Puritanismo ou hipocrisia? O que aumentou na produção das novelas?

Cristiane Torloni e Nuno Leal Maia em "A Gata Comeu"

Cristiane Torloni e Nuno Leal Maia em “A Gata Comeu”

As reprises do Viva, entre outros afins, nos levam a fazer uma viagem das mais interessantes no tempo e no universo das novelas, muitas vezes nos obrigando a verificar que muito daquilo que era apresentado e dito lá atrás com toda naturalidade, hoje já não é mais visto ou repetido, por obediência às restrições que passaram a existir, por simples pudor ou classificações horárias.

Bom exemplo disso é “A Gata Comeu”. Produzida para exibição em 1985, na faixa das 6 da noite, da Globo, observa-se na sua reprise de agora que muito do que foi falado ou mostrado lá não seria permitido nos dias atuais. Onde já se viu deixar alguém como a Christiane Torloni, aparecer num minúsculo biquíni daquele jeito ou o Nuno Leal Maia como uma sunga tão reduzida?

Hoje, certamente, com o mundo de agora tomado por tão elevada reserva moral, seria uma novela classificada para as 22h e olhe lá.

Fica a dúvida: cresceu o puritanismo ou a hipocrisia?

 

Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.