçou a chance que teve aos 29 minutos. Fabuloso aproveitou rebote de Jean após defesa em chute de Kelvi e marcou o segundo gol do Vasco, o 400 dele na carreira.

DESTAQUE

RECLAMAÇÃO

Mesmo dominado, o Bahia conseguiu segurar o 0 a 0 com o Vasco no primeiro tempo. Contudo, a situação da equipe baiana poderia ser bem diferente na etapa inicial se o árbitro Leandro Bizzio Marinho tivesse expulsado o volante Jean aos 22 minutos. No lance, Jean perdeu a bola para Gustavo e fez a falta no atacante do Bahia, que ia partir sozinho cara a cara com Martín Silva. O árbitro deu apenas cartão amarelo para o jogador do Vasco.

DESTAQUE

BARRADO E QUERIDO

Milton Mendes barrou o meia Nenê no jogo desta manhã. Apostando na velocidade de Kelvin, o treinador decidiu mandar uma equipe mais leve a campo. Mesmo no banco de reservas, o camisa 10 do Vasco não perdeu o prestígio com a torcida e teve o nome gritado em São Januário.

DESTAQUE

DIA DE NOVIDADES

O domingo foi de estreias para o Vasco, ambas na defesa. Anunciado há cinco dias, Paulão foi titular e teve bom desempenho no jogo deste domingo. “Zaguerio-zagueiro”, como ele mesmo se intitula, Paulão não aliviou nas divididas e fez a alegria da torcida. Também na defesa, o zagueiro Breno foi outro que estreou. No caso dele, a mudança foi forçada pela lesão de Rafael Marques.

DESTAQUE

OLHO NA COPA DO NORDESTE

O Bahia foi campo com uma equipe cheia de reservas. Preocupado com a final da Copa do Nordeste, o técnico Guto Ferreira iniciou a partida sem seis dos seus titulares. A mudança foi sentida pela equipe baiana, que foi dominada pelo Vasco no primeiro tempo. Na etapa final, Guto então decidiu mandar Allione e Zé Rafael, dois dos seus titulares, mas a mudança não foi suficiente para mudar o panorama do jogo. Ainda assim, o Vasco chegou ao gol e venceu a partida.

GLOBO ESPORTE.COM

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.