O PT quebrou Minas Gerais- Veja como a CEMIG está sendo desmontada

Resultado de imagem para Cemig

 

Curiosamente, a direção da Cemig está empenhada em duas operações, de certa maneira, divergentes. Uma delas é vender parte de seus ativos a fim de fazer caixa para saldar compromissos urgentes e reduzir o endividamento, que atualmente é de R$15,2 bilhões. Vai colocar à venda a Gasmig, a Cemig Telecom, 8% que tem na Hidrelétrica de Santo Antônio, em Rondônia e parte das linhas de transmissão. ao mesmo tempo, pretende aumentar sua participação na Light com a compra das ações do BTG Pactual e reaver a concessão das hidrelétricas de São Simão, Jaguara e Miranda. Vende de um lado e mantém haveres de outro.

 

Site Minas de Verdade

O PT quebrou Minas Gerais- Gabinete do governador faz compras milionárias

Atual cédula de 100 reais anverso.jpg

O Gabinete Militar do governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), foi à feira no último mês e encheu o carrinho de compras. Por meio de quatro licitações, por menor preço global, o órgão vai adquirir pescados, carnes, hortifrutigranjeiros, pães e leite. O valor total dos certames é de R$ 422,8 mil. Os alimentos deverão ser fornecidos ao órgão durante 12 meses. A lista de compras será para atender demandas dos palácios Tiradentes, Liberdade e Mangabeiras e serve tanto para o consumo interno, quanto para eventos, que variam conforme o ano.

A licitação de hortifrutigranjeiros foi concluída pela quantia de R$ 270,2 mil, dividida em quatro lotes. O primeiro deles, arrematado por R$ 126,7 mil, prevê a compra anual de 61 tipos de frutas, como 1.100 bandejas de morango, 40 kg de lichia, 50 kg de cereja chilena, além de 2.500 kg de melancia – o que dá uma média de quase sete quilos da fruta, por dia. O segundo lote, no valor de R$ 69,7 mil, lista 44 tipos de legumes. Entre eles estão 350 kg de cará chinês, cem bandejas de cenoura baby e 600 kg de mandioca.

O terceiro lote diz respeito à aquisição de 53 tipos de verduras. O edital lista a compra de nove tipos de alface, cem dúzias de flores comestíveis e 140 unidades de aspargos frescos. Já o último lote é sobre a compra de quatro tipos de ovos, sendo três de galinha e um de codorna. Esses lotes foram fechados por R$ 66,6 mil e R$ 7.186, respectivamente.

Já o fornecimento de pescados para os palácios vai custar aos cofres públicos R$ 84,5 mil. Em três lotes, que listam 13 itens, tem a compra de 120 kg de bacalhau, 320 kg de filés de salmão e 35 kg de camarão GGG. Já o contrato para a aquisição de 13 tipos de carnes foi fechado por R$ 20,4 mil. O curioso é a compra de 40 embalagens, de 2 kg cada, de torresmo industrializado, o que dá um total de 80 kg do produto.

Com outra licitação, a pasta adquiriu oito tipos de pães, por R$ 20,2 mil. Entre eles estão 340 pacotes de pão de forma light, 690 pacotes de pão integral, além de pães de hambúrguer e cachorro-quente. E por R$ 27,2 mil, o Gabinete Militar concluiu outro edital para a compra de 7.200 caixas de 1L de leite integral.

Por meio de nota, o Gabinete Militar do Governador informou que essas compras “são para atender o dia a dia dos palácios, assim como eventos e recepções oficiais de autoridades locais, nacionais e internacionais” e que os “valores descritos são estimados, já que a entrega é efetuada pelos fornecedores contratados por meio de licitação, de acordo com a demanda pontual de cada evento”.

O órgão ainda disse que as compras foram mais econômicas. Segundo a pasta, no contrato de fornecimento de pescados houve uma economia de aproximadamente 30% em relação ao contrato anterior. Já na aquisição total de carnes houve uma economia de 31%. No certame de hortifrutigranjeiros, a redução de aproximadamente 7%, enquanto que no de aquisição de pães diversos houve uma economia de cerca de 16%. Já o contrato de aquisição de leite “conservou-se praticamente sem alteração se comparado ao período anterior”.

 

Site Minas de Verdade

Merchandising na TV passa a sensação do qualquer jeito

Neste mesmo espaço, na última semana, foi destacado o crescimento de 15% no volume de ações de merchandising na TV comparado ao mesmo período do ano passado.

Fato salientado por ser um número bem significativo, mas também uma questão que, há muito tempo, faz por merecer maior aprofundamento, até pelo pouco caso que se observa em suas produções e exibições.

Salvo raras e honrosas exceções, a impressão é sempre no improviso, muitas vezes resumida a uma bancada xexelenta e duas pessoas enaltecendo as qualidades do produto. Uma pobreza que todos só têm a perder.

Por que não existe o empenho de se apresentar um trabalho melhor elaborado, inclusive em condições de se chegar a um efeito mais compensador? Uma iniciativa ou exigência que deveria partir das próprias TVs.

O improviso me faz lembrar a Record, de lá detrás, em seus tempos difíceis. Para levantar o dinheiro que ela tanto precisava, em várias ocasiões para honrar a folha de pagamento, foi inventada a fotografia de São Paulo, como fundo do cenário do “Programa Ferreira Netto”. Em cima de todos os prédios eram colocados “outdoors”, com marcas de cueca, whisky, café, pão de forma etc.

Pensando bem, considerando a questão da época, era até mais criativo e funcional que os de agora.

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

A350 XWB: six million passengers flown… and counting

17 JANUARY 2017 FEATURE STORY

Just two years after the A350 XWB’s commercial service entry, over six million passengers already have enjoyed the unique flying experience and well-being provided by Airbus’ latest-generation widebody jetliner – which is shaping the future of long-haul airline operations.

The 62 A350 XWBs in airline service at the end of December 2016 had accumulated 154,000-plus flight hours on more than 25,000 flights, with an average daily utilisation of 12.5 hours.

These aircraft are operated by a growing customer base that currently includes: Qatar Airways, Vietnam Airlines, Finnair, LATAM, Singapore Airlines, Cathay Pacific, Ethiopian Airlines, Thai Airways International (THAI), China Airlines and Lufthansa.

The A350 XWB version in service today is the A350-900, seating 325 passengers in a standard three-class configuration and offering a flight range of up to 8,100 nautical miles. It will be joined by the longer fuselage A350-1000 – accommodating 366 passengers in a typical three-class cabin layout, with a range of 7,950 nautical miles – which is scheduled for its entry in airline service during the second half of 2017. Both aircraft share the same levels of comfort and operational efficiency.

Source : Airbus Website